Pessoalidades

Nada substitui a amizade

22:35Denny Baptista


Então que hoje estou me sentindo sozinha. Hoje não, já faz um tempo, mas esta semana estou mais sensível, então hoje está doendo um pouquinho mais. Não é uma solidão de se sentir sozinha no mundo. É o tipo de solidão que só uma amizade preenche.

Não me entendam mal. Meu marido é meu melhor amigo, disso nunca poderei reclamar. Mas amigo é amigo. E AMIGAS SÃO AMIGAS. Mulher tem uma relação diferente com a amizade e isso é fundamental.

Sabe, tenho muitas amizades na internet, muitas mesmo. Algumas ultrapassaram a barreira do virtual, se tornaram pedacinhos do meu dia-a-dia. Mas não adianta tentar me enganar. Há muitas coisas que só um amigo que está ao lado pode perceber. Uso bastante o Twitter. E logicamente não vou ficar resmungando o tempo todo lá e dando bandeira de que isso incomoda mais do que o normal. Também não quero pagar de coitadinha, até porque não sou.

Mas aqui, em uma nova cidade, não posso dizer que tenho uma amiga que seja. Tenho as amigas do meu marido, que são minhas conhecidas, mas pessoas com quem jamais vou compartilhar um segredo, por exemplo, porque temos uma relação superficial. Tenho algumas pessoas mais próximas, também casadas, a quem quero muito bem, mas com que não tenho uma afinidade do tipo que me faça sentir à vontade de compartilhar minha vida. Tenho a tiazinha da limpeza, lá do trabalho, que é um amor de pessoa e que eu sei que gosta de mim de coração, conversamos bastante até, mas é só lá, assim como várias colegas de trabalho com quem tenho uma relação um pouco mais estreita.

Falta aquela pessoa pra telefonar e dizer: vamos dar uma volta? Vamos caminhar? Vamos no supermercado comigo? Falta alguém perto. Quem está longe bem poderia vir pra perto...

Então, fica aqui esse vazio, esse nó na garganta, essa saudade das minhas meninas, lá de Palmeira. Saudade de sair tomar sorvete, conversar, tirar fotos, rir e falar dos meninos. E casadas também falam de meninos, mas dos "nossos" meninos, rs. Saudade de tanta coisa... Eu sabia que em algum momento isso me faria falta. Mas esperava que demorasse um pouco mais.

Confesso também que não tenho me esforçado muito nessa questão. Por ter ganho peso, não me sinto à vontade em público, fico imaginando as pessoas falando do meu antes-depois-agora. E aí também não me ajudo né.

Enfim, hoje me sinto uma espectadora. Vejo as pessoas confidenciando, torcendo umas pelas outras, segredando, chorando de alegria pelo sucesso dos outros. E eu olhando. Não que ninguém faça isso por mim, seria ingratidão minha dizer que não. Mas sabe quando falta uma coisinha? Então...

Você pode gostar destes também

4 comentários

  1. Sei com vc se sente.
    Ficar longe das amizades uma hora ou outra faz falta mesmo.
    Confesso que as vezes me sinto assim tbem.
    Bom findi.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Sei exatamente como é a sensação. Moro aqui há 6 anos e não tem ninguém pra quem eu possa telefonar e dizer "ei, vamos dar uma volta?". Todos os meus amigos são na verdade amigos da Giuli e eu me dou bem com eles, mas é como vc disse, não vou chegar me confidenciando pra eles. Os dias que me sinto triste (que tem sido mais frequente, desde o ano passado), não tenho nem um ombro amigo pra chorar ou um abraço me esperando. Me apeguei demais aos amigos que fiz na internet e não tenho um par de braços reais aqui do meu lado.

    Minha amiga costumava ser a Giuli, mas a gente não anda mais se dando tão bem quanto antes. Ela tem a faculdade e o trabalho dela e não anda tendo muito tempo pras minhas baboseiras, a gente anda discutindo e se desentendendo mais do que conversando.

    Enfim, mals despejar assim huahauhauahauh
    Fica bem, Dê! Te adoro.

    ResponderExcluir
  3. Lindo texto...
    eu sei o que é solidão de amigos...
    tenha um ótimo domingo...
    bj flor

    ResponderExcluir
  4. Denny, boa noite!

    Comecei a acompanhar o seu BLOG quando comecei os preparativos para o meu casamento, que aconteceu no ultimo mês...

    Estou imensamente feliz pelo meu casamento e pela forma como todas as coisas aconteceram. Tudo, extamente tudo, ficou tão lindo conforme cada detalhe que havia planejado...

    Mesmo assim, estou sofrendo por um vazio que sei, somente uma única pessoa poderia preencher e, como você deve presumir, trata-se de uma "amizade".

    Ao contrario do que pode ser a sua situação, essa 'distância' aconteceu não por que mudei de cidade, ou bairro...

    Houve muita coisa que me magoou, magoou muito mesmo e com as quais sei que ela se sente magoada de alguma forma. No entanto, creio que seja um caminho sem volta... ou que o caminho de volta esteja um tanto complicado de se encontrar, mesmo com um GPS...

    Um grande abraço e boa sorte com seus colegas e amigos...

    =D

    Vits Inácio

    ResponderExcluir

Se você deseja uma resposta a alguma pergunta específica, por gentileza use uma das opções abaixo:

- Deixe seu e-mail, pois o sistema de comentários do blogger não notifica quando respondo, e te responderei por e-mail;

- Envie sua pergunta pelo formulário de contato do blog, do lado direito e deixe seu e-mail para que eu lhe responda;

Beijão!

recent posts

Flickr Images

Formulário de contato