22/09/2014

Frase da Semana - 01/2014

| |

Olá turma! Não sei se vocês perceberam, mas eu estou procurando melhorar a qualidade das postagens do blog. Tenho criado minhas próprias imagens (cansei de buscar imagens de ilustração livres de direitos autorais, rs), procurado caprichar mais nas fotos, e mantido uma frequência bacana de postagens. No entanto, eu não quero que o blog perca seu caráter pessoal. Ele ainda precisa ter um tiquinho de mim. Então estou procurando organizá-lo de modo a me facilitar a vida, mas sem que ele perca a carinha que tem há tantos anos. 

Nesta linha, elegi a segunda-feira como o dia em que eu venho pôr vocês a par da minha vida. Sempre compartilhei muita coisa aqui, e não quero deixar isso aqui impessoal e frio. Mas não tenho assunto pra todos os dias da semana e nem quero que o blog se torne mural de desabafos ou maçante, como sei que já foi por algum tempo. Estamos em constante crescimento e eu quero crescer, melhorar no que eu puder. Então, começamos hoje!

Escolhi essa frase por ela ter um significado profundo para mim. Nenhum outro ano da minha história me exigiu tanta paciência. Paciência para aceitar. Para aguardar resultados que chegam devagar. Para ver algumas coisas dando errado e esperar que se resolvam. Enfim, paciência, paciência.

Nessas semanas em que precisei deixar a Dukan, as coisas têm sido complicadas. Confesso não me sentir preparada para assumir uma rotina sem as restrições de grupos alimentares que me dão liberdade na questão da quantidade. Na Dukan, me mantendo dentro dos alimentos permitidos, eu podia comer à vontade do que quisesse. Agora não. Preciso escolher muito bem o que vou ingerir. Preciso comer em quantidades pequenas. Preciso me readaptar. As primeiras duas semanas foram MUITO difíceis. Incrível como ao sair de uma dieta low carb, fez a vontade de comer pães, massas e doces voltou com tudo. Difícil, muito difícil! Foi uma luta diária e difícil. Preciso assumir: tenho natureza compulsiva com relação à comida e esse não é um terreno fácil para mim. Se fosse não teria passado por tantas e enormes oscilações de peso durante toda a minha vida. Resisti, controlei, contei calorias, anotei o que comia. 

No retorno ao médico - que me pediu que não me pesasse fora do seu consultório - constatei o ganho de peso. Ele havia me alertado. Mas o fato de eu estar na "menopausa" (não, não consigo tirar as aspas, é muito irreal ainda!) já me dificultou tanto e mais isso agora! Quase chorei na frente dele e ele percebeu isso. Mas me pediu paciência. Ô coisinha difícil de se manter, viu? É claro que sair de uma dieta low carb para uma sem restrições dá um choque no organismo. Mas eu tinha fé de que iria conseguir contornar a situação e, enfim, não deu. 

Então, depois de um tempinho de reflexão, decidi seguir em frente e me esforçar mais. Na semana passada reiniciei o Focus T25. Não fiz todos os dias ainda, meu joelho reclamou um pouco, mas a coluna manteve-se comportada. Mas continuo insistindo, e sei que meu joelho irá se habituando. Já senti que desinchei um pouco, me senti mais leve. Tô doidinha pra me pesar e a minha balancinha fica ali me olhando todos os dias, não sei se vou resistir aos apelos do doutorzinho de me pesar só no consultório, rs. Então criei metas para esta semana, que compartilharei com vocês:
  • Beber 2 litros de água diariamente;
  • Beber 500ml, no mínimo, de chá de hibisco;
  • Me exercitar ao menos 4 vezes na semana;
  • Tomar meus sucos pelo menos 2 vezes ao dia (falhei alguns na semana passada);
  • Não esquecer dos suplementos (colágeno, picolinato de cromo, Lavitan Hair e levedo de cerveja).
São 5 metas, pequenininhas, mas que já ficarei feliz se cumpri-las. A ideia é começar devagar e ir acrescentando metas com o passar das semanas. Torçam por mim! Compartilharei minha rotina no Instagram (para quem não me segue ainda, é @dennybaptista). E então, quem mais está investindo em metas? Me conta!


Beijão!
Comentário(s)
Comentário(s)