Pessoalidades

#Somos todas Gentil

18:00Denny Baptista


Oi turma! Essa semana compartilhei na fanpage do blog, indignada, uma notícia do portal R7 que falava basicamente que a Fernanda Gentili, repórter esportiva, estava desfilando suas gordurinhas por uma praia dessas famosas aí. Algo do tipo: "é bonita vestida, mas quando tira a roupa...". Fiquei indignada, e muita gente ficou também. Tanto que algumas horas depois o portal tirou a matéria do ar e deixou um recadinho:



Li em algum lugar que o portar enviou um e-mail desculpando-se pelo ocorrido. Então, Fernanda postou um pequeno desabafo em seu Instagram:

"E vida que segue, com todos nós dando importância ao que realmente merece e nos esforçando por um mundo melhor não só para o meu, mas para todos os filhos que estão, e que vêm por aí. Senti muita alegria por saber que sou tão querida, e até um pouquinho gostosa, sim. Mas senti vergonha de ser tão falada hoje, dia em que deveríamos estar agindo mais para que Ricardos e Larissas não voltem a nos deixar tão precocemente. Desculpas aceitas, Record. Pq o perdão é uma das primeiras virtudes que quero ensinar ao meu(minha) filho(a)."

A indignação vem de várias frentes. Uma porque ao que me parece todas temos a obrigação de ser gostosas, estilo Juju Salimeni (panicat), ou magérrimas estilo Gisele Bündchen. E se alguma de nós ousar ser conhecida pela mídia, piorou, pois os flashes na praia não perdoam. Melhor usar burca. Depois pelo fato de que a pessoa precisou assumir uma gravidez recente para não ser mais chamada de gorda. Sim, as grávidas têm licença poética para celulites e gordurinhas. Se você não está grávida minha amiga, senta aqui e vamos conversar. 

Aí eu penso no quanto isso já fica na nossa cabeça. Poucas mulheres fazem dieta pela saúde. A maioria não suporta é saber de seu culote, suas celulites, ou a horrorosa "bordinha de catupiry", vulgo "pneuzinho". Todas - e se não todas, a absoluta maioria - desejam corpos lindos e esculturais. Poucas se contentarão com um corpo magro apenas. E só depois de muito trabalho psicológico. Porque você, assim como eu, assim como a Maria, a Joana, a Vitória e tantas outras mulheres, tem horror aos comentários maldosos das pessoas. Tanto que muitas vezes as pessoas nem estão comentando e você já pensa que estão. 

E é esse tipo de matéria nojenta e sexista que reforça isso na nossa cabeça e de nossas filhas também. Meninas cada vez mais magras, com 12 anos e em dietas mirabolantes, ou aos nove comendo salada "pra não ficar gorda". o que estamos fazendo conosco mesmas? E isso não é apenas sobre mulheres, mas homens também. São cobrados a terem barrigas de tanquinho e peitos sarados, e ai das barriguinhas de chopp! 

Vejam bem, não estou fazendo apologia à gordura. Ela é nociva, traz muitas coisas ruins ao organismo e destrói a saúde pouco a pouco. Mas precisamos buscar um corpo saudável e isso quem sabe seja possível com 5 ou 10kg acima do que você planejou aí na sua cabeça. 

O fato meus queridos, é que isso não vai parar. Nunca. Eu não acredito mesmo. Portanto quem precisa mudar é você (e eu, no caso). Nós precisamos não apenas objetivar um corpo saudável, mas que vem de brinde com algumas gordurinhas sim. Ninguém é obrigado a comer macarrão de whey protein a vida toda ou viver de frango e batata doce como a Bella Falconi vivia - exageros à parte, claro. Precisamos de corpos reais e nos aceitar. Deixando a batata frita pro final de semana - porque sim, a saúde vem atrelada a hábitos saudáveis, ela não vem de graça em uma bandeja trazida por um mordomo como os de comercial de papel higiênico ou refresco em pó. O que a mídia faz, só consegue se permitirmos. Sim, eu ainda permito. E você também. E muitos outros ainda dão audiência a isso, não como expectadores, mas como críticos ferrenhos de tudo o que não é barriga negativa e bíceps demarcados. Portanto, faça a diferença para você e para os que estão ao seu redor. Acredite, já é o suficiente. 

E, antes de mais nada, seja feliz.

A propósito o título faz referência ao post da Débora Bresser, do próprio Portal R7, leiam aqui, vale a pena: http://entretenimento.r7.com/blogs/blog-da-db/somos-todas-gentil-20150121/

Beijão!

Você pode gostar destes também

1 comentários

  1. Foi realmente um absurdo. É. Hoje a mídia quer que sejamos escravos da estética. Não importa se você é feliz, se você é saudável, desde que o seu corpo/beleza se enquadre nos padrões inventados não sei por quem. Já faz tempo que me libertei disso. Me cuido, obvio, sei que preciso perder peso. Mas não deixo de namorar, de me curtir, de me sentir bonita. Até sinto pelas pessoas que abdicam de prazeres tão maravilhosos da vida como uma cervejinha e um churrasco no domingão... Mas é opção de cada um. Assim como espero respeito, a gente respeita, né! Faço minha parte :)

    ResponderExcluir

Se você deseja uma resposta a alguma pergunta específica, por gentileza use uma das opções abaixo:

- Deixe seu e-mail, pois o sistema de comentários do blogger não notifica quando respondo, e te responderei por e-mail;

- Envie sua pergunta pelo formulário de contato do blog, do lado direito e deixe seu e-mail para que eu lhe responda;

Beijão!

recent posts

Flickr Images

Formulário de contato