05/02/2009

Faça a coisa certa: sustentabilidade no dia-a-dia.

Ser ecológico: eis a ordem da vez. Lindo assim!!! Logicamente, nesse mundão doido onde comprar e consumir cada vez mais parece ser a única saída, isso pode ser quase como remar contra a maré. Mas nada nessa vida vem sem esforço. E isso vale para a hora de consumir. Mesmo no supermercado, podemos dar uma mãozinha para a sustentabilidade, já que nem mesmo as embalagens de alimentos estão livres de agredir o meio ambiente (pobre coitado, nem lutador de vale-tudo é tão agredido quanto ele, rs). Então, vamos ficar atentos a algumas pequenas dicas, que valem para o dia-a-dia:

  1. Escolha produtos RECICLÁVEIS. Os produtos recicláveis são feitos com materiais que, após utilizados, podem ser transformados em materiais semelhantes aos originais. Isso serve pro papel (o utilizado no banheiro não conta, ok? Rs, rs), o plástico e o alumínio. O Brasil recicla cerca de 9 bilhões de latas por ano (isso é quase 90% da produção total, que chique hein?) e é medalha de ouro mundial em reciclagem de alumínio. BRASIU-IU-IU!
  2. Consuma produtos RECICLADOS. Não basta reciclar. Você precisa consumir produtos recicláveis, a fim de aquecer as vendas destes e baratear ainda mais o custo. Não adianta ajudar a reciclar e deixar para que os outeos comprem. Há muita coisa reciclada por aí, desde porta-batons feitos com lona de caminhões que passaram por um processo industrial, a carpetes feitos com outros carpetes reutilizados e garrafas pet. Falando nelas, o Brasil autorizou, em março de 2008, o uso de do plastico PET reciclado para a confecção de embalagens de alimentos. Assim, cerca de 180mil toneladas de PET poderão ser recicladas por ano. Ê lasquêra!
  3. Piorizar produtos REUTILIZADOS. Você encontra em muitos lugares produtos em que o que antes iria pro lixo é utilizado para criar novos produtos artesanais sem interferência industrial. Isso é bom, já que mesmo a reciclagem demanda gastos com energia, transporte e uma boa coleta seletiva. Há criações como luminárias feitas com copinhos plásticos descartáveis, vasos feitos com latas reutilizadas, porta-revistas feitos com escorredor de louças velho ou caixas de papelão.
São pequenas atitudes que fazem uma grande diferença. Agora, responda a seguinte pergunta: se tivesse que optar entre uma lata de azeite e uma PET de azeite, qual você escolheria? E essa sua escolha seria melhor para o meio ambiente? Veja alguns exemplos (retirados da revista Criativa, com imagens montadas por mim, rs) de boas escolhas na hora de comprar (lembrando que as marcas mostradas não são propaganda, mas sim, falta de tempo e habilidade no Photoshop para retirar as logos, rs):

Entre a lata de azeite (ou óleo de soja) ou a PET, dê preferência à lata. O processo de reciclagem é mais simples, e também há a questão de o plástico não se decompôr no meio ambiente, o que não é o caso da lata.
No caso do extrato/molho de tomate, você pode escolher ambas as opções, pois elas podem ser recicladas diversas vezes. A lata é mais facilmente reaproveitada, mas o vidro tem maior durabilidade. Empate técnico então!
No caso do leite, prefira a garrafa plástica, pois pode ser reciclada, mesmo que seja utilizada para outro fim depois deste processo. Já a Tetra Pak acaba se transformando em produtos de menor valor.
Essa é moleza! A sacola ecobag é a mais indicada, lógico! Porque? Vamos lá: o plástico não se degrada no meio ambiente e sua reciclagem (ainda que já existam avanços neste aspecto) é difícil e se torna em um produto inferior. O papel leva cerca de 3 a 6 meses para se decompôr no meio ambiente, mas dificilmente é utilizada matéria-prima reciclada na confecção das sacolas da maioria das lojas.


Bom, espero que essas dicas sirvam para cada um de nós tornar nosso planeta num lugar mais leve e menos poluído. Faça sua parte. Eu já estou fazendo a minha!

Reeducação Alimentar: hoje fui anotando tudo, sem compromisso (mas cuidando para comer o que eu vinha comendo nestes últimos dias), para ver o que está errado. Misericórdia. Já se foram mais de 1.100 calorias e ainda tem um lanche e o jantar!!!!!Vou caprichar nas escolhas, mas já detectei muitos pontos falhos. Definitivamente, um diário de alimentação é muito útil!

Atividade física: dei uma caminhada rápida de cerca de 30min. pela manhã e à tarde pretendo fazer o mesmo, mas num tempo maior.


Beijos!


FUIZ...

6 comentários:

  1. Oi guria, passa no meu blog que tem selinho lá pra ti!

    ResponderExcluir
  2. Amiga,mas vem cá,se a lata de óleo é melhor para o meio ambiente,porque o povo anda produzindo mais o litro de plástico?no supermercado onde compro,é difícil de encontrar a lata,eu prefiro a lata porque podemos fazer um furinho bem menor e com isto não exceder na gordura né?rsrs...tô achando que o povo aqui anda detonando o meio ambiente,semana passada te falei da sacola retornável né?(aqui não existe) e agora mais essa da lata...juro que não sabia,valeu pelas dicas.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Denny!

    Eu já li em algum lugar (rs rs que referência algum lugar) que além da questão da reciclagem na hora de preferir a lata ao pet, é que o produto (azeite, óleo,...) conservam melhor na lata. Mais um motivo para preferir a boa e velha lata rs.
    Agora falando de RA. Quando a nós anotamos rsrs, percebemos bem as derrapadas. Comigo ajuda bastante anotar.
    Boa noite!!! Si!

    ResponderExcluir
  4. Nossa. Jesus apaga a luz. Fui reler meu comentário... Que português é esse.
    ... é que o produto conservam... é que o produto conserva.
    Além do texto está confuso, ainda eu erro feio nessa concordância rs rs. A situação está feia. Cansaço rs.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  5. oi denny dicas boas são essas muitas coisas já sabia outras não,bjs e uma otima quinta.

    ResponderExcluir
  6. Oi

    De onde vc tirou essas informações!?

    Bom. Eu sou uma coisa. Eu não consigo entender essa coisa de "eco bag". Para mim é trocar 6 por meia dúzia!

    Porque, afinal, o algodão tem que ser produzido, e tingido, e refinado sei lá eu de que forma!

    E outra coisa, com tetra pack dá pra fazer aquelas placas que substituem madeira porcaria! Ou seja, economiza madeira! Sem contar que são indiscutivelmente melhores embalagens que as de plástico.

    A parte mais díficil de eu engolir, nessa questão toda, é a diferença entre "verdade" e modismo. E eu definitivamente acho essa coisa de "ecobag" modismo AO EXTREMMO!!!!!!!!!!!!


    Viu que tem uns cientístas (acho que brasileiros) que já conseguiram transformar plástico em papel!?

    Ah! Outra coisa que me revolta é o povo que faz arte com lixo. Meu! Pega lá uma madeira de construção, enche ela de tinta, solvente e o diabo a 4, e acha que tá fazendo bem pro meio ambiente! Sem contar a coisa ridícula que fica (tá, estética é relativa)

    Bom, passando pelo estado de revolta momentânea hehehehe deixa eu agradecer o selinho da amizade que eu ganhei =D valeuzão!

    Mil beijso

    ResponderExcluir

Se você deseja uma resposta a alguma pergunta específica, por gentileza use uma das opções abaixo:

- Deixe seu e-mail, pois o sistema de comentários do blogger não notifica quando respondo, e te responderei por e-mail;

- Envie sua pergunta pelo formulário de contato do blog, do lado direito e deixe seu e-mail para que eu lhe responda;

Beijão!

Atualizações do Instagram

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo