28/01/2014

Dieta Dukan - o que é?

| |

Olá turma!

Hoje começo a série de posts sobre a Dieta Dukan, que estou seguindo neste momento. Vou falar mais da parte prática dela, pois várias meninas já vêm fazendo excelentes posts sobre ela, então vou focar mais no que você precisa saber DE FATO sobre ela pra começar - se quiser, claro - ou pra conhecê-la melhor.  Vamos lá?

A Dieta Dukan é um método de emagrecimento baseado no consumo de proteínas, legumes e verduras, e com limitação com relação ao consumo de carboidratos sendo, portanto, uma dieta low carb. Seu criador, o médico Dr. Pierre Dukan desenvolveu esse método com base em sua própria profissão. Percebeu que seus pacientes se adaptavam melhor a alguns tipos de regime alimentar e tinham dificuldades maiores com outros. Durante anos de adaptações, desenvolveu uma dieta com alto índice de eficiência e sem grandes prejuízos à saúde.

Ele percebeu que pessoas com muito peso a perder aderiam mais facilmente a dietas onde as quantidades ingeridas fossem ilimitadas, ainda que se retirasse completamente alguns itens de sua alimentação, do que a dietas em que o "leque" de alimentos fosse maior, mas as quantidades menores e controladas. Também percebeu que seguiam a dieta até o fim aquelas que perdiam peso com mais rapidez, pois os resultados as mantinham estimuladas a continuar.

Baseado nisso, e em seus conhecimentos, elaborou uma dieta em que os carboidratos - responsáveis na maioria das vezes por altos índices de glicemia e triglicerídeos - fossem reduzidos a um mínimo - o suficiente para que o organismo funcione sem prejuízo. Encontrou nas proteínas o tipo de alimento ideal, uma vez que este grupo de alimentos apresenta baixo índice calórico, dá saciedade e não permite que quem a segue sinta-se cansado e desanimado. Elas também são responsáveis pela manutenção e reparação do organismo, fazendo crescer e se renovarem as unhas e cabelos, pele, músculos, memória e vasos sanguíneos. Ou seja, são extremamente importantes para nosso organismo. Por não serem facilmente digeridas, dão sensação de saciedade prolongada, inibindo o apetite naturalmente. Depois de cerca de 3 dias de ingestão de proteínas puras, o corpo não sentirá mais fome, simples assim - e é de fato o que acontece, vivi para sentir isso, rs.

Então, com base nestas informações e em outras, foi criado o método Dukan, que consiste em uma alimentação baseada no consumo de proteínas de origem animal, principalmente, verduras e vários legumes, que proporcionam uma alimentação variada e balanceada. O método Dukan também dá preferência aos alimentos com baixo teor de gordura, para fins de manutenção da saúde. 

Uma das características da dieta é a obrigatoriedade do consumo do farelo de aveia, alimento que aumenta consideravelmente de volume quando no estômago, e responsável por uma quantidade de carboidrato essencial ao organismo, também diminuindo a absorção de gordura pelo corpo. Com ele é possível fazer diversas receitas de pães e bolos, como vocês já têm visto e verão muito mais no blog. 

A dieta é composta por 4 fases:
  • Ataque - dura de 1 a 7 dias, dependendo da quantidade de peso a ser perdida - nunca mais que isso. Prioriza as proteínas puras, que promovem uma perda de peso rápida que estimula a pessoa a continuar na dieta e prepara o organismo para a próxima fase. Nesta fase não é permitido o consumo de verduras, nem legumes, apenas as proteínas puras e o farelo de aveia. Como é uma fase rápida, o organismo não tem prejuízo algum em termos de saúde. Mas, logicamente, não deve ser seguida por tempo além do necessário.
  • Cruzeiro - é a maior fase da dieta, pois vai desde o final da fase anterior, até a chegada ao peso ideal. Nesta fase são introduzidas as verduras, legumes e alguns outros alimentos, os chamados "tolerados" que são alimentos que ajudam a manter a dieta por um longo período, mas que devem ser consumidos em quantidades controladas para não prejudicar a perda de peso. Alguns tolerados: amido de milho, cacau em pó, goji berry, creme de leite, sorvete yogo 0%, iogurte de frutas 0% de gordura, e outros, dos quais falaremos mais para a frente. A estimativa de perda de peso é de 1kg por semana, variando de acordo com o organismo de cada um, uma vez que algumas pessoas podem ter mais dificuldades em perder peso, outras precisam deixar de consumir alguns tolerados e assim por diante. No entanto a perda de peso é sempre muito boa e motivadora, o que é um dos pilares da dieta: motivação constante para não haver desistência.
  • Consolidação - quando o peso ideal é atingido - peso esse calculado gratuitamente pelo site, baseado em informações diversas que vão além do IMC puro e simples - a fase de consolidação entra em ação. Nesta fase, que durará por 10 dias para cada kg de peso perdido, outros alimentos entrarão em cena, sempre controladamente, a fim de encaminhar o organismo de volta à "normalidade" para que não haja ganho de peso logo após o fim da dieta. O organismo irá se "reacostumar" com os carboidratos, gradualmente, de maneira controlada, de modo a evitar o temido  efeito sanfona. Nesta fase, além de algumas refeições por semana com carboidratos serem liberadas, há as refeições de gala (uma na primeira fase e duas na segunda), que consistem em refeições em que se pode comer o que quiser à vontade. 
  • Estabilização - esta fase deverá ser seguida pelo resto da vida, a fim de manter o peso perdido. Todos sabemos que toda perda de peso pode ser recuperada com facilidade mais tarde. Por isso algumas diretrizes deverão ser seguidas. A moderação, básica para qualquer pessoa que deseje manter o peso. O chamado "abandono do elevador", que seria manter-se em movimento e praticar atividade física sempre. O consumo diário de 3 colheres de sopa de farelo de aveia, que continuará auxiliando na saciedade e a reduzir a absorção de gorduras pelo organismo. E, por fim, as quintas proteicas, ou seja, separar toda quinta-feira para alimentar-se apenas de proteínas puras. 
Todos podem fazer a dieta Dukan?

Esta é uma pergunta importante. Para começo de história, para fazer esta dieta, você precisa cuidar muito bem de sua saúde. O Dr. Pierre Dukan dá várias diretrizes que devem ser seguidas para que não hajam problemas de saúde comvesta dieta. Um deles, fundamental, é o consumo adequado e abundante de água. Muitos falam da sobrecarga renal que as proteínas proporcionam. Se for bebida água suficiente, não haverá este problema. Mas é fundamental seguir esta diretriz. O consumo de laticínios também é limitado a 700ml ou 700g por dia, para evitar excesso de cálcio no organismo, e também pelo fato de laticínios possuírem lactose - um tipo de açúcar. Da mesma forma, o Dr. Dukan pede que se troque periodicamente o tipo de adoçante, para evitar que o uso excessivo de um apenas traga prejuízos à saúde. Depois leia esta nota¹ no rodapé da postagem. Outra coisa importante é alimentar-se adequadamente. Os legumes e verduras evitam deficiências nutricionais severas, é preciso utilizá-los, principalmente os que são de uso livre! As frutas já fazem falta ao nosso organismo, se você abster seu organismo de mais nutrientes, terá hipovitaminose (falta de vitaminas) com certeza. A dieta é ideal para diabéticos e hipertensos.

Enfim, há ou não restrição? Há. O livro deixa bem claro que a maioria das pessoas pode seguir a dieta sem problema algum, mas que há exceções sim. O ideal é que cada um que optar por essa dieta faça acompanhamento médico, peça exames - hemograma - e veja se tem algum problema de saúde que exija o uso de carboidratos. Ou que não permita o consumo abundante de proteínas.

E, mais importante ainda: se você não tem responsabilidade para seguir as orientações à risca, esta dieta não é para você. Muitos atribuem à dieta problemas que ela não causou. Atribuem a ela problemas de saúde que já estavam em ação e que foram agravados por não terem sido tomados os cuidados devidos e indicados diversas vezes nos livros. Responsabilidade é a palavra chave.

Quando conheci a dieta achei meio malucona, pois já havia ouvido falar sobre ela, e sempre achei arriscado essa coisa de corte de carboidratos da alimentação. Meu pai fez uma vez uma dieta deste tipo, emagreceu muito, mas lhe custou taxas de colesterol elevadas (muita fritura e gordura) e taxas alteradas de ácido úrico. No entanto, brigando a vida toda com o sobrepeso, tendo testado diversas dietas sem sucesso, resolvi estudá-la mais a fundo e comprei o primeiro livro "Eu não consigo emagrecer" há pouco mais de um ano. Estudando ela, pesquisando pela internet e outros lugares, percebi que ela faz sentido sim, e que não é um monstro que vai me deixar fraca e sem saúde, como muitos dizem e como já pensei. Logicamente, esta não é uma dieta para ser seguida a vida toda, e nem deve ser seguida, uma vez que precisamos de todos os nutrientes para ter saúde. E, mesmo seguindo-a é preciso cuidado, parcimônia, boas escolhas (como evitar o excesso de carne vermelha, etc), ingestão de muita água para que os rins não fiquem sobrecarregados, e exames médicos para avaliar o impacto dela sobre o organismo.

Eu estou fazendo acompanhamento médico, tenho consulta de revisão essa semana e farei novos exames, mas até então não tive problema algum com ela. Pelo contrário, me sinto bem disposta como nunca, não me sinto cansada, inclusive faço um programa de atividade física (o Focus T25) bem intensa e jamais tive tonturas ou fraqueza por conta da alimentação - uma vez por conta dos 42ºC, mas né, nem precisa explicar, rs. 

Não vou dizer que todo mundo pode fazer essa dieta. Cada caso é um caso! Mas se você tem uma saúde boa, ou precisa diminuir níveis de triglicerídeos ou glicemia, ela é uma ótima aliada. Eu super recomendo. O bom é que há TANTAS receitas pela internet afora, em sites, instagram, grupos do facebook, canais do YouTube e no próprio site Dukan, que não há porque cair na monotonia, nem passar vontade. São receitas doces, salgadas de todos os tipos. Agora, uma coisa é imprescindível: antes de começar a dieta ler o livro "Eu não consigo emagrecer" ou "O método Dukan ilustrado". Muitas dúvidas são tiradas nestes livros, considero essenciais. 

Para saber mais visite o site Dukan Brasil. Nele você pode se informar melhor e, além disso, se decidir fazer, ele calcula gratuitamente seu peso ideal, e quanto tempo você precisará ficar em cada uma das fases. Se quiser acompanhamento, pode se inscrever e, pagando um valor X, receber todo o apoio nutricional necessário. 

E então, alguma dúvida? Em breve falarei sobre cada fase, conforme for passando por elas, e constantemente publicarei receitinhas - hoje mesmo sai uma, deliciosa -, falarei sobre alimentos permitidos, proibidos, tolerados e outras coisinhas, ok? Este post também será atualizado sempre que eu tiver informações novas e mais completas!

Para saber mais sobre a Fase Ataque, clique AQUI.
Para saber mais sobre a Fase Cruzeiro, clique AQUI

Beijão e uma ótima terça-feira!

Este texto foi redigido por mim, após a leitura dos livros e pesquisas na internet. Não contém citações, nem foi retirado de nenhum outro lugar. Portanto, não copie! Além de ilegal, isso é muito feio. Se quiser replicar algum trecho, fale comigo através do formulário de contato à direita do blog. Terei o maior prazer em respondê-lo. :)

¹ Vocês sabiam que na França TODOS os adoçantes liberados podem ser utilizados sem reservas na dieta Dukan porque passam por um rigoroso processo de testes que verifica se eles não fazem mal à saúde,e só então são liberados para consumo? E o pior, você sabia que no Brasil NENHUM destes adoçantes é comercializado? Ou seja, no final das contas, o Dr. Dukan pede que se varie bastante o que temos, porque... enfim, é o que temos, rs. Achei isso meio triste, não podermos confiar nos produtos que são vendidos aqui por não passarem por testes tão rigorosos. 
Comentário(s)
Comentário(s)