02/06/2015

Os 8 remédios naturais - Confiança

| |

Bom dia turma! Seguindo a série de posts sobre os 8 remédios naturais, hoje o tema é confiança. Mas peraí Denise, confiança? Onde vende? Qual o modo de usar? É remédio natural mesmo? Vamos ver isso hoje. 

Viver nos dias atuais não é fácil. E não falo aqui da questão biológica da vida. O mundo nos cerca de pressões constantes. Há tanta agitação ao nosso redor, que a depressão, ansiedade, pânico, estresse crescem a cada dia mais e muito poucas pessoas conseguem se ver livres desses problemas. Nesse ponto acabamos nos lançando a qualquer coisa que nos prometa um pouco de alívio emocional. Alguns se refugiam nas drogas, bebidas, fumo, outros na comida. São elementos que nos trazem rápida satisfação, e por isso causam dependência com grande facilidade. Mas nos rendemos a eles exatamente porque a vida não vai nada bem. 

Neste ponto entra a questão da confiança. Como é difícil confiar em alguém! São pouquíssimas as pessoas com as quais podemos contar de verdade. E essa falta de se ter no que ou em quem confiar nos gera instabilidade emocional e insegurança, que também geram todos os problemas do parágrafo anterior. 

A primeira coisa essencial é: ser uma pessoa de confiança. Não adianta cobrarmos isso dos outros quando sequer nós mesmos o somos. Você cumpre o que promete? Se você diz que vai fazer algo, você faz mesmo? Muito poucas pessoas fazem. Sim, a vida é corrida, mas essa correria não pode ser usada como desculpa constante para não cumprirmos com nossos compromissos. Por que é isso que esperamos das pessoas: compromisso, confiança. Que bom seria se pudéssemos confiar em alguém, mas isso é muito difícil. Frequentemente não podemos confiar nem em nós mesmos, pois nos sabotamos constantemente. 

Aqui entra outro ponto importante: a confiança em Deus. Há algum tempo li um artigo muito legal na revista Saúde, que falava do quanto acreditar em Deus ajudaria inclusive as pessoas a se manterem mais saudáveis e enfrentarem problemas sérios de saúde. É a ciência comprovando a necessidade do divino. Crer no divino nos dá a confiança que não encontramos no humano. 

Crer no divino, em um Deus que nos ama e quer nosso bem - mesmo quando não entendemos Seus caminhos - é a peça que falta nessa equação maluca da vida. É a confiança que precisamos para acalmar nossas ansiedades e temores. Se o mundo aqui não nos dá o que queremos, temos a certeza de que há alguém olhando por nós. 

Não, o mundo não é perfeito, muitas desgraças surgem a cada dia. E muitos questionam onde Deus está quando uma dessas desgraças acontecem. Sabem, Deus pode fazer qualquer coisa. Nos livrar de qualquer situação. No entanto Ele não vai impedir todas as consequências de nossos atos. Tudo o que fazemos tem uma consequência. Faz parte da justiça pagar pelo que fazemos. Não podemos esperar  eternamente que Deus nos livre de tudo o que acontece e que causamos, como crianças birrentas que pensam poder fazer tudo o que querem e esperam que a mãe sempre os socorra. É justo que paguemos pelo que fazemos. E infelizmente muitas vezes outros pagam pelos nossos erros. 

 A oração faz parte do contato diário com Deus. Como uma conversa (respeitosa) com um amigo. Muitas vezes só nos lembramos de orar quando estamos em apuros. Mas será que lembramos também de agradecer por tudo o que recebemos dEle? Ser grato também nos ajuda a ter confiança. Sabem por quê? Porque quando buscamos motivos para agradecer, vemos o lado positivo da vida, e isso nos ajuda a ter mais confiança de que sim, no final tudo vai dar certo.

Beijão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:
Comentário(s)
Comentário(s)