09/01/2014

O quanto você se cuida?

| |
Imagem: Marian Ochoa

Hoje, quinta-feira, antevéspera de final de semana. Quais são seus planos? Já pensou na programação do final de semana? Eu ainda não, rs. 

Hoje aconteceu algo comigo que me fez parar e repensar algumas coisas. Evoluí muito nos cuidados com minha saúde, mas a cada dia percebo que preciso me empenhar ainda mais. Bom, vou contar o ocorrido: hoje levantei cedo, 7:30, para organizar algumas coisas e ir ao supermercado. Estou em férias, mas do "trabalho 01". Sigo trabalhando no meu "trabalho 02", com meu marido, trabalho esse no qual administramos alguns blogs e páginas do Facebook de empresas locais. E surgiu ainda um "trabalho 03", rs. Uma amiga fez a dieta Dukan há uns meses e perdeu bastante peso. Mas ela deu uma folgada e ganhou peso no final do ano. Então, antes de entrarmos em féria, ela perguntou se eu não prepararia as refeições para ela (eu sou metida na cozinha, vcs sabem, rs), já que ela queria voltar para a dieta, mas não é chegada nas panelas como eu, rs. Topei! Gosto de cozinhar, então porque não aproveitar a oportunidade de tirar um extra? Feito. Montei um cardápio de 5 dias de fase ataque pra ela, e na próxima semana já começaremos com a Cruzeiro. Enfim. 

Fui ao supermercado, passei na prateleira das conservas e peguei uma de ovos de codorna... fui à seção dos iogurtes e peguei alguns potinhos de iogurte desnatado, e lembro até de ter achado super caro, mas não teria tempo de ir a outro super na mesma manhã. Peguei mais algumas coisas, ovos de galinha, frutas, carne, queijo, requeijão, etc e me dirigi ao caixa. Chegando minha vez, fui passando as compras, bem calmamente, esvaziei o carrinho, peguei minha carteira que havia deixado bem embaixo do carrinho, chequei se não havia esquecido nenhum produto no carrinho, e dei para o menino do caixa levá-lo ao lugar correto. Paguei, com cartão, olhei a hora no celular, guardei tudo na sacola e vim para casa. tudo ok, certo?

MAS quando cheguei em casa, tirei as compras das sacolas, bebi água, troquei de roupa, e fui pegar o vidro de ovos de codorna... E CADÊ OS OVOS? Primeira coisa que pensei: devo ter esquecido a sacola no supermercado! Chequei e vi que os iogurtes também não vieram. Peguei minha nota fiscal para conferir e... eles não constavam na nota fiscal. Ou seja: eu não os passei no caixa. E não os devolvi às prateleiras. Eu simplesmente não sei o que fiz com eles. Fiz várias suposições, cogitei até que alguém pode ter tirado do meu carrinho, mas fariam isso porquê? O produto não tinha sido pago, não era o último do tipo no supermercado, minha carteira não foi mexida, e não vi ninguém mexer no meu carrinho. Não sei se eu os devolvi à prateleira... e se eu devolvi, porque fiz isso? Lembro de ter visto o carrinho vazio ao checá-lo, mas e se eu não prestei atenção? Mas eu lembro de ter checado o carrinho e não ter nada! Enfim, a única coisa que eu sei é que eu não sei. Não sei e não sei o que houve, o que eu fiz. Tá um branco incrível na minha cabeça.

A questão é: venho tendo lapsos de memória há meses. Já falei com meu médico, ele disse que é por conta do stress do trabalho mesmo. Mas meus lapsos, embora frequentes, eram bobos, do tipo: pensar em contar algo para o marido depois e esquecer, e então lembrar disso 3 dia depois, rs. Esquecer onde pus o celular. Essas bobagens. Mas nunca tive tanta certeza de não ter a mínima ideia do que aconteceu. Fiquei nervosa, bem preocupada e até com um medinho de isso acontecer de novo. 

E aí entra a questão da saúde: não basta me alimentar direito, fazer atividade física, beber bastante água... e não descansar. Eu não estou descansando! Preciso acordar cedo. Então deveria dormir mais cedo também. O fato é que há mais de meio ano tenho dormido uma média de 5, 6 horas por noite. E eu preciso de no mínimo 8 para me sentir inteira, eu sinto isso! PRECISO dormir mais cedo. Dormir bem. Descansar de verdade.

Aí eu pergunto pra você, pessoa querida que me lê: o quanto você está se cuidando? O quanto sua saúde tem sido importante pra você? Vai deixar que algo grave aconteça pra dar o primeiro passo? Acho melhor não, porque o preço a pagar quando se trata de saúde, é caro. E às vezes a conta vem de supetão.

Pense nisso!


Beijos!
Comentário(s)
Comentário(s)