14/12/2016

Sobre o final de 2016

| |


Eu considero todos os finais de ano difíceis. Geralmente a correria me deixa exausta. Quando estava em sala de aula (sou professora), as provas finais, a organização de tudo, a recuperação de alunos defasados e tudo o mais sempre me deixava em frangalhos ao final do ano. Agora que "estou" Coordenadora Pedagógica, apenas mudei de público, o trabalho segue sendo imenso: organizar previsão de calendário letivo para o ano seguinte, documentações, revisar todos os diários de classe de todos os professores, de todas as disciplinas... Enfim, a cabeça vai falhando, rs... 

Este ano foi bem difícil. Não foi o pior. Mas foi muito complicado. Em diversos aspectos. Tanto que, mais uma vez, acabei espaçando mais as postagens do blog, devido à falta de tempo. O final do ano então, me trouxe diversas reviravoltas na vida. Vou contar exatamente mais à frente quais as principais mudanças. Mas se tem uma coisa que está presente fortemente neste final de ano é a emoção. Não toda no bom sentido. Eu diria que é um final de ano muito pirado. Notícias boas, ótimas chegaram, e logo atrás delas algumas notícias muito ruins, porque se não tiver um pouco de drama na minha vida, parece nem ser a minha vida, rs. 

Só posso adiantar que, para 2017 a minha vida vai mudar MUITO. Compartilharei com vocês em breve. São mudanças boas, mas que acontecerão com um grau de dificuldade maior que o necessário porque surgiram problemas tristes no meio do caminho. O ser humano é péssimo, a gente sabe, mas algumas pessoas conseguem superar o péssimo. Enfim, percalços que apenas tornarão as mudanças ainda mais necessárias. 

Bom, um post para justificar um tanto minha ausência daqui e do Instagram. Mas para dizer que logo - espero - as coisas se normalizarão e 2017 terá muitas novidades. Torçam por mim!


Beijão! 
Comentário(s)
Comentário(s)