20/11/2015

Mais uma calopsita - Miquerinos

| |

Comentei no post de segunda que tenho uma nova calopsita. Pois apresento a vocês o Miquerinos. Permitam-me explicar o nome, rs... O meu outro filhote, que já tem pouco mais de um ano, se chama Tut (eu coloco o "i" no final de safada, rs), em homenagem ao Rei Tut, mais conhecido como Tutancamon, um grande faraó. A intenção nem era homenagear outro faraó com o nome Miquerinos (que sim, é nome de outro faraó). Nós na verdade não sabíamos que nome pôr e ele ficou sem nome por uns três dias. No primeiro dia meu marido falou de brincadeira no nome Miquerinos, mas não pretendíamos manter. Só que enquanto não pensávamos num nome oficial, fomos chamando de Miquerinos de brincadeira, e de repente ele não parecia com nada além de Miquerinos, rs... 

Então, ele chegou aqui numa segunda-feira meio fria, dentro de uma caixinha de papelão e meio assustadinho. Não é legal, de verdade, separar um filhote tão pequeno de seus pais, mas o caso é diferente e especial, não vou realmente me prolongar aqui, mas o fato foi que aqui ele chegou. Peguei ele na mão, tão pequenino e pensei: "Meu Deus, um filhote de calopsita, será que vou dar conta?" Parecia tão frágil que eu fiquei meio morrendo de medo de que não cuidasse dele direito e sei lá, ele morresse.

Eu já havia preparado tudo: um lugar quentinho, aconchegante, já havia revirado a internet pegando dicas aqui e ali de como cuidar de um filhote, comprado mistura para papinha e todas estas coisas que um filhote de passarinho exige. Na minha mão ele logo parou de tremer. Aquela coisinha da primeira foto superior à esquerda, arrepiadinha, com penas ainda faltando, parecendo o Elvis Presley de topete arrepiado logo roubou meu coração. 

Um filhote de pássaro é uma experiência totalmente diferente de um pássaro maior. O Tut chegou até nós já com 3 meses. Habituados a viver entre outros pássaros, é bem mais arredio. Até vem na mão, mas só com a oferta de comida, fazer carinho é um momento meio tenso. Ele gosta, mas fica nervoso, dá para ver que ele fica dividido, rs. Assusta-se facilmente com movimentos bruscos, e passa mais na gaiola dele, apesar da liberdade de ir e vir que ele tem. Mas um filhote se apega fácil. Perde o medo fácil. É assustadoramente dependente e carinhoso. E eles crescem M U I T O   R Á P I D O. Sério. É impressionante! Para vocês terem uma ideia, entre a primeira foto dele pequenino, até a última, há a diferença de apenas 3 SEMANAS. Sim. Ele cresceu isso tudo nesse curto período de tempo.

Mais à frente quero detalhar aqui como o alimentei, como o "desmamei" e tudo o mais. Procurei bastante coisa na internet e encontrei, mas quero também disponibilizar aqui minha experiência.

O fato é que ele é extremamente carinhoso. Ainda não está na mesma gaiola do maior, pois como eu disse, o maior é mais arredio, e estamos acostumando um à companhia do outro, para evitar atritos que possam resultar em machucados, rs... Mas eu chego em casa e ele já começa a piar e chamar. Pego ele e já corre para o ombro. Ama um carinho, faz um piozinho fino e diferente quando recebe carinho, todo manhoso. Se eu deixar, passa o tempo todo entre meus braços, mão e ombro - e às vezes tenta fazer minha cabeça de poleiro! Quando vou preparar a papinha da noite (que estou dando aó até terminar o pote mesmo, pq ele já come sementes, ração extrusada, legumes, verduras e frutas, e viveria super bem sem papinha), esteja onde ele estiver, voa para mim, pois já sabe o que estou fazendo. É incrível! Eu confesso que achei que seria difícil um pássaro assim, pois esperávamos que o Tut fosse tão receptivo, mas ele não é. No entanto, não o amo menos, ele é lindo, ele faz festa quando chegamos também. Apenas tem um temperamento diferente e pronto.

Enfim, nesse meu momento um tanto dolorido, esse bichinho minúsculo veio para me ocupar, dar alento, carinho e tornar meus dias mais tranquilos. E ele é muito arteiro! Danado que só ele minha gente, rs... A foto abaixo dá uma palha, rs...

Bom, vocês terão mais notícias dele, e do Tut também!

Beijos!


Acredito que nenhuma foto expresse melhor o temperamento dele que essa, rs...
Comentário(s)
Comentário(s)