27/07/2010

Olha eu aqui!

| |

Bom dia!

Ai, ai, estou rareando demais por aqui desde que casei, né? Eu sei, eu sei, preciso vir mais vezes. Não briguem comigo, mesmo tendo razão, hahahaha!

Bom, vamos ao que interessa: perdi 2Kgs. Foi difícil, parece estar sendo mais complicado focar na dieta desta vez. Mas com a ajuda dos remédios para a ansiedade tudo tem se tornado a cada dia mais fácil. E estou conseguindo ceder menos aos meus anseios, apesar de que minha gula continua na mesma. Aff... Como pode isso?

Mas algumas coisas têm ajudado. O fato de eu ir e voltar à pé do trabalho, mesmo nesse frio, tem sido ótimo. O vento é cortante, confesso, mas nada que cachecol, luvas, touca e um bom casaco não resolvam (quero um casaco novo, mas no money, enfim). A alimentação também deu uma melhorada. Estávamos nos alimentando muito bem, mas ali do final de maio para cá, marido e eu demos uma decaída. Agora voltamos à nossa rotina de almoços com 1 amido (batata, ou abóbora, ou arroz, ou macarrão, etc), 1 proteína (carne, ou ovos, ou soja) e muita salada.

E trouxemos novos adeptos! Infelizmente por motivos nada agradáveis, que vocês poderão ver AQUI. Mas em resumo: meu sogro teve um mini-avc, passou muito mal. Motivo? Má alimentação. Como ele e minha sogra trabalham direto em uma imobiliária, acabavam almoçando muita porcaria: arroz com ovos, bife e batata frita, X-Burguer e outras estripulias nada boas para pessoas da idade deles. O resultado foi um susto e tanto, seguido por uma "saga" cruel que vocês poderão acompanhar no link anterior. Resultado: ele ainda está fazendo exames e terão que cuidar da alimentação. Eu, como boa e linda norinha que sou (e que não quero ver marido órfão cedo), chamei os bonitos para passarem a almoçar conosco e desfrutarem do nosso cardápio saudável. Eis que está funcionando.

Bom, minha mãe também foi parar no hospital com pressão alta. E aqui cabe uma dorzinha: posso cuidar de meus sogros, mas não de minha mãe, por morar em outra cidade. Isso é triste, muito triste. Tem dias que eu fico malzinha com isso, pois a grana está curta e marido e eu não gastamos menos de R$100,00 em passagens para uma visitinha de final de semana. Só em passagens.

No mais, o frio de sempre. Ao menos nesta semana parece que a chuva dará trégua e eu ando lavando roupas adoidada para ver se, enfim, enxergo o fundo do meu cesto de roupas, rs.

Andei também tendo propostas ótimas de emprego que desceram ralo abaixo por não ter sido liberada pela CRE, já que acumulo 3 setores, "sou muito necessária, competente, encontrar outro alguém seria difícil" e blá-blá-blá. Eu poderia e conseguiria reverter a situação. Mas confesso que ainda não tenho condições emocionais de enfrentar algumas feras. Fiz minha parte e pedi a Deus que Ele escolhesse por mim. Se Ele assim deseja, como sabe o que é melhor, aceito isso do jeito que está. Mas sempre de olho no futuro. ;)

Outra coisa que tem feito com que minha frequência no blog diminua é o fato de eu usar o Twitter direto. Sempre usei blogs como ferramenta de desabafos e o Twitter tem feito isso em tempo real. Então sobra pouco para o blog. Mas isso ainda é uma ferramenta que me ajuda muito. Só que, na correria do dia-a-dia, é muito mais fácil postar frases em 140 caracteres que redigir um texto. Fiquei mal acostumada. Tsc, tsc...

Quem tiver e quiser me seguir, é só me encontrar: www.twitter.com/d3nnyzuda (mas avisem que seguem por conta do blog, pq eu sou meio chata para novos seguidores, kkk) . Lá vocês me encontram desnuda, como eu sou, sem a busca constante do "bom português" que buscamos em um blog, marota, sarcástica muitas vezes, irônica em outras. Eu sou toda emoção e ali isso fica muito claro. Nem todos gostam. Mas não posso controlar o gostar de ninguém e é isso.

No mais, tudo segue como sempre. Dificuldades que vêm e vão. mas agora me sinto mais forte e capaz de digerir tudo.

Um beijo grande a todas!


FUIZ...

14/07/2010

Como a pervinca

| |
Tenho o costume de ler a meditação diária. Hoje li um texto muito bom, ao qual vou dar uma adaptada para se encaixar à nossa realidade. Muito bom para refletirmos.


COMO A PERVINCA


"Um dia, meu esposo visitou um velho amigo nosso e voltou com muitas plantas. Entre essas plantas, estava uma que chamamos pervinca, uma flor rosada, de cinco pétalas, que não exige atenção especial. Nós a plantamos ao lado da calçadinha, dentro da área do jardim. Mais tarde, notamos que algumas estavam crescendo entre as pedras que pavimentavam o caminho, e por toda parte onde não deviam crescer. Precisaram ser arrancadas com uma forte mão.

Descobriu-se, casualmente, que eu estava sofrendo de hipertensão. Meu regime alimentar precisou ser mudado. Descobri que certas coisas de que sempre gostei não são as melhores para minha saúde. Elas precisavam ser evitadas, ou eu enfrentaria as consequências mais tarde. Ainda me vejo cedendo à tentação a algumas coisas. Um bombom? Grande coisa, digo eu. Que mal pode fazer um bombom?

Então, eu o escondo. Anseio por algo que pode acabar sendo prejudicial à minha vida. Parece que sou como a pervinca, crescendo onde não devo crescer, fazendo as coisas do meu jeito.

Precisamos refletir e nos arrepender de nossos velhos hábitos. Foram eles que nos trouzeram onde estamos. Mas, por conta própria, muitas vezes nos sentimos impotentes. Assim como a pervinca, necessitamos de uma mão forte que nos arranque dos lugares errados e nos fixe na direção certa. Um blog, um lugar de desabafo, alguém. Arrepender-nos é enfrentar o problema e o fato de que não podemos fazer nada para resolvermos as coisas sozinhas. Precisamos reconhecer nossa teimosia, e arrepender-nos, e repensarmos e traçarmos uma meta real, objetiva e satisfatória. A primeira vez que nos arrependemos é frequentemente a pior – e a melhor. É a pior porque a ferroada da dor e da desilusão vem com força total. É a melhor porque não há alegria no mundo que se compare à de conseguir parar e repensar para, logo em seguida, retomar as rédeas.

Assim, não importa quão desobedientes e obstinados sejam os seus hábitos, ou que tentações lhe tenham ocorrido – por pequenas que sejam – você não pode esconder-se de todos, nem de si mesma."

E então, vamos continuar permitindo que nossos maus hábitos continuem nos atrapalhando, como as pervincas, que satisfazem a uma primeira olhada, mas se espalham a uma velocidade avassaladora?

Vamos pensar.


Bjs.


(As coisas por aqui, ainda muito instáveis. A cada dia um novo problema. Mas vou conseguir.)

05/07/2010

Sorteio em parceria com a Sancion Angel

| |
Oi meninas!



Eu prometi uma surpresinha, uma promoçãozinha legalzinha e ei-la. A Sancion Angel é uma empresa inovadora no ramo dos esmaltes. Eu mesma provei e digo: são lindinhos e secam ultra rápido. Também não é necessário várias demãos de esmalte para uma boa cobertura. A empresa é muito atenciosa com suas consumidoras. Tanto que enviou um kit lindo para mim, do qual vou sortear 5 esmaltes para vocês. Vejam quais:

E então, gostaram? É uma promoção especial, para quem é especial: você, leitora do blog. Vamos às regrinhas?




  1. Siga o blog Teorias da Denny;
  2. Siga o blog da Sancion Angel AQUI: http://www.sancionangel.com/
  3. Deixe um comentário com a seguinte frase: "Obrigada Sancion Angel!"
  4. Preencha o formulário abaixo:



PARA GANHAR NÚMEROS EXTRAS:

  • Divulgue o sorteio em seu blog e preencha novamente o formulário para ganhar mais um número.
  • Se tiver Twitter, dê RT na seguinte frase UMA ÚNICA VEZ e ganhe um novo número (mais de um RT e será excluído da promoção) "RT Minhas unhas ficarão mais lindas com a @d3nnyzuda e a @SancionAngel. E você, vai ficar de fora? Corre lá: http://migre.me/UCfC"
Obs.: Quem quiser seguir o Twitter da Sancion Angel, está super apoiado! Mas meu Twitter não precisam seguir, ele é fechado e só aceito conhecidos.

Então é isso. Inscrições até dia 18/08 e divulgação do resultado dia 19/08.


Beijos!


FUIZ...

03/07/2010

A minha teoria do futebol

| |

Não, eu não sou uma fanática por futebol. Nem tenho a camiseta do meu time (Grêmio). Bom, no caso não é por não querer, mas eu sempre acho algo mais importante em que gastar. Mas há uma questão que me incomoda no mundo futebolístico: uma rivalidade exacerbada, sem limites e na maioria das vezes sem motivos.

Com exemplo é melhor, certo? Então, sou gremista. Não desde criancinha. Na verdade até meus 12 anos eu torcia pelo Internacional. Mas não era uma decisão racional. Um belo dia fomos dar uma volta de carro, papis, meu irmão e eu, e lá estava o auê de uma comemoração por um título. O time vencedor era o Internacional e eu, do "alto' dos meus 9 anos, decidi que aquele seria meu time. Mais tarde, como se diz, "virei a casaca" e aí não teve mais volta.

Mas então, fugindo das divagações de sempre (eu nem divago quase ho-ho-ho), há aqui no RS uma rivalidade medonha entre ambos os times (assim como em outros estados logicamente, mas prefiro falar do meu senso-comum). Um torce mais contra o outro que a favor. Chega a ser engraçado. Mas a minha visão é muito diferente. E ainda não encontrei quem concorde. Fora meu lindo marido que graaaaaazadeus, pensa como eu, hahaha...

Me sinto primeiro gaúcha (apesar de nascida paranaense, mas apenas nasci lá, em seguida vim para cá). Portanto, em um Brasileirão, por exemplo, minha torcida é inicialmente pelo Grêmio. No entanto eu quero meu estado campeão. Se o Grêmio perder, lá vou eu, sem remorso algum, torcer com a mesma vontade pelo Inter nos representar bem lá. A maioria morre de raiva e indignação quando falo disso, mas eu acho algo justo. Lembro de um episódio no ano passado em que, se o Grêmio ganhasse uma partida X, o Inter se classificaria. Caso ele perdesse, o Inter seria desclassificado. Boquiaberta, vi a maioria dos gremistas torcendo para nosso time perder, a fim de que o rival não se classificasse. NÃO CONCORDO.

Na Copa, não foi diferente. Obviamente, torço demais, demais pelo Brasil. Mas sou LATINO-AMERICANA. Portanto, quando o Brasil caiu fora, minha tircida ficou com os times latino-americanos ainda em jogo: Uruguai, Paraguai, Chile e, lógicamente, ARGENTINA. Infelizmente a bichinha tomou um 4x0 doído hoje. Mas minha torida vai pelos demais e, aso todos caiam fora, Alemanha, por questão de mérito mesmo, timaço, sem explicação. Ah, mas ouvi tanto essa semana sobre minha torcida pela Argentina, que acabo pensando no egoísmo que nos permeia.

Acho vital a torcida pelos nossos irmãos. Temos nossas rivalidades? Sim! Mas todas elas por brigas e desentendimentos que nunca foram nossos, mas foram virando hábitos.

Pense e repense, qual é o hábito que nada tem a ver contigo, mas você vem alimentando?


Beijinhos.

02/07/2010

Dias melhores...

| |

Oi pessoal!

Bom, meus dias têm sido muito melhores. Mais tranquilos, serenos, sem picos de adrenalina, nem taquicardias, nem suores frios, nem tremores, apenas alterações de humor meio doidas. Tem horas que fi fico benzaça, a mil (quem me segue no twitter vê que ás vezes até me passo no bom humor, rs), depoisme bate uma tristeza profunda, pois ainda há muitos problemas a serem resolvidos.

A cada dia que passa fortaleço minha fé em Deus, que não nos abandona. Mas decidi também fazer minha parte com Ele, não acho justo só pedir, pdir ajuda e não ouvir o que Ele tem a me dizer. Estou lendo um livro chamado Inteligência Espiritual, muito bom, acho que vai me ajudar, pois a vida da gente não é só o físico e o mental.

Bom, mais um oizinho, estou feliz, vou ver meus pais amanhã! Vou em um passeio onde eles tbm vão! Eu queria é ir pra casa deles e passar o FDS, mas a grana continua curtíssima. Mas vai se levando né? Deus não aleimanta os passarinhos? A nós é que Ele não deixará faltar nada.

E meninas, muito, MUITO obrigada por cada mensagem de carinho, força e otimismo deixada aqui. Voês, mais uma vez, foram sensacionais! Sem palavras para agradecer e vcs não têm idéia de como isso me ajudou!

Neste final de semana PROMETO visitar todas vocês e, pra compensar a ausência teremos um sorteio lindo, surpresa!


Bjs


FUIZ...