13/06/2016

Resumo da semana, frio e disposição

| |

Olá turma! Mais uma semana se passou e eu gostaria de dividir com vocês como ela se sucedeu. Primeiramente, foi uma semana muito fria. No final de semana chegamos a temperaturas negativas, tendo por exemplo -1ºC às 9:00 da manhã de domingo. Eu amo frio, mesmo nestas condições, de verdade. Amo caminhar na rua em dias frios, o dia fica lindíssimo! Óbvio que reconheço que há pontos negativos e que há quem não goste e tudo certo para mim: contorno perfeitamente os pontos negativos, e entendo e respeito quem não gosta do frio. Também sei que há quem passe frio e tudo o mais, e isso não me passa batido. Então faço o que todos deveríamos fazer (e que bom que muita gente faz!): faço o que posso para ajudar estas pessoas.

A semana também foi de muito trabalho. Quem trabalha na área de educação sabe que final de trimestre é uma época puxada. Para quem fica na Supervisão, meu caso então, é quase enlouquecedor: revisar todos os diários de classes, de todos os professores, de todas as turmas, verificar as notas de um por um (porque sempre tem algo a corrigir), ufa! Mas estou levando - porque ainda estou no processo - tudo tranquilamente.

Mas o diferencial da minha vida tem sim sido a questão da alimentação. Porque numa alimentação low carb a tendência é sentir cada vez menos fome. E isso é um fato que estou sentindo muito alegremente. Ainda mais depois que desapeguei dessa coisa de comer nas horas costumeiras, de fazer mil lanches. Como quando tenho fome. Qualquer dia destes falarei com vocês a respeito disso, pois tem sido vital para mim! E comer quando se tem fome é algo muito simples! Óbvio que não é simples diferenciar fome de vontade de comer, e menos simples ainda buscar entender quando estamos saciados. É um processo gradual, que vamos aprendendo com o passar do tempo. Confesso que identificar a fome de verdade, da fome "psicológica", aquela "vontade de comer" tem sido muito mais simples para mim. Estou lutando mais é pelo conceito de saciedade: perceber quando já posso parar de comer, pois já me alimentei com o suficiente. Também cabe um outro post somente sobre isso. 

O fato é que comendo menos, e os alimentos certos, tenho sentido uma disposição incrível! Fazia muito tempo que não me sentia assim. E sinto que é resultado sim daquilo com que me alimento. Não é apenas um bem estar psicológico, uma empolgação. É boa disposição física, sinto meu corpo fortalecido, minha mente leve, é difícil descrever, isso vai muito além do psicológico.

E enfim, o que eu comi? Resumi em algumas fotos - pode ser que tenha passado algo, mas se passou, foi detalhe. E realmente não comi muito além disso, não passei fome alguma: quando a fome surgiu, foi saciada. Vamos lá:


- Bife bovino acebolado com tomates e salada verde, feito pelo marido.

- Carne de panela com tomate e cebola, farofa de couve chinesa, cebola, ovos cozidos e farinha de coco caseira, um figo e abóbora cabotiá assada com alho. 

- Vitamina feita com leite de coco, morangos e nozes.

- Queijo tostado na ghee com omelete, figo e salada verde.


- Espetinho feito com frango, cenoura, pepino, queijo tostado na ghee e tomate, feito pelo marido, com molho que preparei com requeijão, pesto e azeite de oliva extra virgem, mais saladinha verde.

- Abacate amassado com um pouquinho de stevia.

- Arroz de couve flor com temperinhos e curry, frango em cubinhos com um pouquinho de creme de leite, tomate refogado, cebola caramelizada e salada verde.

- Queijo tostado na ghee com molho pesto, kiwi e um pouquinho de creme de leite.


- Salada de folhas verdes, escondidinho de abóbora e carne moída especial, e couve refogada com alho.

- Rúcula, chuchu e cenoura cozidos, tomate e abóbora cabotiá assada.

- Salada de folhas verdes com rabanete e o restinho do escondidinho do dia anterior.

- Rúcula, pepino, couve flor e brócolis cozidos, cenoura e alho assados e costela churrasco de costela bovina.

Vocês perceberam que tudo é "comida de verdade", né? Eu só como algo como aquele abacate ou um queijinho e kiwi quando acordo com fome, num dia em que sei que só vou poder comer de verdade à tardinha. Porque com essa refeição eu vou até a tardinha tranquilamente (lembrando que aqui o sol tem se posto antes das 18h, ou seja, à tardinha é relativamente cedo). 

Enquanto na dieta Dukan a proteína era o carro chefe da alimentação, na low carb / paleo o carro chefe são os legumes e verduras. As frutas entram como guloseimas: eventualmente. 

Eu compartilho mais detalhes do que como no snapchat (dennybap), e no Instagram costumo explicar como preparo a maioria dos pratos que vocês vêem aqui. As fotos vão também para um álbum que criei em minha página do Facebook, com as mesmas explicações do Instagram. Aos poucos irei postando todas estas receitinhas aqui no blog, ok?

A perda de peso continua muito bacana! Obviamente ela está agora em um ritmo mais lento - o começo é sempre mais rápido. Mas tem sido um ritmo constante, encorajador, que não me desanima em momento algum. O único ponto em que preciso me puxar mais é em relação ao consumo de queijos: peguei um pouco mais pesado em alguns dias e senti o intestino dar uma leve prendida. Então agora vou pegar ainda mais leve - até porque para quem quer emagrecer é preciso que seja assim. 

Meu marido também manteve o ritmo firmemente comigo, e esta é a maior parte. Não apenas pelo apoio, que já é formidável, mas pela parceria que formamos, tem sido delicioso! É claro que no Dia dos Namorados nos demos um docinho nada low carb. Não vou vir com o discurso de que "foi uma jacada consciente, pensada, que merecíamos e bla bla bla". Fizemos e pronto, seguimos em frente já. Eu prefiro não publicar fotos destes momentos, não por querer parecer uma pessoa perfeita - se quisesse isso teria simplesmente omitido a informação. Mas porque sei que há pessoas que lutam mais intensamente com dietas, e que esse tipo de publicação pode desanimar, fazer a pessoa sentir desejo por aquilo e etc. Óbvio que isso seria problema delas, e não meu. Mas eu prefiro que minhas redes sociais mantenham o foco nos bons exemplos, não omitindo o que não foi bacana, mas não dando destaque a isso. Importante dizer que isso é uma posição pessoal, e que não me incomodo com quem publica fotos do tipo. Esta é uma forma de agir minha, e formas diferentes não são ruins, são apenas diferentes.

Para finalizar o post, uma imagem que capturei com meu celular ontem à tardinha, que achei que ficou linda e resume meu dia de ontem:


Beijão e uma linda semana para vocês!
Comentário(s)
Comentário(s)