27/04/2011

Links para vocês

| |
Bom, esses meus links já decidi que não têm hora certa para sair, hahahahaha! Eu faço tanta coisa ao mesmo tempo que é balela minha se ficar prometendo um diz "X" ou "X" vezes por semana/mês. Mas aproveitem que hoje tem! Selecionei algumas coisas interessantes que encontrei pela internet para compartilhar com vocês.

  • The Poison Garden - O Jardim Venenoso

Esse Jardim foi criado pelos Medici que criavam plantas venenosas que podem ser mortais ao simples contato com a pele. Plantas venenosas como cicuta, beladona e noz-vômica (de onde se tira a estricnina, entre outras drogas mortais) podem ser encontradas por lá. Abandonado desde 1950, foi reaberto em 2005 e ninguém entra sem um guia especializado. Ao contrário do que possa parecer, o jardim é LINDÍSSIMO!!! Corram até o link e leiam a matéria completa (que é curtinha) e se deliciem com as fotos lindas!


  • O barraco da Arezzo

Então, nos último dias a Arezzo, famosa marca de calçados, lançou a linha "PeleMania", com roupas feitas à base de pele animal. Todos sabem a repulsa que isso causa à população defensora dos direitos dos animais, ainda mais em se sabendo que muito dessas peles são retiradas com os animais AINDA VIVOS (já vi vídeo com cenas tenebrosas sobre isso, é real). O rebuliço foi enorme. Vejam no link abaixo no que deu isso tudo.


  • Brigadeiro de... CENOURA?

Gente, achei o máximo essa receita! As meninas do blog Super Ziper estão sempre dando dicas bacanas, e a dica da vez não fica pra trás no quesito "coisas muito bacanas". Confiram no link abaixo essa receita fofa, gostosa e muito tri!



  • As Pin-Ups

As pin-ups, que muitas meninas usam em seus layouts de blogs e outros, era mulheres reais, sabiam? O blog Repertório Criativo tem um post com várias fotos originais e os desenhos feitos a partir delas, bem como a "história" das pin-ups! Muito legal!



  • Anorexia

O blog Filhote de Pombo traz uma série de 4 posts entitulados "A triste e falsa beleza da anorexia". Muito bom, o 4º inclusive tem vídeos sobre o assunto, vale muito a pena ver. Lembrando que algumas das fotos utilizadas são resultado de manipulação no Photoshop. Mas não são muitas, infelizmente. :/


Bom, era isso pessoal, espero que gostem!

Beijos!

24/04/2011

Nasce uma tradição - Fazendo ovos de chocolate

| |
Imagem: Famess

Como eu disse, no post anterior, neste ano meu marido e eu decidimos fazer os ovos de chocolate que daríamos de presente para nossa família. Inicialmente esse era apenas um plano, passível de cancelamento, já que eu nunca havia feita nada com chocolate e sempre achei o processo meio complicado. Aí num belo dia decidimos fazer um teste. Compramos umas drágeas de chocolate para derreter, uma fôrma em formato de ovo e fizemos o teste. DEU SUPER CERTO. O ovo ficou brilhoso, bonito, espessura perfeita! Então decidimos investir.

Foi aí que tivemos uma outra idéia: na véspera da Páscoa, cada um faria o ovo de chocolate do outro. Um não deveria ver o que o outro faria e, na manhã de domingo, faríamos a troca de ovos. E foi tão divertido que decidimos instituir isso como ritual todos os anos! Ele foi mais caprichoso no recheio, enquanto eu recheei com jujubas, ele recheou com doces e... bilhetinhos! Achei tão lindo gente, babei no maridão, hahaha!

Sou daquelas que gosta de presentes simples e que acha o máximo tudo o que é feito pelas próprias mãos. Me parece tão delicado saber que alguém separou um momento só para fazer algo para mim! E é esse sentimento que espero que as pessoas que presenteamos tenham tido.

Agora, vou ensinar o passo-a-passo do ovo de chocolate, e fiquem ligados: é mais fácil do que você imagina! Lembrando que todas as fotos ampliam quando você clica sobre elas.

Vamos lá!

Primeiramente você vai precisar de um bom chocolate para derreter. Recomendo as marcas Mavalério e Harald, que têm boa consistência e são gostosos!  Lembrando que aquelas barras de chocolate de 1Kg da Lacta e outros, que dizem "cobertura" NÃO SERVEM para se fazer ovos de chocolate, pois ao derreter elas perdem a consistência e, depois de pronto o ovo, ele derrete muito facilmente. Falo por experiência própria de uma barra da Lacta que tá ali na geladeira, rs... Pessoal, a Danny, do blog Danny Make Up, deu uma dica: o chocolate que usei é o fracionado, que não precisa de temperagem, por isso é mais fácil de fazer. As barras Lacta, etc, precisam passar pelo processo de temperagem. Encontrei esse vídeo ensinando como fazer:





Então, vamos ver do que você irá precisar:


  • Drágeas de chocolate para derreter (ou, se você usar barra, raspas de chocolate) branco ou ao leite, conforme sua preferência. Eu usei ambos.
  • Uma lata de brigadeiro. Usei o Mococa, que ganhei recentemente em um sortreio, depois falo mais sobre ele.
  • Uma caixa de creme de leite. Também usei Mococa.
  • Fôrma para ovo de chocolate, usei a que rende um ovo de 250g mais ou menos.
Agora, prosseguindo:


Preferi usar essa forma, pois vi em um tutorial no YouTube e achei prática demais. Ela vem em 3 partes. Uma delas, onde você põe o chocolate vem com uma linha indicando a quantidade de chocolate que você deve pôr. A outra parte é de silicone e facilita na hora de modelar a espessura do chocolate sem que esse grude na terceira parte, que é a que firma e define, limitando a espessura do ovo e deixando ele lisinho.


Separe uma porção de chocolate. Vai depender do tamanho da sua forma. A minha é para ovo de 250g, então usei tipo... 1 xícara e meia de drágeas. É suficiente. Evite fazer mais do que você vai usar, porque se você precisar derreter novamente o chocolate vai perdendo a consistência a cada novo derretimento.


Eu uso o micro-ondas para derreter. O tempo vai depender da potência do seu micro. O meu é SUPER potente, rs... Também vai depender da espessura do vidro do refratário que você vai usar. O que eu usei para fazer outros ovos era mais grosso e nele ponho 1 minuto para o primeiro derretimento (no micro não se derrete tudo de uma vez, senão o chocolate queima). Esse aí da foto é mais fino, então quase queimei o chocolate, hahahahaha! O ideal, para evitar problemas é aquecer de 40 em 40 segundos, vão por mim, rs...


Na primeira leva ao micro, ao tirar você verá que eles estão meio inteiros, mas é só mexer que verá que estão semi derretidos. Mexa e leve mais uma vez ao micro. Ele ficará como na foto da direita. Esse aí ficou meio empelotadinho porque, como eu disse, quase queimou, rs... Mas no final o resultado é o mesmo. Normalmente na segunda leva ao micro ele já derreteu todinho. Mexa com a colher até que dê uma esfriada.

Se você não tem micro-ondas: use o banho maria, numa panela alta para evitar que o vapor da água entre em contato com o chocolate, até que ele derreta, mexendo sempre.

Então, você irá despejar, em colheradas, o chocolate na fôrma. Observe como usar essa fôrma:

  1. Observe a marca vincada na fôrma;
  2. Encha de chocolate até essa marca;
  3. Por cima, solte a parte de silicone;
  4. Então, sobreponha a terceira parte da fôrma;
  5. Pressione até que se encaixem. O chocolate subirá até a borda. Se sobrar ele sairá pelos lados. Não tem problema, depois de seco, ele se quebra facilmente.
  6. Vire a fôrma de cabeça para baixo e leve à geladeira.
O tempo de geladeira depende da temperatura de regulagem da sua geladeira. Deixe a fôrma nela, na horizontal, até que fique esbranquiçada, o que significa que o chocolate endureceu e se desprendeu da fôrma. Assim:


Nesse momento o chocolate se desprenderá facilmente. Então é só "descolar" a parte de silicone, delicadamente para não deformá-la e pronto!

Esse é o processo para um ovo de chocolate ao leite simples. Como fiz vários chocolates, fiz também vários testes de misturinhas que ficaram muito legais, vejam só:


É só misturar confeitos coloridos, granulados coloridos, choco power, enfim, o que sua imaginação mandar. É só misturar na hora de esfriar o chocolate. Para a segunda metade do ovo, usei esses granulados coloridos:


Tudo bem, nem todo homem curte algo rosa no chocolate né, hahahahaha! Mas ele fica discreto no final, vejam:


O bom é que fica crocante! Agora, o "diferencial" desse ovo: o recheio. Decidi fazer uma metade "oca" e a outra metade recheada de ganache de brigadeiro. Você pode fazer brigadeiro de panela, ou usar em latinha. Aí chega a hora em que recomendo o brigadeiro (aqui no RS chamamos de negrinho, e mais especificamente aqui em Sto Ângelo, o povo chama de negrito) em lata da Mococa. Já provei de todos os tipos e achei esse o mais suave! Não é enjoativo, arrepunante, forte demais. Aí, só misturar com creme de leite. Para essa metade, de um ovo deste tamanho, usei 2 colheres de sopa BEM cheias de brigadeiro e 3 colheres (porque não dá pra encher demais) de creme de leite. Se você quiser uma trufa, mistura aí uma essência de licor e amêndoas e prontinho!

Misture bem o creme e encha o ovo, mas não até a borda (deixe essa metade na fôrma, pois o contato com o calor da sua mão pode derreter um pouco o ovo e ele perder o aspecto brilhoso em algumas partes).


Para cobrir essa parte, derreti um pouco de chocolate branco. Recomendo a mesma quantidade que você derreteu para fazer o ovo, pois eu fiz menos e quase não deu, rs...


Agora, alguns cuidados para com o chocolate branco: o chocolate branco é chamado de chocolate por "consideração", porque ele não tem cacau propriamente dito, apenas a manteiga de cacau. Logo, ele é mais gosduroso. Como a gordura é um ótimo condutor de calor, ao derretê-lo, ele queima mais rápido e fica menos líquido que o chocolate ao leite. Portanto muita atenção na hora do derretimento, ok? Cobri toda a superfície do ganache com o chocolate branco, até encostar no chocolate ao leite, para "selar" e não vazar a cobertura. Aí é só desenformar!


Depois de pronto, meu marido cortou e olhem só que coisa deliciosa gente:


Aqui vale uma dica: deixe o chocolate "suar" por cerca de 12 horas, em local seco, fresco e arejado, para preservar a consistência e evitar que ele derreta muito rápido depois de embalado. Para embalar, usei papel chumbo decorado, com uma camada de papel manteiga, que é mais higiênico.


Envolvi cada metade do ovo separadamente, pois fiquei com medo de que o recheio de uma delas vazasse e fizesse meleca, rs... Mas você pode unir as metades e embalá-las juntas! Depois de embalar, passe um guardanapo de papel ou qualquer coisa do gênero para alisar o papel chumbo e deixar bem bonitinho.


Recheei com jujubas, que sei que meu marido gosta! Mas você pode rechear com o que quiser: bombons, balas, pirulitos, etc, etc e etc, ad infinitum! Se for para criança, que tal um brinquedinho? Fica a dica.


Ah, rolou um bombom Serenatinha de Amor, já viram essa novidade? Descobri esses dia numa lojinha no centro, achei um mimo! São menores que os bombons Serenata de Amor normais, amei, hahahaha! Aí, recheado e embrulhado, foi só embalar em um papel próprio, amarrar com uma fitinha e presentear!


Prontinho, adorei a idéia! Para esse ano não dá mais, mas já pensou na Páscoa do ano que vem?

Beijocão e boa semana a todos!

22/04/2011

Páscoa

| |
Hoje, sexta-feira santa. Logo, no domingo, temos a Páscoa. Você sabe quando a Páscoa começou a ser comemorada?

Imagem: Guia Me

A Páscoa teve sua comemoração há mais de 3 mil anos atrás. Em sua origem, é comemorada pelos judeus. O povo judeu foi escravo do Egito por inúmeros anos. Então, após todo esse tempo, Moisés, que havia nascido judeu, mas criado pela princesa do Egito, tomou à frente do povo e pediu várias vezes para que Faraó o libertasse. E por diversas vezes o dito-cujo aceitou, depois desistiu. Não vou entrar em detalhes maiores, senão a história se prolongará demais. Finalmente, então, os judeus foram libertados da escravidão. E suas gerações futuras passaram a comemorar a Páscoa. A palavra Páscoa vem do hebraico Pessach e significa passagem. A passagem do povo judeu pelo deserto, por cerca de 40 anos, até chegarem à terra que lhes era de direito. Nesta época, os judeus comiam (não sei se ainda fazem isso) carne de carneiro com ervas amargas (para lembrar o quão dura foi sua vida na época da escravidão) e pães sem fermento (o fermento simboliza o pecado), em silêncio e reflexão.


Como vocês percebem, a Páscoa, originalmente, não é uma comemoração ocidental, e nem mesmo cristã, já que os judeus, em sua essência, não acreditam em Jesus Cristo da maneira que os cristãos crêem. Mas, no cristianismo, a Páscoa comemora a ressurreição de Jesus, que foi crucificado numa sexta-feira, morto no mesmo dia, descansou durante o sábado e, no domingo, ressuscitou. Comemora-se nessa data, a passagem de Jesus, da morte, para a vida, a ressurreição, a esperança, o recomeço.



Com o tempo foram criados diversos símbolos, entre eles ovos de chocolate e o coelhinho. O ovo é uma tradição antiga, cultivada por diversos povos. Mas, inicialmente, era utilizados ovos de galinha, que eram coloridos à mão e usados como decoração ou presentes, quando cheio de amendoins açucarados. A tradição do ovo de chocolate começou com os Pâtissiers (confeiteiros) franceses, que esvaziavam ovos de galinha, e os recheavam com chocolate, pintando-os depois por fora. Os pais costumavam esconder esses ovos no jardim, e as crianças tinham de encontrá-los. Foi só no final do Séc. XIX que os ovos passaram a ser somente feitos de chocolate.


A origem do coelho como símbolo da Páscoa tem várias explicações, todas plausíveis. Uma das mais interessantes é a de que, como o coelho era considerado por alguns povos da antigüidade como símbolo da Lua, passou a ser considerado símbolo da Páscoa pelo fato de a data da Páscoa ser determinada pela Lua. Mas a história mais legal é a seguinte: Uma mulher pintou ovos de páscoa para seus filhos e os escondeu para que estes os procurassem. Quando as crianças descobriram os ovos, um coelho passou correndo. Então, foi espalhada a história de que o coelho seria o responsável por deixar os ovos de chocolate. Bacana, né?


Na sexta-feira santa, os católicos (principalmente) têm o costume de comer peixe. O peixe, na simbologia pascal, significa a vida mergulhada na graça de Cristo, através do batismo. Por isso, o peixe é o alimento símbolo desse dia. Muitos seguem essa tradição, independente da religião, já que é uma época propícia a se encontrar bons preços e aquela coisa toda.

E então, já sabiam de tudo isso?


Seja qual for a nacionalidade, religião, ou a falta de uma, o importante na Páscoa é a reflexão. Tirar um dia, um final de semana para repensar nossa vida, rever pontos positivos e negativos, verificar se nossas resoluções de Ano Novo estao funcionando, enfim, dar uma parada para fazer um balanço geral e, de quebra, compartilhar amor e carinho com quem queremos bem.

Neste ano, meu marido e eu decidimos que nós mesmos iríamos fazer os ovos de chocolate para nossa família. Achei que daria errado, mas foi bem bacana. Foi não, está sendo. Já terminamos os ovos da família. Amanhã faremos cada um, um ovo para o outro. O recheio, formato, jeito, embalagem, tudo especial e personalizado. Acho bem mais legal que ovos prontos, porque nada como algo feito especialmente para você.
E aí, o que você vai fazer nesta Páscoa? Conta pra mim!

Uma FELIZ PÁSCOA A TODOS!

Beijos.

Atualização: Encontrei esse vídeo no YouTube hoje, adorei! Perfeito para a Páscoa! Quem tem Twitter vai gostar também! Então, compartilho com vocês!

O Evangelho segundo o Twitter


21/04/2011

O que realmente vale a pena!

| |
Hoje foi um dia interessante. Fiz as mesmas coisas de sempre, do jeito de sempre. Mas o desfecho disso tudo me trouxe um novo olhar sobre mim mesma. Às vezes passamos pelas mesmas situações repetidas vezes e nos deixamos levar por elas. De repente (não mais que de repente!) você tem um "estalo" e, voilà, percebe que é preciso mudar as coisas.


Hoje fui à minha médica, e tive um prognóstico sobre o meu problema. Não é labirintite, mas os sintomas são dela sim. Enfim, o que é na verdade, deixemos por baixo dos panos, porque não é nada demais, e nem algo de difícil resolução. Só prefiro não dar IBOPE (na verdade não me importaria, mas aí eu teria que arcar com más interpretações, e estou sem saco pra isso, sinceramente) pra isso e vamos lá. Mas, conversando com ela (sou amiga pessoal dela, então ela me "lê" melhor que outros médicos), refleti bastante sobre diversas "pautas" do dia, e sim, vou mudar algumas coisas.

Somos a consequência dos nossos atos. E do quanto deixamos que os atos dos outros nos afetem. Esse é o X da questão. Nada do que fizermos fica sem consequências. Isso é fato. No entanto, muitas vezes o que nos afeta e machuca são as coisas que os outros fazem.

Foi aí que refleti e achei que está na hora de parar de me preocupar com os outros, e passar a me preocupar mais comigo. Vejam bem: aqui não há nenhum discurso sobre "umbiguismo". Devemos sempre evitar magoar os outros, e isso eu tenho por regra pessoal. Mas acho que agora é hora de me desapegar um pouco. Me desapegar pelo menos da mania de esperar algo dos outros. Quando esperamos que os outros tenham conosco atitudes que temos para com eles, damos espaço para decepções. A vida é assim. As pessoas podem fazer isso sem querer mesmo, o ser humano é egoísta por natureza.

Sou campeã de tentar ajudar sempre e, quando preciso de uma mão, esperar que ela seja estendida. BALELA. Poucas pessoas têm a capacidade de estender a mão. Isso é um ato de altruísmo que não cabe a todos. E não, as pessoas não fazem por maldade. Somos criados em um mundo que nos ensina a ser assim.

Partindo do pressuposto de nunca esperar nada de quem quer que seja, fico livre para me surpreender positivamente quando atitudes boas vierem até mim. Acho que assim é bem melhor. Lógico, muito mais fácil falar do que fazer né, rs... Sempre dói levar um puxão de orelha quando não se merece... Precisar de uma mão e ouvir um sermão... Mas acho que é preciso trabalhar isso. Pouco, a pouco. Dia a dia. Parar de esperar das pessoas o que elas não podem dar.

"Ninguém dá o que não tem."

É isso. No mais, preciso me cuidar mais. A médica me falou coisas que eu já sabia, logicamente, mas que precisava ouvir da boca de outra pessoa. Me deu o alento de que eu precisava e me mostrou que certas coisas só dependem de mim. Novamente, nada de novo. Mas sempre é bom ouvir certas coisas. Porque há uma grande diferença entre alguém te dar um chacoalhão porque não aguenta mais ouvir tuas reclamações, e alguém te dar o mesmo chacoalhão porque quer te ver bem. Eu senti isso hoje. Ela quer me ver bem.

Também acho que precisamos de mais liberdade. Liberdade para dizer o que quisermos a respeito de nós mesmos (no que diz respeito a falar de outros, me reservo ao direito de evitar sempre chatear quem quer que seja), de abrir o coração. Eu ao menos, não criei um blog para conseguir números de seguidores, visitas ou popularidade. Criei um blog, porque não sou do tipo de pessoa que consegue guardar tudo dentro de si sem consequências. Escrever me acalma, me tranquiliza, é como uma válvula de escape, uma terapia. Essa é a MINHA maneira de me fazer bem. E sim, escrevo para que outros leiam. A mim não interessa um blog restrito. Se interessasse, eu escreveria num diário. Mas para mim, COMPARTILHAR faz a diferença. Nem todos entendem essa necessidade. E nunca pedi para que entendessem. Alguns podem interpretar diferente, mas aí, problema pessoal de cada um. Uns preferem fingir sempre que está tudo bem, já eu não consigo. ESSA SOU EU.

"Cada um por si mesmo julga."

O mundo seria melhor se todos víssemos aos outros com bons olhos (bons olhos, não olhos ingênuos). e tentássemos entender que cada um tem seu jeito e que o que serve para mim, não serve para você e tudo fica desse jeito mesmo.

Enfim, fiquem com essa musiquinha, cuja letra é de ninguém menos que Charles Chaplin, que hoje me fez sentir melhor e pensar que sim, dá pra seguir em frente sempre, de alguma forma:


Sorria, embora seu coração esteja doendo
Sorria, mesmo que esteja quebrado
Quando há nuvens no céu
Você vai conseguir...
Se você sorrir

Através de sua dor e tristeza,
Sorria e talvez amanhã
Você verá o sol vir brilhar totalmente, para você

Ilumine seu rosto com alegria
Esconda qualquer traço de tristeza
Embora uma lágrima possa estar tão perto
Essa é a hora que você tem que continuar tentando

Sorria, qual é a utilidade do choro?
Você vai descobrir que a vida ainda vale a pena
Se você apenas sorrir.





Beijos queridos, fiquem com Deus.

Obs.: LILIAM, me deixa seu e-mail ou link do blog pra eu te visitar querida! Bjs!

18/04/2011

O dom de ser desagradável

| |
Há dias desagradáveis. MESMO. Parece que você acordou com uma daquelas plaquinhas de papel colada nas suas costas com os dizeres: SEJA DESAGRADÁVEL COMIGO.

Imagem: Bob Krieger (LINK)

Eu gostaria de entrar em detalhes sobre os ocorridos, mas prefiro deixar assim, já que meu blog está cada vez mais conhecido no mundo "real". Sei que ouvi pessoas com quem convivo todos os dias falando MUITO mal a respeito de um evento que um grupo do qual participei realizou. As pessoas realmente não se deram conta de que eu havia feito parte do evento (no qual elas foram beneficiadas, diga-se de passagem), e não creio que quiseram me magoar. Mas fiquei realmente triste com a futilidade daquilo tudo. E fico pensando se os "agrados" que faço às vezes para estas pessoas não têm sido vistos da mesma maneira, com desdém. Sei que eu estava lendo um livro, e perdi totalmente o foco da leitura, mas enterrei minha cabeça no livro para não dar muita bandeira do quanto aquilo estava me chateando. Muito, muito, MUITO desagradável.

Foto: Left-Hand

Outras coisas aconteceram durante o dia que, da mesma forma, me chatearam bastante. Algumas destas coisas vêm me chateando há tempos e eu venho procurando uma saída, preciso resolver essa situação, do jeito que está não pode ficar.

Mais uma: acho (vejam bem, ACHO, já que sou leiga) que estou com labirintite. Na semana passada estávamos, meu marido e eu, indo ao supermercado quando, de repente, perdi o equilíbrio e meu corpo começou a pender pro lado direito e, se ele não estivesse do meu lado, teria caído. Sem mais nem menos. Na sexta-feira aconteceu de novo, no supermercado. E no domingo. Hoje, estava sentada na cadeira, e tive mais um desses episódios, quase caí da cadeira! Passei o dia meio zonza, que situação ruim!

É estranho, porque não é exatamente tontura. É desequilíbrio mesmo. Parece que a cabeça gira, difícil diferenciar de uma tontura comum, mas para quem sente, é diferente sim. O simples movimento dos olhos, de vez em quando, faz tudo girar, ainda que levemente. É estranho. Sim, sim, preciso ir no médico. Mas nesta semana não poderei sair do trabalho, está tudo muito corrido, e como teremos um feriado e tanto, complica ainda mais.

Sei lá. Vamo ver no que dá, quem sabe melhore.

Ah, desde segunda-feira passada estou fazendo ginástica localizada em casa. Aproveitei que sei de cor e salteado os movimentos que fazia nas aulas da academia, e decidi fazer em casa. É UM SACO, admito, rs. Mas, na atual situação em que me encontro, parada é que não dá pra ficar. E como ainda não rola pagar academia, faz-se com o que se tem. Ah não, ainda não preciso de caneleira, minha pernas pesam o suficiente para me deixar toda dolorida no dia seguinte. Única vantagem de estar OBESA.

Mas uma coisa boa! Recebi hoje o kit de produtos Mococa que ganhei em um sorteio no blog Manga com Pimenta! Vejam que kit bacana!


O segredo pra não morrer de gorda com tudo isso aí de tentação é fazer o que eu fiz hoje: compras uns chocos "derretíveis" da Mavalério, fôrma para ovo de chocolate e fazer tudo isso ae em doce pra dar para os outros na Páscoa! Olhem como eu sou querida! E as pessoas ainda me fazer disparates, aff...

Bom, era isso amiguinhos e amiguinhas, beijos.

16/04/2011

O que é meme

| |
Depois da postagem anterior, vi que várias pessoas não sabem o que é meme. Segundo o Clube Letras, meme é um "efeito residual de correntes de postagens entre blogueiros." Um blogueiro posta sobre determinado tema, você gosta, e posta também, seguindo um padrão. Aí vem outro e posta também. Vira uma corrente.


Já o Melo, do Verdade Absoluta, NESTE post, foi mais científico em sua descrição:

"Meme é tudo o que se aprende por cópia a partir de uma outra pessoa. Desde coisas simples, como comer usando talheres, até ações mais complexas , como escrever textos excelentes em blogs 8) . Resumindo ao máximo, alguém faz, você vê, gosta e copia. Outras pessoas vão ver você fazendo, também gostarão e copiarão. Desta maneira, a evolução de um meme é quase sempre viral e exponencial.
Como a palavra “viral” é sempre interessante (ibopemente falando), a mais nova moda entre os blogueiros é a criação de memes específicos, onde o autor original escreve sobre determinado assunto e “convoca” alguns de seus conhecidos para escreverem sobre o mesmo assunto, e convocarem mais conhecidos… e assim sucessivamente."

Atualmente, o que se vê mais são memes como os que a Manu publica (e eu, muitas vezes copio, caracterizando perfeitamente o que é um meme): uma lista de questões/tarefas que você cumpre com um tema "X". Aí outro blogueiro pode ler, gostar e fazer, adaptando suas resposta pessoais e, assim, fazer um meme. Ou seja: repetindo um comportamento/postagem.



E aí, entenderam? Espero que sim!

Beijos!

12/04/2011

Trilha sonora do apocalipse

| |
Achei esse meme da Manu muito engraçado e decidi fazer, rs... Manu, a rainha dos memes, e eu, a rainha da cópias de memes da Manu, kkkkkk! Achei essa bonequinha a maior cara de apocalipse, sei lá porque, então vai ela, rs...





Escolha sua playlist de preferência. Toque em modo aleatório. Para cada item, uma música.
(coloquei um link em cada música para uma página onde tem letra, tradução e áudio, para quem ficar meio curioso, rs)

(●̮̮̃•̃)




  • A primeira música é o tema geral do Apocalipse.
Another one bites the dust. Queen. LINK.

Murri. Tudo a ver, kkkkk.

  • A segunda música é aquela que toca quando você mata o primeiro zumbi.
Dream a little dream. The Mamas and the Papas. LINK.

Pela música, deve ter sido uma morte linda viu, em meio a abelhinhas e borboletas voando, rs.

  • A terceira música é a que toca enquanto você está sendo seguido por uma horda.
Bohemian Rhapsody. Queen. LINK.

Gente, que trágico e dramático, pelo visto é tudo culpa minha, essa música é triste, rs...

  • A quarta música é a que toca quando você é forçada a matar a pessoa amada.
Just the way you are. Bruno Mars. LINK.

Que dó viu, rs... Esse matei com dor no coração, rs...

  • A quinta música é a que toca quando você se interessa por outra pessoa:
Corner of your heart. Ingrid Michaelson. LINK.

"Há um canto do seu coração para mim?" Olha, espero ser retribuída, porque implorar pouco é bobagem aqui, rs...

  • A sexta música é a que toca quando você está tentando resistir a um ataque:
One of Us. Joan Osborne. LINK.

Fé é tudo nessa hora né, rs...

  • A sétima música é a que toca quando você (pensa que) sobrevive:
Total eclipse of the heart. Bonnie Tyler. LINK.

Tipo: sobrevivi, mas tô sofrendo. Acho que me arrependi de ter matado o tal amor da minha vida, rs.

  • A oitava música é a que toca quando você descobre que foi mordido:
It's my life. Bon Jovi. LINK.

Porque né, essa é a minha vida, esse é o meu clube. ๑(•ิ.•ั)๑





Gente, quem espiar as letras entenderá todos os comentários, rs... E vale a pena ouvir as músicas, são legais, rs...


Bjs pra todo mundo e beijo pra Manu, minha inspiração dos memes, rs... Falando nisso, espiem o meme dela AQUI, está muito engraçado, rs...

10/04/2011

Para começar a semana bem

| |
Decidi me inspirar na Manu e fazer umas indicações de achados da internet. Seguem algumas coisinhas para vocês darem uma espiada e que trarão um gostinho especial à semana.


  • Álbum

Adele.

Adele é considerada uma cantora revelação. Começou lançando três demos no MySpace, foi ouvida por uma gravadora que convidou-a a lançar um álbum. O sucesso foi tão estrondoso, que a Official Charts Company anunciou Adele como a primeira cantora a alcançar, ainda viva, a marca de uma música e um álbum como número um ao mesmo tempo na Inglaterra. Detalhe: o último grupo a conseguir tal feito foi, nada mais, nada menos, que o Beatles, em 1964. A música dela é uma delícia, e ela não faz parte do "padrão" físico artístico, uma vez que é uma gordinha linda. Seu álbum 21, lançado em fevereiro deste ano vendeu nada mais, nada menos que 208 mil cópias já na primeira semana. 

O clipe abaixo é uma prévia do que aguarda quem ouvir suas músicas.


Para o Download do seu último álbum, de título "21', vá AQUI.


  • Seriado
 
Lois & Clark - As novas aventuras do Superman.

Olha, eu sempre fui chegada em HQ's. Tanto que Homem Aranha, X-Men, etc, eu acompanhei muito mais por revistinha em quadrinhos que por desenho animado/filmes. Com Superman foi a mesma coisa. Mas esse seriado marcou uma fase muito gostosa da minha adolescência. Sem contar que o Dean Cain, que faz o papel do Superman/Clark Kent simplesmente é o homem mais lindo do mundo gente, hahahaha! Eu adorei esse seriado, e assisti a praticamente todos os capítulos que saíram na TV aberta. Perdi UM ÚNICO episódio e graças a um bleckaut.  Ainda lembro de ter quase chorado de raiva, hahahaha! A série foi veiculada na televisão entre 1993 e 1997, tendo apenas a primeira temporada exibida na TV aberta, na Globo.  Então, quando encontrei a série assim, dando sopa na internet, nossa, empolguei geral e já estou baixando freneticamente, rs... Quem quiser relembrar, é só baixar!

Download de todas as temporadas (foram quatro no total) AQUI

Hoje serão apenas duas indicações, ok? Com o tempo trarei mais alguma coisa. Agora vou ali assistir Lois & Clark. ;)

Beijos.

09/04/2011

Carambola!

| |
Aí você pega aquela carambola perdidinha no fundo da gaveta. Pica ela em rodelinhas (que na verdade são lindas estrelinhas) bem fofas, salpica (vejam bem, SALPICA, ou seja, pega pitada entre os dedos, nada de colher!) um açúcar e canela. Leva pro micro-ondas por 60 seg e seja feliz! No forno elétrico também rola, aí você espera dar uma douradinha levinha. Tri gostosinho!

Bjo!

06/04/2011

Devolvendo o vidro

| |
Há alguns dias, uma colega me deu um vidro com alguns pêssegos argentinos em calda. Uma delícia! Os pêssegos estavam deliciosos, mas o carinho foi mais gostoso ainda!

Rezam as regrinhas de boas maneiras que, ao devolver um pote/vidro que recebemos com algo dentro, é interessante que se devolva também com algo dentro. Aí pensei, pensei, pensei... E lembrei de uma coisa bacana que vi na internet esses dias (sei lá eu onde), e decidi pôr em prática. Peguei o vidro, lavei e sequei bem. Então, separei uma receita de bolo de milho com canela que tenho aqui, separei os ingredientes e coloquei-os no vidro, camada a camada (cada camada é um ingrediente do bolo). Vejam só:


Com aquelas canetinhas de retroprojetor, escrevi no próprio vidro o passo-a-passo da receita (os ingredientes úmidos não vão junto hein, rs...), de um lado o "Modo de Fazer", e do outro, os ingredientes que devem ser acrescentados, observem:


Vejam bem, tudo bem simples, acho que assim é bacana mesmo. Você também pode imprimir esse passo-a-passo e fazer um rótulo, ou anexar o papelzinho com uma fita, aí fica a critério de cada um. Peguei um tecidinho bonitinho que eu tinha, pus a tampa em cima, marquei um círculo "mais ou menos" bom, mas não tem toda essa obrigação de ser perfeito não, viu? Só não me exagere na maleza, capricho é bom e todo mundo gosta, rs...


Aí, rosqueei (é assim?) bem a tampa, para ficar bem firme, cobri com o tecidinho, apertei bem, peguei uma fita mimosa lindinha que combinava, amarrei e fiz um laço. O laço é a cara da desolação, coitado, grandão, mas a fita era meio larga e só tinha essa, fazer o que, rs...


A receitinha do bolo deu certinho, certinho nesse vidro. Fiquem de olho no blog da Rita ( Minhas Gotosuras ) que logo, logo ela sai por lá. A idéia é uma receita simples mesmo, que é pra pessoa receber e FAZER, se for uma coisa complicada vai ficar lá, guardada e inútil, aí não vale.

Bom, sei que a Soninha gostou, todo mundo achou legal e eu fiquei super feliz! Legal essa idéia né?

Beijo pra vocês, estou em falta com as visitas, mas sabem como é... Logo eu me arribo de vez. E obrigada pelo carinho no post anterior, vocês não têm idéia de como ler vocês alivia meu coração.


03/04/2011

Auto-bullying

| |

Olha gente, eu ando craque na arte do auto-bullying. Essa semana, conversando com meu marido, consegui pôr pra fora tudo o que estava entalado. Sobre meu peso, sobre como me sinto ao sair na rua, com as pessoas, com ele, comigo mesma. Eu tenho a mania de estar sempre com uma cara mais ou menos, então, quando estou péssima, no máximo transpareço uma cara "mais ou menos". Mas isso vai tomando conta da gente de um jeito que olha... machuca.

Ele foi super compreensivo e sua primeira reação foi me dar apoio. Um amor. Foi muito bom sentir que não estou sozinha, apesar de saber que essa luta é só minha. 

Mas ainda sim é difícil. Pior do que nunca ter emagrecido, acreditem, é emagrecer, comemorar a vitória, receber muito carinho, incentivo, parabéns, e depois ficar no estado em que eu estou. Isso mexe DEMAIS com a cabeça! É de pirar na batatinha!

Tipo: NÃO ME ACEITO assim. Sinto vergonha no trabalho, onde comecei a trabalhar magrinha e agora estou esse trambolhão. Uso sempre as mesmas roupas, porque me nego a gastar dinheiro com roupa nova para ESSE corpo. Não são roupas feias (mas e eu disser que tudo cai bem, aí é mentira deslavada né), mas não tenho a variedade necessária para me sentir mais uma do grupo. 

Enfim, eu até queria falar mais, mas é melhor parar por aqui, senão assusto vocês, rs...

Obrigada pelo carinho pessoal, tem feito a diferença MESMO.

Uma boa semana, assim que tiver ânimo visito vcs!

Beijos!

01/04/2011

Links da Semana

| |
Eu não desito de fazer esse "quaro" viu? Kkkkk! Vamos tentar novamente! Links bacanas de coisas legais que encontrei por aí durante a semana!


  • Música: Esta semana dei de cara com Ingrid Michaelson. Muitos devem conhecê-la, mas eu, em minha quase completa ignorância do que é atual achei que fiz um achado e adorei! Ela faz uma misturinha gostosa de pop com folk que me encantou. Sei que há músicas dela em seriados americanos, como Grey's Anatomy, etc. Aqui vai o link de um clipe que adorei:



Quem quiser baixar o álbum Everybody (o quarto dela), vai AQUI e baixa, super recomendo!


Imagem: Loja Brinq Center