31/01/2014

Janeiro / 2014

| |

Esse janeiro foi muito especial para mim. Apesar de eu não ter feito nem 50% daquilo que propus a fazer neste mês - as always - ainda sim posso dizer que saio dele maior. Sim, maior. Não em medidas, não em peso, não em altura, nem em idade. Mas como pessoa. Como ser que se respeita e que se cuida. Que a cada dia mais se ama. 

Há anos venho em busca de ser uma pessoa melhor. Não sou uma boa pessoa. E nem completarei a frase com um "mas quem é?", rs. Sou irônica por natureza, debochada, faço piada com o que não devo, impaciente, e nem sempre desejo o bem aos outros. Mas tenho lutado contra essa natureza. Sou um ser falho, claro! Mas não consigo me pensar como alguém que se permite ser pior apenas porque não tem condições de ser perfeito. Enfim...

Neste mês também consolidei um hábito, o da atividade física. E não apenas uma caminhada. Mas atividade física intensa, que me cansa, que exige muito de mim, que me faz duvidar do meu corpo às vezes e me questionar o porque de eu estar fazendo isso. Mas que, acima de tudo, me dá prazer. Me dá alegria. Me dá energia - tirando energia de mim - quem diria! Isso é algo que nunca experimentei. O mais perto que cheguei disso foi fazer jump 3 vezes por semana. Foi muito bom! Mas nada comparado ao desafio de seguir um calendário, regras, normas, ordens, me empenhar mesmo! E fiz tudo isso com tanto prazer que me questiono porque não fiz antes! Questiono um pouco e paro por aí, porque não vejo como condenar meu passado possa me ajudar a solidificar meu futuro. Pela primeira vez eu termino uma atividade física cansada, suada, com os músculos ardendo e logo em seguida vou me meter no treino do marido porque quero mais! Isso minha gente, deixando bem claro, para uma sedentária, que há 5 meses atrás caminhava devagarinho na rua, cheia de falta de ar, com dores horrorosas e lancinantes (sem exagero!) nos pés. Enfim posso dizer que encontrei uma atividade física que AMO fazer. Nunca pensei que diria isso um dia.

Fechei 4 meses de dieta Low Carb. Fechei ONTEM 30 kgs perdidos - mas atualizarei a régua de peso apenas no sábado! Já passei da metade do meu processo de emagrecimento! Nem acredito! E o melhor de tudo: com saúde, a cada dia mais forte e motivada - até quando não estou motivada, rs. No domingo faço a última aula de Stretch da Fase Alpha do Focus T25. Sábado tem ANTES e DEPOIS, aguardem! No dia que decidi começar o Focus T25, pedi para meu marido me fotografar de bermuda e top. Mas eu não quis ver. Amanhã eu quero ver. Eu sinto a diferença, as pessoas vêem, comentam, eu quero ver! Mas vou aguardar sábado a pesagem oficial, as medidas oficiais e fazer o balanço dessas 5 semanas. E dividir com vocês tudo, tudo.

Não é um caminho fácil, nenhum é. Mas é gratificante. Adquiri hábitos que levarei comigo pela vida toda, vou me empenhar nisso! Abandonei hábitos para os quais não quero mais retornar. Sei que o caminho é frágil, esse do emagrecimento, e mais frágil ainda o caminho depois deste. Então preciso me preparar para ele desde agora. Enfim posso dizer que estou fazendo a minha parte!

Também foi um mês em que me dediquei um pouco mais ao blog, e como eu amo fazer isso! Escrever, dividir, compartilhar! Quem faz isso, quem se abre como meu abro, quem não tem medo ou vergonha de postar a foto do almoço no Instagram, ou postar apenas um "se sentindo irritada" no Facebook, precisa arcar com o julgamento "virtual". As pessoas pensam coisas ao nosso respeito, às vezes dizem. Criticam a "superexposição" como se - que audácia, rs - nos conhecessem por essa meia dúzia (ou meio milhão!) de palavras postadas nas redes sociais. Eu sou tranquila em dizer que só quem vive e compartilha do meu teto sabe quem eu sou.Que só quem convive no dia a dia comigo sabe quem eu sou e o que é minha vida de verdade. E se houver metade dela exposta, que haja! Não tenho problemas com isso. Enfim, eu SOU isso.

Meu casamento está melhor do que nunca! A atividade física aumentou nossa cumplicidade ainda mais, e também o fato de eu não ter mais preguiça de sair, e mexer, ver gente. 

Passei por situações ruins? Poucas e boas! Queria ter dormido melhor. Ter perdido mais peso, rs. Ter viajado. Mas como em tudo na minha vida, eu sempre tomo o "choque" inicial, me desespero, e depois respiro fundo, reflito e penso: "Tudo vai se ajeitar. Deus vai ajeitar." E de fato tudo se ajeita. Não perfeitamente. Não como eu gostaria. Mas se ajeita. E segue.

Este foi um grande janeiro pra mim. E que venha um fevereiro maior ainda,para todos nós!


Beijos!
Comentário(s)
Comentário(s)