20/05/2010

O que você quer, de verdade?

| |
Olá!

Tudo certo com todas? Bom, por conta do último post, da promoção, acabei me perdendo em quem devo retornar as visitas. Vou visitar geral! Me faz falta saber como estão todas, e dar uma lidinha em vocês! Vamos ver se hoje dá um tempinho.

Meus últimos dias têm sido atribulados. Um milhão e meio de problemas, ansiedade, nervosismo, stress. Enfim, parece que no final deste mês estarei recebendo meu salário e os atrasados. O problema é que vai tudo para as contas atrasadas, ai papai... Puxei daqui, dali e a situação ficou mais "light", mas tive de atrasar algumas continhas básicas. Detesto isso, sou muito chata com minhas contas!

Enfim... Com toda essa ansiedade, meio que me deixei de lado. Me descuidei. Devo ter ganho algum peso, mas minha balança resolveu pedir baterias novas, que a última marca que pus não se bateu muito bem e já tá no fim. Vou ver que marca decente resolverá esse meu problema. Mas já dei uma acordada. Comecei a me cuidar mais. E não só na alimentação que se há algo que não sou é paranóica de pensar só nisso. Minha vida está além do meu prato. Graaazadeus!

Olhei meu armário e vi que tenho dúzias de cremes, pra cada centímetro do corpo. E nem estava usando. Portanto, desde segunda-feira, após o banho, passo para uma sessão de auto-besuntação e espalho as graxinhas em seus devidos lugares. Fico cheirosíssima! Uma delícia, rs. Também ando mais cuidadosa no vestir. Me peguei semana passada toda chegando em casa, indo pro banho e me enfiando num pijama! Pobre do marido, kkkkk! Agora não, pijaminha só na hora de ir dormir e porque está friozinho. Bem melhor.

Aqui está friozinho, e com o frio algumas complicaçõezinhas básicas que quem me segue há mais tempo já conhece: asma. No início do inverno, quando a temperatura oscila muito eu sofro! A rinite também decidiu me encher o saco, mas depois de mais uma injeção de Decadron, acho que sossega o facho. Espero. Maldito corticóide. Ao menos o inchaço é reversível e não é mais tanto quanto antigamente, acho que essas injeções estão enfim se modernizando. #oremos

Hoje pela manhã ganhei logo 4 doces. Tem aqui em Sto Angelo a Kemper's Haus, uma casa de doces tipo portugueses simplesmente sem explicação. E eu ganhei logo 4: um camafeu, um bem-casado, um beijo de mulata (nem conhecia) e um não-sei-o-quê de coco. O meu problema, como eu disse pro meu marido esses dias (que por sinal come que um doido e nem barriga tem, apesar de ter umas coxas muito gostosas, kkk)é o seguinte: se eu comer 1g de açúcar, ele vai todo pra minha bunda. Esse negócio de o corpo retirar do alimento a energia e talz, e só depois estocar em forma de godura, aqui nesse corpo não acontece. Ele estoca tudo em forma de gordura e tudo na barriga e bundona.

Bom, segue uma foto minha, de semana passada, para checarem que as coxas deram aquela engrossadinha básica e detestável.


Taí, coxas e buzanfa. Enfim, vamos lá, segurar a boquinha nervosa mais um tempinho. Mas vou seguindo devagar, com calma, cortando uma coisinha aqui, outra lá, que enfim nada é pra ontem. Mas também não dá pra deixar tudo pra amanhã. Pra finalizar, uma reflexãozinha tudo a ver com o título do post, pra mim e para vocês.

O que você quer? DE VERDADE. Essa é a pergunta que você precisa internalizar caso queira ter sucesso. Sua vontade de vencer tem que ser maior que o desânimo que te faz cair. Pense no porquê de você querer emagrecer. Você precisa dos motivos CERTOS. Não deve querer perder peso por que seu pai não gosta, seu namorado reclama, as pessoas falam. Deve querer por você, para se sentir melhor e, mais do que tudo: pela sua saúde. Não queira atingir um corpo de atriz de novela da Globo. Veja o que é bom para você. Tenha um peso saudável. Depois disso sim, se permita buscar um corpo melhor. Mas trace metas, objetivos e se foque neles. Usar a vida como desculpa para descontar na comida todos fazem. E você, o que vai fazer de diferente? Não culpe a você, ou a seus problemas. Permita-se vencer e ser feliz. Eu garanto: é uma sensação muito boa chegar ao final de uma jornada. Mas o ápice é muito mais. Esse é apenas parte do caminho. Portanto, busque outras metas, não apenas emagrecer. Tenha como objetivo principal ser uma pessoa produtiva e feliz. O resto vem.


Beijos pessoal!
Comentário(s)
Comentário(s)