19/03/2014

Diário de Fitness: Dia 73 / Focus T25 - Fase Gamma

| |

Hoje treinei pela manhã! Como tenho folga às quartas-feiras (apesar de só ter conseguido folgar duas vezes neste ano), hoje aproveitei pra dormir um pouquinho mais e treinar. Dessa forma me sobraria tempo para fazer os posts atrasados e dar um ligeirão no layout do blog que estou fazendo. Treinei por volta das 11h, como estava friozinho, foi muuuuito bom! Vou amar treinar no inverno, já vi!

Lanche pré treino - uma banana com canela.

Treino: Extreme Circuit

* Equipamentos necessários: colchonete e halteres

* Tempo:
( x ) completei o treino todo
(   ) não completei o treino todo

* Nível de execução
(   ) segui o grande grupo o tempo todo
( x ) segui o grande grupo a maior parte do tempo
(   ) segui a Tania o tempo todo
(   ) segui a Tania a maior parte do tempo
(   ) não consegui acompanhar todo o treino

* Execução
(   ) mal feito
( x ) arrasei
(   ) meia-boca

Lanche pós treino: arroz integral + feijão + salada verde + abobrinha italiana refogada com cebola, alho e um fio de azeite + 2 ovos "fritos" no micro-ondas .

Resumo: O nome do treino de hoje já não é muito alentador, certo? Hehehehe... Sim, o "Extreme" é puxadaço, com movimentos bem extremos mesmo. Mas é muuuuuito bom, nada monótono. Ele funciona basicamente da seguinte forma: você faz uma série de 4 movimentos, cada um deles durante 1 minutos. O 5º minuto é a repetição de toda essa série, mas cada movimento é feito por 15 segundos, de forma mais rápida também, e a série de 4 movimentos é executada toda em 1 minuto = esse é o motivo do "circuit". Então, uma nova série com novos movimentos, mas seguindo sempre a mesma sequência de 4 movimentos por 1 minuto cada seguido de um minuto para executar toda a série, sendo 15 segundos para cada movimento. Mais uma vez tem muuuuuito braço, vou virar o Hulk! Hahahaha! Mas gente, graças à Beta o tchauzinho tá indo embora, já redescobri meu bíceps, descobri meu tríceps e músculos das costas que eu sequer sabia da existência! A Gamma vai deixar isso tudo muitcho loko! Consegui acompanhar o grande grupo a maior parte do tempo mais uma vez. Apelei para eles na hora das flexões, porque meu braço continua fracote e estou sofrendo com elas!

A dica dos treinos é sempre procurar executar cada movimento o mais corretamente possível, para evitar lesões. Se está muito puxado, prefira fazê-los mais devagar do que tentar fazer junto com o grupo e acabar fazendo o movimento de um jeito errado e se machucar. Tio Shaun bate bastante nesta tecla. E sempre procure se forçar ao máximo. Se precisar, apele pra Tania¹ sim, mas se puder acompanhar o grande grupo a maior parte do tempo, melhor!


YOU CAN DO IT!
(Você pode fazer isso!)


Beijão!

Quem quer acompanhar o Focus T25, e baixar os vídeos e calendário, além de outras dicas, basta acessar este POST da Pri Mayer. Eu também fiz um post super completo que você pode acessar AQUI. E você tem acesso a todos os posts do Focus T25 da Fase Alpha no menu superior, onde criei uma aba direta para o marcador, ok?


Tania¹ - É a moça oriental que fica à direita do vídeo e faz os exercícios modificados, com baixo impacto e num nível mais light, digamos. 

Update: Só pra mostrar pra vocês um pouquinho da minha turminha (um 4º ano). Hoje não vieram todos, dia de chuva é assim por aqui, rs. Mas eis algumas das minhas estrelinhas! Hoje meu óculos e celular fizeram sucesso, rs... As fotos foram tiradas por eles mesmos!


18/03/2014

Diário de Fitness: Dia 72 / Focus T25 - Fase Gamma

| |


Preparem seus braços, a fase Gamma chegou!

Lanche pré treino - uma banana.

Treino: Rip't Up

* Equipamentos necessários: colchonete e halteres - de preferência um pouco mais pesadinhos que os da fase anterior, mas mantenha os anteriores perto.

* Tempo:
( x ) completei o treino todo
(   ) não completei o treino todo

* Nível de execução
(   ) segui o grande grupo o tempo todo
( x ) segui o grande grupo a maior parte do tempo
(   ) segui a Tania o tempo todo
(   ) segui a Tania a maior parte do tempo
(   ) não consegui acompanhar todo o treino

* Execução
(   ) mal feito
( x ) arrasei
(   ) meia-boca

Lanche pós treino: 2 ovos cozidos.

Resumo: O Rip't Up é basicamente um treino para membros superiores e abdômen. Mas é super puxado, com exercícios que eu nunca havia sequer ouvido falar - mas que sinto em cada fibra muscular que funciona, rs. Aconselho usar um peso um pouco maior que da fase anterior pra continuar uma evolução bacana. Mas mantenha os pesos da fase Beta para alguns exercícios em que você verá o pessoal - inclusive o próprio Shaun - usar pesos mais leves, pois o músculo a ser trabalhado não aguenta o mesmo dos demais, ok? Me saí super bem nesse treino, acompanhei o grande grupo a maioria do tempo, apenas a Tania¹ nos momentos dos saltos - depois de ontem meus joelhos estão super doloridos! Terminei o treino tão exausta quanto ontem, mas com os pulmões ok, porque esse não tem muito cardio. A primeira semana de cada fase é tensa, pois cada treino é além de novo, muito mais puxado que os da fase anterior. E é aí que seguem os resultados!

Estou curtindo muito a nova fase, por hora só temo mesmo o Speed 3.0, rs...



YOU CAN DO IT!
(Você pode fazer isso!)

Beijão!

Quem quer acompanhar o Focus T25, e baixar os vídeos e calendário, além de outras dicas, basta acessar este POST da Pri Mayer. Eu também fiz um post super completo que você pode acessar AQUI. E você tem acesso a todos os posts do Focus T25 da Fase Alpha no menu superior, onde criei uma aba direta para o marcador, ok?


Tania¹ - É a moça oriental que fica à direita do vídeo e faz os exercícios modificados, com baixo impacto e num nível mais light, digamos. 

17/03/2014

Diário de Fitness: Dia 71 / Focus T25 - Fase Gamma

| |

Hoje sairão 3 posts dos 3 primeiros dias. Foi impossível postar segunda e terça-feira. Planejar aulas, fazer layouts, um curso de pedagogia empresarial e inglês, tudo isso à noite, tá puxado, rs. Mas vamos lá!

O Speed 3.0 foi um treino que me surpreendeu. Não muito positivamente, digamos, rs. Minha asma também resolveu dar as caras. Prognóstico não muito bom.

Lanche pré treino - torrada Dukan com óleo de oliva.

Treino: Speed 3.0

* Equipamentos necessários: nenhum, exceto MUITO OXIGÊNIO.

* Tempo:
(   ) completei o treino todo
( x ) não completei o treino todo

* Nível de execução
(   ) segui o grande grupo o tempo todo
(   ) segui o grande grupo a maior parte do tempo
(   ) segui a Tania o tempo todo
(   ) segui a Tania a maior parte do tempo
( x ) não consegui acompanhar todo o treino

* Execução
( x ) mal feito
(   ) arrasei
(   ) meia-boca

Lanche pós treino: 2 ovos cozidos.

Resumo: O Speed 3.0 será um imenso desafio nessa fase. Os exercícios de alto impacto (que envolvem pulos) sempre fiz com a Tania¹ por conta do problema no meu joelho. Acontece que no Speed 3.0 simplesmente não existe o "modo Tania". Ela treina parelho com os demais, e o pior: o treino envolve MUITOS saltos, e muito rápidos. Consegui fazer, acho, 60% do treino. Dos outros 40% passei 25, 30% do tempo tentando fazer algo, e os outros 10, 15% do tempo passei estarrecida diante da dificuldade dos movimentos e pensando "puta merda, como é que eu vou fazer isso?". Pra ajudar meu pulmão resolveu reclamar! Tenho crises de asma por esforço físico e elas ainda não tinham dado as caras, tanto que já me julgava livre disso - bobinha. No final da Fase Beta, com o tempo nesse esquenta-esfria, meus pulmões já haviam reclamado um pouco. Ontem eles se rebelaram e tive uma crise de asma no meio do treino. Consegui controlá-la com esforço, paciência e tentando adaptar alguns movimentos. Terminei o treino exausta! Suada pra caramba, vermelhíssima e desanimada pela minha incompetência diante do início da Fase Gamma!

Nesta fase, a sexta-feira é diferente. Ao invés de dois treinos diferentes, você faz duas vezes o MESMO treino. E adivinhem qual o desta semana? Sim, esse mesmo, o Speed 3.0. Não creio que conseguirei fazer, mas vou tentar né? Rs, rs...



YOU CAN DO IT!
(Você pode fazer isso!)

Beijão!

Quem quer acompanhar o Focus T25, e baixar os vídeos e calendário, além de outras dicas, basta acessar este POST da Pri Mayer. Eu também fiz um post super completo que você pode acessar AQUI. E você tem acesso a todos os posts do Focus T25 da Fase Alpha no menu superior, onde criei uma aba direta para o marcador, ok?


Tania¹ - É a moça oriental que fica à direita do vídeo e faz os exercícios modificados, com baixo impacto e num nível mais light, digamos. 

16/03/2014

Rotina de Beleza - Cabelos / Atualizada

| |
Oi gente! Essa semana foi inviável aparecer por aqui ou mesmo visitar vocês, os posts de vocês estão ali no meu Feedly, aguardando um espacinho na agenda pra serem lidos (adoro ler vcs!), mas o trabalho está puxadíssimo!

Além das aulas para planejar, o que já ocupa um bom tempo da minha agenda, ainda estou com layouts pra fazer (eba!), lidando neles a semana todinha. Também estou terminando meu Plano de Trabalho da Orientação Educacional para este ano, tenho muitos projetos bacanas.Vejo uma necessidade gritante de fazer um trabalho com os alunos e com os professores de minha escola também! E não quero ser "engolida pelo sistema" como fui no ano passado, em que passei apenas atendendo pedidos dos outros e sem tempo de planejar um trabalho mais específico. Isso dá trabalho gente, tá puxado! 

No meio dessa doideira, a semana de dieta e Focus T25 ficou meio embaralhada, hoje termino de pôr em dia os treinos da semana da Fase Beta e amanhã já começo a Fase Gamma - a última do T25. Tive resultados bem bacanas, mas diferentes dos da Fase Alpha, pois o foco da Beta é outro. Mas isso fica para o post específico!

Hoje vim, a pedido da Bruna, postar minha rotina de beleza - sim, eu me cuido! - atualizada. Alguns produtos que eu usava da outra vez que fiz a listinha mudaram, de outros não larguei mais! A lista é bacana para quem, assim como eu, tem cabelo e pele oleosos. É difícil achar bons produtos para estas especificidades. Produtos com preço bacana então, mais difícil ainda, rs. Minha lista é bem modesta, não uso produtos caros pelo simples fato de meu bolso não permitir manter uma rotina com eles. Então vocês verão produtos muito bons, mas com preço mais em conta. Por exemplo: se eu tenho à minha disposição dois produtos que cumprem muito bem sua função, de boa aparência, com cheiro gostoso, não tenho porque optar pelo mais caro deles, certo? Se eu pudesse mesmo, até optaria em alguns casos - gostaria de poder ter umas marcas mais "chiques" para chamar de minhas - mas não seria regra, porque eu prefiro investir dinheiro em outras coisas. Isso é algo muito pessoal! Cada um sabe o que é melhor pra si, e onde investir seu dinheiro, ok? Mas vou fazer a lista por partes, senão ela vai ficar imensa e ninguém vai ter saco pra ler. Bom, muito blá-blá-blá, vamos ao que interessa. 

Meu tipo de cabelo: oleoso, castanho claro, fino, com tendência à queda (muito!), quebradiço e sem volume. o quadro da dor!

A lista contém produtos que eu uso regularmente - produtos que tenho, mas uso muito de vez em quando não estão nesta lista, ok? Fiz as fotos por tipo de produtos, mas achei que poderia ter organizado melhor. Ideia que veio tarde e decidi não refazer as fotos, dá pra entender, por hora é o que importa, rs...

~ Cabelo ~

Após anos fazendo errado, aprendi a lavar meu cabelo direito: primeiro um shampoo translúcido, de limpeza, e depois um shampoo perolado/cremoso para hidratar. Sempre usava apenas os translúcidos - aquela agonia básica de quem tem cabelo oleoso - e acabava com as pontas detonadas sempre. Agora mantenho ele limpo, mas brilhosos, sedoso, só falta o volume, rs.

Da esquerda para a direita, e da fila de trás para a da frente: 

* Fluido Restaurador de Pontas / Avon - uso ele depois de secar o cabelo, prefiro assim. É um produto muito bacana e com um cheirinho delicioso! Evita pontas duplas - funciona! Mas é esse seu maior benefício, não acho que faça mais que isso. 

* Creme para Pentear Cabelos Lisos - Betulla Cosméticos - Comprei pelo seguinte motivo: era fofo! Hehehehe... No verão, lavando o cabelo todos os dias por conta do suor e oleosidade, senti necessidade de um creme para pentear nas pontas, que estavam ressecando e querendo quebrar. Alterno ele com o fluido restaurador de pontas da Avon, quando uso um não uso o outro. Ele deixa um cheirinho gostoso, mas que não dura muito tempo. Mas deixa o cabelo macio e hidratado. Não pesa porque só uso nas pontas. Quem tem cabelo misto ou oleoso deve evitar usar na raiz sempre!

* Elséve Arginina Resist X3 /  l'Oreal - Comprei o shampoo no desespero pela queda de cabelo que está tensa! Comprei um fluidozinho sem enxágue que preciso repôr! Ele diminui a queda e tal, senti que melhorou sim, mas meu caso é médico, preciso de uma consulta pra ontem! Mas senti que diminuiu sim a queda, para quem tem pouca queda ele deve ser muito bom! Para mim já é bem legal, pretendo repôr ele quando terminar, e o fluido também! É levemente perolado, tem um cheirinho suave, mas nada que fique no cabelo.

* Shampoo Fyo Controle de Oleosidade - Jequiti - Como tenho cabelo oleoso, preciso de um shampoo que o limpe de verdade! Esse shampoo não deve ser muito hidratante, nem perolado, muito menos cremoso! Senão não limpa mesmo e acabo com os cabelos com aspecto de sujo antes mesmo de secarem. Esse da Jequiti é muito bom, limpa mesmo, mas não resseca o cabelo. Sempre alterno ele com algum outro shampoo translúcido específico para o meu tipo de cabelo. É transparente e não deixa cheiro nenhum nos fios.

* Shampoo de Limpeza Profunda Natura Plant - Natura - uma vez na semana pelo menos, uso um shampoo de limpeza profunda no cabelo. Ele retira totalmente os resíduos de produtos que acumulam durante a semana - creme para pentear, fluido restaurador de pontas, shampoo a seco, etc. Eu usava um da l'Oreal, mas esse da Natura é muito melhor, uso já há anos e não largo mais! É transparente, com um leve cheirinho de menta, que deixa o cabelo sei lá, refrescante, rs. O cheirinho não fica no cabelo muito tempo.

* Shampoo Hello Kitty para cabelos finos e claros / Betulla cosméticos - shampoo transparente, ideal para crianças mesmo. No meu cabelo ele funciona bem no quesito limpeza. Mas só isso. Tem um leve cheirinho de maçã verde que é legal no frasco, mas não curto no cabelo, parece que muda um pouco. Mas isso dura pouco tempo, então usarei até o final. 

* Johnson's Baby Colônia para cabelos / Johnson & Johnson - AMO cabelo cheiroso! E o cheirinho dessa linha é MARA! Uma vez usei o shampoo e o perfume demora um pouco mais que os shampoos comuns pra sair. Dessa vez vi a colônia em promoção e trouxe para casa. Por ter cabelo oleoso não posso delirar e sair borrifando a colônia no cabelo sempre, mas gosto de usar antes de prender o cabelo (o que geralmente faço quando ele já está meio sujo mesmo), porque ela facilita o penteado, mas sem pesar como um creme para pentear. Ah, e tem vitamina E! O cheiro dura por um tempinho, não cheguei a cronometrar isso, mas não é nada tipo um turno inteiro, rs.

* Batiste Blush Shampoo a Seco - eis um produtos ao qual achei que jamais me renderia e vejam só, estou no segundo ou terceiro frasco. Usei pela primeira vez um da Charming que absorve a oleosidade do cabelo, mas era muito trabalhoso tirar o "esbranquiçado" do pó do cabelo, e ele ainda ficava super opaco. Esse da Batiste não tem esse problema. Já usei o Fresh e esse Blush, e gostei de ambos. A diferença é só o cheiro mesmo. Ele deixa o cabelo esbranquiçado sim na hora da aplicação, mas basta mexer no cabelo com os dedos que o esbranquiçado sai facilmente. Se eu disser que tu sai com o cabelo brilhoso e sedoso, minto. Mas ele deixa o cabelo com aspecto de limpo, com balanço, um volumezinho que AMO, e não deixa opaco não. Só não deixa O BRILHO. O ponto negativo é não durar muito. Não sei dizer quantas aplicações rende, quando comprar um novo vou cuidar isso. Recomendo. Se quiserem que eu fale mais sobre o shampoo a seco, só avisar que faço um post mais completo. Mas vejam bem, ele não é pra você usar depois da academia, como cabelo suado e sujo pra caramba, acho nojento usar assim! Ele é pra dar uma tapeada quando você está na correria, precisa sair pra um jantar, sei lá, e não vai ter tempo de lavar e secar. Ou seja: para emergências.

* Hair Spray de Fixação Forte Charming /Cless Cosméticos - Não sou muito dada a penteados. Mas uso o fixador quando faço uma trança embutida, ou quando preciso prender meu cabelo e não vou poder ficar ajeitando toda hora. Detesto gel, prefiro fixador. E como é para esse tipo de coisa, o melhor é a fixação forte, já que não quero balanço algum mesmo, rs. O bom desse fixador é que ele é fácil de retirar (basta pentear ou lavar), não impregna nos cabelos e deixa um cheirinho suave. 

* Spray Liso instantâneo Charming / Cless Cosméticos - comprei ele por spray de brilho, depois vi que tinha o tal efeito "liso instantâneo" que eu, definitivamente, não preciso. Uso ele quando vou secar meu cabelo com o secador, como protetor térmico. É bom, deixa brilhoso, mas nada demais. Não vou repôr. 

Bom, estes são os produtos para cabelo! Vocês usam algum deles? Têm sugestões para cabelos lisos, finos, quebradiços e que caem demais? Alguma mandinga pra cair menos? Hehehehe...


Beijos e boa semana!

P.S.: essa semana, com o começo da Fase Gamma, tem a semana do Diário de Fitness pra conhecermos melhor os treinos ok? Que Deus me dê força e tempo, rs...

09/03/2014

Receitinha: doce de abóbora Diet / Dukan / Light

| |
Oi turma!

Nesse final de semana decidi fazer um docinho pra tirar o amarrrgo da vida ultimamente. Optei pelo de abóbora que é o que eu tinha em casa. Eu tenho facilidade para experimentar na cozinha, gravar informações, receitas, etc. E também de memorizar modos de fazer, e transpôr de uma receita para outra. Então, sabia que era basicamente cozinhar, adoçar e tava ok. 

Olhei diversas receitas na internet, mas todas pediam cal, e o passo a passo era cansativo e eu nem sempre estou no clima de fazer uma receita elaboradíssima. Então, segui um basicão que, no fim, deu certo. Ficou tipo... MUITO delícia! 

Já postei a receita na fanpage e no Instagram, mas aqui vai com mais detalhes. Vamos lá?


Cozinhando no fogão - A primeira coisa a fazer é cozinhar a abóbora. Cubra com água e leve ao fogo até que fique "al dente" (nem tão dura, nem tão mole, firme). Então acrescente o adoçante para forno e fogão. Também dá pra usar o adoçante líquido, já usei (porque fiz hoje novamente, rs) e ficou delícia também. Acrescente também o cravo e a canela, e deixe ferver até ficar bem macia. 

Cozinhando no micro-ondas - coloque os cubos de abobrinha em um refratário de vidro alto, cubra com um prato, baixe a potência para 80% e deixe por 4 minutos. Com um garfo, observe a consistência. Se estiver al dente, coloque o açúcar, a canela e o cravo e deixe novamente por mais 4 minutos. 

Deixe escorrer em uma peneira por cerca de 10 minutos. A abóbora ainda acumulará água no seu interior, mas isso ajuda no processo. Ponha em um refratário de vidro, não precisa untar nem nada, salpique adoçante em pó e leve ao forno alto (250ºC) por cerca de 30 minutos, dependendo sempre da potência do seu forno. O segredo é não deixar queimar. Esse processo faz com que ela fique levemente crocante por fora e macia por dentro. Nada como uma abóbora com açúcar cristalizado que deve ficar MARA nessa parte do fogão, mas fica excelente. Maridão aprovou! Quem diria!

Beijão e uma linda semana pessoal!

07/03/2014

Atualização de peso!

| |


Desde que a vó morreu minha vida tá uma bagunça. Porque tudo coincidiu: a morte da vóvs, o início do ano letivo, a descontinuação da venlafaxina. 

Continuei seguindo a dieta e os treinos direitinho até semana passada. Mas meu peso estava diminuindo a passos lentos. Resultado de quase 6 meses de dietas low carb. O organismo pára de responder, não adianta, isso é científico, é biológico. E também há aquela questão de que quanto menos peso temos a perder, mais difícil e demorado é o processo. 

Então nesta semana não treinei. Só um dia na verdade. Ontem ou anteontem consegui fazer o Speed 2.0 do Focus T25, mas não fiz com aquele "vigor" de sempre, apesar de seguir direitinho. Porque eu sempre faço do modo mais intenso e correto possível, desgasto meu corpo ao máximo. E esse treino foi bem meia boca, porque movimentos bruscos me davam tontura, então eu evitava chacoalhar a cabeça, logo o movimento ficava limitado. Mas deu pra suar. No entanto, ontem e hoje optei por fazer caminhada mesmo. 

Hoje pela manhã fui à pé para a escola - preciso checar a distância, mas sei que levo em média 30 minutos num passo não muito rápido, porque chegar suada no trabalho é uó. Então sei que não conta como atividade física mesmo (ao menos não para mim que já criei o hábito da atividade física intensa), mas conta como movimento. Baixei o Spotify no smartphone - e precisei deletar alguns apps, já que meu smart é basiquinho, velhinho e tem pouca memória interna - e coloquei minha playlist de músicas clássicas e ópera e me senti uma doidona caminhando e ouvindo ópera. Parecia o maluco de uma novela antiga que não me lembro o nome, que saía dirigindo, escutando música clássica e ópera no volume máximo e depois enchia a mulher de raquetada - dessas de tênis mesmo, rs. Bom, mas AMO ópera e música clássica.

Bom, prosseguindo. Decidi modificar mais uma vez minha alimentação. Acho que o processo de emagrecimento é isso mesmo, a gente precisa ir testando o que dá certo pra gente. Parei de controlar as quantidades de farelo de aveia e trigo na alimentação, inseri farinha de aveia, frutas e comi após 6 meses, um macarrãozinho integral. Coisinha pouca, 1 xícara. Não pretendo voltar a consumir arroz, macarrão, batata, pão branco ou mesmo integral por um bom tempo ainda. Mas decidi, optando sempre pelos alimentos mais saudáveis, ampliar meu leque de carboidratos a serem consumidos a partir de amanhã. 

No começo tive medo de sentir aquela fome doida de quando comia muito carboidrato, fome essa que some quando estamos em uma dieta à base de proteínas. Nos primeiros 2 dias senti mais fome que o normal, mas agora continuo como quando tinha uma alimentação à base de proteínas: fome pouca, sem episódios de compulsão ou vontades doidas. 

Basicamente faço as receitas Dukan, controlo ainda os carboidratos - mas ampliei os alimentos permitidos - priorizo proteínas e alimentos com pouca gordura, evito açúcar, e voltei a consumir frutas, mas no limite do início da dieta: 2 ao dia. Abandonei o "comer à vontade" da Dukan e estou aproveitando o momento para uma reeducação alimentar, e um comer saudável.

Mas, vamos lá, estou nessa há quase duas semanas, e a balança? MEXEU! Na última pesagem, há pouco menos de 2 semanas atrás, a balança marcou 88 kg. Hoje de manhã ela marcou 86,4 kg! Isso significa que perdi 1,6 kg em pouco menos de duas semanas. Achei um ótimo resultado, me animei mesmo!

Bom, notícia dada, vou visitar vocês agorinha e matar as saudades, hoje é noite de folga!


Beijos!

06/03/2014

Lojinha de Layouts

| |
Meu marido e eu temos alguns planos para o final deste ano. Em vista disso, resolvemos ampliar nossa oferta de serviços (fazemos coisas bagarai) e voltarei a fazer layouts para a plataforma Blogger. Ele vai me ajudar na questão das imagens, e eu fico com a programação dos bonitinhos. Tudo o que vocês precisam saber - por enquanto - está ali em uma nova aba do menu, a "Lojinha de Layouts". Se tiverem dúvidas, perguntem, farei um F.A.Q. em breve!

Então, se souberem de alguém que queira um layout personalizado, me indique! Os preços estão super bons, bem abaixo da média, pois queremos juntar uma graninha e por isso optamos por pegar leve no preço para conquistar clientes. Aproveitem, rs.

Já trabalhei com isso há alguns anos, mas tomei um calote MUITO grande, por culpa minha que não fiz as conferências necessárias, agi de boa fé (tonta) contra a má fé de alguns. Eu simplesmente não verificava os depósitos que deveriam ser feitos em minha conta poupança do Banco do Brasil, não pedia confirmação antes de entregar os layouts ou artes e, pra resumir, pelos meus cálculos, ao final de um certo período eu deveria ter cerca de R$1.200,00 na minha conta poupança (dinheiro que seria utilizado em nossa lua de mel) e eu tinha... R$140,00. Analisem o tombo, rs. E, bom, a lua de mel não saiu, porque fui muito desligada, contei com um dinheiro que eu não conferia se estava sendo depositado, e aí ficamos por casa mesmo #derrota

Não consegui identificar todos os pagamentos para conseguir identificar quem me deu os calotes, e alguns que consegui descobrir que não me pagaram, acabei, acreditem, com vergonha de cobrar. Sim, isso mesmo. 

Mas não dá nada não, já passou e uns 4 anos me deram mais sabedoria, rs. Estou finalizando as verificações e autenticações de um cadastro no PagSeguro para não só evitar esse tipo de coisa,mas facilitar também para quem deseja comprar layouts. Pretendo disponibilizar parcelamento no cartão e afins, vamos ver como se dará o processo.

Bom, não visitei ninguém ainda, só posso me desculpar, mas a vida tá corrida, amanhã a semana acaba e enfim terei tempo pra isso, estou com saudades!

Não estou conseguindo acompanhar a última semana da Fase Beta do Focus T25, sei que vai comprometer meus resultados, mas a tontura fica muito trash durante os treinos, eu tentei, mas depois de cair sentada e quase desmaiar, decidi não insistir, rs. Logo eu recupero.

O ânimo não é dos melhores, mas a fase "minha vida precisa acabar", "não vou dar conta", "quero morrer" já passou, agora só uma melancolia quase normal em mim, e uns sonhos chatos pra caramba, mas logo isso vai passar também.

Um beijo pro meu marido, ele tem sido essencial! Liliam, você é dez, fico feliz demais em saber que você está aí, do lado de lá, me dando essa força! Manu, te adoro pra sempre! Daniele, valeu pelo carinho! Deh, valeu gata! Poli, obrigada pela solicitude, você é show! Cris, você está certinha em tudo o que disse, logo te escrevo. E Bruna, vou fazer o post que você pediu, tem coisas novas!

Valeu gente, vocês não têm a mais ínfima ideia o quanto esse carinho está me fazendo bem nesse momento!


Beijos!

04/03/2014

Abstinência e ansiedade

| |


Correria, correria, correria. E como se não bastasse a correria, a gente ainda precisa enfrentar os problemas pessoais que surgem no meio do caminho. Bom, faz parte. 

Há muitos leitores novos por aqui, então decidi falar um pouco de uma questão que enfrento há mais de 10 anos: a ansiedade. Vamos por partes.

Há pouco mais de 10 anos entrei para o "mercado de trabalho". Passei em um concurso público, fui nomeada e me tornei professora do Ensino Fundamental I. O cotidiano de qualquer profissional que trabalha com seres humanos é instável e emocionalmente difícil. Você precisa lidar com a instabilidade desse ser intrínseco chamado homem, e sua incrível habilidade de dificultar as coisas. Por outro lado, é gratificante ver como você é capaz de transformar a vida de alguém. 

O trabalho com crianças é desgastante. Não me refiro a crianças mal educadas, etc, etc. Eu sempre digo que não existe criança mal educada, existem pais mal educados. Mas o problema não é esse em si. É triste não ter seu trabalho valorizado. É triste ser tratado como o cocô do cavalo do bandido, pela sociedade, por grande parte dos pais dos alunos e uma parte considerável das administrações. Você precisa de resultados estáveis trabalhando com um público instável. Sempre trabalhei em escolas de periferia, e a realidade é ainda mais difícil. Mas não entrarei nos pormenores. O que acontece é que nosso psicológico é posto a prova a todo instante. É preciso de muita estabilidade emocional, ou de ajuda, para trabalhar com gente. 

Nesse clima, acabei engrossando as estatísticas das pessoas que sofrem do mal do século: transtorno de ansiedade generalizada. Inicialmente aceitei aquilo como inerente à minha profissão, ao cotidiano e levei o quanto pude sem ir ao médico. O stress já era parte da minha rotina, achei que fosse isso mesmo. No entanto, o quadro foi se agravando, até chegar a um ponto em que a conversa alta e incessante das crianças me deixava completamente atordoada. Não conseguia alinhar meus pensamentos, nem seguir uma linha de raciocínio. Parecia que havia uma micareta na minha cabeça. E as palpitações, e as tremedeiras e suores frios. Então, antes que prejudicasse meus alunos - que não devem sofrer por problemas particulares meus - busquei ajuda médica. 

Segui o caminho da maioria: primeiro fui diagnosticada com depressão. Depois, anos mais tarde, já com princípio de síndrome do pânico, muitos remédios depois, e 3 exames de gravidez negativos por conta de um atraso menstrual que o médico não aceitava como não sendo gravidez (nenhuma explicação minha sobre a improbabilidade de uma gestação contentou o médico), e troca de profissional, fui enfim diagnosticada corretamente. E comecei um tratamento longo, muito longo.

Comecei com citalopram, deveria fazer 6 meses de tratamento - que parei no 2º mês quando já estava ótima. Algum tempo depois, uma recaída muito, muito ruim, me fez voltar ao tratamento. Dessa vez, deveria segui-lo por um ano - parei aos 6 meses. Então, nova recaída, pior ainda, e novo tratamento, dessa vez seguido corretamente. 

Meu engorda-emagrece era constante. Quando vim morar aqui, fui a outro profissional, que me passou um tratamento à base de venlafaxina. Segui corretamente, mas cansei de ir a consultas apenas para pegar receita e parei o tratamento por conta. Então, conheci os sintomas da abstinência dessa droga, e precisei solicitar a primeira licença-saúde da minha vida. Tonturas, náusea, tremedeiras, taquicardia, fraqueza muscular, sensação de amortecimento geral, pressão oscilando, dores de cabeça e o efeito-rebote que faz você se sentir mais doente do que quando no início do tratamento. Mas aguentei firme e abandonei a droga. Meses mais tarde, com meus muitos kgs a mais, fui a um cardiologista depois de várias palpitações, e este disse que meu problema não era ansiedade, mas depressão - e lá fui eu pra fluoxetina, além de medicamentos para o coração. Me ajudou um pouco, mas não fez nada demais. 

No ano passado meu médico atual me pediu para voltar a usar a venlafaxina. Insisti em não querer usar, mas cedi e voltei. Com a venlafaxina, tudo parece ter solução: o mundo, os problemas, eu. É bem assim mesmo. A gente não se sente mais extremamente triste, mas também não se sente extremamente feliz. Tudo parece ter remédio, mas tudo parece ser igual também. Pedi para descontinuar a medicação, e o doutor insistiu que preferia que eu a utilizasse por muito tempo ainda, e disse que há pessoas que precisam usá-la pela vida toda. Eu não quero ser dessas! 

Então, na semana passada, mesmo em meio a tantos problemas (e esse ano tem sido campeão nesse quesito!), decidi mais uma vez parar a medicação. Como os comprimidos vêm em cápsulas, não em drágeas, o corte acaba sendo radical mesmo. E complicado. Aproveitei o feriadão. No primeiro dia, foi tudo relativamente ok. O segundo também. No terceiro comecei a ter um mal estar chato. No quarto dia, fui a um acampamento - falarei mais dele em outro post - e justo ali a coisa complicou. Além da rinite que chegou com tudo, a tontura e o mau humor tomaram conta. Mais de 300 pessoas e percebi alguns poucos, porque estava ocupada espirrando e sentindo meu nariz arder terrivelmente. 

Ontem foi um dia horroroso. Logo ao acordar me aconteceu algo muito ruim, que só eu sei o quanto está me doendo e sangrando ainda, por mais que eu queira esquecer. Por mim teria ficado na barraca  dia todo. Acabei ficando parte da manhã, quando saí, comi algo, tentei ficar entre o povo um pouco, mas o mal estar me venceu e voltei a deitar. Após o almoço melhorei consideravelmente, mas não a tempo de aproveitar. Mais tarde, por postagens do Facebook, vi que vários amigos queridos estavam lá, mas vi apenas alguns poucos que vieram até mim. Outros eu realmente não vi MESMO. Devo ter me passado por ingrata ou mal educada (apesar de que, se me viram e não vieram até mim, não tenho culpa total, não é? Reciprocidade), sei lá, enfim. 

Ao chegar na cidade, saí e outra coisa muito ruim aconteceu - não entrarei em detalhes - e vim caminhando engasgada pra não me passar por louca chorona no meio da rua. Chegando em casa, desabei. Eu tinha vontade de urrar de raiva, frustração, desistência, desconsolo e vontade de morrer mesmo. Os problemas têm sido pesados neste ano, um atrás do outro, sem trégua. Mas essa abstinência do remédio faz parecer que a vida não tem mais solução, e que o fundo do poço não é o limite pra desgraça do ser humano, e qualquer bobagem desestabiliza a gente. 

Bom, o fato é que o dia hoje está bem melhor. Nada que uma boa noite de sono não resolva. Os problemas estão ali, e há alguns que só o tempo irá resolver e outros que só posso esperar coisas que não dependem de mim para resolver. Então não adianta me entregar. E nem vou.

Sei que um turbilhão de problemas não é o melhor momento para abandonar um remédio desses - admito. Mas sei que eu precisava disso, e sei que era agora. Mas não, não aconselho ninguém a fazer isso. Se você mora em uma cidade maior, procure outro profissional e peça que te ajude com a descontinuação do medicamento. E se você não tem um mínimo de estabilidade emocional, jamais faça isso sozinho. Eu sabia o que me aguardava, e sabia que conseguiria superar. Nada me pegou de surpresa, e os sintomas estão bem mais leves que da primeira vez que fiz isso.

Então, tenham paciência comigo, visitarei a todos, mas não o fiz por esses dias por não conseguir mesmo. É um momento delicado, mas que já está passando. Ainda hoje pretendo visitar vocês todos, e durante a semana também. Mas o trabalho vem à frente nesse momento, e farei isso nos intervalos, não posso ser irresponsável com isso.

Mas agradeço do fundo do coração quem mesmo assim vem me visitar, deixar seu carinho, seu comentário, seu incentivo. Valorizo extremamente tudo isso! E retribuirei o carinho sempre que puder!

Beijão!