Blogagem Coletiva Pessoalidades

Por um mundo com mais amor!

21:41Denny Baptista


Não sei se sou eu, mas tenho uma impressão fortíssima de que as últimas semanas têm sido pesadas no mundo. Na verdade o mundo parece pesar cada vez mais em nossos ombros. São tantas notícias ruins!

Mas o que mais tem me impressionado é o desamor. A falta de consideração com o próximo, a incitação ao ódio, à violência. Vejo isso não apenas na mídia, mas no dia a dia, no meu trabalho, na minha cidade. Quando alguém comete um erro, seja ele qual for, as pessoas parecem não se dar por satisfeitas com uma punição justa. Muitas vezes penso se não estamos a um passo das execuções em praça pública! Sério! Recentemente tivemos o caso da mulher que foi linchada pela comunidade do bairro em que morava (olha aí a execução pública!), por ser parecida com um retrato falado de uma sequestradora de crianças, compartilhado no Facebook. A semelhança nem era tanta e foi comprovado que a pobre mulher não tinha absolutamente nada a ver com a meliante em questão. Executada. Espancada. Morta pelas mãos da população, por conta de um boato. 

Vejo também no dia a dia. O caso da menina que chamou o jogador Aranha de "macaco". Uma atitude indesculpável da parte dela. Mas ela vem sofrendo ameaças de morte, estupro, incendiaram a casa da sua família essa semana, e precisei ler pessoas dizendo que "foi pouco". 

Como Orientadora Educacional, cada vez que há um problema, as pessoas não aceitam o aconselhamento, que é o meu trabalho. Quem é vítima de algum tipo de agressão, seja física ou verbal, não quer um pedido de desculpas. Não quer que a pessoa que cometeu o erro apenas receba a punição cabível. As pessoas querem muito mais! O "olho por olho, dente por dente" já não cabe mais. Eu adaptaria a frase para "olho por OLHOS, e dente por DENTES." Ando assustada com o mundo!

No meio de tanta maldade, frequentemente acabamos endurecidos também. E atos simples de carinho e afeto acabam sendo passados por alto. Pequenas belezas da vida acabam sendo engolidas por tanta falta de afeição. Acabamos tão acostumados com a hostilidade, que vemos hostilidade em tudo, até no que não tem. 

Por isso, hoje peço a todos uma reflexão. Fechem os olhos por alguns minutos e pensam nas coisas boas que aconteceram durante a semana. Respirem fundo, e busquem o amor dentro de si. Olhem-se no espelho com olhos suaves, olhos que aceitem cada centímetro do seus corpos. Amem-se. Façam boas escolhas no dia a dia. Seja na saúde, seja nas palavras que saiam de suas bocas. Busquem ver as coisas belas da vida. Seja uma flor bonita, uma árvore vistosa, aquele passarinho que pousou na rede elétrica, aquele cachorrinho de rua, o gato brincalhão, a borboleta que vai de flor em flor. 

Se as coisas estão difíceis, pense no quanto já foram boas. E busque aí energia para torná-las ainda melhores. Cultive a esperança de dias mais amenos. Se algo te falta, trace metas e empenhe-se em realizar. Mas não desista!

E pense, pense muito antes de falar algo que possa ferir alguém. Não importa o quão mau é essa pessoa. Ela merece que você se rebaixe a ponto de machucá-la também? Um ato de amor, ou mesmo o silêncio ante a maldade, não faz de você um boboca. Te faz uma pessoa melhor. A sociedade insiste em chamar-nos de babacas cada vez que deixamos de comprar uma briga. Eu os chamo de pessoas melhores, superiores. Ser superior é uma construção. É algo que fazemos no dia a dia, vez após vez, ano após ano. E é um processo lento e que exige esforço. Mas nos faz sentir tão melhores! Porque não há nada pior para alguém que nos fere, do que perceber que não conseguiu nos atingir. Ou perceber o quanto somos melhores que ela.

Então, espalhe amor. SEJA AMOR. Esteja com quem você ama. Elogie, acarinhe, agrade, beije. Camões já falava do amor, o amor que nos derrete, que nos emaranha com o outro. 


Ame tanto a ponto de tornar-se na "cousa" amada. Ame as coisas certas: a paz, a justiça, a verdade. E principalmente: ame-se. Este é o amor que mais te fará bem. E o único que te fará mudar algo em si mesmo.

Este post faz parte da blogagem coletiva "Espalhe amor em seu blog", feita em comemoração ao mês de aniversário da Elaine Gaspareto (link do post original AQUI) em parceria com a Divitae, um portal de artesanato, recheado de lojinhas lindas! Vale apena a visita tanto na Divitae quanto no blog da Elaine, que sempre tem muito conteúdo bacana!


Divitae



Beijão!

Você pode gostar destes também

10 comentários

  1. Tá realmente cada vez mais difícil ser uma pessoa tranquila. Se você é tranquilo em relação a algum assunto, qualquer que seja ele, você é fraco e omisso. O certo agora é brigar e xingar e sair ofendendo e batendo e sendo ignorante. Usam "liberdade de expressão" como desculpa pra babaquice, e isso eu não tolero e muito menos imito. Eu sou realmente muito tranquila - me ofendo grandemente com muita coisa, mas escolho não comprar brigar. Eu dou a última palavra pra pessoa alegremente, se isso a fizer ficar quieta logo. Só compro a briga quando não dá mais. Procuro pensar da seguinte maneira antes de falar/comentar qualquer coisa (especialmente se for pra me meter nas brigas dos outros, como tanto acontece), foi algo que vi um palestrante dizer, e garanto que se todos fizessem isso o mundo muito menos insuportável: "Isso precisa ser dito?" "Isso precisa ser dito POR MIM?" e "Isso precisa ser dito por mim AGORA?". É tão simples!
    E aí a gente passa por chata por querer que todos se amem mais, sendo que todo mundo é chato por ignorar isso completamente :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manu, adorei essa do palestrante Adotarei!

      E concordo plenamente com absolutamente tudo o que tu disse. Tá difícil!


      beijo!

      Excluir
  2. Olá, querida Denny
    Amar a si, ao próximo e a Deus é um belo Projeto de Vida...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  3. Oi, Denny!
    Sinto que as pessoas desejam uma "blindagem" do mal que corre pelo mundo. A mídia contribui muito para a ansiedade que as pessoas sentem com relação a um suposto acontecimento ruim que possam acontecer com elas - sofrem por antecedência - e quando assistem uma notícia ou acontece algo em seu dia a dia, a incompreensão passa longe, afinal, estão em seu íntimo o desejo da justiça e por isso o excesso do politicamente correto. Perdoar? Não... a cartilha manda o sujeito ser condenado e ir para detrás das grades. Mesmo que seja o crime leve como não levar o lixo para fora ou esquecer de passear com o cachorro. Falta compreensão, falta paciência, falta amor no mundo!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luma, concordo com tudo o que tu disse. As pessoas estão se perdendo dos sentimentos originais e o que parece restar nos corações é apenas um vazio enorme. Que Deus tenha piedade de nós!

      beijo!

      Excluir
  4. Olá, Denny , em partes concordo, outras ...não sei... Eu mesma "era" tão paciente, calma, era da turma do deixa disto... Mas com os anos percebo em mim, a intolerância, IMPACIÊNCIA, falta de sensibilidade...Meu Deus, me preocupo com isso!! Mas o que dizer daquela cuidadora de crianças que agrediu, xingou aquelas criancinhas na creche??? Vc acha que um pedido de desculpas da parte dela, iria fazer os pais aceitar numa boa??? Não sei até que ponto nós vamos parar...Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liliam, concordo que simples pedidos de desculpas não reparam os danos. Acredito que precise sim haver uma punição da justiça. Não concordo é com a violência desmedida, ameaças de morte e tudo o mais.

      Beijão!

      Excluir
  5. Hoje em dia evito ver os programas de Tv que só passam essas noticias ruins. No meu ponto de visto o que está acontecendo é que os homens tem o deus do dinheiro. Por isso esta acontecendo tantas coisas ruins. Mas creio que ainda tem jeito espalhando amor .Na Bíblia tem Amai-vos uns aos outros.
    Eu todos os dias rezo pedindo a Deus que dai-nos a vossa paz... Parabéns pelo blog lindo! abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo contigo DeliCE! Precisamos urgentemente espalhar mais amor. Quem sabe alguém vá atrás da mudança assim, né?

      Beijo!

      Excluir

Se você deseja uma resposta a alguma pergunta específica, por gentileza use uma das opções abaixo:

- Deixe seu e-mail, pois o sistema de comentários do blogger não notifica quando respondo, e te responderei por e-mail;

- Envie sua pergunta pelo formulário de contato do blog, do lado direito e deixe seu e-mail para que eu lhe responda;

Beijão!

recent posts

Flickr Images

Formulário de contato