31/05/2011

Meu lado obscuro.


Todos temos um lado obscuro. Um lado obscuro não precisa ser necessariamente mau. Mas é necessariamente incômodo. Sou uma pessoa quietona, na minha. Para quem convive comigo através "das palavras" (redes sociais, facebook, twitter, blog, etc) isso parece meio estranho de se saber. Mas na realidade, no tète-á-tète, é assim mesmo. No trabalho, sou bem humorada, prestativa, competente. Mas sou quietona (percebam que meu texto está se enchendo de "mas", lá vem). Não falo muito, apesar de estar atenta a todas as conversas e participar, anda que só com os sorrisos e monossílabas de aprovação. Não é voluntário. É só, tipo... falar quando tenho algo a contribuir.

Outro problema: falo baixo. Sempre detestei gritos, e nunca fui a professora gritona da escola. Sempre tive o respeito dos meus alunos sem precisar levantar a voz. Mas esse falar baixo, pode ser visto como insegurança.  Do meu corpo, da minha aparência, auto-estima, sou insegura. Mas do meu discurso, não. Esse tipo de característica faz com que, muitas vezes, eu não seja levada a sério. E sim, isso pode incomodar, bastante. Me sinto, algumas vezes, "esquecida". 

Hoje me senti meio assim à tarde. Como um peixe fora d'água, um alguém pairando pra lá e para cá, sem assunto, sem um grupo, sei lá. Então, perguntei ao meu marido se eu parecia ser tão "inofensiva" assim. Ele respondeu com um sincero SIM. Que eu passo essa impressão de boazinha convicta (calma, não tenho a menor intenção de ser mázinha), e que sim, isso pode fazer com que eu não seja levada a sério. Então eu estava contando algo, e ele me "cortou" no meio do assunto para contar outra coisa. Aí eu falei: "É disso que eu estou falando! Eu começo a contar algo, e alguém me interrompe, como se o que eu estivesse falando não tenha a menor importância!". Ele riu, e falou que sim, meu tom baixo de voz passa essa impressão.

E meus amigos e minhas amigas, VIRGEM SANTA NOSSA SENHORA PROTETORA DOS SERES JAMAIS LEVADOS A SÉRIO, já perdi a conta das vezes POR DIA em que passo por isso. Ou começo um assunto e sou cortada no meio. Ou estou conversando com a pessoa e o olhar dela começa a divagar como se o que eu estivesse falando não fosse em absoluto do seu interesse, e eu ali, toda empolgada! VALHA-ME! Haja saco galera. 

Sou ótima com as palavras escritas. Aqui, nem pareço ser eu mesma, a campeã do auto-bullying e da piada pronta. Mas na vida real, sou a sem gracisse em forma de gente. Nunca havia parado para prestar atenção nisso, ou melhor, já havia sim, mas não havia refletido sobre a questão em si. Isso explica muita coisa. A dificuldade que tenho em me sentir aceita em um grupo (quando você sente que o que fala/faz não é importante, é difícil se sentir aceita), e a consequente falta de assunto, e aí vem mais sem gracisse e, aos poucos vou sumindo, sumindo, a vozinha vai ficando mais fraquinha, até que um dia acho que me tornarei invisível. 

Mas com certeza não ficarei invisível se isso for necessário para algo interessante. COM CERTEZA.

Não, esse não é meu lado obscuro. É meu lado cômico. Se não fosse trágico.

12 comentários:

  1. Mais uma da sessão cara-gêmea, Dê. A vida toda foi assim, raramente consigo terminar o que começo a contar, a conversa dos outros é sempre mais interessante do que a minha. Várias vezes eu viro as costas e saio dali e ninguém nem percebe. Era assim na escola, na faculdade, e principalmente em reuniões de família. Por isso resolvi calar a boca de vez, por mais que julgasse importante o que eu tinha pra falar. Aí sempre vêm as piadinhas né, "Nossa Manu, você fala demais! RISOS" "Cansei de ouvir a sua voz Manu" etc etc etc. Agora tenho que aguentar galera me chamando de antipática e "séria", mas não faço mais nada pra desmentir. Não abro mais a boca, nunca. Converso com a minha mãe, na internet e quando dou aulas, e somente. Sou chata? Sem dúvida. Mas a humilhação de ser interrompida ou se sentir constantemente desinteressante é muito pior do que ser "chata". É uma grande bronca que tenho do mundo.

    ResponderExcluir
  2. OI LINDONA,
    Nossa tambem sou assim...e por isso algumas pessoas me acham metida..mas sabe aprendi alias estou tentando colocar na minha cabecinha que eu vou gostar e amar somente aquele grupo de pessoas q me fazem me sentir bem ...e nao aquele q eu me sinto um peixe fora da agua...afinal esse e o meu jeitinho de ser..confesso q gostaria de ser menos timida...e gostaria de mudar mas tbm nao vou ficar me sentindo invisivel nao..chegaa ;P

    ResponderExcluir
  3. oi Denny.

    Eu tenho tentado anotar as coisas que não gosto em mim e que quero mudar. E tenho tentado mudar meus hábitos, fazer crescer hábitos novos e melhores.

    Talvez, só de mudar um pouco a entonação de voz, você já seja interpretada diferente.

    O que estou quererndo dizer é que, não é um problema seu, é um problema de meio, de como. Só precisa ajustar um pouco aquilo que vc usa para se comunicar... Como alterar a cor do texto em relação ao fundo. Só falta um ajuste.

    Porque conteúdo acho que podemos concordar que você tem, né?

    Milbeijos,

    ResponderExcluir
  4. Nossa, Denny, meu marido é isso aí que vc descreve...Fala baixo...Percebo que isso acontece e sempre aconteceu na vida dele, por ele me contar do passado , da infância...Mas eu procuro ajudá-lo e respeitá-lo, sempre o escuto, olho nos olhos... enfim deixo bem à vontade para expor seus pensamentos e sentimentos e o amo muito...do jeitinho que ele é. Uma coincidência...também é gaúcho, nasceu em Sarandi, mas veio ao MS adolescente pois não suportava os "maus-tratos" e humilhações dos colegas... aí nos conhecemos e eu dou o devido valor para este homem tão especial e importante na minha vida...bjos. (LILIAM).

    ResponderExcluir
  5. Menina, tô chocada!

    eu tmb sou assim... hahaha
    eu falo baixo, não sei se por insegurança, mas certamente mais por detestar falar alto... pessoas exageradas e 'alardeantes' me irritam no dia a dia... hahaha

    "Sou ótima com as palavras escritas. (...) Mas na vida real, sou a sem gracisse em forma de gente. (...) A dificuldade que tenho em me sentir aceita em um grupo, e a consequente falta de assunto, e aí vem mais sem gracisse e, aos poucos vou sumindo, sumindo, a vozinha vai ficando mais fraquinha, até que um dia acho que me tornarei invisível. "

    essa parte eu nem comento... parece que fui eu q escrevi isso!! hahaha

    precisamos achar nosso botão 'não invisível', né!?


    bjos bjos

    ótimo final de semana pra você ;D

    ResponderExcluir
  6. Ai Denny... me vejo nessa situação de nunca terminar de contar algo que inicio, mas assim, nem dou bola também. Já me stressei muito e hoje não ligo. Aff... Ah, detesto falar alto e detesto quem fala alto.
    Que coisa!!! Parece que somos iguais...

    Fica bem linda!

    Bom domingo

    ResponderExcluir
  7. Olá..
    Conheci ha pouco seu blog e adorei e me identifiquei pois vejo que estamos no mesmo caminho.. perder peso!! adoraria uma visitinha sua, vou manter seu cantinho linkado no meu assim posso vir aqui todos os dias!!
    beijinhos

    http://meuemagrecimentoreal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oie Denny! Adorei seu blog e até fiz um post sobre essa dieta da sopa que vc pôs ali na aba hehehe!

    Já vou seguir seu blog ;)
    =***

    Aninha
    http://cabecamagracorpomagro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Pedimos desculpa pela intromissão...
    Mas como vimos és uma pessoa interessada pela vida saudável, alimentação equilibrada, exercício físico... Gostaríamos de te dar a conhecer o nosso site:
    www.movermais.com

    Achamos que será uma mais valia para ti!

    O Mover+ é mais que um espaço online com conteúdos, dicas e um programa para uma vida mais saudável.
    Com o Programa M+ podes contar as calorias da tua alimentação ao registares as tuas refeições. Diverte-te a registar o exercício físico que praticas, a sua duração e as calorias gastas.
    Simula etapas, define objectivos, motiva-te+.
    Nós tornámos a matemática da vida saudável divertida com o Balanço M+ podes gerir as calorias consumidas e gastas.
    É totalmente gratuito e és tu que o fazes com as tuas escolhas. É o teu programa!
    Ficarás surpreendido(a)! Vem fazer equipa connosco!

    ResponderExcluir
  10. Nossa!!!Fico feliz por um lado por encontrar tantas pessoas iguais a mim...Eu achei que eu era a MAIOR representante da sem gracisse do mundo! Bem, eu sou quieta e levo fama de tímida,calma demais, tranquilona, besta, etc. Para evitar a fama de boba, eu faço um ar meio metido, como se eu as pessoas não merecessem minha voz. Na verdade, não tenho muito o que dizer mesmo!
    Quanto a ser cortada quando falo, isso me irrita profundamente, principalmente quando quem me corta é meu namorado. Mas vou levando, reclamando, só que cada vez mais falo menos, só falo direito com quem me ouve...hahah. Bjss. Ana

    p.s- escreve maissss! Adoro!

    ResponderExcluir
  11. A cada dia te admiro mais...

    ResponderExcluir
  12. Olá Denny, acabei de conhecer seu blog e estou adorando. Tb sou professora e tava aqui refletindo sobre seu post e acho o seguinte, as vezes a gente tá um pouco insegura com nossa auto-estima e ai a gente percebe as coisas de uma maneira diferente. De repente nem é como a gente pensa, mas de qualquer forma o importante é a gente trabalhar nossos pontos fracos.Vc já pensou em procurar uma fono? Trabalhar melhor a voz, entonação e respiração pode ser de grande valia. Um ponto fraco meu tb era a voz, mas ao contrário da sua, minha voz e alta(meu pai diz que é alta demais, hehe), mas falava muito rápido, sou muito ansiosa, tenho muita ideias ao mesmo tempo e já recebi muitas crítica até mesmo de alunos adolecentes o que me deixava bastante insegura na minha profissão e nas minhas relações sociais. As veses estava explicando um assunto e meus alunos me interrompiam dizendo: professora, pq a senhora fala rápido demais??Hj sou bem mais confiante. Aprendi que não preciso ter vergonha de nenhum defeito meu, mas tenho obrigação de procurar ajuda e não ficar só me lamentando. Reconhecer o defeito é o primeiro passo mas reconhecer o nosso valor é o passo mais importante. Continue escrevendo, estarei qui de vez em quando....Bjus e boa sorte....

    ResponderExcluir

Se você deseja uma resposta a alguma pergunta específica, por gentileza use uma das opções abaixo:

- Deixe seu e-mail, pois o sistema de comentários do blogger não notifica quando respondo, e te responderei por e-mail;

- Envie sua pergunta pelo formulário de contato do blog, do lado direito e deixe seu e-mail para que eu lhe responda;

Beijão!

Atualizações do Instagram

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo