05/01/2015

Recomeços, reinícios...

| |

Olá! Ano Novo, vida nova, novos recomeços também. E cá estou eu, retomando o foco e a dieta. Eu havia parado com a Dukan por solicitação do meu médico (como já expliquei, nada a ver com a Dukan em si) e ele me pediu para não fazer dieta alguma mas, claro, não exagerar na comida para não ganhar muito peso. Com toda a informação sobre a menopausa precoce, eu consegui manter-me bem por alguns dias, mas depois entrei numa depressão profunda e descontei na comida. Lindamente. Só que não. Eu bem tentei pelo menos manter as aparências, enterrei a cabeça no blog (acho que ele nunca foi tão produtivo, rs), mas o fato é que a possibilidade de não ser mãe me fez pirar e querer desistir de absolutamente tudo. Mas cá estou eu, retomando as rédeas. Eu já havia me pesado há alguns meses e já havia visto que contabilizei, na época, 10kg a mais. Decidi dar uma segurada na boca, sem sucesso, mais uma vez. Em alguns dias eu fazia tudo direitinho, e em outros eu me abandonava totalmente. Recaídas e mais recaídas. Então hoje, 6 meses após sair da Dukan e do meu prumo, me pesei. E o resultado vocês mesmos verão:


Eis a pesagem desta manhã. Dá vergonha de publicar? MUITA. Mas chega de fingir que está tudo bem. Quem convive comigo no dia a dia sabe e vê que não está. Durante minha caminhada anterior na Dukan cheguei a pesar 86kg, mas quando meus hormônios começaram a dar PT fui para os 88kg. Isso significa que eu ganhei 17kg em 6 meses, e 19kg desde meu peso mínimo com a Dukan. Incrível o que fazemos conosco mesmos, não é? 

Sabem, eu não sou um desses cases de sucesso da internet. Já cheguei ao meu peso ideal, mas não consegui manter. Cheguei a ser convidada por duas revistas conhecidíssimas a fazer matérias sobre meu emagrecimento, mas já estava voltando a engordar e preferi declinar as propostas para não passar vergonha depois. Então explodi e engordei muito e fiz o caminho contrário. Quase consegui. Foi quano minha vida virou de cabeça pra baixo e voltei muitos passos atrás. Sou apenas mais uma garota que quer apenas se sentir bem consigo mesma e que se sabota várias vezes no processo. Sou carne, osso e muita neura. E divido muito disso aqui no blog por não me sentir à vontade para conversar com as pessoas com quem convivo. E também porque essa minha caminhada, torta e cheia de quedas e recomeços poe ajudar alguém, já que no processo eu faço várias coisas certas também. 

A questão é que eu ainda me encontro na menopausa (e agora vamos ver o que a Dukan pode fazer por quem está nessa montanha russa hormonal), meu problema não foi resolvido, mas acredito que a obesidade vai me prejudicar ainda mais. Não posso fazer tudo ao mesmo tempo e agora. Então vou dar um passo de cada vez. O primeiro é emagrecer e chegar ao meu peso ideal. Depois verei o que faço. Mas depois é depois. Certo?

Então, hoje já me pesei, vou ir ao supermercado e amanhã retomo a dieta. Comigo a restrição funciona muito melhor. Essa sou eu.

Obrigada pelo carinho de sempre!

Beijão!
Comentário(s)
Comentário(s)