27/07/2010

Olha eu aqui!

| |

Bom dia!

Ai, ai, estou rareando demais por aqui desde que casei, né? Eu sei, eu sei, preciso vir mais vezes. Não briguem comigo, mesmo tendo razão, hahahaha!

Bom, vamos ao que interessa: perdi 2Kgs. Foi difícil, parece estar sendo mais complicado focar na dieta desta vez. Mas com a ajuda dos remédios para a ansiedade tudo tem se tornado a cada dia mais fácil. E estou conseguindo ceder menos aos meus anseios, apesar de que minha gula continua na mesma. Aff... Como pode isso?

Mas algumas coisas têm ajudado. O fato de eu ir e voltar à pé do trabalho, mesmo nesse frio, tem sido ótimo. O vento é cortante, confesso, mas nada que cachecol, luvas, touca e um bom casaco não resolvam (quero um casaco novo, mas no money, enfim). A alimentação também deu uma melhorada. Estávamos nos alimentando muito bem, mas ali do final de maio para cá, marido e eu demos uma decaída. Agora voltamos à nossa rotina de almoços com 1 amido (batata, ou abóbora, ou arroz, ou macarrão, etc), 1 proteína (carne, ou ovos, ou soja) e muita salada.

E trouxemos novos adeptos! Infelizmente por motivos nada agradáveis, que vocês poderão ver AQUI. Mas em resumo: meu sogro teve um mini-avc, passou muito mal. Motivo? Má alimentação. Como ele e minha sogra trabalham direto em uma imobiliária, acabavam almoçando muita porcaria: arroz com ovos, bife e batata frita, X-Burguer e outras estripulias nada boas para pessoas da idade deles. O resultado foi um susto e tanto, seguido por uma "saga" cruel que vocês poderão acompanhar no link anterior. Resultado: ele ainda está fazendo exames e terão que cuidar da alimentação. Eu, como boa e linda norinha que sou (e que não quero ver marido órfão cedo), chamei os bonitos para passarem a almoçar conosco e desfrutarem do nosso cardápio saudável. Eis que está funcionando.

Bom, minha mãe também foi parar no hospital com pressão alta. E aqui cabe uma dorzinha: posso cuidar de meus sogros, mas não de minha mãe, por morar em outra cidade. Isso é triste, muito triste. Tem dias que eu fico malzinha com isso, pois a grana está curta e marido e eu não gastamos menos de R$100,00 em passagens para uma visitinha de final de semana. Só em passagens.

No mais, o frio de sempre. Ao menos nesta semana parece que a chuva dará trégua e eu ando lavando roupas adoidada para ver se, enfim, enxergo o fundo do meu cesto de roupas, rs.

Andei também tendo propostas ótimas de emprego que desceram ralo abaixo por não ter sido liberada pela CRE, já que acumulo 3 setores, "sou muito necessária, competente, encontrar outro alguém seria difícil" e blá-blá-blá. Eu poderia e conseguiria reverter a situação. Mas confesso que ainda não tenho condições emocionais de enfrentar algumas feras. Fiz minha parte e pedi a Deus que Ele escolhesse por mim. Se Ele assim deseja, como sabe o que é melhor, aceito isso do jeito que está. Mas sempre de olho no futuro. ;)

Outra coisa que tem feito com que minha frequência no blog diminua é o fato de eu usar o Twitter direto. Sempre usei blogs como ferramenta de desabafos e o Twitter tem feito isso em tempo real. Então sobra pouco para o blog. Mas isso ainda é uma ferramenta que me ajuda muito. Só que, na correria do dia-a-dia, é muito mais fácil postar frases em 140 caracteres que redigir um texto. Fiquei mal acostumada. Tsc, tsc...

Quem tiver e quiser me seguir, é só me encontrar: www.twitter.com/d3nnyzuda (mas avisem que seguem por conta do blog, pq eu sou meio chata para novos seguidores, kkk) . Lá vocês me encontram desnuda, como eu sou, sem a busca constante do "bom português" que buscamos em um blog, marota, sarcástica muitas vezes, irônica em outras. Eu sou toda emoção e ali isso fica muito claro. Nem todos gostam. Mas não posso controlar o gostar de ninguém e é isso.

No mais, tudo segue como sempre. Dificuldades que vêm e vão. mas agora me sinto mais forte e capaz de digerir tudo.

Um beijo grande a todas!


FUIZ...
Comentário(s)
Comentário(s)