25/08/2011

Doar, doar... mas onde?

| |

Sempre tive vontade de ser doadora. De medula. De órgãos. De sangue. Nunca doei sangue porque tenho desespero por agulhas, e ver aquela agulha grossona me dá arrepios. Mas tenho acessos de disposição. E sou daquelas pessoas que agem por impulso. Posso estar no meio do trabalho e ter uma vontade súbita de doar sangue, pedir uma licencinha e ir ali fazer a doação. Ou ter uma pessoa próxima, querida, ou conhecida e ir ali doar. Mas confesso, sou uma cagona.
Essa semana começaram algumas campanhas no Twitter, de apelo à doação de sangue. Uma menina bastante conhecida no meio ( @Tchulimtchulim ) sofreu um acidente (foi atropelada por um ônibus) e, precisando de doações para repôr as bolsas de sangue utilizadas nas cirurgias que sofreu, ela e seus amigos decidiram iniciar uma campanha, pois quando o calo aperta é que se sente a real necessidade da coisa.  Ela já repôs as bolsas e continua na campanha, pois viu que esse é um ato contínuo, uma necessidade que nunca se esgota. A necessidade não, as bolsas de sangue sim. Muitos criticaram, pois antes não se falava muito nisso, e agora foi só uma pessoa mais conhecida precisar e um monte de gente aderiu à campanha. Entendo quem criticou, pois muitos lutam pela doação de sangue há anos e não conseguem toda essa visibilidade. Mas acho que é a hora de aproveitar e não fazer jogadas contra. E entendo também quem só agora sentiu o quanto doar faz a diferença e resolveu se engajar de vez nessa luta. 


Então, nesse meio tempo, tivemos o Gianechini com linfoma e conheci o caso de uma outra garota, a Marcella ( @Marcella_be ), que tem uma doença no sangue chamada Mielodisplasia, e a única maneira de tratar essa doença é... transplante de medula óssea. Ela é uma das blogueiras do blog Salto Partido Alto. Aí a gente vai pensando, !viajando" pela internet e vai encontrando dezenas de outros casos de crianças, adultos... São muitos os casos de doenças que necessitam de transplante de medula. E a chance de encontrar um doador compatível é coisa de 1 em 100 mil. Ou seja, quanto maior o banco de doadores, maiores as chances desse pessoal conseguir a cura. Eu morria de medo, tinha a visão daquelas cenas de punção lombar dos filmes do House, onde se colocava uma agulhona imensa na coluna e a pessoa se contorcendo de dor, aí tirava-se a medula necessária. NADA. Quando soube que o doador recebe anestesia geral, ME ANIMEI, kkkkk!

Aí, num desses meus ímpetos, decidi: VOU ME CADASTRAR. E aí descobri a dificuldade que é ser doador de medula. GENTE! No interior isso é muito difícil! Aproveitei que ontem meu marido teria consulta em Ijuí, que tem um dos hospitais de referência no tratamento do câncer, o CACON (onde minha sogra se trata), e já arquitetei tudo. Mas antes, resolvi fazer uma ligaçãozinha. Apenas para descobrir que,EM TODO o Rio Grande do Sul, há QUATRO lugares onde posso me cadastrar como doadora de medula óssea. QUATRO, sendo que dois desses se encontram na capital. Oi? E nenhum deles é na minha cidade, e nenhum deles era na cidade onde eu iria. Um deles é relativamente perto, em Santa Rosa, mas é complicado sair daqui e ir até lá trabalhando a semana toda, certo? ABSURDO. 

Deveria existir uma maneira de se cadastrar em qualquer Banco de Sangue, afinal de contas, é preciso apenas uma amostra de 10ml de sangue para se cadastrar. Uma seringa gente, uma seringa. Custa fazerem a coleta e transportarem para um desses lugares a fim de fazerem os demais testes e nos colocarem nesses benditos bancos? Enfim, fiquei decepcionada, indignada, beeem irritada com isso. As pessoas precisando e pessoas como eu, querendo doar e não podendo. Complicaaaado. 


Então aqui fica meu apelo: se você tem condições, se mora em uma cidade com hemocentro, SEJA UM DOADOR. Para ser um doador de medula, é muito fácil:

 É preciso ter entre 18 e 55 anos de idade e boa saúde (ver condições na sessão “Doação de Sangue”);
· É necessário se cadastrar como doador voluntário em um Hemocentro (veja os endereços listados abaixo);
· No cadastramento, os voluntários doam apenas 10 ml de sangue;
· Essa amostra passa por um exame de laboratório, chamado teste de HLA, que determina as características genética do possível doador;
· As informações são colocadas em um cadastro nacional, o REDOME, ou Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea;
· Quando alguém precisa de transplante, os técnicos do Redome fazem a pesquisa de compatibilidade por entre os registros de todos os doadores cadastrados;
· Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer outros exames de compatibilidade genética. Se o perfil coincidir com o do paciente que precisa do transplante, o voluntário decide se realmente quer doar;
· Durante a doação, o doador recebe anestesia geral. Com uma agulha, a medula é aspirada do osso da bacia;
· A quantidade de medula doada é de apenas 10% da medula total. Em 15 dias ela já estará recomposta.

Viram como é fácil? Simples. No site da ABRALE (Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia) tem todas as informações necessárias e o endereço dos locais onde você pode se cadastrar para ser um doador de medula óssea. 

Se você quiser doar diretamente pra Marcella, preencha o campo Receptor Primário com o nome dela:  Marcella Eduarda Berkendorf.

Para ser doador de sangue, dê uma passadinha no site do Projeto Vida por Vidas e veja  o que você precisa AQUI para ser doador. Lembre-se: um dia você pode precisar. Assim que possível PROMETO que doarei sangue e postarei a foto aqui. É UMA PROMESSA.


Beijos. :)

22/08/2011

Da prateleira do Super

| |
Adoro testar novidades. E quando a novidade dá uma ajudinha na dieta então, me empolgo valendo! Adoro passear entre as gôndolas do supermercado com calma, olhando tudo, as novidades, preços, promoções. O problema é que sempre acabo levando algo que não estava na lista principal, aí o bolso reclama. Mas passear é bom, e rende boas descobertas. Não vou fazer uma enxurrada de produtos aqui pra não matar ninguém no cansaço, mas selecionei três bem legaizinhos, em outro post divido mais alguma coisa que for encontrando. 


Massa para Pizza de Frigideira INTEGRAL LIGHT - Pavioli
Perceberam o grifo do integral e do light? Então. Num desses passeios vi essa massa aí. Nunca pus fé, mas como estava em promoção, peguei e trouxe para casa.  GENTE! Fácil de preparar. 110 calorias por porção. Tamanho super bom! Dá pra matar aquela vontadinha de pizza sem morrer de culpa depois. É só pegar leve na cobertura. Pensei em peito de peru defumado, ricota, queijinho minas, tomatinho, brócolis, enfim, vai usando a imaginação com umas coisinhas leves e joga em cima! Hoje fiz com uma carninha moída refogada num fiozinho de óleo + alho. Aí pus um queijinho, um tomatinho, um espinafrem salpiquei orégano, fiozinho de azeite e voilà, almoço! Não tenho muita noção de preço, como falei, peguei em promoção, acho que não passa de uns R$5,00, o pacote vem com 10 unidades. Deve ter outras marcas no mercado, mas vou falar dessa aí que foi a que provei, aprovei e conheço, né?


Chocolate Meio Amargo Nestlé Classic Zero - Nestlé
Chocolate hein? Ai, ai. Já que gosto tanto, eu precisava encontrar algum que não fosse assim tão mauzinho, certo? Esse chocolatinho aí é Zero açúcares. Como todos sabemos, menos açúcar, mais gorduras, ok. Mas ele também tem 0% lactose (alô pessoal com intolerância à lactose), e 50% de cacau. Como é difícil encontrar barrinha pequena de chocolate meio amargo! E acima de 50% então, aff... Eu preciso de barrinhas pequenas. Se compro maior tenho dois problemas: o primeiro é a tentação; o segundo, é o marido que come tudo. Ou seja, melhor a barrinha. Ela é mais fininha que as outras barrinhas, tem 94 calorias na porção e custa aqui R$1,35.



Mix 7 Grãos Quaker - Quaker
Vi hoje na prateleira do supermercado. Achei bacana por virem 7 grãos bastante importantes na alimentação numa única caixinha: aveia, amaranto, quinua, linhaça, centeio, gérmen de trigo e cevada. O preço achei meio salgadinho, quase R$8,00 a caixinha com 250g, por isso não trouxe dessa vez, já que ainda tenho bastante grãos em casa, vou terminar esses primeiro, aí vou me jogar nesse mix aí. 137 calorias em 1/2 xícara. 




Acho que mudando uma coisinha aqui, outra ali, e acrescentando coisas simples e saudáveis ao cardápio dá pra ir mudando nossa alimentação e buscando algo mais saudável. Bom para quem quer emagrecer. Bom para quem quer apenas uma vida mais saudável.


Bjs.

21/08/2011

Dica de filme - Trust (Confiar)

| |
Esse final de semana foi bem preguiçoso. E complicado. Preguiçoso por conta do friozinho gostoso que ficou abaixo do 5ºC que voltou ao Rio Grande do Sul enfim (adoro). E complicado porque, graças a mudança rápida de clima, a rinite chegou a todo vapor na tarde de sábado e ainda está aqui. Acho que tem uma sinusite querendo aparecer, porque me dói o "osso" da testa e maçãs do rosto, mas como eu não tenho muita experiência com sinusite, fico meio na dúvida ainda. Sei lá. O fato é que passei mais deitada debaixo das cobertas que qualquer outra coisa. Meu Decongex de sempre nem fez cócegas ontem, e hoje apelei pro Allegra, que aliviou bastante. 

Então, ontem baixei um filme que nem conhecia. Tenho essa mania de andar em sites de downloads de séries e filmes e ficar olhando as sinopses, se me agrada, baixo e vejo no que dá. Às vezes baixo cada abacaxi... Mas na maioria das vezes acerto. Um filme bacana que baixei e assisti ontem se chama Trust, ou, na versão brasileira, Confiar. 


Resumidamente, conta a história de uma menina que conhece um rapaz pela internet, e a história não acaba nada bem. Não vou fazer spoiler e contar o que termina mal, mas a saga do sofrimento da família com isso, e do pai em especial (o lindo do Clive Owen, diga-se de passagem), culpando-se por não ter conseguido protegê-la, é comovente. Achei um filme bastante atual, pois fala abertamente dos perigos que nossas meninas correm com esses aproveitadores da internet. Tem um ou dois flashes mais "pesados", mas é mais por objetos em cena que por atos da cena em si, acho que cada um pode avaliar se pode ser assistido em família ou não. Não achei a classificação por faixa etária. Se os filhos forem adolescentes, creio que pode ser visto sem problemas.

Abaixo segue o trailler do filme para vocês terem uma noção, eu gostei muito.



O site de onde costumo baixar filmes é o GS Filmes. Lembrando que fazer download de filmes para uso doméstico NÃO É CRIME. Mas copiar o filme para outra mídia (CD, DVD) a fim de comercializar configura crime de pirataria. ;)

Bjs 

17/08/2011

Exames e reclames.

| |

Então, na segunda-feira fui pegar meus exames. A médica pediu hemograma completo, colesterol (total, LDL e HDL), triglicérides, glicose, e os da tireóide. Os resultados não foram bons. Foram ÓTIMOS. Todos meus níveis de encaixaram em ÓTIMO, nem em bom. Bacana, isso quer dizer que, mesmo fazendo um monte de porcaria na minha alimentação, não fiz TUDO errado. O negócio pra ansiedade que ela me deu, acho que está funcionando sei lá, ainda estou vendo. Eu queria mesmo era um treco pra agarrar NOJO de comida, mas aí acho que só apelando pra boleta mesmo né, e nem vale a pena. 

Ontem e hoje não fiz bicicleta, estou "naqueles" dias, aí a coisa fica mega desconfortável, mas nos outros dias fiz tudo direitinho. Incluí farinha de linhaça dourada e amaranto na minha dieta e estou namorando a tal farinha de berinjela, sobre a qual andei lendo algo em revistas. Achei um lugar que vende a granel e a um preço justo, sem exploração. 

Vamos indo. Tomando umas bofetadas de vez em quando, lembrando da vitória seguida do fracasso e vendo o fracasso batendo na porta a todo instante. Recebo e-mails de pessoas me parabenizando pela minha perda de peso, publicada em diversos blogs/sites (gente fofa demais), convites para entrevista em revistas conhecidas, sites grandes e tudo o mais. E a dor de dizer que aquilo lá já era? Que o sonho acabou? E que não tô falando do sonho da padaria? TAPA NA CARA DA SOCIEDADE.

Minha casa (apertamento, na verdade) é que anda me irritando ultimamente. Gosto daqui. Seguro, silencioso, tranquilo, bem localizado. Mas como os cômodos são pequenos, o aperto dificulta MUITO a   limpeza e isso está dando no saco esses dias. Para limpar preciso arrastar muita coisa, e ir em cada cantinho que é um malabarismo só! Sem contar o mofo do banheiro, que não tem janela direto para fora (a janelinha dá na pseudo-área de serviço), que é só o tempo de limpar, já dá as caras novamente. Janelas abertas e tudo vira pó! Num prédio gente! Eu tinha a idéia (equivocada pelo visto) de que em apartamento havia muito menos pó que em casas. ENGANEI-ME. O banheiro é todo branquinho, e a cozinha também. QUE DÓ. Limpar os rejuntes tem sido serviço escravo e não sei se o McGyver daria conta. A cozinha dá com a porta para a porta de entrada, então suja demais! DE-MAIS. Se eu passar pano todos os dias ainda não fica boa o suficiente. 

Hoje fui no banheiro no trabalho e a Maria, da limpeza, havia acabado de passar pano. Deu vontade de sentar no chão, chorar e arrancar aquele piso branquinho e brilhoso pra mim. Ou eu sou muito incompetente, ou nunca vou dar conta desse mofo e pó do piso. No resto é parquê e o piso fica legal, apesar de que o verniz já eras faz tempo e não há cera que dê o brilho da casa da mamis pra esse chão, mas ao menos não fica parecendo sujo. Sem contar que as panelas acabam ficando pela pia, porque não há espaço para mais armários, e nos armários já não há espaço, pois ganhei muita coisa no casamento. Encaixotar o que não uso, nem pensar, não teria onde pôr as caixas.

Que dilema! Ok, logo já estarei conformada novamente, mas um resmunguinho aqui já me alivia bastantinho, já que é o que temos para hoje, pois ainda levo um tempo para ir para um lugar maior ou (porque não) meu.


Bjs.

P.S. pessoal, não tenho divulgado meu peso, porque tenho registro de algumas pessoas mal intencionadas visitando constantemente meu blog e isso pode ser usado como motivo de chacota por parte delas. Assim que me sentir à vontade com meu peso divulgo, prometo.

09/08/2011

Endócrino

| |
Aí ontem fui na endocrinologista. Foi um dia absurdamente quente. Ok, 17ºC para a maioria do mundo não é quente, mas além de eu detestar calor, ainda saí de casa com blusa comprida, então fervi. E esperar no consultório, com o condicionador de ar desligado foi tenso. Mas enfim, sobrevivi. Gostei da médica, bem atenciosa, perguntou bastante coisas e talz. Obviamente, me pediu uma lista de exames (odeio agulhas, odeio, odeio, odeio), mas eu já estava preparada psicologicamente. Me deu um remedinho pra ansiedade também (pobre do meu salário, tô deixando um bom tanto dele na farmácia, affs). Me deu as recomendações para o emagrecimento e talz.

Aí vem a parte que eu não gostei. Ela mediu minha pressão, estava normal, mas os batimentos cardíacos estavam muito acelerados, tipo mais de 100. E eu estava sentada no consultório há mais de 30 minutos, detalhe. Realmente eu estava com uma sensação estranha no peito, que tenho de vez em quando (bem de vez em quando, mas o suficiente para não gostar e saber que algo estava errado), mas não tinha me ligado que seria isso. Então a doutora me deu um remedinho para estabilizar o ritmo cardíaco e logicamente, em breve teremos consultinha com um cardiologista. Isso pode ter N causas, além do sobrepeso claro (e a balança me destruiu ontem). Mas vamos ver.

Eu tenho mais medo de problema cardíaco que de câncer, SÉRIO. Então isso me deixou malzona. E lógico que a situação não melhorou né? Umas 22h fui medir a pulsação e lá estava eu com 127 batimentos cardíacos por minuto! Fiquei apavorada, mas claro, estava nervosa desde que saí do consultório, ajudar isso não ajuda nem um pouco né?

Mas hoje pela manhã já comecei com a medicação e sei que isso vai aliviar. Quero ir num cardiologista meio logo ver o que pode ser, o que pode não ser, o que fazer (pobre do meu bolso, que já anda mal, agora quero só ver). Sei lá, sei que hoje o dia não está legal, eu não estou legal e sim, foi o susto que eu precisava para querer DESESPERADAMENTE perder peso. Mas eu preciso tirar essa parte do "desesperadamente" porque todas nós sabemos que essa palavrinha só dificulta ainda mais o processo.

Hoje tenho curso de Arte Digital, estou feliz em fazer, vamos ver como vai ser. Enfim, vamos seguindo o dia, uns melhores, outros piores, mas vou me esforçar pra isso melhorar ainda mais.

Bjs povo.


07/08/2011

Do final de semana tranquilo...

| |
Esse final de semana está sendo muito tranquilo. Meu marido está viajando a trabalho, e estou sozinha até daqui a pouco (não faço idéia da hora que chega, já que o danado esqueceu de levar o carregador do celular e pelo jeito aquela porcaria descarregou). Passei o final de semana mais preguiçoso da minha vida! Que coisa boa dar uma "morgada" de vez em quando... Passei assistindo filmes, ouvindo músicas, dormindo, jogando joguinhos de Orkut/Facebook (vícios malditos) e twittando. Na sexta-feira passei no supermercado, comprei frutas, verduras, legumes, suco de uva integral e uns filés de peixe. Acabei ficando só nas frutas, verduras e legumes. Claro, com um queijinho e peito de peru defumado, e um sanduichinho leve pela manhã, porque carboidratos e proteínas não podem ficar de fora né. Muita água, iogurte, ô delícia. E uma maldita Coca-Cola 600ml que eu comprei de safada mesmo.

No mais tudo muito light, muito bacana e uma preguiceira sem fim. Para não dizer que não saí de casa desde sexta à tardinha, fui levar o lixo lá no coletor do condomínio e no banco recarregar o celular. Pronto, cabou, rs.



Ontem assisti ao filme Cisne Negro. Um thriller psicológico fantástico, cheguei ao final do filme emocionada, estupefata. Natalie Portman estava maravilhosa, uma de suas melhores atuações. Adoro filmes intensos, profundos assim, cheio de mergulhos no fundo da alma. Ai, até falo diferente quando me refiro a algo assim, rs. A quem não viu ainda, super recomendo. Eu quero ver mais uma vez. ;)

No mais, amanhã tenho a consulta com a endócrino e seja o que Deus quiser. Provavelmente ela pedirá exames e mais exames e até dá medo de ver os resultados, tenho sido uma menina má, mas ao menos vou tentando fazer algo a respeito. Estou empolgada.

Bjs, e uma boa semana pra vocês. :)

04/08/2011

Inclusão

| |

Essa é a semana da Educação Especial. Vi uma frase no Orkut, uma dessas "correntes", mas tão bem colocada, que irei reproduzi-la:


A inclusão precisa ser implementada definitivamente no Brasil. Mas no caso da educação, é preciso que os professores recebam formação específica o quanto antes. É muito difícil incluir um aluno portador de necessidades especiais numa turma superlotada.

Os ambientes públicos também precisam de adaptações, a inclusão em si está longe de acontecer. Mas vamos lá, um passo de cada vez.

O importante, por agora, é interiorizar a frase acima. Pessoas portadores de necessidades especiais, sejam elas do tipo que forem, apenas querem ser aceitas.

Inclua você também.

À noite visito vocês.

Beijos.

FUIZ

03/08/2011

Por onde começo?

| |

Essa, para quem ainda não conhece, é minha irmãzinha caçula, Danielle, de 12 anos. Ela foi o motivo de eu não ter atualizado o blog na semana passada, porque passou o recesso escolar aqui comigo. Primeira vez que ela fica tanto tempo fora de casa, minha mãe deve ter sentido falta, rs. Foi uma semana muito gostosa, passei ocupada com ela, deliciosamente ocupada. Meus pais vieram na sexta-feira e voltaram no domingo. Final de semana gostoso pra caramba. Claro que, depois que eles foram, ficou aquela saudadinha latejando no peito, e por uns dias fica parecendo incomodar mais, mas logo acostumo novamente.

Bom, durante esse tempo todo que fiquei sem postar, aconteceram muitas coisas. Eu gostaria de ter tido ânimo de escrever ante sobre isso, mas eu fui me enrolando e deixando pra depois. Passei por diversos problemas. Pessoais, financeiros (esses ainda demoram a passar, mas vai aliviar, eu sei), familiares, etc. Lembram que minha sogra tinha um tumor benigno no seio e a acompanhei na cirurgia para retirá-lo? Pois então, após a retirada e posterior biópsia, foi constatado que é um tumor maligno (em outras palavras, câncer), não do tipo mais agressivo, mas também não é o mais "suave". Ainda é relativamente pequeno, foi descoberto no início, mas precisa ser tratado. A cirurgia está para ser marcada desde junho. Até agora não há uma data. Complicado conseguir cirurgia rápida pelo SUS, ela não tem plano de saúde. Enfim...

Também passei por momentos tensos em relação a mim mesma e iniciei um tratamento com antidepressivos, e isso tem me feito muito bem. Eu realmente não estava mais dando conta sozinha e joguei a toalha. Acho que de vez em quando é preciso pedir ajuda, não somos invencíveis.

Com relação à alimentação, tenho conseguido ser mais sensata, mas ainda não o suficiente. Ganhei uma bicicleta ergométrica, que será uma mão na roda. Mas confesso que ainda luto contra a falta de vontade (e, no momento, uma gripe começando). Só que agora não tenho mais desculpas e vou sim fazer minha parte.

Na próxima semana tenho consulta com uma endocrinologista (4 meses na fila de espera hein, aff) e vamos ver como anda esse corpo, rs. Estou pondo muita fé nessa consulta, creio que vai ser muito importante no meu processo de re-emagrecimento. 

Comecei a fazer cursos de culinária (uma loja de produtos para festas, chocolates, etc oferece curso em parceria com a Mavalério, cursos excelentes e que saem por um preço muito bacana), e estou fazendo cupcakes para vender. Tenho vendido superbem, e isso tem me ajudado bastante na questão financeira. Faço com carinho, porque gosto MUITO de fazer cupcakes, enfim, adoro cozinhar. Trabalhar com doces não é mole (e eu faço cada coisa boa, aff), mas eu mal termino uma receita de brigadeiro, por exemplo, já passo para um recipiente próprio e mando a panela pro marido raspar, assim não cedo à tentação, rs... O danado come horrores e é magro, ô sorte. Olha uma amostrinha dos meus cupcakes aí:


Bom, acho que por hora as novidades são essas. Voltei com meu Twitter ( @dennybap ), Estou no Google+ (Denny Baptista). Quero mudar (novamente) o layout do blog, e pretendo fazer uma página pra ele no Facebook. Espero que dessa vez eu faça, não fique só no papo.

Então, beijos pra todo mundo!

FUIZ...