25/06/2014

Consequências da obesidade - Um depoimento

| |

Das piores coisas que os anos passados na obesidade me trouxeram, sem dúvida as doenças e desconfortos ganham de lavada. Ainda sou considerada obesa, segundo os atuais cálculos de IMC - precisaria chegar pelo menos aos 80kg para entrar na faixa de sobrepeso. Mas com certeza os 32kg a menos até o momento já me trouxeram inúmeros avanços.

Das inúmeras coisas que o excesso de peso e o uso desenfreado de medicamentos me trouxeram, posso citar algumas, extremamente incômodas. Azia constante. Insônia insuportável. Dores lancinantes nos pés e pernas. Insuficiência respiratória (tenho asma e o quadro vinha "evoluindo"). Arritmia cardíaca. Queda de cabelo. Alergias diversas. Articulações comprometidas.

Acontece que ainda hoje, e para o resto da minha vida, algumas consequências disso tudo ficarão. Quando dobro meus joelhos, eles fazem o som de isopor sendo comprimido. Levei meses para que não doessem tanto durante a atividade física. Agora que os joelhos só estalam e não doem mais, e que meus pulmões me permitem seguir o treino aeróbico sem problemas, tenho sofrido muito com dores nas costas, o que não me permite seguir o cronograma do Focus T25 corretamente. E olha que reiniciei na Fase Alpha. 

Tudo consequência do sobrepeso. Minha coluna já estava arruinada há tempos. E tenho muito seio, precisarei recorrer a uma redução de mama. Mas os médicos insistem que eu tenha filhos primeiro - filhos estes que nem sei se poderei ter. Com o impacto dos saltos e pulos nos treinos, creio ter lesionado uma vértebra, pois a dor é bastante pontual. Agora resta esperar vaga dentro do meu plano de saúde para uma consulta. 

Estas coisas me deixam triste. Muito triste. Pois mais que a aparência no espelho, que as roupas horrorosas me escolhendo, foi a total falta de qualidade de vida que me fez dar o basta. Foi bom por ser o que eu precisava para o "start" na dieta. Mas as consequências, ainda hoje, são bastante severas.

Por isso se você está aí, acima do peso, desmotivado, eu peço: MEXA-SE. Eu cheguei ao meu limite. Passei muito além. Quase DOBREI meu peso em 4 anos. E o resultado é realmente destruidor. Não vale a pena. Faça algo por você HOJE. Eu hoje colho as consequências. Faça escolhas melhores que as minhas então! 

Mas, para mostrar que estou na luta, e que já fiz um bom tanto do caminho de volta, mais um antes e depois. Na verdade o antes não creio que seja dos 119kg, acho que eu não tive coragem de me fotografar nessa fase. Mas é a mais próxima disso que tenho. Beijo!

P.S.: estou cerca de 1kg mais magra (ou menos gorda) que na foto da direita. O peso está oscilando demais, entre 86 e 89, minha ginecologista disse que por hora, até resolver minha questão hormonal, estou no lucro ainda. Encaminhei exames, tenho mais uns a fazer e logo devo ter respostas concretas para contar a vocês. Bjs

22/06/2014

Dieta Dukan e queda de cabelo

| |

Você começou uma dieta - qualquer dieta - e a queda de cabelo apareceu. Para alguns ela chega devagarinho. Para outros, é avassaladora e traz o desespero consigo. Usei a dieta Dukan no título, mas este problema não é exclusivo dela, mas da maioria das dietas. E o problema não são as dietas em si, mas quem as faz que, normalmente, não toma as precauções necessárias para evitar este tipo de problema. Com a redução da variedade de alimentos, muitos preferem gastar as calorias da dieta em porcarias, e não sobra cota para alimentos "de verdade". Então o corpo grita mesmo. Muitos recomendam polivitamínicos, mas nem sempre essa é a solução, já que a maioria das dietas procura utilizar apenas alimentos saudáveis e mesmo assim a queda acontece. Vamos tratar desse assunto e tentar dirimir as dúvidas, ok?

Dieta Dukan e as vitaminas 

Com relação à falta de vitaminas no organismo: a Dukan permite alimentos com TODOS os nutrientes necessários ao corpo. É só um pouco de boa vontade para variar ao máximo o cardápio. Temos mais de 100 alimentos permitidos, mais os tolerados, não há porque deixar a monotonia do tomate + alface tomar conta da dieta! Mas é fato que MUITOS deixam isso acontecer. Se ficarmos sempre nos mesmos, vem o perigo da hipovitaminose, pois acabamos priorizando apenas algumas vitaminas em detrimento de outras. Mas se você não tem tempo, não consegue ou não tem acesso a todos os legumes e verduras ideais, um polivitamínico pode ajudar a te manter saudável. O Centrum Mulher, Lavitan Mulher ajudam muito. Há outros manipuláveis, basta fazer a observação de estar em dieta para evitar que se usem componentes que venham a trazer ganho de peso. No entanto, é preciso cautela com os polivitamínicos. Nosso corpo, na maioria das vezes, não necessita de todos os nutrientes ofertados por eles, e o excesso de alguns pode trazer problemas, caracterizando um baita tiro no pé. Um exemplo é o zinco que, se usado em excesso, pode causar queda de cabelo, exatamente o que se pretende combater. Neste caso, o ideal é ir a um médico e solicitar uma hemograma completo, pedindo para ver a questão das vitaminas e se há carências. O ideal é, em caso de hipovitaminose, suplementar apenas as vitaminas que necessitam disso. Por isso a importância do exame.

Um erro comum na Dukan - Dias de PL 

Outra coisa que o Dr. Dukan fala no livro, é sobre em dias de PL priorizar os legumes em detrimento das proteínas: errado! Os legumes entram como coadjuvantes, para facilitar o prosseguimento da dieta e evitar hipovitaminoses. Se você comia 3 sobrecoxas no almoço em dia de PP, em dia de PL vai comer as mesmas 3 sobrecoxas, mas vai enriquecer sua refeição com legumes e verduras. Entendeu? O que acontece é que quando você passa a ingerir menos proteína,  seu corpo busca energia atacando cabelos e unhas, e aí é batata: cabelos caindo e unhas fracas. Ou seja: se temos tantos alimentos permitidos, é um grande erro ficar só na mesma meia dúzia de sempre. Então podemos mais uma vez ver que polivitaminicos ajudam em alguns casos. Mas em outros só cuidando a questão da proteína pra resolver totalmente. O ideal é consumir 1g de proteína por kg de peso corporal para evitar que o corpo busque as reservas de energia nos cabelos e unhas. Algumas citações do livro "Eu não consigo emagrecer", pg 35 e 36:

"Contudo, o homem não dispõe de meios metabólicos para sintetizar proteínas. Ora, o simples fato de viver, de garantir a manutenção do sistema muscular, a renovação de glóbulos vermelhos, a cicatrização de feridas, o crescimento dos cabelos e até o funcionamento da memória, todas essas operações vitais necessitam das proteínas, um mínimo cotidiano de 1 grama por quilo de peso corporal. Em caso de insuficiência de proteínas, o organismo é obrigado a esgotar as próprias reservas, principalmente seus músculos, mas também a pele ou mesmo os ossos."

Outra citação, do livro "O método Dukan Ilustrado", pg 65, na sessão que fala sobre os erros a serem evitados:

"Como estamos em um plano em que a liberdade de escolha dos alimentos e de quantidades  é um princípio básico, não cometa um erro comum, que consiste em se alimentar apenas com legumes. Seria perigoso privar-se das proteínas. Qual é o perigo? O de não atender mais às necessidades vitais em proteínas que o ser humano não sabe sintetizar, fazendo com que o corpo desconte na sua massa muscular, na sua pele e nos seus cabelos."

Estresse

O estresse é o grande vilão da maioria dos problemas em nosso organismo. Ele desencadeia desde tristezas até câncer. Muitas quedas de cabelo são causadas por ele, por isso é importante manter uma vida o mais tranquila possível e prover meios para tranquilizar-se, como atividade física, leitura, meditação enfim, o que for melhor para você. Procure alimentar pensamentos positivos. Se uma dieta for dispendiosa e trazer sofrimento extremo a você, ela não é a ideal para este momento, pois com a cabeça focando nisso, dificilmente você terá sucesso. Se, ainda sim, você quer segui-la, então precisa mudar o foco dos seus pensamentos e ver os lados positivos, os ganhos e evitar pensar apenas nas dificuldades. Você só tem a ganhar.

Interações medicamentosas

Alguns medicamentos, quando misturados a outros, podem causar diversos problemas, entre eles a queda de cabelos. O uso contínuo de medicamentos pode também intoxicar o organismo e depois de algum tempo estressá-lo e culminar em diversos problemas, entre eles, a queda de cabelo também. Portanto, atenção à auto medicação. Mesmo analgésicos podem trazer grandes problemas ao organismo quando utilizados sem extrema necessidade ou levianamente. 

O que fiz para, enfim, resolver meu problema de queda de cabelo?

Outra dica massa, que me ajudou demais é o levedo de cerveja e gelatina. Mandei manipular o levedo e a gelatina em cápsulas de 500mg, paguei R$6,00 em cada pote com 30 cápsulas, e tomo uma por dia. A Dukan não piorou minha queda de cabelo, mas venho lutando contra isso há anos, e já tinha algumas falhas bem feias. E essas duas cápsulas, em menos de uma semana, já fizeram a queda cair a praticamente zero!

O levedo de cerveja, além de fornecer vitaminas do complexo B entre outras, ajuda demais na desintoxicação do organismo. A gelatina contém colágeno que auxilia na queda. Como minha queda vinha sendo causada por anos de auto medicação inconsequente, meu organismo estava intoxicado e este foi o recurso que, enfim, encontrei para resolver meu problema. Ambos, levedo de cerveja e gelatina são permitidas na Dukan, mas em cápsulas o consumo é facilitado e muito! 

Há 3 semanas adotei o uso do Lavitan HAIR que é específico para cabelos fracos, com queda, etc. O resultado deste combo levedura de cerveja + cápsulas de gelatina + Lavitan Hair meu marido percebeu há alguns dias: estou cheinha de novos cabelinhos!!!! Ou seja: um sucesso! As falhas já estão diminuindo a olhos vistos.

A DICA PRINCIPAL É DESCOBRIR O QUE FUNCIONA PARA VOCÊ. NÃO SAIR UTILIZANDO TODAS AS DICAS DE REMÉDIOS, POLIVITAMÍNICOS, PRODUTOS PARA CABELOS, POIS ISSO PODE PIORAR MUITO O QUADRO. Tome as medidas nutricionais cabíveis. Então, busque ajuda médica e tratamento individualizado. Lembre-se: o que serve para você, não serve para o outro. E o que serve para o outro, pode piorar o seu problema!

Muitas pessoas seguem a dieta X ou a dieta Y, não se informam adequadamente, muitas vezes não seguem os parâmetros desta e, quando há algum problema, culpam totalmente o método. A dieta Dukan em si não causa queda de cabelos. Há quem tenha o problema e não admita os erros cometidos na dieta, bata o pé, mas quem está por perto sabe a realidade. Quem causa a queda é quem não toma os devidos cuidados com relação à sua saúde, não segue as orientações corretamente. Portanto, atenção sempre. Sua saúde em primeiro lugar!

Fica a dica gente! Beijão!

05/06/2014

Look Up! Olhe para cima! A solidão das redes sociais

| |

As redes sociais no encheram de amigos. Não raramente temos em nossa "companhia", algumas centenas de seguidores. Compartilhamos diversas coisas do nosso dia a dia, fatos, fotos, música, preferências. Mas hoje tocarei num ponto sensível: quantos destes amigos estão ao seu lado agora?

Por muito tempo fui refém da internet. Ela me trouxe muitas coisas boas - e foi fundamental em manter meu namoro em pé por 7 anos de distância. Mas quando coloco na balança os pontos positivos e negativos, sempre fico em duvida sobre qual lado pesa mais. 

Já sacrifiquei noites de sono, já me envolvi com pessoas terríveis, já me meti em confusões e agressões verbais com gente que nunca havia visto na frente, cara a cara. Por muito tempo quase me desliguei do mundo pela internet. Senti na pele, na saúde e nos relacionamentos "reais" o impacto da "hiperconectividade". 

Até que ponto isso é real? Até que ponto você se contenta com um simples "like"? Não importa quantos mil seguidores você tenha nas suas redes sociais. Quando você precisar de um ombro amigo - o de carne e osso - ou de um telefonema carinhoso, provavelmente ficará no vácuo. 

Hoje aprendi, depois de grandes decepções que eu mesma permiti, a me afastar satisfatoriamente da internet. Ainda acesso muito a rede, trabalho com ela afinal de contas. Mas minha atividade tem se reduzido dia a dia. Devagar estou definindo pontos importantes e focando no que importa realmente. Tenho acessado muito pouco o Twitter, diminuído cada vez mais o que posto no Facebook (apesar de passar com ele aberto o tempo todo, por conta do trabalho), e estou repensando o foco do Instagram. Já tive Whatsapp uma vez, deletei-o por um bom tempo, reinstalei o aplicativo recentemente e já o estou repensando mais uma vez.

Não que eu não queira me expôr - eu realmente não me importo em compartilhar minha vida com as pessoas, inclusive gosto um bocado - mas eu pretendo focar em coisas diferentes. A minha popularidade na vida real não se mede pelo fato de eu ter mais seguidores do que seguidos. Se mede pelo tanto de pessoas que se importam comigo de verdade. Hoje se você não "curte" o status de Facebook de alguém, não tem status seus curtidos. Se não dá likes nas fotos, passa a ser ignorado também. Se não retorna diariamente as visitas aos blogs de pessoas que comentam no seu, em breve terá um blog às moscas - você não pode passar por períodos turbulentos!

Perdemos contatos de verdade fomentando os contatos virtuais. Não que não sejam importantes! Mas precisamos ter controle sobre isso. Hoje foi um belo exemplo. Como já falei, participo de alguns grupos no Facebook e Whatsapp, além do Instagram, onde interajo com centenas de pessoas diariamente, ajudando, respondendo dúvidas, dando uma injeção de ânimo em alguns. Hoje interagi muito pouco, apenas à tardinha,  mais uma vez um problema de saúde me pôs de cama (todo início de inverno é assim). Perguntem se minha falta foi sentida? Por muito poucos. Pouquíssimos. Mas este não é um post pra reclamar disso, porque HOJE isso não me incomoda. Hoje eu compreendo melhor essas relações egoístas da internet - todos somos um pouco assim. Mas sei o quanto já me magoou ter dado ombro a pessoas e ter ficado no vácuo quando foi minha vez. Acontece que as pessoas têm problemas demais, e querem a solução para eles hoje, mas não têm condição de arcar com os problemas dos outros também. E, de certa forma, é justo. Cada um escolhe o que deseja pra si e o que lhe faz bem. Mas é preciso repensar-se.

E nesses meus pensamentos de uma doentezinha carente, me deparei com este vídeo, que me tocou. E vi o quanto já perdi e também o quanto tive sorte de, ainda assim, conseguir ter uma vida maravilhosa hoje sem precisar da internet. E quero compartilhar com vocês.





Um beijo enorme e um bom restinho de semana!

04/06/2014

Dicas para aumentar a imunidade!

| |

Eu AMO o inverno! O frio, o aconchego, o corpo acolchoado de camadas e mais camadas de roupas! No verão posso dizer que me sinto gente! Mesmo que sofra com alergias (tenho alergia ao FRIO, vejam bem), asma e afins, ainda prefiro o inverno em relação ao verão. No verão minha pressão baixa muito, fico sempre molenga e com fama de preguiçosa, rs.

O grande problema do frio é trazer consigo doenças como a gripe, bronquites, resfriados, alergias, pneumonias. Todas estas podem ser evitadas com o aumento da imunidade do organismo, que terá mais capacidade de lutar contra vírus e bactérias oportunistas. Vamos a algumas dicas para aumentar a imunidade?
  • Alimente-se bem. Come em quantidade suficiente, procure ingerir todos os nutrientes necessários ao seu corpo, vitaminas e sais minerais. Eles farão com que seu corpo funcione direitinho, logo, ele ficará mais resistente à infecções.
  • Consuma alimentos fontes de zinco. O zinco é fundamental para a imunidade. Pode ser encontrado nas carnes vermelhas, ostras, cogumelos e grãos. 
  • Utilize alimentos com cálcio. O cálcio também é muito importante na imunidade. É encontrado em derivados do leite e folhas verde escuras. 
  • Evite o estresse. O nervosismo libera hormônios e corticosteroides que são conhecidos por serem imunossupressores - baixam a imunidade. Procure atividades relaxantes e meditação para aliviar o estresse. 
  • Durma bem. A saúde do organismo é dependente de uma boa noite de sono. Pouco tempo de sono leva o organismo ao estresse que, como já citado acima, baixa a imunidade. 
  • Ingira quantidade suficiente de ômega 3. Ele é um aliado fortíssimo do sistema imune, auxiliando na prevenção de diversas doenças. Pode ser encontrado em peixes (como o salmão - mas não é qualquer salmão, atenção!) e em azeite e azeitonas.
  • Beba muita água. A água ajuda na renovação celular, e lubrifica as vias aéreas e evita que infecções e alergias ataquem o organismo. O ideal é algo em torno de 2 litros de água por dia. 
  • Mantenha a higiene. Lavar sempre as mãos, após e antes das refeições, banho, escovação dentária. Limpeza corporal afasta infecções.
  • Evite exageros de qualquer maneira. Álcool em excesso, gordura, açúcar, medicação, drogas, fumo, e até exercícios físicos em excesso estressam o organismo e baixam a imunidade. 
  • Evite o uso desnecessário de medicamentos. Muitos medicamentos como os corticosteroides são imunossupressores. Antibióticos sem indicação médica causam resistência das bactérias. 
De posse destas informações, vamos focar na alimentação saudável: que alimentos aumentam a imunidade? Vamos a uma listinha básica:
  • Frutas cítricas: laranja, acerola, kiwi, tomate, lima, limão, tangerina.
  • Verduras e legumes: brócolis, couve, pimentão verde e vermelho, espinafre, tomate e pimenta.
  • Grãos: feijão, arroz integral, cevada, lentilha, ervilha, grão de bico.
  • Cogumelos em geral.
  • Carnes: fígado, carne bovina, salmão, sardinha.
  • Nozes, castanha, amêndoa.
  • Gorduras boas: óleos de girassol, gérmen de trigo, canola, milho e azeite de oliva.
  • Gengibre.
Na contramão disso tudo, há alimentos que baixam a imunidade, aumentando as chances de bactérias e vírus fazerem bons estragos no organismo. Alguns exemplos:
  • Alimentos industrializados. Os corantes, conservantes, acidulantes e afins são todos imunossupressores, além de diminuir a absorção de nutrientes por parte do organismo.
  • Alimentos ricos em gordura saturada e trans. Carnes gordas, queijos amarelos, embutidos. E não se esqueça que os alimentos que contém a inscrição: "0% de goduras trans" a contém, apenas em quantidade abaixo da regulamentada pela ANVISA.
  • Doces e alimentos ricos em açúcares. Os açúcares simples (e nesta categoria entram as massas refinadas e outros) além de atrasar a recuperação do organismo, aumentam a eliminação de minerais importantíssimos para a manutenção da ação antioxidante do organismo, que é a linha de frente no combate a gripes e resfriados. 
  • Álcool, cafeína e sal. Enfraquecem o sistema imunológico, e também deixam a recuperação do organismo mais lenta.
  • Leites e derivados. O consumo destes deve ser moderado sempre, pois eles apresentam um tipo de proteína que, além de ser de difícil digestão, é vista como um "corpo estranho" pelo organismo, ativando o sistema imunológico para combatê-la. No entanto, neste combate, um órgão acaba sendo "escolhido" para esta guerrilha, que resulta em inflamação. Na maioria das vezes, este órgão faz parte do sistema respiratório, o que favorece as doenças de inverno e alergias, como rinite, sinusite e afins. Eles também fazem  espessamento do muco excretado durante as gripes, dificultando a respiração.
Bom, de posse destas informações, acredito que você conseguirá traçar um cardápio bom o suficiente para evitar ao máximo as gripes e resfriados, certo? Eu já comecei a fazer diversas mudanças por aqui!

Beijão!

01/06/2014

#Receitinha - Queijo cremoso zero gorduras

| |

Depois de iniciar meu processo de emagrecimento, venho buscando receitas saudáveis. Que levem pouca gordura, pouco açúcar, menos farinha, etc. E também procuro receitas que se adaptem à ótica Dukan: low carb e 0% de gorduras. Nesta busca venho testando receitas de queijos, requeijões, iogurtes e afins que possam ser feitos em casa, com o mínimo de conservantes possível. Isso me rende produtos mais saudáveis e, de quebra, uma boa economia.

Os queijos zero gordura no Brasil são realmente um achado. Difíceis de encontrar e geralmente caríssimos. Queijos cremosos então, pior ainda. Recentemente aprendi uma receitinha muito simples e que rende um queijinho cremoso, e que pode ser temperado da maneira que você desejar. O melhor: zero gorduras. Perfeita para a Dukan e para quem busca diminuir o consumo de gorduras. Vamos à receita? 

Queijo cremoso 0% de gordura

- 4 potes de iogurte natural desnatado
- 1 coador de café grande de tecido ou tela fina - não use o de papel!
- 1 recipiente alto em  cuja superfície se encaixe o coador de café

Lave bem o coador de café, que deverá ser utilizado apenas para esta finalidade a fim de não misturar sabores. Coloque-o no recipiente - ele deve ficar com as bordas presas na superfície do recipiente, para que não caia para dentro. Este recipiente deve ser mais alto que o coador, pois acumulará todo o soro dos iogurtes. Coloque os iogurtes dentro do coador e leve à geladeira. Deixe dessorar por 24 horas. Ele vai ficar com aspecto firme, mas ainda cremoso. Veja:


Esta receita rende aproximadamente 300g de queijo cremoso - pesei na balança culinária. Mas isso pode variar, dependendo da marca do iogurte que você utilizar. Utilizei o natural desnatado Nestlé para fazer este. Vou testar outros e dizer qual o rendimento e is atualizando o post, conforme for testando, ok? 

Algumas sugestões de utilização do queijo cremoso:
  • adoçando-o, como uma sobremesa;
  • temperando-o para usar em torradinhas e pães;
  • em substituição à manteiga em receitas de bolos e pães;
Ele tem toda a versatilidade do cream cheese e requeijão. Basta temperá-lo da maneira que preferir. 

Iogurtes testados e seu rendimento final (utilizando 4 unidades do iogurte):
  • Iogurte Natural desnatado Nestlé: 300g de queijo cremoso.

Beijão gente! Uma boa semana a todos!