24/02/2011

Os gyozas

| |
Aí que um dia desses de férias, estava eu pulando de um site ao outro e cheguei no Panelaterapia. Adoro esse blog, aborda a cozinha de um jeito descomplicado e gostoso, assino a newsletter para receber no e-mail e garantir que não irei perder nada. Pulando de post em post, me deparei com o que falava sobre os gyozas. Gyoza é uma comida típica da cozinha oriental, uma espécie de pastel cozido/assado/frito. Ele tem diversas versões de recheios e preparação. Lembro de ter comido no Restaurante Casa Oriental, em Porto Alegre um com recheio de abóbora que era uma delícia e até chegar neste post da Tati eu não sabia o nome dele. Mas o gyoza tem um formato inconfundível. Então me bateu aquela vontade de fazer.

Cozinhar, para mim, é uma terapia. Ainda bem que ultimamente ando numa "vibe" de comida mais saudável e tal, assim ao menos ajuda na minha dieta. Eterna dieta. Ok, adelante. Então que no post, (esse aqui) a Tati fornecia o link para o blog da Marisa Ono, outra cozinheira de mão cheia, onde havia a linda receita dos gyozas. Fiquei na vontadinha de fazer, e havia decidido que ontem seria o dia. Mas aí que meu estômago não ajudou, muitas mudanças e coisinhas que andam me chateando fazem isso com o danado, e a vontade se foi, dando lugar à falta de vontade de comer. Tanto que ao final do dia contabilizei 1 fatia de mamão, 1 banana, 1 sanduíche e um punhadinho de nada de Ruffles que o marido comprou (sentiram a colaboração da pessoa comigo né). Mas enfim, hoje acordei um pouco melhor (até porque, com consultas médicas marcadas, e exames, adiei minha volta ao trabalho para segunda-feira, vou voltar antes do término delas, mas o prognóstico é melhor), e decidi pôr a mão na massa.

Fiz um recheio tranquilo, levinho: misturei milho, tempero verde e queijo prato com uma colher de requeijão light pra dar uma "liga".



Os gyozas não ficaram aquela coisa linda que se vê no blog da Tati (aqui a postagem dos gyozas) e da Marisa, ficou meio decepcionante, digamos, rs. Um deles abriu no cozimento, aí o recheio deu uma leve espalhada, mas né, nada que não fosse contornado com um pouco de bom humor, rs. O marido estava todo desconfiado, ele acha isso comida de "fresco", morro de rir, mas ao menos inaugurei os hashis que comprei há uns 2 anos! Ele tornou a parte do comer uma palhaçada, pegou os "palitinhos" de cada jeito, é uma peste mesmo, rs. Mas deu tudo certo, ele gostou pra caramba e eu também. A aparência ficou meio lamentável a meu ver, mas isso porque eu tenho a mania de querer deixar tudo lindo e perfeito desde a primeira vez, e isso é incompatível com minha falta de jeito, não dá, rs. Vejam os danados:


Se clicarem na imagem fica bem melhor de ver, tá? Servi com molho shoyu e um pouquinho de tempero verde (salsinha e cebolinha) bem picadinho. Ficou muito gostoso mesmo. A receita da massa vocês encontram no blog da Marisa, aqui -> http://marisaono.com/delicia/?p=836 . O recheio é toda aquela coisa "sinta-se à vontade para ousar", você pode rechear com carne, legumes e o que mais seu estômago pedir no dia. Acho que se eu tivesse posto cream cheese ao invés de requeijão ficaria ainda melhor. Fica a dica. Eu até fiz algo pra acompanhar, mas gente, nem sei se precisa. Com esses dias de dieta e meu estômago estando meio com jeito de poucos amigos, comi só os gyozas e pronto, nem dava pra mais nada.

Bom, aconselho vocês a tentarem, fica bem bom e é fácil de fazer. Espero que o de vocês fique mais bonitinho, rs. Se alguém fizer, me conta que eu quero saber como ficou!

Beijão!

P.S. Inaugurei uma nova sessão de blogs amigos ali do ladinho. Tem o Minhas Gostosuras, que eu mega recomendo e o novo site Emagrecer Dietas, muito bom gente, tem receitas, dicas de saúde, vale o clique, corram!
Comentário(s)
Comentário(s)