30/11/2016

Uma semana de tantas perdas!

| |
Designed by Freepik

Vivemos uma semana de consternação no Brasil. É uma semana triste em tantos sentidos, que eu não poderia apenas fazer mais um post de frugalidades. Uma semana onde morreram pessoas (tantas!), onde morreu o respeito também, a dignidade.

O acidente com o avião do time Chapecoense configurou uma tragédia sem precedentes. Jogadores, equipe técnica, tripulação, repórteres, tanta gente perdeu a vida num piscar de olhos e as investigações parecem indicar um motivo que não deveria ter se tornado motivo para este acidente. Quantas famílias enlutadas, com uma perda repentina que ninguém imagina, e depois chega como um soco na boca do estômago e é preciso que se lide com isso.

Não bastasse todo esse sofrimento, meios de comunicação foram origem de tanto sensacionalismo, tanta falta de empatia, tanta busca por cliques e likes, que desta vez passou dos limites e revoltou a população. Houve páginas do Facebook que perderam milhares de curtidas - há a estimativa que a perda chegou a um milhão. Não vou nem citar nomes, pois isso só daria mais relevância a este tipo de conteúdo. As famílias inicialmente vinham tendo informações através da mídia mesmo, mas também precisavam lidar com selfies de seus mortos dentro do avião que logo iria cair, com fotos dos corpos sendo compartilhadas em redes sociais - meu deus, quem tira foto de corpos para compartilhar, que tipo de gente é essa! - e aqui eu fico satisfeitíssima por não ter recebido nenhuma.

No meio de tudo isso, nossos políticos não deram trégua e votaram mais ações que os favorecem, e que fazem o povo de palhaço, que os colocam. Tanto na esfera federal, quanto nas estaduais. É um show de horrores, é a certeza da impunidade, é a cara de pau de quem colocou nosso país numa crise violenta da qual não temos previsão de sair sem sangrar muito ainda. Sim, porque todos sabemos que se nossos impostos saíssem de nossos bolsos (cada vez mais vazios!) e fossem direto para onde deveriam, seríamos um país riquíssimo. Porque anualmente trabalhamos cerca de TRÊS meses por ano apenas para pagar nossos impostos. Mas o que temos? A descoberta de políticos que roubaram MILHÕES, a possibilidade de vários outros tipos de crimes do gênero, e nós sabemos que apenas a ponta o iceberg apareceu - e infelizmente sabemos que muitos ficarão impunes. Vejo muitas pessoas cuspindo impropérios à "direita" ou à "esquerda" e percebo que somos todos marionetes feitos de bobos, pois nas câmaras de vereadores, legislativas, prefeituras, senado e afins, não há direita ou esquerda, há um bando de gente sem escrúpulos unindo-se para se safar da punição pelo que fazem.

Então hoje é quarta-feira ainda e já me sinto autorizada a dizer que tivemos uma das semanas mais pesadas do ano, em termos de Brasil. Não sei se foram se juntando tantas coisas umas às outras que parece termos recebido a "cereja do bolo", e chegamos (cheguei!) ao limite, ou o quê. 

Então a frase acima veio a calhar. A morte dói, destrói, arrasa. Mas o que morre em nós, e nos outros, no decorrer da vida, com situações como a que vivemos em nosso país, é ainda pior. Porque não vemos um fim para isso. 

Que semana difícil!


Beijos.

28/11/2016

O Natal vem vindo: árvores natalinas diferentonas

| |
Designed by Freepik

Árvore natalina é o símbolo básico da época. As mais tradicionais são os pinheiros, tanto os "in natura" quanto os de mentirinha, verdinhos, brancos e até prateados. Mas eu andei vendo uns modelos diferentes para quem curte fugir da mesmice, e achei que seria bacana compartilhar! 

A maioria deles tem aquele jeitinho de handmade, ou seja: com um pouco de inspiração, você pode fazer em casa também. Não é bacana? Vamos a eles:


03. Etsy


04. Arte de Fazer
05. Comunicadores
06. Premier Gifts


07. Namorada Criativa
08. Coisas da Doris
09. Perfeita Ordem


10. Pompom Doll
11. Gráficos e Receitas
12. Michele Stahl

Esperam que tenham gostado! Eu achei lindas estas opções!

Beijão!

25/11/2016

Receita: manteiga probiotica

| |

Olá galera! Dia de receitinha! Eu procuro trazer toda semana pelo menos alguma receita bacana. Sim, porque eu amo receitas, pesquiso muitas na internet, então acho bacana não apenas consumir o conteúdo, mas colaborar, né? 

Então a minha contribuição desta semana para o nicho culinário das internês é esta deliciosa manteiga probiotica, que é fermentada a partir do kefir.. Eu nunca havia pensado na possibilidade de uma manteiga probiotica. Nunquinha mesmo. Eu achava que a manteiga ghee seria a forma de consumo mais benéfica da manteiga e acabei surpreendida! 

Veja aqui a receita de manteiga ghee.

Quem acompanha um pouco os estudos científicos já sabe que esta história de que a gordura saturada favorece infartos e outras coisas já ficou para trás e não confere. As gorduras saturadas, principalmente de origem animal, são benéficas e necessárias ao organismo. Imagina juntar a elas bactérias probioticas que irão ajudar a melhorar sua saúde como um todo? Ótimo né? Então é isso que vamos aprender a fazer hoje. Segue a receita!


Manteiga Probiotica

Ingredientes

- 1 pote de nata (sim, precisa ser nata, pelo alto percentual de gordura, que vai virar manteiga depois) com o maior percentual de gordura que você encontrar e o mínimo de ingredientes (eu evito as que contém gelatina, acho ruins demais, eca!)
- 1/2 copo americano de leite kefirado pronto
- sal
- temperos a gosto


Como fazer

- Coloque a nata e o leite kefirado em um recipiente e misture bem ambos, com movimentos suaves. 
- Tampe este recipiente e guarde-o em temperatura ambiente, por pelo menos 4 dias, para que fermente. Sim, precisa ser em temperatura ambiente, ou a fermentação, que a tornará probiotica, não se realizará.
- Após os 4 dias, ela deverá estar com um cheiro levemente azedo, pela fermentação, o que não significa que está estragada, ok? 
- Leve esta nata fermentada à geladeira por pelo menos 30 minutos, para que fique bem gelada.
- Com o auxílio de batedeira, ou à mão mesmo, bata a nata na velocidade máxima, até que vire manteiga. Quanto mais gelada (não congelada!), mais rápido o processo. Ela vai começar a ficar mais firme, então passará ao ponto de chantilly, e depois você perceberá que ela começará a formar grumos, e o líquido irá se separando da gordura. Depois de perceber que o líquido se separou dos sólidos (a gordura), bata mais um pouco e pare. Eu tenho uma batedeira bem fraquinha, e este processo demorou pouco mais de um minuto. É bem rápido mesmo.
- Escorra este líquido e então inicie a lavagem da  manteiga. Esta lavagem serve para separar os restos de líquido das gorduras e excesso de outros líquidos. Adicione água gelada e mexa com uma colher ou espátula. A água inicialmente sairá esbranquiçada. Escorra esta água e lave mais uma vez. Siga repetindo estas lavagens - não se preocupe, gordura e líquidos não se misturam - até que a água saia bem transparente. Então escorra pela última vez.
- Após este processo é hora de temperar sua manteiga. Um pouco de sal, quem sabe algumas ervas, use sua imaginação!

Um close no resultado, como sempre!

(a receita deste pãozinho sairá em breve!)

Eu fiz esta apenas com um pouco de sal e ficou deliciosa! O rendimento é o desta panelinha, que é da linha Petite Casseroles que foi lançada pela revista Caras anos atrás! Não é grande, mas achei que rendeu bem. Algumas considerações:

- Faça sempre esta pequena porção inicial para provar e ver se você gosta do sabor. 

- O sabor é levemente azedo, por conta da fermentação. Quanto mais tempo fermentando, mais forte ficará este sabor, quanto menos tempo, mais fraco. Mas não aconselho menos de dois dias de fermentação, sob pena de não conseguir uma boa ação probiotica.

- Não aqueça a manteiga! Ela é ideal para acompanhar pães ou biscoitos frios (o preparo que você quiser!), uma vez que se aquecida ela perde as propriedades probioticas.

- As opções de sabor são infinitas! Use a imaginação!


Espero que tenham curtido a ideia, se alguém fizer me conta!


Beijão!


Obs.:  se você quiser imprimir esta receita, ou salvá-la em PDF, basta clicar no botão abaixo!




Print Friendly and PDF



23/11/2016

O Natal vem vindo - Ideias de decoração

| |
Designed by Freepik
Na semana passada eu postei algumas guirlandas natalinas pra gente se inspirar - e ainda não coloquei minha guirlanda na porta do apartamento 😭.
Confira o post com modelos de guirlandas lindos!

Hoje é a vez de uma seleção INCRÍVEL de decoração para os dias que antecedem o Natal! Foi mais uma daquelas seleções difíceis de se fazer, pois eu queria seguir selecionando, mas ninguém merece um post gigantesco né, rs... Mas não se iludam, o post não ficou pequeno, rs... Selecionei, mais uma vez, coisas que podem servir de inspiração para que você mesma faça e ainda economize uma grana neste final de ano tão apertado!

Vamos à seleção então, que fiz de um jeitinho diferente para que você não precise rolar tanto a página para ver - as numerações foram organizadas sempre da esquerda para a direita. Para acessar o post original das imagens (que geralmente contém mais ideias), basta clicar nos links que disponibilizarei abaixo delas.







4. Etsy
5. Pop Sugar
6. Etsy




7. Festas ecologicamente corretas
8. My life and kids
9. Stilowi




10. Mulher.com.br
11. Ta sabendo
12. Viral Slacker




13. The hankfull house
14. Smart School House
15. Etsy




16. Circolare
17. Knot and nest designs
18. Revista Casa e Jardim




19. Rostinhos bonitos
20. Easy Peasy and Fun
21. Dan 330


Estou concentrando estas sugestões e muitas outras em um board do Pinteres. Para acessá-lo basta clicar AQUI.

Espero que tenham curtido!

Beijão!

21/11/2016

Laticínios no contexto lowcarb / paleo

| |
Designed by Freepik


Uma pergunta que vejo redundar os grupos sobre as linhas alimentares lowcarb / paleo / primal do Facebook é a que diz respeito ao consumo de laticínios nas dietas lowcarb / paleo. Eu expliquei rapidamente as diferenças entra a dieta lowcarb e paleolitica em um post há algum tempo.

Acesse o post que fala sobre os conceitos lowcarb / paleo / LCHF aqui.

Qual é a grande questão: pode ou não pode consumir laticínios numa linha alimentar lowcarb / paleo? Primeiramente preciso deixar claro que poder você pode tudo. Não existe essa de "pode" ou "não pode" na vida de ninguém. No entanto, estas linhas alimentares têm suas orientações específicas, e dentro destas a gente pode então dizer se deve ou não consumir o alimento X ou Y. Então, respondendo muito rapidamente, digo o seguinte: se você segue uma linha alimentar exclusivamente paleo (ou seja, baseada no consumo de "comida de verdade") você não pode consumir laticínios, uma vez que são resultado de um processamento alimentar, ainda que muito baixo. Se você segue uma linha alimentar mais lowcarb, que foca mais no quesito carboidrato, pode eventualmente consumir laticínios sim. 


A famosa individualidade biológica

O que entra aqui, e que é muito importante levar em consideração é a individualidade biológica. Individualidade biológica é essencialmente o que diferencia você de mim. Temos uma base em comum mas, por exemplo, eu posso tolerar menos a lactose que você, ou meu organismo responde de forma diferente aos industrializados, por exemplo. É isso que torna cada conduta diferente uma da outra. E é esta individualidade que permeia este estilo de vida denominado lowcarb / paleo. É um "mix" voltado principalmente para pessoas que necessitam perder peso ou no tratamento de algumas doenças espcíficas. Segue uma alimentação baseada no consumo baixo de carboidratos (e sempre vindos das melhores fontes), e com a retirada máxima de industrializados, dando preferência àqueles de baixo processamento e fermentados, como iogurtes, queijos, kefir, etc.

Mas como eu sei qual é a minha individualidade biológica? Isso é algo bem pessoa. E tem a ver com saber quais nossas intolerâncias alimentares também.


As intolerâncias

Bom, a melhor e mais acertada forma de se saber que intolerâncias alimentares podemos ter é através de estratégias como o "whole 30" (ainda explicarei em um post futuro) que, em resumo, retiram todos os industrializados, laticínios, glúten e lactose da dieta durante o período de um mês (período que proporciona um "detox" no organismo), para depois reinseri-los lentamente, a fim de se perceber realmente a ação de cada um no organismo. Na hora de inserir estes alimentos (processo que deve ser feito de forma lenta e gradual a fim de se ter respostas mais efetivas mesmo) muitas pessoas começam a perceber suas intolerâncias. No entanto, é possível fazer isso de forma mais fácil. Digamos lá que estou numa dieta lowcarb/paleo e meu peso não baixa de jeito nenhum, ou venho tendo algum mal estar que não entendo de onde vem. Posso retirar os laticínios por um tempo (algumas semanas pelo menos) e depois reinseri-los e  observar como meu corpo responde a eles. O caso complica quando a pessoa tem mais de uma intolerência, então a melhor metodologia é realmente um "whole 30" da vida. Porque esta é uma boa estratégia? Porque exames laboratoriais normalmente só detectam casos mais acentuados de intolerâncias, e não contemplam aquelas pessoas que possuem uma intolerância mais leve mas que, no entanto, pode incomodar bastante.

A tolerância não tem relação apenas a exames e textes, mas sim a condições pré existentes. Pessoas com problemas hormonais, intestinais, doenças autoimunes e alergias (rinite, bronquite, etc) têm como recomendação a retirada de laticínios de sua alimentação, para melhora dos sintomas. Então, se você não tem nenhuma intolerância comprovada, e nenhuma das condições acima que melhoram com a retirada de produtos lácteos, você pode fazer uso eventual de laticínios.


Que laticínios consumir?

Bom, sabendo das condições que te permitem - ou te indicam que é melhor evitar - o consumo de laticínios precisa também pelo menos prezar aqueles de maior qualidade e densidade nutricional. Por isso que aquele leite de caixinha acaba sempre fora de cogitação: é um péssimo produto (o processamento faz com que ele não seja sequer considerado um alimento decente), com uma densidade nutricional muito ruim, e que ainda tem grande potencial inflamatório. Os melhores serão sempre os integrais (não me vem com desnatado agora não!), fermentados e de baixo processamento. Alguns exemplos:

- Manteiga
- Manteiga ghee (de carrafa, clarificada, etc)
- Kefir
- Iogurte natural integral (que contenha apenas leite e fermento lácteo em sua composição)
- Coalhada
- Nata
- Creme de leite fresco
- Queijos (brancos e amarelos, mas não aqueles baixos em gordura)
- Leite cru 

O que fatalmente cai fora: leite pasteurizado, longa vida, produtos light ou de alto processamento como versões industrializadas de requeijão, cream cheese, queijo prensado, chantilly, cremes disso e daquilo e lácteos "de mentirinha" como margarina. 

Os melhores alimentos desta categoria a ser utilizados seriam aqueles com muito pouco carboidrato e proteína, como a manteiga (aqui dando preferência à ghee). A manteiga é fonte de gordura saturada, que já foi comprovadamente isenta do rótulo de gordura ruim, é um tipo de gordura excelente para uso culinário. 

Os laticínios com melhor valor nutricional são sem dúvida o kefir e o iogurte. Eles são, sem dúvida, os melhores para se consumir cotidianamente. 
Veja este post sobre o kefir

Os melhores laticínios serão sempre os artesanais ou orgânicos. Se você tem acesso direto a produtores, eles são a melhor forma de se obter bons laticínios, pois são produtos de baixíssimo processamento. Além de que, a partir do leite integral, direto lá da vaquinha, que não passa por mil pasteurizações, pode te render muitos produtos caseiros, que com certeza serão mais saudáveis, e mais baratos. 


Com que frequência consumir?

A frequência de consumo é um ponto bem importante. Devo consumir todos os dias ou não? Bom, a palavra que cabe aqui é: PARCIMÔNIA. Consumir com parcimônia nada mais é que evitar o uso comum e cotidiano. Encare os lácteos como um agrado, um "extra", algo que se deve utilizar vez ou outra para dar mais sabor a alguns pratos. O que não dá é para consumir irrestritamente, "à vontade". "Ah, mas quantos gramas posso consumir ao dia?". Bom, esta resposta apenas um nutricionista poderá dar, após acompanhamento e, provavelmente, alguns ajustes. 

Bom, se houverem dúvidas, não hesitem em perguntar! Caso alguém tenha alguma contribuição, será muito bem recebida!

Beijão!

18/11/2016

Receita: brownie lowcarb

| |



Neste feriado meus pais vieram fazer uma visita, e então decidi preparar um agradinho para eles. Então, fiz um agradinho gostoso, mas que é possível encaixar em uma dieta lowcarb. Vejam só, a utilização de farinhas (ainda que de oleaginosas) e chocolate (ainda que acima de 70% de cacau) deve ser feita como um agrado, em momentos especiais, e não cotidianamente. É lowcarb em um contexto maior, mas dentro da lowcarb o uso cotidiano pode não apenas prejudicar o resultado, como nos manter presos aos velhos hábitos do pão e bolo. 

Quer entender mais sobre lowcarb? Leia este post AQUI.

Bom, mas vamos à receita. Peguei na do blog "Dia a dia lowcarb" e ficou uma delícia! Crocante por fora (não como a versão açucarada, claro) e molhadinho por dentro. Nham!


Brownie LowCarb



- 3 ovos
- 150g de manteiga
- 1 pitada de sal
- 150g de farinha de oleaginosa (avelã, amêndoas, castanha de caju, etc)
- Adoçante equivalente a 200g de açúcar (200g de xilitol ou equivalentes de outros como eritritol ou stevia), ou se você não fizer lowcarb, açúcar mesmo
- 200g de chocolate 70% picado
2 colheres de sopa de cacau em pó
- 1 colher de café de extrato de baunilha (eu não tinha o natural, então não usei)
- 1 colher de café de bicarbonato de sódio

Como fazer

Antes de mais nada, ponha seu forno pré-aquecer a 180ºC. Forre uma assadeira com papel manteiga untado com manteiga. Então derreta a manteiga e o chocolate em banho maria. Depois disso, adicione a farinha de oleaginosas, o adoçante, o sal, a baunilha e mexa bem. Finalmente, acrescente o bicarbonato de sódio. Despeje na assadeira e leve ao forno por 15 minutos, ou até que, espetando um palito, saia seco. Pronto!




Fica realmente saboroso galera, recomendo mil vezes!!! Segue aquele close maldoso para você encerrar o post babando!




Sabe o que é bacana? É que agora você pode imprimir, clicando no botão "print" abaixo. Ou imprimir, ou baixar o post em PDF! Me digam se gostaram disso e aplicarei em outros posts! Achei super prático! 

Beijão e bom final de semana!



Print Friendly and PDF

16/11/2016

4 contas do Instagram para quem faz dieta lowcarb

| |
Fonte: Freepik

Acho que a maioria das pessoas que vivem no mundo digital devem ter acesso ao Instagram. Se você tem um celular razoável e não tem, deveria. As redes sociais costumam ter o uso que damos à elas. Eu gosto demais de aprender. E uso o Instagram como mais uma ferramenta para isso. Aprendo muito, ensino um pouco quando posso. E nesta busca por aprendizado, quando decidi mudar a forma com que me alimento, encontrei alguns bons perfis no Facebook que me ajudaram demais. Seja com dicas, seja com o "passo-a-passo" mesmo. E aqui venho compartilhar estes com vocês!


Doutor Mohamad Barakat


Em busca de perfis que falassem sobre saúde, encontrei o perfil do Dr. Barakat. Foi através dele que comecei a considerar melhor a possibilidade de ir retirando os industrializados da minha vida. Ele traz dicas diárias sobre diversos temas relativos à saúde, e seus textos são sempre muito enriquecedores! 



Nutricionista Lara Nesteruk


Foi neste perfil que aprendi valendo o que é ser lowcarb. A Lara é uma nutricionista muito "gente como a gente". Seu perfil traz bastante conteúdo bacana, e também muito da vida pessoal dela, até pq, como ela diz, ela "não é obrigada", rs... Dando uma vasculhada a gente encontra muito conteúdo bom, praticamente um "passo-a-passo" mesmo. 




Lilian Sá


A Lilian é aquela pessoa que a gente tem vontade de trazer para casa! A conta dela é basicamente um compilado de receitas lowcarb que ela faz, e ajuda demais quem não sabe muito bem por onde começar! Há muitas receitas em seu perfil, muitas mesmo!




Drª Fernanda Silva


A Drª Fernanda é nutróloga e dá dicas muito bacanas que ajudam principalmente quem faz uma dieta lowcarb mais restrita. Ela aposta legal na cetogênica e passa muitos macetes, dicas, listas, enfim, uma infinidade de conteúdo muito bacana!

Bom, listei apenas quatro contas, mas quatro contas que fazem a diferença de verdade! Para estas contas ativei a notificação para saber toda vez que publicam algo novo, rs...

E você, que contas você segue no Instagram? Não precisa nem ser sobre saúde, eu sou bem eclética! Vamos trocar! 💕

Beijão!

14/11/2016

11 ideias lindas de guirlandas para o Natal

| |
Imagem: Freepik

O tempo passa... o tempo voa... e o Natal já está chegando! Já estou quase ouvindo a Simone cantando "♪ Então é Nataaaal... ♫" hahahahaha 😂. Bom, hoje ao sair cedo para trabalhar percebi que os vizinhos já estou colocando suas guirlandas nas portar. Choquei! Então percebi que já é hora de buscarmos inspirações para decoração Natalina. Se for prática, e se puder ser feita em casa com materiais simples, melhor, né? 

Então o post de hoje vai trazer algumas ideias de guirlandas que podem ser feitas em casa. O grau de dificuldade depende de cada um, mas elas podem servir de ideia para outros modelos ainda. Eu tenho uma guirlanda há uns 3 anos. Eu fiz com um aro de papelão, festão verde, algumas bolinhas e uns bonequinhos de feltros que comprei em lojas baratinhas. Ficou tão bonitinha que nem sonhei em desmanchar! Fiquem de olho no meu instagram (@denny.baptista) que assim que eu colocá-la na porta, mostrarei!

Agora, seguem algumas boas referências pra gente! Caso tenha encontrado em alguma lojinha, indicarei no post. Tudo em tamanho grande que é pra ninguém precisar ir buscar os óculos para enxergar! 🎅

Fonte: Lojinha do Elo7


Com um tecido bonitinho para a base, e feltro para as flores parece ser algo até simples, não? Achei mimosa! Essa vem de uma lojinha do Elo7.

Site The Crafting Chicks
Achei a ideia muito original! Amo personalizações, acho que elas dão sempre uma cara tão peculiar à decoração! Imagina colocar aí as fotos da família toda em diversos momentos felizes? ♡
Fonte: site Oficina de Ideias
Amei a ideia dos coraçõezinhos com essa cara meio rústica. Eu amo coisas rústicas. De verdade. Ainda vou redecorar a vida desse jeito, me aguardem!

Fonte: blog Já para Casa
Uma guirlanda feita com flores de papel! Que eu inclusive acho que poderiam ser flores de tecido também. Flores, que ideia bacana, né?

Fonte: Spaceships and laser beans
Morri de fofura! Duas guirlandas relativamente simples e tão bonitinhas! Se eu tivesse duas portar no apartamento certamente iria rolar essa dupla! Me apaixonei!



Fonte: blog Bellart Atelier
Que ideia prática! Rolos de papel higiênico, papéis coloridos e pronto! Acho que rola fazer até sem os rolos, só com papéis decorados!

Fonte: blog Kitchen Fun and my Three Sons
Uma das minhas favoritas! Nunca havia pensado nessa ideia, apesar de parecer até simples de se fazer. Não lembra um bonequinho de neve?

Fonte: site Catraca Livre
Essa é para você que curte vinho! Bora guardar essas rolhas aí! Olha que linda essa guirlanda de rolhas! Amei!

Fonte: site A Arte de fazer Artesanato
Rolinhos de lã! Dá para comprar lã de várias cores, em promoções e fazer os rolinhos de vários tamanhos! Linda!

Fonte: site Etsy

Simples, mas tão bonita, não acham? Para quem curte coisas mais "minimalistas" e simples. Acho que o grau de dificuldade aqui é bem pequeno, hein?

Fonte: site Tudo Especial
Achei muito diferente e bacana! Uma moldura, fitas e bolinhas. Sem mistério!

Bom, logicamente haviam muito mais! Eu estou reunindo muitas referências de coias bacanas para o Natal no Pinterest. Criei uma pasta somente para estas referências natalinas. Se te interessa, basta acessar a pasta e segui-la através deste link: https://br.pinterest.com/dennybaptista/natal-christmas/

Esperam que tenham gostado! Em breve, mais algumas coisinhas natalinas pra gente pirar!

Beijão!

09/11/2016

Wishlist da alegria: livros fofinhos!

| |
Designed by Freepik
Ai como eu amo livros! Amo tanto que respondo pesquisas que me consomem um tempinho só para que a crise não me impeça de ter livros hahahaha!


Se você quer saber como responder pesquisas para ganhar uma grana extra, visite este post aqui.



Amo ler, e leio infinitamente menos do que gostaria! Falta tempo para a leitura, e às vezes quando tenho tempo, me distraio com coisas tipo internet (😆). Amo ler, mas amo os livros simplesmente por serem.... livros! Eu teria vários livros apenas por serem bonitos! Depois daria uma olhada no conteúdo hahaha! Livros, além de cultura, lazer, podem ser objetos de decoração. Há alguns com capas tão fofas! E é sobre eles a wishlist de hoje (quanto tempo sem wishlists aqui né?): livros fofos. Vou listar aqui dez livros simplesmente por serem tão fofos que eu amaria tê-los na minha estante, independentemente do conteúdo! Certo? Certo! Lembrando que são MINHAS preferências né, então podem não fechar com as suas preferências! E estou levando em consideração as capas, não a arte interna.

Abaixo de cada um, o preço nas principais lojas de venda online, e os links para elas - aqui a gente trabalha facilitando a vida da galera. Então vamos lá!


1. Auggie e eu: três histórias extraordinárias, de R.J. Palacio e Rachel Agavino, Intrínseca. A arte de toda a coleção Extraornidário é linda. Ela é simples, mas desde o desenho à escolha das fontes criam um produto harmonioso e lindo. LINDO! Não me canso de dizer, rs... Há o livro principal (Extraordinário), há um diário, há várias coisinhas, um kit lindo!
Amazon: R$ 18,46 | Submarino: R$ 20,90 | Saraiva: R$ 22,40 | Livraria Cultura: R$ 18,46 | Americanas: R$ 20,90 (valores em 04/11/2016)



2. A parte que falta, de Shel Silverstein, Cosac & Naify. Eu acho a capa desse livro LINDA. É simplinha, mas é fofa como eu gosto. Além de tudo é um livro de poesias, outro gênero que amo! Coloquei aqui a versão em espanhol, pois as imagens do livro em português eram todas pequenas. Mas a capa é idêntica, apenas o título muda sensivelmente (em espanhol, "la parte que falta", em português, "a parte que falta").

Amazon: R$ 17,90 | Submarino: R$ 27,99 | Saraiva: R$ 21,50 | Americanas: R$ 27,99 | (valores em 04/11/2016)



3. A sorte do agora, de Matthew Quick, Intrínseca. Mais uma capa lindinha, ainda que em tons de preto. Não que eu tenha algo contra preto, muito pelo contrário, emagrece! Mas enfim, os desenhos da capa fizeram com que entrasse para o meu "hall" de livros fofos. O tipo da fonte, principalmente do nome do autor, que eu gosto muito, e que pelo visto os designers também gostam muito ultimamente, rs.

Amazon: R$ 18,90 | Submarino: R$ 24,99 | Saraiva: R$ 22,40 | Livraria Cultura: R$ 29,90 | Americanas: R$ 24,99 | (valores em 04/11/2016)




4. 1965. O ano mais revolucionário da música, de Andrew Grant Jackson, LeYa. Olha, fugindo do padrão, uma capa super coloridona! Amei o jogo com títulos de músicas na capa e a fonte dela também!


Amazon: R$ 45,24 | Submarino: R$ 39,90 | Livraria Cultura: R$ 54,90 | Americanas: R$ 41,90 | (valores em 04/11/2016)



5. Ninguém vira adulto de verdade, de Sarah Andersen, Seguinte. Precisa dizer? Hahahahaha, eu já vi várias imagens no Facebook e Twitter com esta personagem, e eu sempre rio MUITO. Além do título conter uma verdade real em minha vida. 

Amazon: R$ 27,90  | Saraiva: R$ 27,90 | Livraria Cultura: R$ 23,90 | Americanas: R$ 34,90 | (valores em 04/11/2016)



6. Quase um romance, de Meghan Maxwell, Cia das Letras. Que capa fofa! Tem cachorro, tem corações, um fundo de madeira verde e letras em estilo manuscrito, precisa de mais? Não né, rs... 

Amazon: R$ 34,90 | Saraiva: R$ 34,90 | Livraria Cultura: R$ 34,90 | Americanas: R$ 29,66 | (valores em 04/11/2016)




7. Pitadas da Rita, de Rita Lobo, Cia das Letras. Primeiramente, eu amo Rita Lobo. Segundamente (sic) eu amo receitas, culinária e afins. Terceiramente (sic²), que capa mais lindinha gente? A composição das cores e objetos me encantou. Queria uma mesa assim na minha casa!

Amazon: R$ 61,73 | Saraiva: R$ 71,90 | (valores em 04/11/2016)




8. O som do amor, de Jojo Moyes, Intrínseca. Todos os livros da JoJo Moyes têm uma arte bonitinha. São sempre delicadas as capas. Mas este foi minha favorita, pela composição das cores e imagens. Apesar de escuras as cores, a combinação de todos os elementos me traz algo como uma sensação de tranquilidade. 


9. Eu me chamo Antonio, de Pedro Gabriel, Intrínseca. Amei essa capa toda em preto e branco! O jogo com as palavras, todas desenhadinhas e meio juntinhas umas das outras, preenchendo vazios... amei, achei lindo!


Amazon: R$ 18,59 | Submarino: R$ 19,90 | Saraiva: R$ 22,40 | Livraria Cultura: R$ 18,59 | Americanas: R$ 24,99 | (valores em 04/11/2016)



10. É cada coisa que eu escrevo só pra dizer que te amo, de Lucão, Benvirá. Coisa mais linda essa capa! Gostei da simplicidade e do nome imenso do livro! E aquele coração??? Já quero!

Amazon: R$ 20,10 | Submarino: R$ 24,99 | Saraiva: R$ 20,10 | Americanas: R$ 24,99 | (valores em 04/11/2016)



11. Um cartão, Pedro Henrique, Fábrica 231. Quem não conhece as artes do Pedro? O Facebook, Twitter e Instagram andam lotadas delas! O foco são as frases, sempre lindas, que servem para os mais diversos momentos. Todas nesta letra que a gente já conhece e queria ter também. Eu queria.


Amazon: R$ 14,41 | Submarino: R$ 17,90 | Saraiva: R$ 14,70 | Livraria Cultura: R$ 14,41 | Americanas: R$ 17,90 | (valores em 04/11/2016)


12. Estranheirismo, Zack Magiezi, Bertrand. Zack Magiezi é outro moço das palavras. Que seguem sendo retuitadas, compartilhadas, pinadas infinitamente, tamanha a profundidade delas. E acho u livro muito a cara do que ele escreve.


Amazon: R$ 26,10 | Submarino: R$ 26,10 | Saraiva: R$ 27,90 | Livraria Cultura: R$ 26,20 | Americanas: R$ 26,10 | (valores em 04/11/2016)




13. No meio do caminho tinha um amor, de Matheus Rocha, Sextante. Outro livro lindo. Sinceramente gente, comecei este post despretensioso e agora já percebo que vou à falência se continuar fazendo a pesquisa para o post.

Amazon: R$22,40 | Saraiva: R$ 22,40 | Livraria Cultura: R$ 29,90 | Americanas: R$ 28,41 | (valores em 04/11/2016)



14. Coisas bem legais para ser muito feliz, vários autores, L&PM. Tô dizendo gente, vou à falência. Olha essa capa linda. Imagina se o interior não vai ser lindo assim também?


Amazon: R$ 29,24 | Submarino: R$ 32,46 | Saraiva: R$ 49,90 | Livraria Cultura: R$ 49,90 | Americanas: R$ 31,41 | (valores em 04/11/2016)




15. O livro do bem, Ariane Freitas e Jessica Grecco, Gutenberg. Outro livro lindo, oriundo de projetinhos com frases lindas para redes sociais. Tem como não achar lindo e fofo?


Amazon: R$ 14,90 | Submarino: R$ 29,90 | Saraiva: R$ 17,90 | Livraria Cultura: R$ 15,83 | Americanas: R$ 20,90 | (valores em 04/11/2016)


Gente, deu! Eu vi tantos livros lindos nos sites quando fiz as buscas que a lista que era para ter 10 já tem 15 e se eu não encerrar a pesquisa vou longe! Como as editoras têm caprichado! Hahahahaha! Numa escala que vai de "não faço questão deste tipo de livro" a "ai meu Deus me dá todos já", qual seu livro favorito?

Agora, imagina que máximo ganhar esse tipo de livro? Eu gosto. Se você gosta, compartilha este post nas redes sociais para indicar que você também gosta. Vai que alguém olha e nos presenteia hein?

Beijão!