07/01/2013

A casa nova.......

| |


Então, dois meses que estamos morando na casa nova. Quando decidimos nos mudar relevamos uns quantos probleminhas na casa porque o foco principal era o atelier do marido, iríamos morar no andar superior para poupar um novo aluguel. Mas querem saber? Estamos desanimados e já pensando em um novo lugar. 

Com o tempo fomos encontrando vários problemas "ocultos" que não aparecem na inspeção imobiliária da casa, mas que no dia a dia vão surgindo e o incômodo tem sido bastante grande. Por exemplo: ao lado, e praticamente emaranhado na estrutura do sobrado tem um hotel. Hotelzico, que quase não tem clientes e talz, mas de estrutura bem grande, do filho da locadora. As redes hidráulicas estão interligadas (coisa que só fomos saber mais de um mês após a mudança, quando veio uma conta de água de mais de R$700,00) porque o cara do hotel teve um problema com a concessionária de água, e está com o fornecimento temporariamente cortado (para o bom entendedor...). A última peça da casa (um corredor grande que dá no banheiro principal) fica exatamente acima do hall de entrada do hotel. Com as chuvas fomos descobrindo diversas goteiras (de cabeça agora, lembrei de 5) a maioria sendo por conta da calha porcaria que vive entupindo. Descobrimos uma boa infestação de cupins, que além de estarem comendo vagarosamente o forro da casa, ainda sujam a casa toda com sei lá o que é aquela serragenzinha que eles soltam pelos cantos. Estou com medo pelos meus móveis. O chuveiro também não é fácil. Além de o encanamento deste ser exposto, a pressão da água é pequena porque ela vem da caixa d'água que fica logo acima, ou seja: ou banho muito quente, ou frio. No verão ainda vai, quero ver no inverno. Fomos percebendo também o forro bastante judiado por conta dessas goteiras e cupins e olha gente, estou desiludida. 

A conta de água alta faz com que venha um monte de gente buscar vazamentos, porque o cara do hotel insinua que nós (duas pessoas apenas) ocasionamos um gasto tão grande OU há vazamentos (que eles não encontram). No mês passado pagamos R$110,00 da água, pra evitar brigas, quando antes nem gastávamos a taxa básica. Mas não há condições de ficar pagando contas desse porte. Agora ele (o cara do hotel) resolveu que nosso vaso sanitário (daquele banheiro que dá no hall de entrada) está vazando (e acredito que sim) e está causando infiltração no hall de entrada que está destruindo a pintura e embolorando. Ok. Aí resolveram trocar essa semana. Ou seja: em breve banheiro em obras. Queriam que nós usássemos uma peça que há entre os andares como local para banhos, que NÃO TEM azulejos (ou qualquer tipo de cerâmica), e nem chuveiro instalado. Lógico que não aceitei.

Enfim, tem bastante coisinhas a mais. Mas estamos presos a um contrato de 12 meses (com multa de rescisão contratual de 3 meses de aluguel o que dá quase R$5mil ) e a ter de pintar todo o imóvel (que é enorme, logo = muita tinta = muito $$) quando sairmos, mesmo que a pintura recém feita esteja intacta, pois foi pintado antes de entrarmos. Estamos tentando ajeitar algumas coisas com a locatária, mas está bem difícil conseguir. Meu marido que era o que mais queria ficar aqui agora é o que mais quer sair, só que não sabemos como vamos sair dessa enrascada.

Bom, torçam pra gente achar um jeito de pelo menos organizar tudo de maneira que o dia a dia se torne mais digno pelo menos. 

Beijão!
Comentário(s)
Comentário(s)