09/02/2013

Nomes, digamos... inusitados

| |
Que há nomes esquisitos nesse mundo, não é preciso nem comentar. Mas, cá entre nós, alguns estão de parabéns! Não basta a esquisitice, foi necessário que se juntasse algo meio que impronunciável a isso tudo. 

A Islândia é conhecida por nomes pouco práticos (lembram do vulcão Eyjafjallajökull ?). Lá num cantinho quase inóspito da ilha (e tão, tão bonitinho!) a gente encontra uma cidadezinha chamada Kirkjubæjarklaustur. 

Kirkjubæjarklaustur
O Leste europeu também é famoso por complicar a vida de algum turista despreparado (e, convenhamos, preparados também). A Hungria nos brinda com o nome da cidadezinha de Szigetszentmiklós.

Szigetszentmiklós

A Polônia não facilita em nada com a cidadezinha de Szczebrzeszyn, ao sudeste do país ou Bydgoszcz mais ao norte (de lá também vem o "sobrenome" de um patrono de escola aqui da região, que acabei por aprender a digitar, já que o fazia muito no meu trabalho na Coordenadoria: Przyczynski).

Szczebrzeszyn

Bydgoszcz
Os holandeses então, não ficam atrás no quesito nome trava-línguas! O que dizer de Gasselterboerveenschemond, ao norte do país? E como se não fosse suficiente toda essa dificuldade, deram um empurrãozinho em forma de "herança" para seu vizinho Suriname o nome de uma das principais praças de Paramaribo: Onafhankelijkheidsplein.

Gasselterboerveenschemond (encontrei apenas essa foto antiga)

Onafhankelijkheidsplein, praça de Paramaribo, Suriname.

Outro exemplo é o de uma pequena cidadezinha do País de Gales, com algo em torno de 3 mil habitantes, que e chama... Llanfairpwllgwyngyllgogerychwyrndrobwllllantysiliogogogoch . Sim, o nome tem nada mais, nada menos que 58 letras! Para economizar letras, fôlego e, convenhamos, paciência, ela é gentilmente chamada de Llanfair. O nome significa algo tipo "Igreja de Santa Maria no fundo do aveleiro branco perto de um redemoinho rápido e da Igreja de São Tisílio da gruta vermelha". Bem específico, não? 

Llanfair

O Japã tem nomes um pouco mais familiares as nossos ouvidos, mas ainda sim, nos dão um baile quando se fala em pronúncia complicada: Shikokuchūō, Ichikikushikino ou Higashikagawa.

Shikokuchūō
Ichikikushikino
Higashikagawa

Ásia e Oceania também não ficam para trás no quesito dificuldade. A Índia possui as cidades de Thiruvananthapuram, estado de Kerala. Jammalamadugu a leste. Mas nada, absolutamente NADA bate o nome de uma colina no sul da ilha norte da Nova Zelândia:

Taumatawhakatangihangakoauauotamateaturipukakapikimaungahoronukupokaiwhenuakitanatahu

Nada mais, nada menos que 87 letras! OITENTA E SETE! Pronuncie essa brincadeira!

Aposto que o nome do vulcãozinho Eyjafjallajökull nunca pareceu tão brincadeira de criança, né? A propósito, esse islandês nativo (mas que fala em inglês) ensina direitinho a pronúncia:



E aí, conseguiu? Eu enrolei bacana.


Beijos!
Comentário(s)
Comentário(s)