29/12/2011

2011 - 2012

| |

Post de final de ano. Mais clichê, impossível. Mas é inevitável chegar ao final de um ano e fazer um balanço geral de tudo o que aconteceu.

Posso dizer que o balanço foi positivo. Não pus na balança coisas boas x coisas ruins. Pus na balança coisas boas e os aprendizados que tive com as coisas ruins. Passei por MUITA coisa extremamente complicada esse ano, MUITOS problemas, mas também MUITA coisa boa. Posso dizer que meu ano está terminando melhor do que começou.

Hoje, particularmente, ele poderia estar melhor. Mas tenho mais dois dias antes do final do ano, e decidi que até lá estarei bem, super bem! Me nego a deixar que qualquer coisa estrague meu final de ano. Nada vai me fazer esmorecer.

Como em todo final de ano, fiz uma listinha do que quero para 2012. Temos a mania de fazer listas que não serão cumpridas. Mas eu sempre tento cumprir as minhas. Sempre. Me prometi ler 5 livros, e li 7. E outras coisinhas fiz. Só o perfume que acabei enrolando e não comprando (e nesse momento priorizei outras coisas), e o peso que não perdi. Mas vamos à lista:

  • Emagrecer.
  • Ler 10 livros.
  • Comprar um perfume.
  • Pôr em andamento um projeto especial.
  • Aprender um novo artesanato.
  • Fazer um curso.
  • Ficar menos tempo na internet.
  • Criar mais vínculos com pessoas de carne e osso, e menos com o mundo virtual.
  • Manter a casa menos desorganizada.
  • Manter minhas economias em dia.
São pequenas coisinhas, mas que sei que farão muita diferença na minha vida. E o principal, entrando na onda da Nana, do blog Manga com Pimenta, o que mais quero é RESPEITO.

"O respeito começa quando você é chamada de mal educada! Sim, se você não gritar “não” para as pessoas que estão ao seu lado, elas nunca terão respeito por você. Muitas pessoas não entendem, principalmente aquelas que viveram a vida toda com você, mas é fato: ninguém tem o poder de controlar a sua vida, respeite a vida."

Essa frase foi feita para mim, para este meu momento Às vezes temos que passar por momentos desagradáveis para perceber o que realmente faz sentido. Para decidir deixar para trás aquilo que faz mal. Porque se uma coisas te faz mal por diversas vezes, você deve se afastar dela! E às vezes precisamos dar um basta. Um basta em nós mesmos. E nos respeitar.

Quero me respeitar mais, me amar mais, melhorar minha vida como um todo. E para isso, quem sabe precise virar algumas páginas. É o processo da vida. É fazer com o que incomoda, o que o Correio fez comigo (rs, rs) : pôr um carimbo de DESTINATÁRIO DESCONHECIDO e enviar o problema de volta ao remetente. Cortar laços, criar novos, mas acima de tudo, passar a ter voz ativa e ser menos passiva diante da vida.

E parar de me justificar pro mundo. Entender que a história de vida de cada um influencia na maneira como se interpreta uma situação e entender que nem sempre vou ser aceita, compreendida ou querida, e então deixar cada um com seus pensamento e me preocupar apenas com o que fiz, disse, escrevi. Ninguém é culpado por equívocos e ninguém tem compromisso com o erro. Mas eu tenho o direito de não aceitar tudo. E já passou da hora de eu não aceitar tudo.

E, acima de tudo, a gente só recebe de volta aquilo que dá. E hoje entendo que muita gente parece viver na corda bamba porque faz por merecer. A vida não tem que me dar a rosa que não plantei. Deus não tem que atender a oração que só sobe até Ele na hora do aperto. Se Ele faz, é porque é misericordioso além da compreensão humana.

Então, quero um ano de paz, amor, respeito, fé e realizações. Estou entrando cautelosamente em 2012, consciente de que há muito para mudar. Mas vou confiante de que nesse ano que chega quero ser, acima de tudo, feliz. E farei o que for preciso para isso.

Beijos gente, feliz 2012 para vocês! :)
Comentário(s)
Comentário(s)