Dicas Dieta

Itokonnyaku - O macarrão que emagrece

12:00Denny Baptista


Comer macarrão e não engordar parece um sonho hein? Isso é possível e atende pelo nome de shirataki de konjac ou itokonnyaku, uma espécie de macarrão feito à base de um tubérculo da família do inhame chamado de konnyaku ou konjac. Quem o trouxe à tona, há um bom tempinho já, foi a chef do GNT Nigella Lawson (linda, querida, cozinheira de mão cheia, maravilhosa, sou fã!), que apareceu 10 quilos mais magra e "culpou" o shirataki por isso. Vejam uma imagem de "antes e depois", dela:

Imagem: Reprodução.


Claro que logo o estoque dele nas lojinhas orientais sumiu de uma hora para a outra. Agora, passado um bom tempo do "boom" do itokonnyaku, ele ainda é bastante procurado como opção dietética para reduzir as calorias sem abrir mão de uma massinha. E é sobre ele que decidi falar hoje, simbora!

Afinal de contas, o que é o skirataki de konjac? 

Também conhecido como itokonnyaku, este macarrão é feito à base de konjac, ou konnyaku, um tubérculo parente próximo do nosso conhecido inhame. Ele é composto por 97% de água e 3% de fibras de glucomanan, uma substância grudentinha extraída dessa batata de nome esquisito. O glucomanan é um tipo de fibra solúvel que, em contato com a água aumenta de volume. 

Ele emagrece mesmo?

O itokonnyaku auxilia em dietas com redução de calorias por oferecer apenas 10 calorias por porção. Como ele é composto basicamente por água e um pouquinho de fibra solúvel - que ainda por cima incha em contato com líquidos - ele faz uma economia de calorias enorme. Mas, logicamente, isso só funciona se não houver exagero nos acompanhamentos. Claro que, pensando pelo viés de que se fosse usado macarrão comum + acompanhamentos calóricos as calorias seriam ainda maiores, ele consegue trazer benefícios mesmo assim. No entanto, se o "conjunto da obra" for levinho, bingo! A cintura agradece.

Que outras vantagens à saúde o itokonnyaku traz?

A maior vantagem dele é a questão da saciedade. Como as fibras incham em contato com os líquidos do estômago, ele pode aumentas de 8 a 12 vezes de volume, o que gera saciedade antecipada, evitando o consumo exagerado de outros alimentos. Pesquisas do Departamento de nutrição da West China University of Medical Sciences ligam o consumo do konjac aos decréscimo dos níveis de colesterol ruim, prevenindo diversos problemas cardíacos como o infarto, entre outros. 

Há algum inconveniente no uso do shirataki de konjac?

O itokonnyaku não é pobre apenas em calorias, ele é pobre em nutrientes também. Por isso não deve servir como base de dieta alguma, mas como um complemento para quebrar a monotonia de cardápios restritivos. Se consumido regularmente ele também pode ter efeito laxativo o que, dependendo da pessoa, pode não ser interessante. Se consumido em excesso, ele prejudica a absorção de vitaminas como a A, D, E e K. Como tudo na vida, tudo o que é demais, não é legal. 

Ele é saboroso?

As opiniões variam bastante.  Já vi muitas pessoas dizendo adorarem o shirataki de konjac e outras dizendo ser horroroso. Na verdade ele não possui sabor algum. As queixas sobre ele se dão à sua consistência viscosa, que desagrada muita gente. Ele é meio grudentinho mesmo, então não agrada a todos os paladares. Por não ter sabor, é importante caprichar no molho que o acompanhará, pois ele é que definirá o sabor do prato.

Onde encontrar o shirataki de konjac? 

Normalmente ele é encontrado em lojas japonesas de artigos culinários, como as encontradas na Liberdade em São Paulo, ou em sites pela internet. Também pode ser encontrado em lojas de produtos naturais. O preço varia bastante, entre R$5,00 e R$20,00, por isso é sempre bom dar uma pesquisada antes. 

O shirataki de konjac pode ser utilizado na dieta Dukan?

Sim, por ser composto basicamente por água e fibras, ele é liberado desde a Fase Ataque, sem restrições de quantidade. 

Confesso que ando bem curiosa a respeito dele. Nunca provei e para mim é tipo caviar, "nunca vi, nem comi, eu só ouço falar", hehehehe... Mas conheço quem já tenha consumido e gostado bastante. Pretendo em breve comprar para experimentar, mas já me conformei que terei que comprar pela internet, pois por aqui já é um achado encontrar o bifum, - que só tenho encontrado recentemente - o shirataki pelo visto nem se cogita nessas paragens, rs. 

Alguém ai já provou? Se sim, compartilhe suas impressões nos comentários!

Beijão!

Você pode gostar destes também

6 comentários

  1. Ih, nunca nem tinha ouvido falar! hahaha Caramba, 10 calorias por porção, é? Que maravilha! Comer com um franguinho, hmm...

    Quando provar, posta pra gente! ;D Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, não vejo a hora de experimentar! Quando o fizer, pode deixar que compartilharei!


      Beijão!

      Excluir
  2. Nunca provei. Vou dar uma procurada, fiquei bem curiosa, mas só se não for muito caro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai depender muito de onde você comprar, os preços variam muito!
      Se comprar, conta o que achou!

      Beijão!

      Excluir
  3. Oiee! Eu tinha visto no You Tube no canal da Flavia Calina, ele faz milagres né? Mas nunca experimentei...Valeu pelas explicações!!Bjim e ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acabei conhecendo por conta da Dukan mesmo, pois é o único macarrão permitido nas duas primeiras fases. Adoro a Flavia!


      Beijo Fabi!

      Excluir

Se você deseja uma resposta a alguma pergunta específica, por gentileza use uma das opções abaixo:

- Deixe seu e-mail, pois o sistema de comentários do blogger não notifica quando respondo, e te responderei por e-mail;

- Envie sua pergunta pelo formulário de contato do blog, do lado direito e deixe seu e-mail para que eu lhe responda;

Beijão!

recent posts

Flickr Images

Formulário de contato