26/06/2009

Semana pesaaaada!

| |

Gente, que semana foi essa? Alguém me explica o que foi isso? Caramba viu... Eu acabei num desânimo danado de blogar, e vinha aqui de vez em quando dar uma espiada, mas era só.

Primeiro, a tristeza com a partida da nossa companheira de Blogs Lights, tão querida. Já pesou muito isso, a semana perdeu todo seu encanto. Uma menina que eu conhecia aqui em Palmeira também sofreu um acidente e morreu. De mortes tivemos mais a Farrah Fawcett, a eterna Pantera, e agora, Michael Jackson. Bom, mas depois que a Dercy morreu, o resto não surpreendeu tanto, rs... Só falta o Niemeyer e no dia em que esse morrer, aí sim, começo a me preocupar, rs...

O Michael Jackson foi uma coisa repentina e de certa forma chocante. Eu não sei se posso me classificar como fã, mas gostava e volta e meia via clipes das músicas dele. Uma vida cheia de escândalos, mas acho que ele foi mais é vítima. As pessoas acabam perturbadas por uma série de coisas, e na vida dele havia essa série de coisas. Não virou santo porque morreu, fez muita porcaria e o seu maior problema era a falta de aceitação própria. Todas as plásticas, cuidados extremos com a saúde, só mostraram o ser emocionalmente frágil que ele era. No fundo, acho que ele se realizava de verdade só no palco. O resto era uma vida vazia. Coitado, neh.

A Farrah, lutou contra o câncer por vários anos, e quando achou que tinha vencido, ele voltou com tudo. E quando seu grande amor enfim a pediu (mais uma vez) em casamento, ela aceita... e morre. Se alguém ler a história deles, vai ver que, mesmo com confusões, foi uma história linda. Mas sofrida, como toda história é. E agora, já eras.

Outra preocupação dessa semana, que começou como uma leve apreensão e agora virou preocupação mesmo, é com o aumento dos casos da Gripe A aqui no Rio Grande do Sul. Graças à Argentina (e aos desmiolados que insistem em ir lá mesmo com tudo isso), que é vizinha de porta do Brasil, os casos vêm aumentando demais. E se tem lugares que gaúcho vive indo, é Paraguai e Argentina. Enquanto no Rio Grande do Sul os casos foram aumentando, a apreensão aumentou um pouquinho mais.

Mas o que me deixa agora de cabelos em pé é o fato de, enfim, na minha minúscula cidade, termos uns 3 ou 4 casos dessa maldita gripe. E o pior não é só isso. É que um dos suspeitos (fora os 4 confirmados) é marido de uma colega minha de trabalho, com quem converso muito e que não está de quarentena, está indo trabalhar. E mais: um cara do Rio de Janeiro está hospedado na casa de conhecidos e está com sintomas da Gripe e o casal começou a "gripar" tambem, e o bebê deles. E o pior ainda! Minhas tias foram fazer-não-sei-o-quê lá (e aí que descobriram a merds) e agora estão aqui em casa. Não bastasse estarem hoje, elas estão sempre. Então sinto o cerco de fechar sobre mim e ai meu São Cristinho, não quero pegar isso não.

Ok, todo mundo tá careca de saber que é uma gripe com sintomas de gripe comum. Mas todo mundo também está cansado de saber que ela é oportunista e evolui pra caso de infecção pulmonar em crianças, idosos e PESSOAS COM DOENÇAS PULMONARES CRÔNICAS. Oi? Eu tenho asma, e acabei de sair de uma pneumonia...

Enfim, sei que a semana foi cheia de baixos, uns poucos altos. Um dos altos? Veio depois de um baixíssimo. Me pesei na terça-feira com exatos 76Kgs, e quase taquei a mardita da balança na parede! Mas continuei com tudo o que vinha fazendo, uma hora teria que funcionar. Academia ok, alimentação ok, chás diuréticos ok, um dia ia ter que andar. Então, hoje me pesei novamente e já perdi 500g, o que já me aliviou um monte, quer dizer que depois de tanto tempo, parece que meu corpo está voltando ao normal, estou desinchando. Ainda bem, decerto agora as coisas vão aliviar. Foi o maior alívio da semana, juro, me saiu um peso das costas!

Enfim, meu povo, beijos pra todos vocês, fiquem com Deus e se cuidem. Não sabemos até quando estaremos nesse mundo, então vamos deixar só coisas boas.

Beijos.
Comentário(s)
Comentário(s)