09/10/2015

Minha dieta é melhor que a sua

| |
Imagem: Freepik

Às vezes eu fico observando esta internet e acho muitas coisas engraçadas. Quando buscamos perder peso, seja da maneira como for, escolhemos uma metodologia. Pode ser uma reeducação alimentar, uma dieta mais restritiva, remédios para emagrecer, enfim, uma infinidade de escolhas. Cada um faz a sua, baseado naquilo que lhe faz bem, no que acredita. Acontece que a maioria das pessoas não procura entender pelo menos o básico sobre nutrição e saúde e levantam diversas bandeiras a favor ou contra este ou aquele método. Mas as coisas não são simples assim.

Uma pessoa saudável, que pratica atividade física de forma regular (não precisa ser algo puxado não), como é o ideal para a saúde, e tem um peso ideal, deve consumir no mínimo cerca de 2.000 calorias. Por isso este valor é o que aparece na tabela nutricional de diversos produtos. É uma generalização, claro, baseado no que é ideal para a maioria das pessoas. Mas é isso. Sabe o que isso significa? Que toda dieta, reeducação alimentar, ou o que quer que seja, que te faça consumir menos que isso, gera stress e sofrimento ao organismo. Simples assim.

Então, quando queremos emagrecer, precisamos cortar várias destas calorias para "economizá-las" e então perder o excesso de peso. Você precisa "economizar" em média 5 mil calorias para perder 1 kg de peso. Isso também generalizando, pois o emagrecimento não depende apenas da queima de calorias, a ciência já aponta diversos outros fatores envolvidos no processo de perda de peso além desse. 

Quando estamos acima do peso essa é a solução. No entanto, o organismo sofre sim. Para o organismo não é natural ganhar quilo após quilo, mas também não é natural perder peso. Isso gera stress, sofrimento ao organismo, e esse stress é muito importante na perda de peso, no final das contas. Mais que isso, é necessário para que ela aconteça. Quando falamos em saúde, não falamos apenas em ausência de doenças. Falamos também em condições metabólicas ideais, constantes e o mais estáveis possível. Então sinto muito informar, mas a reeducação alimentar - para fins de emagrecimento - também é estressante e não é a mais saudável para o organismo. Saudável é não precisar reeducar. É ter hábitos saudáveis consolidados. 

Hoje em dia se bate muito na tecla da contagem de calorias. No entanto, a ciência já evoluiu e mostra dia após dia que a quantidade de calorias importa muito menos que a qualidade delas, leia-se: de onde elas vêm. As 100 calorias vinda de uma salada são tratadas pelo seu corpo de forma diferente de 100 calorias vindas de um chocolate e consequentemente têm um impacto muito diferente no organismo. 

Fora isso, temos ainda a questão da individualidade das dietas. Cada pessoa que precisa emagrecer pode trazer consigo determinados problemas que precisam estar no foco de sua dieta. Uma pessoa que tem diabetes por exemplo, não pode seguir uma reeducação alimentar como a que todos os demais fazem. Quem tem triglicérides ou colesterol alto também precisa focar mais em certos pontos e menos em outros. Cada organismo é um, e cada processo de perda de peso tem uma individualidade.

Grande parte dos profissionais de saúde já saem da faculdade defasados. E muito poucos se atualizam. A consequência é que há muitas pessoas seguindo dietas de "reeducação alimentar" defasadas, muito distantes do ideal, e levantando bandeirinhas falando mal de outros tipos de "dietas". Como exemplo, cito abaixo algumas "novidades" - que não são tão novidades assim - que têm figurado no mundo da nutrição e endocrinologia, mas que ainda estão distantes dos consultórios da maioria dos médicos e de nutricionistas:

- Farinha branca é nociva ao seu organismo e recheada de antinutrientes - que mais retiram nutrientes do seu organismo que colocam.
- Açúcar mata você dia a dia, venha de onde vier.
- Suco de fruta natural feito na hora traz mais malefícios que benefícios ao seu organismo. A frutose (açúcar da fruta) não apenas não é aproveitada nem em 1% pelo organismo, como o intoxica - o fígado principalmente - e é especialmente maléfica às crianças!
- Gordura não é vilão não, mas depende de onde ela vem.
- O leite inicia diversos processos alérgicos e inflamatórios em seu organismo.
- O glúten faz com que você deixe de absorver inúmeros nutrientes vindos da alimentação e provoca alergia na maioria das pessoas - em maior ou menor grau.
- Você não precisa usar whey protein para fazer 40 minutos de aeróbico e 1 hora de musculação.
- A dieta "ideal" é composta por gorduras boas, legumes, verduras (orgânicos!), frutas (inteiras, jamais o suco!), cereais integrais e proteína de boa qualidade - e nada de industrializados. Na dieta ideal não entra açúcar, farinhas, corantes, conservantes.

Enfim, isso é só o básico. Não pretendo aqui ser xiita de dieta alguma, e nem consigo aplicar todo esse conhecimento em minha vida - ainda! Eu não sigo uma dieta perfeita. Dieta alguma é, isso é que precisa ficar claro! Se é dieta, mesmo que disfarçada sob o pseudônimo de "reeducação alimentar", já restringe algo, já põe o organismo em sofrimento e stress, e já não é ideal. E dieta precisa ter fim. Reeducação alimentar eterna não faz bem, e nenhuma dieta seguida por tempo indeterminado faz. A intenção é mostrar que quanto mais sabemos, mais percebemos que não sabemos nada. Portanto antes de taxar esta ou aquela dieta como matadora de criancinhas, relaxe e perceba que não há um só caminho, e que as verdades não são - e nunca serão! - absolutas. 

Há pessoas que precisam de dietas restritivas sim. Eu mesma iniciei uma por indicação do meu médico, após deixá-lo de cabelos em pé com os resultados dos meus exames. Uma "reeducação alimentar" simples não me tiraria da situação em que eu estava com velocidade suficiente para que eu não corresse riscos no processo. Recebi e ainda recebo críticas, indiretas, leio coisas absurdas sobre minhas escolhas. Mas eu não estou fazendo nada por conta própria: tenho acompanhamento médico e monitoro minha saúde com exames médicos frequentes. 

E este é o meu conselho: busque um bom profissional, leia muito, aprenda muito, filtre as informações, e faça as mudanças que julgar necessárias. Quando você buscar o conhecimento - e não apenas aceitar o que vem até você de bandeja - vai perceber que a vida é muito maior que o que vemos à nossa frente, que há muitos caminhos, e encontrará o seu. Busque o seu caminho. E respeite sempre o do outro.

Beijão!

 Me siga nas redes sociais e fique por dentro de tudo!
SNAPCHAT: @dennybap / PERISCOPE: @dennybaptista
Comentário(s)
Comentário(s)