14/04/2014

Focus T25 - Minha experiência

| |

Buenas!

Enfim decidi fazer uma reflexão, digamos, sobre minha experiência com o Focus T25. Quando a Pri, do blog Bem Bela me apresentou o programa, o vi como mais um entre tantos. Estava em processo de emagrecimento, mas ainda sem ânimo de enfrentar caminhadas no calor medonho do verão, e menos disposta ainda a desfilar um corpo do qual eu tinha vergonha em uma academia. Nem me imaginava, descoordenada como sou, pulando, ou fazendo qualquer tipo de exercício aeróbico em público. O cansaço e a indisposição da obesidade também reforçavam a ideia de me movimentar pouco. 

Mas então me surge este treino, de - curtíssimos - 25 minutos, prometendo muitas coisas boas, e o melhor: eu poderia fazer em casa, sob a proteção de minhas janelas fechadas. Corri no blog da Pri, li tudinho o que ela postou sobre o assunto e fui a outros blogs e sites pesquisar. Então, baixei os treinos e assisti a um ou dois. Vendo-os, pensei: vai ser puxado, mas é possível.

Preciso lhes lembrar que iniciei o programa obesa (93kg), e com várias limitações, sendo a principal um problema sério em meu joelho direito que me impede de fazer exercícios de alto impacto. Além de uma leve arritmia cardíaca, e asmática moderada, tenho crises de asma por esforço físico, vejam bem. Acontece que o Focus T25 dispõe de uma integrante do grupo (a Tania, japonesa) que realiza todos os exercícios de forma modificada, seja para quem não está conseguindo seguir o ritmo ainda, seja para quem, assim como eu, não pode acompanhar os pulos. Isso foi fundamental para que eu conseguisse seguir o treino.

Os primeiros treinos foram sim, muito difíceis - a primeira semana em particular. A gente sofre, o pulmão reclama, o coração parece querer sair pela boca, mas quando você acha que não vai conseguir mais - voilà - o treino acaba. Essa é uma das coisas fantásticas desse treino. Quando você pensa em parar, é só olhar no cronômetro da tela e ver que está quase, aí você se anima a finalizar o treino. 

Outra coisa surpreendente é a velocidade com que se ganha condicionamento físico. Claro, o treino é pensado para isso, mas sentir isso na pele - e nos pulmões e coração - é outra coisa. Logo a gente consegue acompanhar mais facilmente e isso só melhora. A fase Alpha fortalece teu corpo para a Beta e esta para a Gamma. Quando se percebe que dá pra fazer, e quando vemos os resultados, a vontade é de não parar nunca mais!

Os movimentos não são difíceis, basta reproduzir o que se vê. Num primeiro momento a gente fica maio atrapalhado, coisas da falta de coordenação motora, rs... Mas logo se pega a "essência" dos movimentos e eles ficam fáceis de seguir. 

Apenas para lembrar dos resultados apenas das primeiras 5 semanas correspondentes à Fase Alpha:

Foi a fase em que tive mais resultados. Na fase Beta, tive problemas de saúde e precisei utilizar antialérgicos, então meu resultado ficou prejudicado, e agora precisei mudar de dieta. Matei a última semana da Fase Gamma, pois ainda tenho muito peso a perder e a fase Gamma é mais para quem quer definir a musculatura e ganhar força, então a farei novamente mais para a frente. No momento sigo o Focus, mas num calendário híbrido, que mescla os melhores treinos aeróbicos das 3 fases, para perda de peso, mas também treinos de força. No entanto, o foco é nos aeróbicos! 

Com os ajustes que venho fazendo pouco a pouco em minha dieta, creio que logo colherei frutos melhores, e em breve pretendo postar mais um "antes e depois" até porque consegui encontrar uma foto de antes que olha... vergonha define. Mas pelo bem da "ciência", postarei-a no momento oportuno. 

Em resumo: você pode ter diversos problemas e desculpas. Mas se decidiu que precisa de uma atividade física, que te fará bem, com resultados rápidos, e que consumirá uma parte pequena do seu dia, este treino é para você! 

Você pode ver todos os meus posts sobre o Focus T25 clicando AQUI

Beijão!
Comentário(s)
Comentário(s)