29/05/2015

Sobre educação, educadores e a valorização (ou não) de tudo isso

| |

Olá gente, tudo bem? Hoje quero falar um pouco com vocês sobre minha profissão, que é diretamente ligada à educação. Para quem não sabe, sou professora da rede pública estadual gaúcha de um quarto ano à tarde, e pela manhã supervisora educacional. Estou nessa há 12 anos, entrei muito novinha, recém saída do curso de nível médio de Habilitação ao Magistério. À época, minha nota foi a maior da minha região de abrangência, mas caí para a terceira posição após a prova de títulos, já que não tinha ensino superior. No segundo concurso que prestei, mais uma vez em primeiro lugar, mas dessa vez mantive a posição por ser melhor habilitada e ter curso superior e outros cursos de formação. Não cito isso pra dizer que sou inteligente ou o que quer que seja, mas para dizer que sou habilitada para meu trabalho. Conheço as leis que o regem, estudo filosofia e sociologia da educação e procuro me manter o mais atualizada possível, tanto que para o último concurso - considerado um dos mais difíceis já realizados para a categoria no estado - não tive tempo de estudar e ainda sim consegui esta ótima classificação. Isso porque não fico parada, e considero essencial à profissão me manter atualizada. 

Hoje, sexta-feira, vários profissionais da educação estarão paralisados em meu estado, muitos no país. Quem sabe eu esteja também. Os pedidos são os básicos: manutenção de nosso plano de carreira - que sim, está desatualizado, não nos gratifica proporcionalmente ao nosso empenho mas o medo de que nos tirem direitos nos faz preferir o que temos - aplicação do Piso Salarial Nacional e outros detalhes. Também contra a PL que trata da terceirização que em breve pretende atingir o serviço público. E sabe o que isso cria? Subemprego. Porque na miséria deste país (e não me venha com índices maquiados), encontraremos muita gente disposta a trabalhar - mesmo que porcamente - por um salário abaixo do que trabalhamos, e a desvalorização da habilitação vai se tornar ainda pior. Uma reflexão rasa, apenas para clarear as ideias. Se acho importante este tipo de ato? Acho essencial. Infelizmente ninguém nos olha ou percebe os problemas sem que haja este tipo de mobilização. É a triste realidade da grande maioria dos trabalhadores: só são vistos quando incomodam e atrapalham. 

Um professor geralmente só aparece em noticiários quando há um caso de agressão a um estudante, ou coisas do gênero. Ninguém faz matéria jornalística com um professor que faz um trabalho diferenciado e inovador (ok, fazem, mas são raríssimos os casos). Ninguém faz matéria quando um professor é rechaçado por alunos, ameaçado, agredido por pais. Só se comentam os casos de professores relapsos e despreparados - que sim, temos, como em qualquer outro segmento profissional. Acontece que este tipo de profissional é raro atualmente, mas como sempre uma parte ínfima faz a fama da categoria inteira. 

No final de semana o jornal Zero Hora publicou uma matéria com as faixas salariais atuais dos professores e para quanto o salário iria com a aplicação da Lei do Piso Salarial. Eu realmente não me importo que saibam o quanto eu ganho - vergonha é ganhar dinheiro ilícito, não ganhar pouco. A questão não é a exposição dos salários - o Portal da Transparência está aí para mostrar o salário de qualquer funcionário público. Mas a linha da matéria que frisou o quanto isso oneraria o estado, o quanto isso "quebraria" o estado, deixando explícito que somos apenas um gasto insustentável para a sociedade. 

MEU AMIGO SE EU SOU UM GASTO INSUSTENTÁVEL ME DEMITA. 

Simples. Demitam os professores. Bora cada um aprender em casa como na idade da pedra. Todo mundo faz questão de frisar o impacto da folha de pagamento do magistério nas contas do estado. O quanto somos um gasto. E ISSO É MUITO INJUSTO. Não, não fecho os olhos pra essa questão, pq somos sim a maior parte dos gastos com salários do estado. Mas deveríamos então ser desvalorizados por isso? É justo?

Bom, a lei do Piso Salarial Nacional diz que, caso o estado não tenha condições financeiras de pagar o salário dos profissionais, o governo federal deve complementar com repasse para esta finalidade. Até aí tudo bem, se o estado não tem dinheiro, o governo federal completa. Mas é aí que temos um problema. Para que o governo complete o que falta para pagamento dos profissionais de educação, o estado deve estar aplicando na educação os percentuais previstos em Lei. É algo do tipo "você faz a sua parte e então faço a minha". E a Lei define, no art. 212 da Constituição Federal, que os Estados, Distrito Federal e Municípios  devem aplicar no mínimo 25% da renda na Educação.

Art. 212. A União aplicará, anualmente, nunca menos de dezoito, e os Estados, o Distrito Federal e os Municípios vinte e cinco por cento, no mínimo, da receita resultante de impostos, compreendida a proveniente de transferências, na manutenção e desenvolvimento do ensino.

Acontece que o Estado do Rio Grande do Sul (e diversos outros) não cumpre a Lei. E então o Governo Federal não tem obrigação de fazer o repasse - poderia fazer, mas governo algum faz algo que não é obrigado a fazer, na verdade não fazem nem o que são obrigados, imagina se não forem. 

Sabe, a maioria das pessoas trabalha suas 8 horas diárias (ou 6, ou 12...), sai do trabalho e acabou. Um professor não. Principalmente um professor de séries iniciais, que mesmo tendo direito a hora atividade (horas que tu ficaria no trabalho fazendo o planejamento) não a faz. A gente chega em casa, atende rapidão a família, dá uma limpada meia-boca na casa, prepara algo pra comer e senta na mesa planejar a aula do dia seguinte e preparar material - o que, na maioria das vezes implica em gasto pessoal, dinheiro do próprio bolso. Ou, se optar por não fazer isso todo santo dia - opção minha, por exemplo - sentar num sábado à noite e domingo à tarde inteiros para planejar as aulas da semana. Isso sem contar as provas trimestrais, que dão um trabalhão danado pra corrigir, fechar média. Ou seja: a gente chega em casa e o trabalho não termina. Mas não pode receber um bom salário por isso, pq sabem, profissão de professor é "dom", e você não recebe para administrar seus "dons". 

Sobre questão salarial e promoções: quando um professor que só tem o curso de Habilitação ao Magistério entra, o salário é um caos. Quando ele faz uma graduação, esse salário quase dobra (justo!). Mas depois da graduação, pra ser bem sincera, a gente estuda porque gosta, por querer aprender e evoluir como ser humano. Pq uma pós graduação não chega a representar um ganho salarial de R$100,00. E depois da pós, tu pode fazer dez pós, mestrado, doutorado, pós doutorado que o salário não muda coisa nenhuma. Animador pra estudar né? Só que não. 

Sim, há profissionais despreparados. Há gente estressada também. Mas isso há em todos os lugares. Assim como há professores sem domínio de classe, há pais que quando chamados para conversar sobre as peraltices de seu filho de 8 anos soltam un sonoro "não posso mais com a vida dessa criança". E a gente pode meu amigo? Tem que poder né. E é justo julgar milhares por uns poucos mal exemplos, só porque estes chamam mais atenção? Não é não.

Pra finalizar, minha indignação por um vídeo que correu a internet essa semana, em que um aluno, negro, debocha da professora, passa a mão na bunda e peito dela e diz que ela não pode fazer nada. Por muito pouco ela não o agride fisicamente. Triste ver ela ali indefesa sem conseguir agir direito. Mais triste saber que se ela reagisse, se perdesse a cabeça - porque as pessoas têm limites - ela seria a errada, e provavelmente seria taxada como a profissional que agrediu o garoto por ser negro. Se o vídeo não viralizasse, ninguém ficaria sabendo. E cenas assim acontecem o tempo todo. Só quem é professor e já foi ameaçado ou esteve em uma situação de risco sabe o medo que dá na gente até de separar uma briga, porque se tu tenta separar e acaba segurando algum aluno com força, tu vai parar na cadeia ainda. 

Escrevo este post longo sim, mas com nem a décima parte do que teria a dizer, depois de ler muita baboseira nas redes sociais acerca dos professores. Uma generalização tão imbecil que me faz sentir o quanto a educação fracassa nesse país. E me sinto frustrada por isso, porque o futuro disso está nas minhas mãos e sou cobrada constantemente quanto a esse futuro. Mas jamais serei valorizada à altura da importância do meu trabalho. 

Beijos!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

28/05/2015

Vídeo: Comprinhas Dukan!

| |

 Ontem chegou aqui em casa uma caixa com muitos produtos Dukan. Fiz a compra na semana passada e hoje a caixa já chegou aqui em casa! Fazia algum tempo que eu não comprava nada na Loja Dieta Dukan, então esperei ansiosamente pela encomenda, hahaha!

Mesmo que o cantinho que quero deixar legal para gravar vídeos ainda não esteja pronto, decidi gravar um vídeo mesmo assim. Sou das pessoas que adoram um vídeo de "comprinhas", e uma menina no Instagram deu a ideia do vídeo e eu gostei!

O que veio na caixa, e os valores de ontem (quarta-feira - 27/05/2015):
  • Biscoito de Farelo de Aveia sabor Cacau - R$ 7,69 (-30%)
  • Biscoito de Farelo de Aveia sabor Coco - R$ 7,69 (-30%)
  • Mistura para Pão com farelo de Aveia - R$ 8,33 (-30%)
  • Farelo de Aveia - R$ 5,49 (-31%)
  • Mistura para Panqueca com farelo de Aveia - R$ 6,23 (-30%)
  • Mistura para Muffin sabor Cacau - R$ 7,35 (-30%)
  • Mistura para Muffin sabor Erva Doce - R$ 5,59 (-30%)
  • Barra de Farelo de Aveia sabor Morango - R$ 6,85 (-30%)
  • Barra de Farelo de Aveia sabor Mel - R$ 6,85 (-30%)
  • Farinha de Glúten Macrozen - R$ 5,51 (-20%)
  • Farelo de Trigo Macrozen - R$ 4,09 (-19%)
  • Flan sabor Caramelo - R$ 2,17 (-30%)
  • Manjar sabor Coco - R$ 2,17 (-30%)
  • Molho para Salada Balsâmico - R$ 6,20 (-10%)
  • Chá Verde com Pimenta sabor Limão - R$ 25,19 (-30%)
  • Spirulina - R$ 15,33 (-30%)
Agora, o vídeo!



Agora, engraçado como funciona a vida... ontem (quarta-feira), dia em que as compras chegaram, fui no site verificar os preços para citar no vídeo e absolutamente tudo estava bem mais barato do que comprei, rs... Então meu amigo, minha amiga, se você quer comprar algo de lá, agora é a hora, rs... 

Acima de R$150,00 você não paga frete. E utilizando o código TEORIASDENNY ganha 10% de desconto na sua compra. 

Espero que tenham gostado do vídeo! Inscreva-se no canal para ver os vídeos antes de todo mundo! 

Beijocão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

26/05/2015

Receita: Geleia Diet de Goji Berry #DietaDukan

| |
Olá turma! Fazia um bom tempo já que eu não postava uma receitinha, né? Pois hoje não temos apenas uma receita, mas uma receita em vídeo! Pra dar aquela inovada e aquela mexida no canal! Meu cantinho na casa nova está quase pronto para voltar a gravar vídeos, mas este foi bem mais tranquilo de se fazer! Já falei sobre a goji berry neste post. E esta receita leva chia também, alimento sobre o qual já falei neste post. Eu queria fazer uma geleia dessas há algum tempo, mas as receitas que encontrei levavam ingredientes demais ou coisas que não posso utilizar na Dukan. Então criei esta receitinha e achei que ficou deliciosa, até o marido (tri chato, rs) gostou! Ela tem inúmeros benefícios à saúde! Vamos lá?

Receita de Geleia DIET de Goji Berry
  • 5 col. de sopa de goji berry hidratada
  • 1 col. de sopa de chia
  • 2 col. de sopa de adoçante culinário (usei o Lowçucar)
  • 250 ml de água
Como fazer
Cubra as goji berries com água, somente o suficiente para cobri-las. Deixe descansar por cerca de 15 minutos. Então, em uma panela pequena misture-as aos demais ingredientes e leve ao fogo baixo até engrossar. Deixe esfriar (ou não!) e saboreie. 

Desta vez comi com uma panqueca Dukan e ficou uma delícia!

Abaixo, o vídeo!


Aproveite e se inscreva no canal. Inscrito tem acesso aos vídeos primeiro!

Esta receita é ideal para quem faz a Dieta Dukan e pode ser consumida a partir da Fase Cruzeiro por conter tolerados (goji berry e chia).

Espero que tenham curtido a receita! Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

Sobre mudanças e desconforto

| |

Bom dia turma! Hoje vi essa frase num perfil de Instagram por aí e fiquei pensando sobre ela. É mais que uma frase, é quase um tapa na cara. Um tapa de realidade. 

A maioria de nós busca / deseja mudanças na vida. E estas mudanças não acontecem da noite pro dia, e a maioria não é fácil. Seja mudança de casa, cidade, trabalho, cor de cabelo, alimentação. E toda mudança envolve algum desconforto. Até um corte de cabelo novo causa estranheza nos primeiros minutos. Mas hoje vou focar na questão da saúde mesmo. 

Mudar a alimentação gera um grande desconforto. Deixar de comer coisas que você comia livremente (e até por isso chegou onde chegou - no caso de precisar emagrecer) é extremamente desconfortável. Incomoda pra caramba. O mesmo acontece com a atividade física: começar a se mexer é desconfortável, cansa, dá preguiça, incomoda, às vezes até irrita.

Muitas pessoas desejam mudanças em suas vidas. Mas querem que a mudança aconteça automática e imediatamente, de preferência sem esforço. E quando precisam dispender algum esforço, é reclamação na certa! Ou então inicia o coro da autopiedade  e da afirmação da injustiça do mundo perante si. Vou contar um segredo pra vocês: colocar-se na posição de vítima do mundo não vai resolver o problema. Decidir fazer algo e fazer é que vai. 

Não há dietas sem restrições. Não há exercícios simples que surtam efeito e não cansem. Mas os resultados são compensadores. E proporcionais ao esforço dispendido. Quanto mais resultado você deseja, maior deve ser seu empenho. 

A vontade de não ficar desconfortável é que faz com que a maioria das pessoas adeptas de dietas fracassem. Porque elas até encaram um início de dieta a todo vapor. Mas com o passar do tempo vêm os desejos de comer "gordices", e aí começa o pensamento capetinha de "ah, só unzinho", e iniciam-se as concessões. Que logo se tornam hábitos e tchau dieta. Com a Dukan não é diferente. Há uma lista de alimentos tolerados que devem ser consumidos bem raramente, mas que as pessoas usam cotidianamente. Sem contar os alimentos proibidos, mas que usa-se pra não se sentir desconfortável. O resultado? Um monte de gente reclamando que a dieta não funciona. A dieta funciona. As pessoas é que na verdade nem a estão seguindo no final das contas. 

Com exercícios acontece o mesmo. A pessoa vai na academia, ou faz uma caminhada / atividade física e no outro dia amanhece dolorida. Normal demais, né? Pois este se torna o motivo para falhar no dia seguinte. E se a dor não passa, no outro. Aí vai lá, faz mais um dia, dor de novo e o ciclo não termina nunca. 

A questão é: o quanto você está disposto a ficar desconfortável? O quanto você deseja um resultado? É isso que vai te fazer seguir até o fim. 

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

25/05/2015

Os 8 remédios naturais - Ar puro

| |

Olá turma! Dando continuidade aos posts sobre os 8 remédios naturais, hoje o destaque é para o ar puro. Que o ar puro é essencial à vida não é sequer preciso relembrar, afinal de contas é um dos processos involuntários de nosso organismo. Mas hoje quero relembrar os motivos disso!

A respiração é um ato involuntário do organismo. Por ser essencial à vida, o organismo tem um mecanismo automático para conseguir o oxigênio que precisa. Apesar de essencial, o ar puro é considerado um remédio natural (porque, convenhamos, ar puro e de qualidade não é algo tão simples de se conseguir hoje em dia), pois se utilizado da maneira correta ele traz inúmeros benefícios ao nosso organismo. 

Como a respiração acontece 

Basicamente o oxigênio entra em nosso organismo pelas vias aéreas, enche os pulmões, e de lá é encaminhado para todos nossos órgãos, através da corrente sanguínea. Algumas peculiaridades:
  • Em repouso, um adulto consome cerca de 8 litros de oxigênio por minutos, o que corresponde a 500 litros por hora e cerca de 12m³ por dia. 
  • O oxigênio é formado por uma mistura de gases. Em condições "normais" a composição tem cerca de 21% de oxigênio, 78% de nitrogênio e 1% de gases diversos. Essas porcentagens podem mudar de acordo com a altitude, poluição, etc.

No entanto há uma grande diferença entre respirar e respirar corretamente. E mais diferença ainda entre ar puro e poluído.

Respiração e organismo

O ar puro é importantíssimo para nosso organismo pelos motivos abaixo (principalmente, pois há muitos outros):

  • Auxilia na eliminação de resíduos das células;
  • Melhora o funcionamento do sistema respiratório;
  • Aumenta a imunidade;
  • Melhora o desempenho cerebral;
  • Estimula a atividade sexual;
  • Torna o organismo mais resistente à poluição;
  • Melhora a vitalidade física, intelectual e psíquica;
  • Previne o stress;
  • Previne o envelhecimento precoce;
  • Equilibra e regulariza as funções do organismo;
  • Melhora o humor;
  • Previne a depressão e ansiedade.


Como respirar corretamente

Toda criança nasce já respirando. A troca gasosa de oxigênio acontece ainda no útero da mãe. Mas quando o bebê nasce é que os pulmões de fato passam a funcionar. E é por isso que o bebê chora logo após nascer: porque as primeiras ingestões de ar pelos pulmões doem. É um órgão novo tendo contato com o ar, e esse contato inicial gera uma ardência que faz com que os pequerruchos chorem. E é por isso que causa estranheza quando um bebê não chora, pois se há dor, o fato de ele não chorar pode significar que não está plenamente consciente. 

A respiração automática é perfeita nos bebês: começa da parte inferior dos pulmões (com uma super ajuda do diafragma), e vai enchendo os pulmões plenamente até expandi-los totalmente, como na imagem abaixo:

Imagem: Portal Hapkido
O que acontece é que com o passar dos anos, nós temos a tendência a uma respiração mais superficial, que não preenche totalmente os pulmões - e também não fornece todo o oxigênio ideal - e que não se inicia de baixo para cima. Sabe a maniazinha de murchar a barriga? Pois então, ela ajuda nessa respiração errada. Observe sua respiração: a barriga se expande primeiro que o peito, ou o contrário? Se sua barriga se expande primeiro que o peito, tudo certo. Se o peito expande primeiro, ou se só o peito expande durante a respiração, é preciso reformular isso! 

Alguns exercícios podem ajudar a melhorar a qualidade da respiração. Respirar profunda e lentamente, inspirando pelo nariz e expirando pela boca é um exercício simples, mas que ajuda muito a melhorar a oxigenação do corpo, ajudando a clarear a mente, acalmar e fugir da ansiedade. 

Dicas para aproveitar melhor o ar puro

Algumas dicas podem te ajudar a melhorar a qualidade do ar, ou evitar que a situação dele piore. Veja algumas: 
  • Procure ficar sempre em um lugar bem arejado;
  • Abra as janelas da casa / escritório e deixe o ar circular livremente;
  • Procure fazer exercícios em um lugar próximo à natureza, para aproveitar o momento em um ambiente com o ar mais puro possível;
  • Periodicamente passe um dia em um parque ou fazenda com muitas árvores e ar de boa qualidade para "recarregar" o organismo;
  • Evite utilizar venenos e produtos tóxicos em um lugar fechado;
  • Mantenha o ar condicionado sempre limpo;
  • Não abuse dos umidificadores de ar, use-os somente quado necessário;
  • Mantenha em casa plantas que ajudem a purificar o ar.
10 plantas purificadoras do ar

As plantas, eu seu processo de fotossíntese (a maneira que a planta tem de produzir seu próprio alimento), utiliza gás carbônico como combustível, devolvendo oxigênio de boa qualidade ao ambiente. Algumas inclusive eliminar detritos tóxicos do ar. Vejamos alguns exemplares que você pode ter em casa e que ajudam muito nesse processo:


Da esquerda para a direita e de cima para baixo:
  1. Lírio da paz
  1. Hera inglesa
  1. Espada de São Jorge
  1. Samambaia Boston
  1. Clorofito
  1. Aloe Vera (babosa)
  1. Jiboia
  1. Palmeira Ráfia
  1. Gerbera
  1. Azaleia

Bom, creio que este post deu uma relembrada naquilo que é essencial sobre o ar puro, e a dica das plantas eu guardei pra vida - já tenho uma, e vou pôr algumas na wishlist!

Espero que tenham curtido o post!

Beijocão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

21/05/2015

Imagens de humor com o tema dieta

| |
Bom dia turma! Gosto muito de zapear a internet, Facebook, Instagram, Twitter. E sou do tipo que morre de rir com os memes que surgem aqui e ali!

Meme é uma imagem / frase / vídeo que viralizou, ou seja, que foi compartilhada inúmeras vezes por inúmeras pessoas, se tornando popular. 

Dieta é uma coisa sofrida por si só, se a gente não levar com bom humor, não rola. Então hoje decidi fazer um post mais descontraído, e juntei algumas imagens (nem todas memes) engraçadíssimas que fazem alusão a regime/dieta pra gente rir um pouco!















Enfim, só pra gente rir um pouco, rs... 

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

20/05/2015

Quando a obesidade é uma doença

| |

Bom dia turma! Há alguns dias um amigo postou  no Facebook uma pequena frase sobre o problema da obesidade como ideologia e os malefícios do sobrepeso. Coisa curta, de 3 frases quando muito. Foi o suficiente para geral aquela polêmica, claro. 

Que polêmica no Facebook é mato, não há nem o que discutir. Com a facilidade de acesso à rede, todos passaram a emitir opiniões sobre tudo, e acabamos percebendo a fragilidade da interpretação textual nesse mundo. As pessoas lêem A, entendem B, e brigam por C. E COMO BRIGAM!

Recentemente passamos por uma "onda" fit, onde cada um pretendia ser mais saudável que o outro, e veio a demonização do glúten, da lactose, da gordura, do carboidrato. Não bastasse a pessoa ser saudável - até aí tudo bem! - ela precisava repreender severa e constantemente - com um tom de menosprezo - quem, não vivesse na academia à base de frango, ovos e batata doce. Na verdade essa onda não passou totalmente, mas no momento a maioria das pessoas passou a apenas compartilhar, e não julgar os demais e apontar dedos. Esse assunto acabou meio saturado, encheu o saco de muitas pessoas. 

Acontece que agora vem surgindo uma "onda" totalmente contrária, e tão perigosa quanto - ou mais! A apologia à obesidade. No post em questão inclusive percebi isso muito claramente. Eu entendi algumas colocações de certa forma. Doeu foi ler pessoas afirmarem que não pretendiam viver até os 65 anos mesmo. Atacarem a magreza. Fazerem comparações absurdas tentando colocar a obesidade como vantajosa. Ficou uma coisa muito: "Eu posso ter orgulho de ser gordo, mas você não pode ter orgulho de ter emagrecido."

Vejam bem, a obesidade mata mais de dois bilhões e meio de pessoas todos os anos, dados da OMS (Organização Mundial de Saúde). DOIS BILHÕES E MEIO. Quanto mais se pesquisa, mais se encontram doenças relacionadas ao excesso de peso. Só  no Brasil mais da metade da população está acima do peso. Ainda que desvinculada de doenças, no caso de gordinhos "saudáveis" (com colesterol, glicemia e afins ok), o sobrepeso por si só já é fator de risco. Porque a longo prazo o corpo não aguenta manter o ritmo. 

Usarei meu exemplo - ninguém melhor que a gente mesmo para exemplificar algo. Sempre fui gordinha. Mas nunca tive problema com colesterol, glicose ou triglicerídeos alterados, nem hipertensão, nada. Muito bem. O tempo passou e cobrou a conta. O organismo não aguenta trabalhar sob pressão por muito tempo, e o sobrepeso gera essa pressão sobre os órgãos todos. 

A questão aqui não é que você ou eu (que ainda sou obesa!) devemos nos sentir mal por nossa condição. Até porque sentir-se mal não ajuda a sair da situação, muito pelo contrário. É preciso também de campanhas para que todos sejamos aceitos, independentemente do número de nossos manequins. Mas quando se fala em saúde e qualidade de vida, é preciso sim conscientizar que não dá pra ficar no extremo de lá da balança e achar que vai ficar tudo bem. 

Emagrecer é tarefa árdua, muitas vezes demorada mesmo. Mas é um momento. Quem consegue manter o pique até o final pode, no futuro, ter uma alimentação mais balanceada, com direito a umas bobagenzinhas de vez em quando. Ninguém precisa viver de tofu e alface. Mas é preciso equilíbrio. 

Sabe, não sei vocês, mas eu sinto que muitas vezes pessoas que não conseguem embarcar nessa de emagrecer - e que precisam muito - criam uma espécie de resistência às que conseguem. É como se você passasse a ser o traidor da classe quando busca sair da condição e tem sucesso. E o resultado é que ficam sempre na defensiva, e causam a discussão que o post de que falei causou. Aí lêem entrelinhas que não existem, põem palavras na boca da pessoa e assim por diante. 

Eu, gorda ou não, preciso aprender a me amar. Mas preciso também me amar o suficiente para buscar viver mais, e viver mais em uma condição boa. Qualidade de vida, de verdade. Esse deve ser o alvo. Não um número no manequim. Mas saúde. E se o mundo está caótico, se tá ruim viver nele, pra quê piorar ainda mais, né?

Fica a reflexão.

Beijos!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

19/05/2015

Update sobre a mudança

| |
Bom dia turma! Vejam só quem apareceu! Bom, tivemos um pequeno hiatus nas postagens do blog por motivos óbvios. No meio da bagunça ficou super difícil atualizar e na semana anterior não tive tempo de agendar postagens, devido à correria também. Somado a isso o tempo hábil para mudança de endereço pra internet (ainda estou tentada a cancelar este serviço e trocar por um outro melhor), e estamos aí!

Ainda falta muito pra dizer que a casa está minimamente arrumada. Mas meus livros já estão no lugar (antes mesmo das roupas!), as roupas organizadas no roupeiro, a cama no lugar certinho. A cozinha ainda está meia boca, porque compramos um armário novo (no apartamento anterior o armário era de concreto, fazia parte da cozinha) e marido terminou de montar ontem. A propósito, nada como ter um marido como o meu! Ele monta o que é preciso, encaminhou a mudança toda já que eu precisava trabalhar, e pega junto na organização da casa nesse momento caótico. Mas o fato é que ainda falta muito pra organizar. O ideal seria pegar uns 3 dias direto, mas a vida não para pra gente arrumar a bagunça né? Época de provas (no meu caso, elaborar, aplicar, corrigir, fechar notas) é conturbado por si só, e dificulta ainda mais o tempo pra organizar a bagunça. Mas devagar vamos indo!

A alimentação ficou capenga. Consegui manter a dieta, mas foi bastante difícil! Em algumas refeições comi ovo com ovo, pq não dava tempo de ir ao supermercado comprar algo, não fiz atividade física também e não sei onde anda minha balança! Consumi tolerado a semana toda (iogurte frutado na hora do aperto!) Mas acho que não emagreci nem ganhei peso, as roupas continuam na mesma, não senti diferença. Mas vai saber?! A balança sabe castigar, rs... 

No mais, me desejem sorte, precisarei, hahaha!

Beijo!

13/05/2015

Dia do Desafio - você se mexe e o mundo mexe junto

| |

Bom dia turma! Vocês já ouviram falar do Dia do Desafio? Se não, entenda um pouco:

O Dia do Desafio é um evento que acontece anualmente em todo o mundo. Criado no Canadá, nos anos 80, o Dia do Desafio tem a proposta de promover o interesse pela prática de esportes e atividades físicas por meio de uma competição amigável entre cidades, em que a qualidade de vida e o bem estar social são o maior prêmio. O Desafio propõe que as pessoas interrompam suas atividades rotineiras e pratiquem, por pelo menos 15 minutos consecutivos, qualquer tipo de atividade física. 

A competição funciona, basicamente, da seguinte forma:
  • Em São Paulo, HOJE (13/05/2015), será feito um sorteio, onde formam-se pares de cidades do Brasil todo (de mesmo porte, para ser justo) que competirão entre si. 
  • A cidade desafiante será divulgada pelos meios de comunicação ou através de contato telefônico com o SESC de sua cidade.
  • A competição consiste em envolver a maior porcentagem de pessoas em relação ao número de habitantes no evento. 
Há duas formas de participação: 
  1. Individual: você realiza uma atividade física por pelo menos 15 minutos no dia estipulado, e depois registra sua participação no centro coordenador de sua cidade ou SESC mais próximo até as 20h;
  2. Coletiva: você mobiliza pessoas de sua rua, empresa, condomínio, escola e promove um momento de atividade física coletiva por pelo menos 15 minutos. Depois registra o número de participantes e a atividade realizada, e telefona informando estes dados ao centro coordenador ou SESC mais próximo até as 20h. 
Todos os anos o envolvimento aumenta a cada ano. Veja como o número de participantes cresceu nos últimos anos:

1997 - 11 cidades participantes totalizando cerca de 257.352 pessoas envolvidas;
1998 - 11 cidades participantes totalizando cerca de 476.774 pessoas envolvidas;
1999 - 15 cidades participantes totalizando cerca de 444.343 pessoas envolvidas;
2000 - 22 cidades participantes totalizando cerca de 847.289 pessoas envolvidas;
2001 - 27 cidades participantes totalizando cerca de 1.402.821 pessoas envolvidas;
2002 - 52 cidades participantes totalizando cerca de 1.811.299 pessoas envolvidas;
2003 - 112 cidades participantes totalizando cerca de 2.839.256 pessoas envolvidas;
2004 - 169 cidades participantes totalizando cerca de 3.471.358 pessoas envolvidas;
2005 - 193 cidades participantes totalizando cerca de 3.881.939 pessoas envolvidas;
2006 - 282 cidades participantes totalizando cerca de 4.232.497 pessoas envolvidas;
2007 - 342 cidades participantes totalizando cerca de 4.144.199 pessoas envolvidas;
2008 - 357 cidades participantes totalizando cerca de 4.074.370 pessoas envolvidas;
2009 - 405 cidades participantes totalizando cerca de 4.123.905 pessoas envolvidas;
2010 - 442 cidades participantes totalizando cerca de 4.085.736 pessoas envolvidas;
2011 - 464 cidades participantes totalizando cerca de 3.781.974 pessoas envolvidas;
2012 - 481 cidades participantes totalizando cerca de 3.920.792 pessoas envolvidas;
2013 - 490 cidades participantes totalizando cerca de 3.442.750 pessoas envolvidas;
2014 - 497 cidades participantes totalizando cerca de 4.150.671 pessoas envolvidas;

Eu acho uma iniciativa excelente! Quando eu morava em Palmeira das Missões a cidade sempre participava. Aqui em Santo Ângelo não é diferente. Os professores das academias e outros educadores físicos costumam ir até bancos e comércio em horários combinados para fazer os 15 minutos de atividade física. As escolas também aderem em massa. Onde trabalho não será diferente, já estou organizando tudo.

Aqui em Santo Ângelo serão realizadas atividades na Praça da Catedral nos seguintes horários e modalidades:

09:00 - abertura e aula de ginástica
10:00 - aula de jump
10:30 - alongamento
11:00 - aula de jump
14:00 - aula de zumba
15:00 - aula de step
16:00 - aula de pilates
17:00 - aeromix

Quem for daqui e estiver interessado basta ligar para o SESC Santo Ângelo (3312-4411) e agendar!


Neste ano o Dia do Desafio acontecerá no dia 27 de maio. 

Sua cidade participa? E no seu trabalho ou escola? Me conta aí! Beijão!



Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

12/05/2015

Mudança

| |

Bom dia turma! Lhes escrevo no meio de caixas e mais caixas. Sim, vamos nos mudar. Quem já passou por mudanças de endereço sabe o quanto é chato e estressante, e bagunçado (e alérgico!). Aqui não está sendo diferente. 

Quando nos casamos, fomos morar em um apartamento pequeno de 2 quartos em um condomínio (um dos famosos BNHs) pequeno, mas bem organizado, com moradores bacanas. Bem apertado. Mas início de casamento, mudança de cidade, optamos por não comprometer nossa renda com um imóvel mais caro. Após cerca de dois anos, fizemos uma grande mudança. Queríamos investir em um atelier para meu marido (artista plástico), com aulas de arte, desenho e música. Nos mudamos para um sobrado, que antigamente era um hotel da cidade, enorme, assim como o aluguel. 

Acontece que nossa cidade não têm um lado cultural bem desenvolvido nesta área (deveria!) e o negócio acabou não vingando. Junto com isso, o imóvel apresentava diversos problemas, como vazamentos, infiltrações, calha entupida e tudo o mais. Ao sairmos, procuramos um imóvel mais central, com um bom tamanho em uma área bacana da cidade, pois não tínhamos automóvel até então. Claro que um imóvel destes tem um aluguel bem mais caro - e aqui os aluguéis já são absurdos! - mas podíamos pagar e para nós ficou muito bom. Moramos por quase dois anos neste imóvel e recentemente decidimos sair. 

Sabe o que percebemos? Que estávamos aplicando ali boa parte de nossos salários, em um imóvel caro, grande demais (3 quartos, sala e varanda integradas, cozinha grande, área de serviço, 2 banheiros, dependência de empregada, sacada) para duas pessoas apenas. Esse gasto acabava nos impedindo de adquirir coisas que gostaríamos de ter e o pior, nos impedia de viajar. Amamos viajar! E já faz muito tempo que não fazemos uma viagem de verdade. Então percebemos que estávamos sendo um tanto quanto fúteis nesse sentido. Vejam bem, longe de mim criticar quem gosta de um imóvel bom e bem localizado, nós gostamos! Mas percebemos que viajar mais nos faz muito mais falta do que um imóvel grande e bem localizado. A gente cansa de TER e não SER. 

Então buscamos um imóvel menor (mas não pequeno demais), mais barato, e um bairro tranquilo da cidade, mas mais afastado do centro, em um condomínio que tem uma segurança legal e, melhor: bem na frente de onde trabalho. Conseguimos encontrar um imóvel bem legal (3 quartos, sala, cozinha, 1 banheiro, área de serviço) por quase metade do valor.

Comentei da mudança com uma pessoa no final de semana que demonstrou ver nossa mudança como um retrocesso. Só se for retrocesso de aparências. Nós morávamos "bem", mas nos faltava o essencial, que era poder ter momentos de lazer, adquirir coisas que nos fazem falta, poder viajar mais. Infelizmente para algumas pessoas isso é sim um retrocesso. Não morar mais no "centro" para morar em um bairro afastado. Morar em um condomínio, que não de luxo. Mas de que isso adianta? Para nós, em nosso específico caso, não nos adianta. Agora também temos uma moto (uma estradeira!) e queremos viajar com ela, sair mais, viver mais. E isso não estava sendo possível gastando o que gastávamos com aluguel. Agora, com mais dinheiro sobrando, poderemos enfim fazer mais coisas das quais gostamos. 

Decidi escrever esse post porque já vi pessoas se sentindo inferiorizadas por não morarem num lugar super bacana, ou bem localizado. E quero lhes dizer que vale muito mais o que somos do que o que temos. Conheci pessoas que faziam competição de quem tinha o melhor carro, comiam nos melhores restaurantes, passavam as férias na praia, mas além de infelizes (porque viver em competição constante gera um stress enorme), viviam endividadas, tudo pela aparência. 

Eu não quero aparentar ter nada. Eu quero aparentar ser feliz. Isso sim é o que me deixa bem. E se para ser feliz eu preciso sair do centro, e morar em um apartamento menor, acredito que está ótimo pra mim! E você, o que deseja de verdade?

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

11/05/2015

Primeira Semana do Desafio "60 Dias Again"

| |

Bom dia turma! Hoje fechei uma semana de retorno ao acompanhamento do livro "60 Dias Comigo". Eu iria gravar um vídeo, mas estou com minha casa inteira encaixotada, então complica demais. 

Eu terminei o desafio anterior com 87kg. Graças a um combo de corticoides consegui para mim 3,2 kg de "presente" e iniciei o desafio atual com 90,2 kg. Com o pulmão meio enfraquecido - e a asma aproveitando-se disso - acabei não dando prosseguimento na semana passada ao calendário do Focus T25. No entanto investi no alto consumo de água, chás diuréticos, não usei tolerado algum durante a semana todinha e peguei super leve nos laticínios. O resultado foi bem bacana, vejam: 


Perdi 1,3 kg. Mas esse peso está MUITO instável. Todo dia baixa e sobe. Então HOJE estou pesando isso, mas a tendência dele está sendo voltar para os 90, tá uma luta essa semana! No entanto não estou conseguindo deixar do antialérgico (e os sem corticoide não me fazem sequer cócegas), porque estou encaixotando as coisas para a mudança, e mexendo em coisas empoeiradas e caixas, a rinite não me abandona!

Com relação a medidas, não as tirei pq não sei onde foi parar a fita métrica, hahahaha... Cês não têm noção do que tá essa minha vida essa semana! Só quem passou por mudança sabe, rs... Detesto, mas é pra melhor, e é o que importa!

Bom turma, é isso! Bora pra mais uma semana brigando com a balança!

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

08/05/2015

Corticoides: porque engordam e como voltar a perder peso

| |
Ilustração: Hiro.

Olá turma! Sabem, eu sou uma usuária frequente de corticoides. Já fui muito, muito, muito mais. E já fazia mais de meio ano desde minha última crise alérgica. No entanto, neste final de semana a alergia voltou com tudo e os corticoides acabam entrando no pacote, já que os antialérgicos sem corticoides (loratadina, por exemplo) não funcionam nadinha em mim. Para vocês terem ideia da violência da coisa, comprei um corticoide forte (pedi um forte, porque a coisa estava feia!) e a farmacêutica recomendou usar UM por dia, avisando que este dava muito sono. Tomei um, não deu nem sono e nem sumiu com a alergia. Algumas horas depois, tomei outro. Para resumir, em um único dia usei 4 comprimidos, e então a alergia cedeu - mas o sono não veio não, rs. Ainda estou tomando antialérgico, mas desde segunda-feira tenho me mantido bem com um ao dia apenas. Mas o problema é: o ganho de peso.

Cada organismo responde de um jeito e corticoide é batata para engordar. Alguns mais rapidamente, outros mais devagar. Eu ganhei 3kg nessa brincadeira, assim vapt-vupt. Confesso que não esperava tanto, tomei um susto quando subi na balança! Mas estou acostumada com ganho de peso quando uso esse tipo de medicamento. Mas a pergunta que sempre fica é: porque corticoide engorda?

Corticoide x ganho de peso

Existem diversos textos na internet tratando do assunto. Mas a maioria deles usa uma linguagem muito técnica e confunde se você não fizer uma leitura (e releitura) atenta. Então vou tentar explicar da maneira mais simples possível os motivos que levam você a ganhar peso com o uso de corticoides. É importante lembrar que se você usa um corticoide mais fraco e um comprimido de vez em quando, ele não chega a influenciar grandemente no ganho de peso, certo? 

A cortisona, elemento principal dos corticoides faz com que o peso aumente de várias maneiras:
  • Aumenta a fome. A fome aumenta porque a cortisona prejudica a ação da insulina no organismo. Isso gera uma sensação de descontrole da fome. No meu caso, não sinto isso, confesso. Minha fome não aumenta não. 
  • Faz com que seu organismo estoque gordura. Além de prejudicar a função da insulina, os corticoides fazem com que a produção de açúcar aumente, e seu organismo passa a aproveitar de maneira muito mais eficaz (o que não é exatamente vantagem) todo o açúcar que você ingere, estocando essa energia excedente em forma de gordura. 
  • Aumenta a retenção de líquidos. Muito do ganho de peso gerado pelo uso deste tipo de medicamento se deve a uma retenção líquida causada pela cortisona. 
Como voltar a perder peso depois do uso de corticoides?

Bom, por experiência própria, sei que não é fácil voltar a perder peso logo em seguida ao uso de corticoide. É preciso foco, determinação e muita paciência. Às vezes meu organismo responde bem e em alguns dias volto a perder peso. Outras vezes leva algumas semanas. Mas há coisinhas que podemos fazer que ajudam nessa tarefa:
  • Drenagem linfática para ajudar a eliminar o excesso de líquidos retidos;
  • Uso de meia calça compressora, se você usa corticoides muito frequentemente, pode ajudar a evitar o inchaço nas pernas; 
  • Controlar a ingestão de alimentos ricos em sódio como refrigerantes, embutidos, conservas, etc; 
  • Usar ervas aromáticas, e temperos naturais ao invés do sal;
  • Diminuir o consumo de gorduras;
  • Aumentar a ingestão de líquidos;
  • Intensificar a atividade física;
  • Fazer uso de chás diuréticos para auxiliar na retenção de líquidos.
São medidas simples, que já estou aplicando e que com certeza irão ajudar no processo! 

É sempre importante lembrar que há situações em que é inevitável utilizar este tipo de medicamento, pois algumas crises alérgicas ou doenças podem até matar se não forem tratadas. Mas ele também não deve ser usado como uma espécie de muleta para explicar a não perda de peso (se você quer perder peso), ou abandono de uma dieta, se você precisa. Se há um problema, a melhor solução é atacar de frente para minimizar as consequências e logo voltar ao ritmo. O corticoide prejudica sim, mas quem decide o que vai acontecer é você!

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

07/05/2015

Os 8 Remédios Naturais - Água

| |

Olá turma! Na semana passada falei rapidamente sobre os 8 remédios naturais, e prometi detalhar cada um deles. Em resumo, os 8 remédios naturais nada mais são que recursos que temos a nosso dispôr, gratuitamente, e que fazem uma diferença enorme em nossas vidas, se aplicados de forma correta. 

Hoje falaremos sobre a água. A água é um dos elementos mais abundantes no planeta. É essencial à vida. Nenhum ser vivo sobrevive sem um mínimo de água. Ela faz parte de rios, mares, riachos, córregos, compõe a chuva, o ar, auxilia na manutenção da temperatura e muitos outros "atributos". No organismo humano então, ela tem papel determinante. Representa cerca de 60% do peso de um adulto e 70% do peso de um bebê. É essencial no organismo, tendo como suas principais funções no corpo humano:
  • Transportar alimentos, oxigênio e sais minerais pelo organismo;
  • Auxiliar na excreção de resíduos através da urina suor e lágrimas;
  • Compõe o plasma sanguíneo e articulações;
  • É essencial ao bom funcionamento dos sistemas respiratório, digestivo e nervoso;
  • Está presente na pele, auxiliando na excreção através dos poros e na elasticidade;
  • Filtra as impurezas do organismo através de sua parceria com o sistema renal;
  • Cerca de 20% dos ossos é composto de água.
Quanta água devo ingerir?

Cada pessoa tem uma composição corporal única, tamanho e volumes diferentes, portanto cada um necessita de uma quantidade específica de água. A recomendação é que se ingira no mínimo 2 litros de água. Mas a recomendação mais acertada é a de 0,30ml por quilo de peso corporal. Dessa forma basta fazer o cálculo de peso x 0,30 e ver quanto de água você precisa especificamente ingerir. 

Como deve ser a água ideal para ingestão?

Desde crianças aprendemos que para uma água ser própria para consumo ela precisa ser filtrada ou fervida. Nosso sistema de tratamento de água costuma eliminar a maioria das impurezas, mas não estamos livres de contaminações, como demonstram as constantes "viroses" que são atribuídas à má qualidade da água. Para ser própria para consumo, a água precisa ter, no mínimo, três características básicas:
  • Ser incolor. A água não deve ter coloração alguma, deve ser totalmente transparente. 
  • Ser inodora. A água não deve ter cheiro algum. 
  • Ser insípida. A água não deve ter sabor. 
A água e a alcalinização do organismo

A água pura é a melhor bebida para nosso organismo. Para que nosso organismo funcione corretamente, livre de doenças e afins, é preciso que exista nele um ambiente balanceado, nem alcalino demais, nem ácido demais. O PH 7 seria o ideal. Quando o organismo fica ácido, se torna terreno fértil para cânceres, tumores, infecções e diversas doenças. A água tem a função de manter este PH balanceado, prevenindo estas doenças e mantendo o organismo saudável. Todas as águas minerais vendidas contém em seus rótulos o PH da água. Quanto mais alto este número for, melhor o papel alcalinizante desta água. Evite ao máximo ingerir águas com PH menor que 7. Infelizmente muitas marcas com um bom PH acabam carregadas de sódio, o que também não é bom. Então é preciso buscar as melhores opções entre as que temos no mercado. 

Bebidas açucaradas prejudicam a saúde, e disso todos sabemos. Geralmente refrigerantes acidificam o organismo e para cada copo de refrigerante ingerido são necessários cerca de sete copos de água para voltar a alcalinizá-lo. Para você entender bem este processo, embedei abaixo um vídeo do Dr. Lair Ribeiro que fala do importante papel da água no nosso organismo e foca na questão da alcalinização e tudo o mais, é um vídeo fantástico, não deixe de assistir:


A água e a Dieta Dukan

Como sou adepta da Dieta Dukan, não poderia deixar de fazer este adendo importantíssimo. A Dieta Dukan incentiva uma alta ingestão de proteínas. Mas Dr. Dukan deixa bem claro em todos os seus livros, que estas proteínas geram detritos para o organismo, e estes detritos podem sobrecarregar nossos corpo. Por isso mesmo ele insiste, muito enfaticamente, em diversos pontos de seus livros, a extrema necessidade de uma ingestão adequada de água. Se você não bebe água suficiente, pode ter acúmulo de detritos no seu organismo e acabar doente. No entanto, se ingerir a quantidade ideal de água, estes detritos são facilmente eliminados e os riscos que os acompanham também. 

Por isso é importante sempre conhecer muito bem a Dieta Dukan,para saber destes detalhes importantíssimos. Muitos juntam informações da internet (muitas vezes erradas!) e fazem a dieta sem conhecer suas peculiaridades. Então acabam doentes, ou não têm bons resultados e culpam o método quando, na verdade, sequer o seguiam corretamente. 

Bom, se formos abordar tudo o que há sobre a água, teríamos aqui um texto imenso. Mas creio que consegui abordar os pontos principais, que te ajudarão a perceber a importância deste "remédio natural" para nossa vida. 

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

06/05/2015

Resenha: Livro 60 Dias Comigo

| |

Olá turma! Ontem anunciei aqui que farei novamente o acompanhamento com o livro "60 Dias Comigo", do Dr. Pierre Dukan. Recebi algumas perguntas a respeito do que seria este livro e então resolvi fazer uma resenha para explicar a vocês timtim por timtim do que se trata, ok?

Primeiramente vou começar pelo que o livro "60 Dias Comigo" NÃO é:

O livro 60 Dias Comigo não é uma nova versão da Dieta Dukan.

O que eu já li de pessoas pensando se tratar disso não tá no gibi! Então vamos esclarecer direitinho o que ele é. 

De que se trata o livro 60 Dias Comigo?

O livro 60 Dias Comigo é um "diário de bordo" - que inclusive traz este termo na capa, como vocês podem ver na imagem que ilustra este post. Ele é uma espécie de acompanhamento que você faz dia a dia, de sua Dieta Dukan. Você tem cerca de 6 páginas para cada dia de sua dieta, com orientações, textos de motivação, sobre saúde, orientações para atividade física, para deslizes (caso você saia da dieta), receitas, lista de compras, e um espacinho para você escrever uma espécie de diário, e lugar para pôr seu peso de cada dia. 

Semanalmente há uma sessão extra onde você contabiliza o peso perdido na semana, as medidas, recebe uma sugestão de cardápio, e algumas informações valiosas. 

Como utilizar este livro?

Bom, a primeira coisa a se fazer é ler a introdução. Ali você terá um panorama bem geral sobre a Dieta Dukan e o propósito do livro. Então há uma breve orientação sobre a atividade física obrigatória e você passa para uma espécie de gráfico onde a notará seu peso inicial e fará a marcação de seu progresso dia após dia, veja: 


As anotações diárias formarão um gráfico bem bacana que mostrará claramente seu desempenho durante os 60 dias. É importante fazer a anotação diária, mesmo que o peso suba, para ter esse gráfico legal e também para ir controlando seu progresso.

Depois você tem outro gráfico, o de medidas, na versão masculina e feminina:

 Esta tabela é onde você anotará suas principais medidas (peito, cintura, quadril e coxas). A cada semana você tirará suas medidas novamente e marcará os centímetros perdidos com um pontinho, depois ligará os pontos, formando aos poucos uma silhueta mais sequinha. É um estímulo visual bastante poderoso! Aconselho você a anotar com lápis, para o caso de querer refazer o acompanhamento, aí é só apagar e reescrever. Não fiz isso e estou #chatiada

Depois disso, você passará às orientações de cada dia. Se você tem uma rotina corrida como a minha, aconselho a ler as páginas relativas ao dia em que você se encontra na noite anterior, para poder preparar-se. Por exemplo, ler as páginas relativas ao dia 12 na noite do dia 11. No dia mesmo você só anota o peso. É bacana fazer isso porque caso tenha alguma receita que lhe agrade, você tem tempo para providenciar os ingredientes!

E o processo é basicamente esse: ler as páginas relativas ao seu dia, fazer as anotações que ele solicita, e aprender cada dia mais - esse foi minha parte favorita! 

Perguntas frequentes

Algumas perguntas frequentes sobre o livro:
  • O livro 60 Dias Comigo é uma nova versão da Dieta Dukan?
Não. O livro 60 Dias Comigo é apenas uma maneira de você ter um acompanhamento mais próximo, através de registros e motivação diários, o que te fortalece e te mantém mais motivado em seguir a dieta. ,as ele trata da Dieta Dukan tradicional, pura e simplesmente. 
  • Eu preciso fazer os 7 dias de PP que o livro sugere no início?
Se você está começando a Dieta Dukan agora, vá até o site ( https://goo.gl/0rIwU6 ), faça seu cadastro gratuito, preencha o formulário e ele automaticamente vai te enviar um gráfico com quantos dias exatamente você precisará fazer de Ataque. Então, volte ao livro e siga o que o site lhe estipulou. Se o site definiu que você deve fazer 4 dias, vá até o dia 4 da Fase de Ataque e pule imediatamente para o dia 1 da Fase Cruzeiro (pg. 46).  Você também pode conseguir uma estimativa na página 11 do livro. 

  • Já estou fazendo a Dieta Dukan, preciso fazer a Fase Ataque novamente?
Na verdade você nem deve refazê-la, a menos que tenha saído da dieta por bastante tempo. Vá direto para o dia 1 da Fase Cruzeiro do livro (pg. 46). 

Caso você tenha alguma dúvida, deixe-a nos comentários ou através dos meus contatos todos aqui que incluirei nesta seção, ok?

Como faço para adquirir o livro?

Você encontra o livro em diversas livrarias e na Loja Dieta Dukan (http://goo.gl/NQXfuY). Se você utilizar o código TEORIASDENNY ao finalizar sua compra, receberá um desconto de 10%. 

Minhas impressões sobre o livro

Eu gostei demais desse acompanhamento diário. Os textos motivacionais por muitas vezes acertaram em cheio aquilo que eu precisava ouvir. E a pesagem diária para anotar no livro me deu um controle legal de várias coisas que percebi atrapalharem na minha perda de peso e não tinha percebido antes. Se eu não tivesse ficado doente no decorrer do processo com certeza teria atingido os 10kg propostos! Tanto recomendo que você adquira seu livro se pretende iniciar a Dukan como eu mesma estou reiniciando o acompanhamento!

Espero que tenham curtido a resenha! Se tiverem alguma dúvida, não hesitem em perguntar!

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:

05/05/2015

Desafio 60 Dias Again - Café com Dukan

| |

Bom dia turma! Tudo bem com vocês? Bah, por aqui o bicho tá pegando! Há alguns dias eu comemorava um ano sem crise de asma. Pois no final de semana reiniciei a contagem. Fui viajar no final de semana e arrumei uma crise alérgica bravíssima pra mim! Como não vinha tendo crises de asma, esqueci de levar a bombinha comigo. Aí o recurso foi apelar para toneladas de antialérgico sossega leão (que sossegou é nada!). Claro que a balança não gritou hoje pela manhã, ela berrou! Não tomei um susto maior porque meio que já me acostumei com essa porcaria que o antialérgico faz conosco, mas foi doloroso. 

No entanto, nessa semana (ontem, para ser mais exata) reinicio o acompanhamento com o livro "60 dias comigo", e este foi o impulso que me deu mais gana ainda! O Thiago, moderador do grupo Café com Dukan do Facebook (grupo do qual sou moderadora) me convidou para embarcar numa nova empreitada de 60 dias e, como ainda tenho bem mais que 10kg a perder pensei: porque não? E topei. Claro que dessa vez não terá vlogs, até porque vou mudar de apartamento, e essas próximas duas semanas serão um caos com certeza. Sem chance de vlogs. Mas entramos nessa com uma turminha bacana do Facebook e dos grupos do Whatsapp. O desafio recebeu a denominação de "60 Dias Again", por motivos óbvios. E estamos nessa empreitada novamente! Imprimi novos gráficos como os do livro para fazer o acompanhamento e já fiz as marcações.

Vamos lá aos números iniciais:

Peso inicial - 90,2 kg
Peito - 109 cm
Cintura - 97 cm
Quadril - 120 cm
Coxas - 114 cm

Confesso que fiquei desanimadinha quando vi essas medidas todas, que aumentaram em relação ao final do desafio, mas o inchaço justifica e me deixa mais "tranquila". É inevitável. Agora é controlar a crise alérgica pra sair o quanto antes do antialérgico e retomar a perda de peso e medias. 

Mas enquanto isso nada de moleza. Dietinha limpinha, e atividade física a mil! O peso vai baixar, eu sei que vai!

Beijão turma!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:




01/05/2015

Focus T25 - o que é? #vídeo

| |
Olá turma! Já falei bastante sobre o Focus T25 aqui no blog, mas hoje a fala será em vídeo! Dá uma espiada!




A Pri do blog Bem Bela consertou os links para download dos vídeos do Focus T25 no blog dela, segue abaixo:

Fase Alpha - http://www.bembela.com/2013/11/focus-t25-alpha-completo.html
Fase Beta - http://www.bembela.com/2013/11/focus-t25-beta-completo.html
Fase Gamma - http://www.bembela.com/2013/11/focus-t25-gamma-completo.html

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais: