13/07/2015

Passinhos de tartaruga

| |

Mais uma semana se passou, e a balança dessa vez deu uma leve baixada. Levíssima, diga-se de passagem. Mas nesta semana eu não fiz por merecer mesmo. Fui mole, me deixei abater, e fiz o que eu incentivo as pessoas a não fazer: desanimei legal. Bom, vamos aos fatos.

Eu havia planejado uma semana repleta de atividade física, foco total na dieta, sem uso de tolerados, controle de laticínios e tudo o mais. Mantive a dieta. Mas não fiz atividade física - arrumei uma desculpa para cada dia da semana. No final da semana usei tolerados. Mesmo dentro da cota eu sei que eles me atrapalham. Tanto que me pesei na sexta-feira para participar de um desafio (e ver se me animo) e hoje a balança prossegue no peso de sexta, nem um graminha a menos. Também consumi laticínio além do que deveria e acho que no final das contas tive um resultado ótimo para o tanto de desleixo que rolou nessa semana. 

Passei a semana toda em uma luta constante contra mim mesma. Acordei várias vezes durante a noite com vontade de comer - o fantasma da compulsão rondando mais uma vez. Na quarta-feira (ou quinta) cheguei ao meu limite: no supermercado peguei chocolate e doce de leite e trouxe para casa. Como almoço sozinha estava tudo certo. Mas ao chegar em casa e me vendo naquela situação, bateu uma tristeza, pois era eu mais uma vez perdendo para a comida. Confesso: chorei igual criança. Quando cheguei do trabalho à tardinha entreguei para o meu marido meu cartão de crédito e uns trocos que eu tinha na carteira. Sem dinheiro o risco de fazer porcaria era menor. Alcancei também as compras e pedi que comesse o quanto antes pra tirar a tentação de perto de mim. Ele me deu colo, me consolou, e tudo ficou um pouco melhor. 

Esta é a segunda vez que faço a Dukan. Quando cheguei mais ou menos nesse peso que estou da outra vez, tive todo aquele problema (problema hormonal, infertilidade, bla bla bla) e precisei parar. Agora, nessa altura do caminho a motivação vai dando aquela enfraquecida e preciso burcar forças, pois não vou abandonar meu objetivo e não vou perder para  mim mesma, isso eu garanto!

Não está fácil, mas vou prosseguir, vou insistir. Eu sei o que eu quero e sei o que fazer pra chegar lá. Claro que é mais fácil falar do que fazer, mas motivação depende muito mais de nós mesmos que de qualquer outro fator externo. Então vou trabalhar a cabeça, que é meu maior ponto fraco, com toda certeza, pra prosseguir e finalizar essa etapa. Essa semana será complicado me exercitar, pois trabalho o dia todo e terei curso durante 3 noites dessa semana. Mas nos dias que não terei pretendo fazer alguma atividade física sim. Não posso ficar parada, pois sei que um bom resultado é que me dará ânimo pra seguir em frente. E dieta alguma vai funcionar se eu não fizer a minha parte.

Ah, abaixo, a pesagem:


Em relação à semana passada (84,4 kg), perdi 200g. Vamos em frente!

Beijão e boa semana!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:
SNAPCHAT: @dennybap / PERISCOPE: @dennybaptista
Comentário(s)
Comentário(s)