09/06/2013

Olha quem apareceu...

| |


Então... apareci. Esse blog está às moscas, nem a dona aparece, que dirá os visitantes!

Nestes últimos quase 4 meses, muita coisa aconteceu. Problemas, coisas boas, novidades e muito trabalho. O trabalho realmente está puxadíssimo! Ando bem cansada, e isso tem refletido na minha saúde que olha, anda mais zicada do que nunca. Muita coisa de fundo emocional e às vezes eu fico pensando no que eu fiz pra merecer não ter controle sobre minhas próprias emoções. Das externas eu cuido bem. Mas somatizo tudo e adoeço e assim vai. Enfim. Segue o baile.

O trabalho na escola está puxadíssimo. Pela tarde sou professora de um 4º ano. Comecei dando aulas para um 3º ano, mas graças ao Pacto Pela Alfabetização na Idade Certa, que tem treinamento todos os sábados e o fato de eu não poder acompanhar esse treinamento, troquei de turma. Não curti, não achei correto, mas também não me neguei, sabem? Decidiram, acatei, fim. Eles são uns amores também. Pela manhã sou Orientadora Educacional, e isso sim é puxado. O trabalho exige muita responsabilidade, não se pára um minuto e o foco é sempre resolver problemas dos outros. Alunos com alunos; alunos com professores; professores com alunos. Esse é um peso muito grande. As pessoas cobram muito, cobram o que me cabe, o que não me cabe e coisas que são impossíveis de fazer. Sou Orientadora, não psicóloga e há coisas que não cabem a mim: algumas cabem aos professores, outras às famílias, outras aos próprios alunos. Mas tudo vem para mim, muitos me cobram resoluções do que não há solução simples, e há dias em que preciso dar uma ida ao banheiro para respirar fundo, organizar os pensamentos e então voltar pro trabalho. Há vários dias assim. Então, digo que está puxado, mas acho que estou fazendo um bom trabalho sim.

Com relação à casa: vamos nos mudar mais uma vez. Com o tempo fomos encontrando problemas bem sérios na casa, como: cupins (tipo, MUITO), umas 5 ou 6 goteiras, a calha que a cada chuva forte estoura  e alaga um ponto diferente e outras coisas. Muito, muito stress. Os cupins soltam um "farelinho" por tudo e manter a casa limpa se tornou algo impossível. Não dá. Minha rinite e asma então, nunca estiveram tão fortes por isso. Pedimos várias vezes uma solução para a proprietária, que ignorou solenemente cada pedido, e arcar com os consertos sairia muito caro, visto que já pagamos um aluguel absurdo. Então, resolvemos sair e, após um longo tempo de negociação e muita insistência, a proprietária nos liberou para sair do imóvel e até o final do mês já estaremos em um novo lugar que ainda não foi totalmente escolhido, temos um apartamento como favorito e veremos mais uns, mas praticamente já batemos o martelo. Estamos mais "chatos" dessa vez, pois o incômodo desses últimos meses nos deixou com o pé atrás.

No mais, ando cuidando um tanto a alimentação. Perdi 10Kgs desde o começo do ano, mas estacionou aí e ando cansada e desmotivada para continuar, mas ao menos vou mantendo o peso. Pretendo voltar a postar e mexer mais com o blog, mas não vou tornar isso uma promessa, vamos ver como os dias irão ocorrer. 

Torçam por mim?


Beijos!
Comentário(s)
Comentário(s)