28/05/2017

Devagar se vai ao longe

| |
Imagem: Freepik
Olá!

Não apareço aqui há um bom tempo hein, rs... A vida está corrida, mas isso não é novidade alguma. Eu é que estou mais amarrada e desorganizada que nunca. Me desacomodei totalmente para me mudar de estado, e depois entrei em um mini período de acomodação, onde eu ia deixando a vida me levar, digamos assim. Aí me dei conta que se eu permanecesse nesse marasmo, as coisas não melhorariam da forma que eu queria. Aí me dei um chacoalhão e fiz planos, tracei algumas metas, de curto e longo prazo, para ter um objetivo na vida, né?

Há algum tempo já eu perdi o chão e tenho passado os últimos 3 anos mais ou menos tentando me reconstruir. Para mim não é um processo fácil. Não mesmo. Então na última semana cheguei a um ápice em que eu senti que precisaria fazer algo a respeito. Precisava de algum objetivo, simples que fosse, mas algo pelo qual tocar em frente. Algo mais do que apenas viver por viver, sabem? Então, em conjunto com meu marido (o meu apoio para todas as horas), traçamos algumas metas e planos. Alguns mais simples, outros mais complexos. E então senti um novo fôlego.

Deste a vinda para cá minha alimentação não está como eu gostaria. Eu  não tenho mais aquela garra de época em que comecei a Dukan. Acredito que depois de um peso perdido, quando a saúde vai bem, quando o sobrepeso não é tão grande a ponto de doer como doía, a acomodação vem.

Então eu pensei que se eu me forçar demais, provavelmente vou chutar o balde. Então o que tenho feito é tentar manter uma alimentação paleo - baseada em comida da verdade - a maior parte do tempo, procurando ser lowcarb o tanto quanto eu consigo. Por enquanto tem funcionado para mim. Não sei quanto peso perdi neste ano, porque decidi não me pesar por um bom tempo - o máximo que eu consegui. Mas quero mostrar algum resultado aqui. Vejam a foto abaixo:


Quando cheguei aqui, comprei a calça da esquerda. Estava normal, servindo, sem apertar,mas sem sobrar. Postei essa foto há cerca de um mês, um pouco menos. A calça imensa. Já é impossível usar esta calça, mesmo com cinto, fico parecendo estar ensacada, rs... Então, obviamente, comprei uma calça nova. Um número menor, servindo perfeitamente também. E na última semana postei a foto da direita, com a calça nova, um número menor que a da esquerda, já sobrando para caramba.

Vejam bem, eu NÃO ESTOU magra. De forma alguma. É uma foto de perfil, em que eu mantenho a coluna bem ereta, o que melhora sim o tamanho da barriga - atenção à postura meninas! Mas estou muito longe de estar magra. Fotos enganam sim! É tudo questão de ângulo! Até porque sempre vamos postar foto em um ângulo que favorece - e eu nem vejo mal nisso, todos têm o direito de postar fotos em que se acham bonitos. Então, eis uma foto de mim nessa semana, de corpo inteiro. Essa sou eu. Num ângulo que não favorece o rosto, que parece mais cheinho do que nas fotos que comumente posto, mas que sou eu como sou!



O que eu tenho feito? Nada demais. Como comida de verdade a maior parte do tempo. Mas dou minhas derrapadas - muitas. Isso significa que eu poderia ter tido um resultado MUITO melhor neste tempo. No entanto, é um tirmo - lento - que tem feito bem para mim. Sinto que preciso melhorar mais, até pq as derrapadas frequentes já impactaram no meu sono, que não tem vindo na hora que eu gosto, nem tem mais a qualidade que eu vinha tendo. Também tenho mais vontade de comer fora de hora que antes - resultado da insulina alta em alguns dias. Então eu quero melhorar. 

Mas estou feliz em ver estes resultados. Passinhos de formiga, mas que me mostram que ao menos não venho andado para trás.

Uma excelente semana para você, que está lendo este post!

Beijocão!