featured Paralisia de Bell

Paralisia de Bell: recuperação

12:45Denny Baptista



Hoje fazem exatos 15 dias desde que tive a Paralisia de Bell no meu rosto. Se você não acompanhou o que houve, vá até este post e fique por dentro. Hoje vou mostrar a vocês minha evolução e a forma como tratei esta situação para ter essa evolução.



Bom, primeiramente, fui à Emergência, orientada por um médico que me atendeu através do 0800 da Unimed. É sempre preciso descartar algum evento neurológico envolvido. No meu caso, estava tudo certo - somente a cara torta, rs... A médica da Emergência me receitou um corticoide, com a orientação de que se tivesse algum sintoma gripal parasse imediatamente de usá-lo. Os corticoides não são o ideal nesta época de surto do COVID-19, pois eles diminuem a resposta imune do organismo. Porém, são uma das poucas formas de cessar a evolução da paralisia. Se não me engano, pelo que li, a única forma medicamentosa (em casos em que só está ocorrendo a paralisia, sem nenhum outro problema associado). Usei o medicamento corretamente pelos 5 dias que ela solicitou.

Como falei no post anterior, eu fiquei apavorada, mas logo me lembrei de um vídeo aleatório que eu havia visto no YouTube, sobre Paralisia de Bell, e foi essa lembrança que impediu que eu ficasse tão desesperada - pois já havia visto que poderia ser algo relativamente simples. Segue o vídeo:




Eu dei sorte porque percebi a paralisia acontecendo bem no início. Quem sabe se acontecesse durante o sono eu acordaria com a paralisia já totalmente instalada. Então isso contou muito a meu favor. Como todos, estamos em sistema de quarentena / isolamento social aqui em Florianópolis. Então o atendimento de fisioterapia certamente está comprometido. Decidi fazer umas buscas de exercícios para paralisia facial no YouTube e, caso não visse evolução no quadro, iria atrás de atendimento - se conseguisse, né. 

Segui à risca estas duas séries de exercícios, 3 vezes ao dia:







Então, feitos estes exercícios, consegui uma excelente evolução do quadro da paralisia. A maioria dos casos demora bastante a progredir, e se vocês jogarem o termo "Paralisia de Bell" no Google verão que muitos foram bem mais afetados que eu. A menina do primeiro vídeo, por exemplo, teve este episódio há pouco mais de 6 meses e ainda não se recuperou totalmente. Abaixo um vídeo que gravei pelo TikTok, onde dá pra ver como meu olho direito não piscava bem - e olha que já haviam se passado dias e ele estava respondendo bem melhor (já aviso, nem faço nada lá no TikTok, não precisa seguir lá, estou só pelos filtros, rs)




Bom, vou colocar abaixo imagens da minha evolução para vocês fazerem o comparativo.





Bom, vamos lá. Pode-se ver que estou praticamente recuperada já. O olho direito que estava bem esquisito, já melhorou muito. No início ele mal piscava, acabou ficando muito irritado, ardendo e lacrimejando. Cogitei comprar e usar um oclusor oftalmológico (vulgo tapa-olho, rs), mas como fui melhorando acabei não precisando usar. O sorriso melhorou demais! Antes o movimento de sorrir formava uma careta, pois eu precisava forçar bastante a boca. Agora já sorrio normalmente, e a boca só dá uma leve entortada quando dou uma risada bem forçada ou forço o som da letra E, por exemplo (mas forçando). Aí eu percebo que ainda há resquícios da paralisia, mas bem melhor. O biquinho melhorou muito também. Reparem que os lábios ficavam muito tortos do lado direito e agora está tudo bem, não preciso sequer forçar.

Então, em resumo, para uma recuperação quase total em 15 dias: tomei a medicação corretamente, e fiz exercícios para a musculatura do rosto desde o dia seguinte ao evento, 3 vezes ao dia. 

Espero que o post ajude alguém que precise, é pra isso que este tipo de post acaba sendo muito útil. O vídeo da Dainara foi muito útil para mim.

Beijão!

Você pode gostar destes também

0 comentários

Se você deseja uma resposta a alguma pergunta específica, por gentileza use uma das opções abaixo:

- Deixe seu e-mail, pois o sistema de comentários do blogger não notifica quando respondo, e te responderei por e-mail;

- Envie sua pergunta pelo formulário de contato do blog, do lado direito e deixe seu e-mail para que eu lhe responda;

Beijão!

recent posts

Flickr Images

Formulário de contato