05/06/2015

Bela Gil e a polêmica da alimentação saudável

| |

Bela Gil é filha do conhecido cantor brasileiro Gilberto Gil, e tem um programa de culinária saudável no GNT. É formada em Culinária natural pelo Natural Gourmet Institute, e em Nutrição e Ciência dos Alimentos pela Hunter College. Óbvia e logicamente sua bandeira é a alimentação saudável. Há alguns dias postou a foto da lancheira de sua filha no Instagram, vejam: 


O lanche leva banana da terra, batata doce, granola caseira e água. Simples. Saudável. E produz um impacto bem pequeno ao meio ambiente ao não produzir maiores resíduos. Então aconteceu algo interessante. As pessoas acharam muito legal a atitude dela e elogiaram muito? Não. As pessoas caíram de pau em cima da mulher. I-NA-CRE-DI-TÁ-VEL. 

Quando as críticas sobre a meninas ser submetida a uma alimentação desse tipo já não cabiam mais, começaram a criticar os potes plásticos utilizados e uma infinidade de coisas. 

A indústria alimentar do mundo inteirinho já meio que nos manipula a utilizar alimentos cada vez mais industrializados e recheados de açúcares, gorduras e carboidratos de péssima qualidade. A maioria de nós cresce aprendendo que biscoito integral é saudável, mas os biscoitos integrais que temos à disposição são cheios de gordura e açúcar. O que vejo nas escolas são crianças levando como lanche salgadinho, chocolate, brigadeiro, etc. O impacto disso na saúde das crianças é terrível. É só estudar um pouquinho pra saber isso. 

Eu acho que tudo na vida é questão de parcimônia. Mas crianças são muito mais sensíveis á toda essa porcariada que nós - cujos organismos já estão habituados a isso, mas sofrem da mesma forma. Sigo algumas nutricionistas no Instagram e lembro de uma delas dizendo que seu filho passou muito mal depois de comer salgadinhos e brigadeiro em uma festa infantil. Ela não o proibia de comer, mas eles tinham o hábito da alimentação saudável. Então ela decidiu eventualmente ofertar algumas coisas do tipo pra ele, pra que quando for a algum evento não acabe doente por consumir esse tipo de alimento. Mas percebam o impacto que isso teve num organismo plenamente saudável: arrasador. Aí tu precisa abrir exceções pra comida ruim pra poder sobreviver a uma sociedade doente. 

Eu sou totalmente a favor de instigar nas crianças uma alimentação saudável. Se um dia eu tiver filhos, é assim que pretendo agir. Claro que ao crescer eles deverão ter a chance de optar pelo que comer. Mas estragar o paladar infantil com uma infinidade de sal e açúcar não está nos meus planos. 

Nós mesmos sofremos as consequências de uma alimentação errada - e olha que nossos pais fizeram o melhor que podiam muitas vezes com a informação que eles tinham. Comer salada e fruta num mundo que oferta chocolate e batata frita salgada não é fácil. É uma mudança radical.

Uma grande queixa de pessoas que fazem a dieta Dukan é que os pratos não têm o mesmo sabor das versões "originais". Claro, isentos de tanto açúcar e gorduras, como teriam? Mas é preciso estar disposto a modificar o paladar - e ele se adapta sim! E modificar paladar exige sim algum tempo e desconforto inicial. Mas é possível. 

Claro que, como eu disse, tudo é questão de parcimônia. E é preciso ter uma alimentação saudável de verdade. Conheço famílias vegetarianas (creio que o vegetarianismo seja o melhor modo de alimentação!) que pregam alimentação saudável entupindo suas crianças de carboidratos pobres em nutrientes, e não as ensinam a comer vegetais corretamente, o que resulta em crianças magras demais (pela baixa oferta de proteínas adequadas, e consequente perda de massa muscular), e constantemente doentes. Ou seja: é preciso fazer boas escolhas sempre. Seguindo esse exemplo: as proteínas animais são completas. As proteínas vegetais são incompletas, e isso implica em combinar vegetais diferentes para que um complete o outro e se tenha então uma cadeia proteica completa. Sem essas combinações, o organismo acaba sem proteínas adequadas, e a proteína é essencial. Não adianta ser vegetariano, e comer errado, sem fazer estas combinações. Alimentação saudável exige conhecimento, dá trabalho, mas é possível. 

Quando tu te insere no mundo "normal" comendo de tudo, a vida flui mais certinha. Experimente remar contra a maré pra tu ver como é difícil. Ainda acho um absurdo pessoas criticarem atos de SAÚDE. Tipo: tu é anormal se não quiser ter um câncer antes dos 30. Mas vivemos em uma sociedade infelizmente que trata o certo como uma aberração e o errado como a regra. 

E fica aqui, para finalizar este post, uma imagem que vi no Instagram da Bela Gil, que diz tudo o que penso:

Beijocão!

Se você curte o blog, pode me acompanhar nas redes sociais:
Comentário(s)
Comentário(s)