10/01/2012

De volta à rehab - Dieta dos Pontos

| |

Então... Pensando e repensando em como fazer uma dieta que realmente funcione, rodei, rodei, rodei e voltei a ela: a Dieta dos Pontos. Essa dieta exige um certo empenho, no sentido de se anotar tudo o que se come, somar os pontos e tudo o mais. Mas é a única que funcionou de verdade pra mim. Porque ela me dá a liberdade de comer ABSOLUTAMENTE TUDO O QUE EU QUISER desde, claro, que eu arque com os pontos disso tudo. E dá pra comer um docinho, um sorvetinho, uma porcariazinha de vez em quando sem culpa, porque você sabe que não saiu do limite de pontos.

Ok, então, para quem não conhece, lá vai o passo-a-passo da Dieta dos Pontos.


Passo 01 - Descobrindo seus pontos

Cada pessoa tem um tipo físico, idade, altura, sexo e grau de atividade física diária (ou a falta dela, rs) que define quantas calorias seu corpo gasta para "funcionar" normalmente. No site da Revista Saúde, da editora Abril, encontramos a Calculadora de Pontos que, levando em consideração tudo isso, vai calcular quantos pontos você precisa ingerir para emagrecer mais ou menos 1/2 Kg por semana (isso dá 2Kgs por mês, 24 por ano, ou seja, BELEZA!). Claro que pode acontecer de não se perder tudo isso, mas se seguir a dieta direitinho, anotando tudo, não tem erro. Entra AQUI e faz o cálculo dos teus pontos. Você vai perceber que, quanto maior seu nível de atividade física, mais pontos poderá comer. Se fizer menos atividade física, menos pontos. Mas seguindo eles, consegue também.

Passo 2 - Calculando os pontos de cada alimento

Ok, aqui é a hora em que você leu o subtítulo e desanimou valendo, certo? Então caaaalma bem, a coisa é simples: há tabelas com os pontos dos alimentos já calculaaaaados! No site da revista Saúde tem uma tabela online bem bacana, com cerca de 1.300 alimentos, AQUI. E também há ESSA tabela, no 4shared, prontinha pra download e impressão, com os pontos já calculados de centenas de alimentos do nosso cotidiano.

"Tá Denise, mas eu tô comendo um sorvete de carambola feito pelas virgens cegas das montanhas da Nigéria, como eu vou saber os pontos dele?" Simples meu bem. Espia na embalagem desse sorvete quantas calorias ele tem por porção. Calcula quantas porções você comeu, soma as calorias, e depois divide por 3,6.

"Aí complicou!" Complicou nada. Vamos mais devagar. O rótulo desse teu sorvete maluco aí diz que uma porção equivale a uma bola de sorvete, e cada porção equivale a 120 calorias, ok? Aí você, gulosinha, comeu DUAS bolas de sorvete. Bueno. Soma aí 120 + 120. Dá 240 certo? RESPONDAM PRA PROFE DENISE, CERTO? Ok, assim tá bonito. Agora você pega a tua calculadora (a profe deixa usar calculadora, porque essa conta é chata de fazer) e faz assim: 240 DIVIDIDO por 3,6. Dá quanto? Hein? Tem certeza? Ok, dá 66,66. Vamos arredondar pra 67 (um pontinho de castigo pela gula). Pronto, feito o cálculo. E assim você faz com o que eventualmente não tenha na tabela.

Passo 3 - Pesagem

Agora é a hora H. A hora em que você sobe na balança do banheiro, escondidinha, ou da farmácia mais próxima, espia o peso, chora, se descabela, grita "Porqueeeeee" e tudo o mais. E anota o peso num bloquinho bem quietinha. Não precisa contar pra ninguém. Eu aconselho a medir busto, barriga, quadril, braço e coxas, só pra ir acompanhando de uma forma mais bacana. Às vezes a redução do peso na balança não é lá "aquelas coisas", mas medindo a gente vê que teve resultado sim.

Passo 4 - Anotando os pontos

Separa um caderninho, caderneta, agenda, bloquinho de anotações, o que você puder carregar pra todo lado contigo. Quando fiz da outra vez, anotei os pontos das coisas que comia com mais frequência lá na última página: pão, arroz, feijão, etc. Aí fica mais fácil se você sair comer fora.

Essa é a parte essencial e mais chatinha da dieta: anotar tudo o que se come. Absolutamente tudo. Até aquela balinha depois do almoço. É isso que vai fazer tudo dar certo. Vai somando ao longo do dia, pra ver quando é que a coisa começa a apertar, para você escolher coisas menos calóricas, e "economizar" pontos para o final do dia. Eu fazia assim, ia "economizando" pra poder comer uma torradinha à noite, ou um sorvete à tardinha, rs... #gordinhasafada

Passo 5 - Persistência e emagrecimento

Essas duas palavras andam juntas. Persistir, não desistir, anotar tudo e aguardar os resultados. Eles vêm, calma. O começo é mais difícil, anotar tudo, calcular pontos... Mas logo a gente pega o jeito, decora a maioria dos pontos e tudo vai ficando mais simples, até entrar no piloto automático. Aí engrena de vez!

Aconselho você a se pesar uma vez por semana. Se você começou a dieta numa segunda-feira, se pese na próxima segunda-feira. Nada de se pesar todos os dias, vai por mim, é frustrante.

Então é isso. Mais dicas, orientações e tudo o mais, tem uma comunidade no Orkut que ajuda legal (sim, Orkut gente, não reclamem, ele ainda serve pra algo,rs), é ESSA. Lá tem vídeos de motivação, resposta às questões frequentes...

Ah, e aconselho vocês a visitarem o blog da Larissa, uma pioneira nos blogs de emagrecimento e que usou a dieta dos pontos pra perder um peso INCRÍVEL. Espiem ela AQUI.

Beijo grande, vou dando notícias de como vai essa minha dieta aqui e, caso alguém adote aí, me conta como está indo aí nos comentários ou por e-mail. :)


Beijão!
Comentário(s)
Comentário(s)