14/04/2014

Focus T25 - Minha experiência

| |

Buenas!

Enfim decidi fazer uma reflexão, digamos, sobre minha experiência com o Focus T25. Quando a Pri, do blog Bem Bela me apresentou o programa, o vi como mais um entre tantos. Estava em processo de emagrecimento, mas ainda sem ânimo de enfrentar caminhadas no calor medonho do verão, e menos disposta ainda a desfilar um corpo do qual eu tinha vergonha em uma academia. Nem me imaginava, descoordenada como sou, pulando, ou fazendo qualquer tipo de exercício aeróbico em público. O cansaço e a indisposição da obesidade também reforçavam a ideia de me movimentar pouco. 

Mas então me surge este treino, de - curtíssimos - 25 minutos, prometendo muitas coisas boas, e o melhor: eu poderia fazer em casa, sob a proteção de minhas janelas fechadas. Corri no blog da Pri, li tudinho o que ela postou sobre o assunto e fui a outros blogs e sites pesquisar. Então, baixei os treinos e assisti a um ou dois. Vendo-os, pensei: vai ser puxado, mas é possível.

Preciso lhes lembrar que iniciei o programa obesa (93kg), e com várias limitações, sendo a principal um problema sério em meu joelho direito que me impede de fazer exercícios de alto impacto. Além de uma leve arritmia cardíaca, e asmática moderada, tenho crises de asma por esforço físico, vejam bem. Acontece que o Focus T25 dispõe de uma integrante do grupo (a Tania, japonesa) que realiza todos os exercícios de forma modificada, seja para quem não está conseguindo seguir o ritmo ainda, seja para quem, assim como eu, não pode acompanhar os pulos. Isso foi fundamental para que eu conseguisse seguir o treino.

Os primeiros treinos foram sim, muito difíceis - a primeira semana em particular. A gente sofre, o pulmão reclama, o coração parece querer sair pela boca, mas quando você acha que não vai conseguir mais - voilà - o treino acaba. Essa é uma das coisas fantásticas desse treino. Quando você pensa em parar, é só olhar no cronômetro da tela e ver que está quase, aí você se anima a finalizar o treino. 

Outra coisa surpreendente é a velocidade com que se ganha condicionamento físico. Claro, o treino é pensado para isso, mas sentir isso na pele - e nos pulmões e coração - é outra coisa. Logo a gente consegue acompanhar mais facilmente e isso só melhora. A fase Alpha fortalece teu corpo para a Beta e esta para a Gamma. Quando se percebe que dá pra fazer, e quando vemos os resultados, a vontade é de não parar nunca mais!

Os movimentos não são difíceis, basta reproduzir o que se vê. Num primeiro momento a gente fica maio atrapalhado, coisas da falta de coordenação motora, rs... Mas logo se pega a "essência" dos movimentos e eles ficam fáceis de seguir. 

Apenas para lembrar dos resultados apenas das primeiras 5 semanas correspondentes à Fase Alpha:

Foi a fase em que tive mais resultados. Na fase Beta, tive problemas de saúde e precisei utilizar antialérgicos, então meu resultado ficou prejudicado, e agora precisei mudar de dieta. Matei a última semana da Fase Gamma, pois ainda tenho muito peso a perder e a fase Gamma é mais para quem quer definir a musculatura e ganhar força, então a farei novamente mais para a frente. No momento sigo o Focus, mas num calendário híbrido, que mescla os melhores treinos aeróbicos das 3 fases, para perda de peso, mas também treinos de força. No entanto, o foco é nos aeróbicos! 

Com os ajustes que venho fazendo pouco a pouco em minha dieta, creio que logo colherei frutos melhores, e em breve pretendo postar mais um "antes e depois" até porque consegui encontrar uma foto de antes que olha... vergonha define. Mas pelo bem da "ciência", postarei-a no momento oportuno. 

Em resumo: você pode ter diversos problemas e desculpas. Mas se decidiu que precisa de uma atividade física, que te fará bem, com resultados rápidos, e que consumirá uma parte pequena do seu dia, este treino é para você! 

Você pode ver todos os meus posts sobre o Focus T25 clicando AQUI

Beijão!

10/04/2014

Série Dukan Ataque - Alimentos permitidos

| |
Há alguns dias venho querendo seguir com minhas séries de posts sobre a dieta Dukan e o Focus T25 - ainda falta "resenhar" uma série de exercícios. Decidi começar pela Dukan. O tempo está curto e estes posts estão sendo construídos aos poucos, mas contém informações preciosas. 

Se você ainda não conhece a dieta Dukan, acesse este post AQUI. Para entender melhor a fase Ataque, vá até este post AQUI.

Tenho participado de alguns grupos sobre a Dukan no Facebook, e estou percebendo o tanto de informações desencontradas e erradas que são veiculadas na maioria deles. Muitos sequer lêem o livro e reproduzem dicas erradas. Outros tentam adaptar a dieta a seus gostos e desejos pessoais e repassam suas "dicas" como sendo a dieta Dukan. Há ainda quem leia o livro, entenda errado e opine muito. No meio disso tudo, é fácil se perder nos princípios da dieta. Há muitos "eu acho que" envolvidos. Muitos posts de blogs mesmo passam informações erradas. 

Esta série de posts tem como fontes de pesquisa única e exclusivamente os livros e o site oficial Dukan.

Que fique claro que eu não tenho absolutamente nada contra adaptações. Inclusive vocês sabem que fiz uma Dukan adaptada por vários meses. No entanto, em fóruns específicos desta dieta, acho extremamente irresponsável reproduzir estas adaptações como sendo a dieta oficial. Eu mesma nunca fiz isso. E este post fala especificamente sobre ela, sem alterações pessoais, ok?

A primeira parte - e importantíssima - são os alimentos permitidos. A fase Ataque se caracteriza pela permissão para comer apenas proteínas puras. Como ela dura no máximo 7 dias (mais que isso - e no máximo 10 - só com acompanhamento médico) ela não traz prejuízos ao organismo. Mas não deve ser seguida por mais tempo que o necessário. Vamos à lista dos alimentos permitidos. Passarei a lista por partes e complementarei com algumas informações inportantes, ok? Vamos lá!

Todas estas carnes podem ser moídas para que se façam almôndegas, hamburgueres e outros. O hamburguer feito dessa forma mais "cadeira" (carne moída + requeijão ou ovo para dar liga) é permitido. Já o congelado, só é permitido se tiver no máximo 10% de gordura. As carnes devem ser cozidas, assadas u grelhadas, jamais fritas ou preparadas com qualquer tipo de gordura. 

Há apenas uma pequena observação em relação ao fígado: apesar de trazer inúmeros benefícios, deve ser consumido com moderação para quem possui taxas alteradas de colesterol. 

Não há restrições com relação aos peixes. A única restrição é aos enlatados conservados em óleo: não devem ser consumidos em fase alguma da dieta, uma vez que a Dukan tolera muito pouco as gorduras.

Não há restrição alguma aos frutos do mar, desde que não sejam preparados com óleo algum. 

Das aves permitidas, a única restrição é em relação à pele: não deve ser consumida. 

Os embutidos devem ser sem pele e com gordura entre 2% e 4%.

O farelo de aveia é o protagonista da Dieka Dukan e seu uso é obrigatório. Não se deve ultrapassar a quantidade permitida sob pena de se ganhar peso. O farelo de trigo atua como preventivo da constipação e deve ser usado para quem tem problemas do gênero, mas seu uso é totalmente facultativo. 

Com relação aos ovos, as claras são liberadas sem restrições. Para quem tem taxas alteradas de colesterol se aconselha o consumo de no máximo 4 gemas na semana.

Aqui a salvação dos vegetarianos!

Esta seção merece uma atenção especial. Os laticínios liberados são apenas os 0% DE GORDURA. O único requeijão que atende a esse padrão é realmente o Danúbio. Os requeijões light não são permitidos, apenas a partir da fase Cruzeiro, como tolerados. Os queijos também, apenas os 0%, não os light. Os iogurtes devem ser apenas os desnatados e naturais. Sem frutas, não adoçados, sem gordura. Os de fruta devem ter apenas o aroma de fruta, nunca a própria fruta. E os laticínios obedecem à regra de consumo máximo diário. Alguns defendem o uso de 1 litro / 1 quilo por dia no máximo. Mas a única referência que encontrei a isso foi no livro "Eu não consigo emagrecer" e a transcrevo abaixo:

"Em uma dieta que deve ser seguida por cinco dias consecutivos para, em seguida, ser retomada em alternância, durante semanas ou meses, a experiência prova que a presença da lactose não atenua a performance da dieta de proteínas puras e que os laticínios magros, única fonte de frescor e untuosidade, podem ser consumidos sem limitações ou, ao menos, sem passar de 700 ou 800 gramas por dia."

Essa observação se deve ao fato de a lactose ser um açúcar também. Então o consumo diário máximo permitido é de 700 a 800 gramas OU mililitros (faça a equivalência de peso e medida), ok?


Os condimentos tolerados, devem ser utilizados com muita parcimônia e apenas para dar um leve sabor aos alimentos. Nada de picar uma cebola inteira, de usar duas ou três colheres de creme de leite light, ou molhar constantemente seus sashimis no shoyu. Eles devem ser usados apenas como tempero, e em pequeníssimas quantidades. 

O que beber?

Outra dúvida constante são as bebidas. Você deve beber muita água: isso auxilia na síntese das proteínas pelos rins, e não permite que estes fiquem sobrecarregados. Outras bebidas que você pode utilizar: água mineral com ou sem gás, refrigerantes zero (com zero calorias por porção), chás naturais o mais caseiros possíveis - evite sempre os enlatados ou em caixinhas, sua formulação contém diversos aditivos químicos que podem estagnar ou dificultar a perda de peso.

Os adoçantes

O aspartame é indicado, bem como o stevia. Sacarina, ciclamato e sucralose  podem ser utilizados, mas o Dr. Dukan recomenda que se varie bastante entre um e outros, fazendo praticamente um rodízio para não sobrecarregar o organismo com nenhum destes.

Doces

Uma das queixas de quem faz dietas é a ausência de doces. Na Dieta Dukan, além da enorme variedade de doces que se podem fazer com os alimentos permitidos, adoçantes e essências, a gelatina diet pode ser consumida e alguns chicletes sem açúcar (mas sem exagero).

Bom, é isso!Em breve, uma sugestão de cardápio para 7 dias de Ataque e lista de compras!

Beijão!

06/04/2014

Um antes e durante - 33kgs off

| |
Olá! Estou sendo pouquissimo assídua neste blog, sei disso e podem cobrar, mereço a cobrança. Entre o trabalho, os layouts - já tem fila, uhul -, treinos, curso de pedagogia empresarial, de prevenção ao uso de drogas e de inglês, o blog é que está sofrendo! Eu sempre pretendo destinar um tempinho para ele, e para visitar outros blogs, mas tem sido difícil. E confesso que quando me sobra uma janelinha de tempo, uso pra relaxar longe do computador. Bom, mas vamos lá!

O peso ultimamente não tem mexido muito! Estou empacada na casa dos 86kg. 

Mas há uns dias eu estava no trabalho e lembrei de uma foto que fiz quando estava com 109kg - já havia perdido 10! Coincidentemente eu estava com a mesma blusa, então arrumei o cabelo parecido e fiz uma foto na mesma posição. E montei um antes (que nem é tão antes, pois já havia perdido 10 kg, rs) e um durante (porque me faltam vários outros irem ainda). Relevem a cara sisuda, me concentrei em manter a posição semelhante e esqueci que sorrir faz bem! E então chegou gente e fiquei tímida para uma segunda foto, rs. Vejam só:


São 23 kgs de diferença mais ou menos entre uma e outra. Bastante diferença né? Confesso que vivendo isso no dia a dia parece que não foi tanto, mas a foto não deixa dúvidas.

No dia a dia recebo vários elogios. Mas já cheguei em um momento mais delicado: saí da dieta tão regrada, passei para a fase de Estabilização, e comecei a receber comentários sobre minha alimentação, já que, voltando a comer algumas coisas "comuns" como pão integral, etc, algumas pessoas dão a entender que abandonei a dieta e voltarei a engordar. Acabo muitas vezes deixando o lanche pra depois - e depois me enrolo e não como - só pra não ouvir os fiscais de dieta. Há uns dias um senhor me parou no mercado, dizendo que eu precisava parar de comprar comida pra não engordar, hahahahaha... Mas esse não me incomodou muito porque é literalmente fora da casinha, rs.

Nada do que a gente faça é suficiente para alguns, amigos e amigas. Precisei perder quase 35kg pra ouvir o quanto eu estava feia; o quanto eu estava irreconhecível; que eu estou "quase" bonita; como se essas coisas fossem elogios. Sei lá se as pessoas fazem na boa intenção, ou na maldade, eu sou meio ingênua pra perceber isso, mas de qualquer forma me incomoda. E essas coisas não param. E nem estou me fazendo de vítima, porque ainda acho que levo vantagem por estar cercada de gente bacana, os sem noção são uma minoria, tem gente que passa por coisas piores. As pessoas que vivem ao meu lado, uma vida toda, sabem quem sou e entendem todo esse meu processo e o respeitam. Mas a vida é uma vida de aparências. Só se valoriza o exterior. A pessoa te odeia, te chama de gorda. Se tu come uma folha de alface é uma gorda morta de fome. Essas coisas. E não espero que mudem, já desisti. 

Mas sigo preparando meu coração, pra me manter forte pra seguir em frente, e pra ignorar essas situações. Sempre encontraremos em nosso caminho pessoas sem tato. Algumas fazem e falam as coisas por maldade mesmo, pra ferir, machucar, humilhar. Outras, são apenas sem noção, acreditam estar fazendo um elogio sincero. O negócio é se preparar para ambas e relevar, relevar, relevar.

Beijos e boa semana!