26/03/2012

Ok, vamos falar de emagrecimento

| |

Primeiramente: que prato lindo esse, hein? Eu sou gorda de safada mesmo, não porque não goste de verduras e legumes. Ok, detesto alface, mas em compensação adoro agrião, rúcula, etc...

Ok, vamos lá. Na semana em que passei "acamada", não usei Herbalife. Primeiro porque minha pressão arterial estava oscilando muito e baixa demais, então precisei me alimentar melhor, e outra, porque o enjôo não me deixava nem pensar num shake.  Mas mantive as coisas mais ou menos nos eixos. Então acabei perdendo peso porque não conseguia comer muito. Nesta semana eu dei uma relaxada também, mas ainda sim consegui manter o que havia perdido. Sábado, aniversário do marido, fomos jantar juntos, uma pizza, aff... Mas ok, passou, passou.

Hoje já estou focada. O resumo é que, desde o início do ano perdi 8Kgs. Agora que estou começando a sentir a diferença, a barriga um pouco menor, etc. Mas nesta semana estou mais focada. Acho que por conta do antidepressivo, a minha vontade por doces foi passear e não voltou mais. GRAÇAS! Mas o meu problema continua sendo (continua, porque sempre foi) a questão dos carboidratos. Adoro um pãozinho massudo, um macarrão. Tenho  optado por macarrão integral, e pão integral às vezes. Porque meu lado gordo pede pão branco, massudo e COM miolo. Essas duas coisas me maaaatam. Com o resto sou mais tranquila. Ainda que encontrei um supermercado pertinho de casa, pequeninho, acho que nem dá pra chamar de super, mas que vende pão francês integral. Então vou investir ali. 

Continuo com o shake café/almoço durante a semana, não consigo pensar numa forma de tomar só o shake à noite, porque sei que nesse horário é que tudo fica mais complicado pra mim. Aos poucos vou ajeitando isso, então por hora é o que rola e é o que vou fazer. A cada dia a fome diminui um pouco mais e meu estômago vai acostumando com menos comida. Mas a luta contra os carboidratos ainda continua épica, férrea, medonha! Durante a semana faço isso, e no final de semana substituo apenas uma refeição pelo shake, o que mantém o peso. E porque final de semana significa almoço com a família do marido, algum jantarzinho fora, então é isso.

Vou indo, devagar tô conseguindo. 

Ah, e feliz porque o marido resolveu comprar a briga comigo e se ofereceu para me acompanhar em caminhadas. Isso vai me ajudar bastante, principalmente na questão cardíaca.

Ah, quinta tenho cardiologista, reconsulta, mostrar os exames e ver o que ele vai dizer dessa bagunça que veio lá do laboratório. (a bagunçada sou eu, ok)

Enfim, tô indo, com a consciência de que preciso mudar a cada dia mais hábitos, mas que perder peso rápido demais resulta no que resultou quando emagreci pro casamento - muita perda de massa muscular, o que faz com que se engorde muito mais facilmente depois. Vou ver como ficarão minhas finanças e pretendo começar hidroginástica. Vamos ver, vamos ver. Devagar com o andor, né?

Beijo turma!
Comentário(s)
Comentário(s)