31/10/2016

Janela Lateral - Como receber conteúdo bacana em seu e-mail através do Google Groups

| |
Imagem: Freepik

Eu gosto de utilizar as diferentes ferramentas que a tecnologia proporciona. Um destas ferramentas é o Google Groups. O que é o Google Groups afinal de contas. A melhor definição que encontrei foi do Tech Tudo:

"O Google Groups (ou Grupos do Google) é um serviço de grupos de discussão, criado para promover a interação de usuários com interesses em comum."

Inclusive você pode aprender a usar o Google Groups através de um excelente post no site Tech Tudo (para acessar clique aqui). 

Eu gosto muito deste tipo de fórum de discussão, pois AMO aprender, e é para esta finalidade que participo de alguns. Mas hoje quero falar sobre o Janela Lateral. O Janela Lateral é, segundo definição do próprio autor, o Luis "um clipping gratuito com pequenas frações do que está na rede, misturando pequenas bobagens com assuntos mais sérios." 

De tempos em tempos você recebe em seu e-mail um texto com diversas informações bacanas do que está rolando na internet, e com uma linguagem bastante acessível e comentários sempre muito bons a respeito destes acontecimentos. É como um apanhado geral do que há de mais bacana rolando. Os textos costumam ser longos, mas são subdivididos em partes, então você pode ler um pouco agora, fechar e depois retomar a leitura de onde parou. É uma mistura de informação em forma de texto, com comentários do autor, misturado a imegsn bacanas da internet, charges e indicações de sites. 

Vou dar um exemplo dos temas que recebi esta semana no e-mail: 

- Como os automóveis salvaram o ambiente urbano
- Porque é tão popular criticar o popular
- Como vencer a usura da Folha, Globo e outros sites mesquinhos
- Explicação para a violência do Homo Sapiens pode estar na evolução
- Gengis Khan
- Os incríveis microcontos de terros em duas frases: dá pra assustar com tão pouco?


Eu gosto muito do conteúdo que recebo, tanto que quando mudei de e-mail principal fiz questão de me reinscrever com o novo. Recebo este clipping há ANOS e realmente é uma leitura que agrega ao dia a dia. 

A maneira mais simples de se inscrever é enviar um e-mail para luis7611@gmail.com e pedir que acrescente seu e-mail à lista. Na dúvida, inscreva-se. Caso não goste há sempre a opção de cancelar a assinatura dos e-mails. Ah, não esquecendo de dizer: é completamente gratuito.

Espero que curtam a dica e, caso se inscrevam, me contem o que acharam!

Beijão!

28/10/2016

O que tem na geladeira? - A nova série de Rita Lobo que estou amando!

| |
Imagem: divulgação.
Eu AMO o YouTube. Para mim ele é o melhor canal de televisão que existe - seguido pelo Netflix. Acho que o YouTube é o futuro da televisão. Um lugar onde você mesmo faz a curadoria do conteúdo que deseja assistir, onde prioriza conteúdo bacana nos eu feed, segue canais que valem a pena, que acrescentam (ou não, a liberdade está aí para isso!) e cujos conteúdos fazem a diferença no dia a dia. Se alguém me perguntar qual minha rede social favorita, sem dúvidas eu escolheria o YouTube.

Dentro desta plataforma há diversos canais que ganharam meu coração, dos meis diversos temas: de maternidade, a receitas, passando por jogos, maquiagem e atualidades. Um dos meus canais favoritos é o Panelinha, da Rita Lobo (quem não conhece a Rita Lobo, por favor, conheça imediatamente!). Ela tem um site de receitas lindo (acesse aqui - hoje estava fora do ar, mas deve voltar em breve), livros de receitas maravilhosos (quero todos!!!) e agora está investindo no YouTube. 

A minha série favorita atualmente se chama "O que tem na geladeira?" (veja a playlist completa aqui). Eu tinha planos de fazer algo neste sentido para o YouTube, mas ela veio e arrasou com estes vídeos desta série. A série funciona basicamente assim: em cada vídeo um vegetal é a estrela principal, e ela ensina diversas maneiras de preparar este alimento. Já teve vídeo com couve, pimentão, batata doce, palmito e outros mais. Abaixo vou compartilhar alguns, para vocês terem ideia!










O canal tem muitas receitas bacanas, recomendo fortissimamente que vocês assistam um a um!

Espero que tenham curtido!

Beijão!

27/10/2016

Downloads de Novembro: Planner, Cardápio e Calendário

| |

Eu bem me movimentei para preparar este material com antecedência, mas o tempo passa, o tempo voa e daqui a pouco já é Natal! Primeiramente quero agradecer muitão aos queridos leitores que enviaram sugestões para os planners! Cada ideia linda minha gente! Fiquei animadona!  Ampliei bastante neste mês as opções! A ideia é que cada um baixe aquilo que precisa apenas, por isso não pus tudo em um arquivo apenas. Cada um está hospedado individualmente, para facilitar a vida de quem não quer ou não precisa de todos, e só deseja baixar um ou dois. 

Para imprimir aconselho o uso de folhas mais durinhas, como papel sulfite ou outros de gramaturas diversas. Escola o que for melhor para você. Todos os materiais foram feitos em 3 versões: DOC (Word), PDF (Reader) e PNG (imagem). A melhor maneira de aproveitar, na minha opinião, é baixando a versão em PDF. Se você baixar a versão do Word, as letras poderão ficar desconfiguradas caso você não tenha as mesmas fontes instaladas em sua máquina. No caso do PDF, mesmo que você não tenha as fontes, tudo permanece inalterado. Ok? Vamos lá então!


Calendário de Novembro



Bem simples: um calendário mensal, para imprimir e fixar em algum lugar visível a fim de acompanhar o mês. Eu não quis deixar apenas os dias ali, soltos, pois esse tipo de calendário ganhamos da padaria da esquina todo início de ano, não é mesmo? Hahahahaha! Então acrescentei um espaço para anotações à direita, onde você pode escrever seus objetivos, aniversários, eventos enfim, o que desejar.

Versão DOC     -      Versão PDF      -      Versão PNG


Planner Mensal


Este planner segue a mesma linha do planner que publiquei em outubro, com algumas alterações. Tem ali o espaço para as metas do mês (quem não tem, né?) logo acima. À direita, há espaço para quem está em dieta anotar o peso inicial, a meta para o final do mês, e o peso final, quando o mês encerrar. Tudo belezinha. E seguindo sugestões, acrescentei dois itens: o item de leitura para quem tem como plano realizar leituras diárias e pôr em dia suas metas, e todo sábado espaço para pesagem semanal. 


Versão DOC     -     Versão PDF     -     Versão PNG


Planner Semanal



Este modelo, a pedidos, foi feito para um acompanhamento mais detalhado, diariamente. Há o espaço para as anotações diárias à esquerda, e à direita mais espaço para as anotações da semana. 


Versão DOC     -     Versão PDF     -     Versão PNG


Cardápio Semanal



Outro material feito a pedidos, achei a sugestão ótima: um cardápio semanal. Facilita para organizar a ida ao supermercado, pois dá uma visão geral do que se vai precisar na semana. 


Versão DOC     -     Versão PDF     -     Versão PNG


Bom, é isso turma! Espero que tenham gostado! E aceito mais sugestões para os materiais de dezembro. Clima natalino minha gente! Já adianto que vai rolar listinha para as nossas famosas resoluções HO-HO-HO!

Beijão!

26/10/2016

Receita: cream cheese de kefir com alho e azeite

| |

O kefir é um alimento probiotico que traz inúmeros benefícios à saúde. Há duas versões: o kefir de água e o de leite. Eu utilizo o de leite. Ele nada mais é que uma colônia de bactérias extremamente benéficas à saúde, que se alimentam da lactose do leite e o fermentam, transformando o leite num delicioso iogurte. 

Se você não leu ainda o post que fiz sobre o kefir, veja AQUI.
E caso queira saber como adquirir e cuidar do seu, leia este post AQUI.

A partir do leite kefirado (que é o produto da fermentação do kefir), é possível fazer inúmeras receitinhas. Além de diversos tipos de iogurte, dá para fazer queijinhos variados como este desta receita que compartilho com vocês hoje. Não é o cream cheese oficial. Mas a nomenclatura ajuda a entender que é um produto com a mesma finalidade, com a diferença de ser muito mais saudável!

Vamos à receitinha?

Cream Cheese de Kefir com alho e azeite

Ingredientes:

- 1 litro de leite kefirado
- sal
- pimenta
- alho em pó
- 2 colheres de sopa de azeite de oliva

Como fazer:

Deixe o leite kefirado dessorando por 48 horas. Para dessorar basta colocá-lo em um coador de café (descartável ou de tecido, você escolhe), ou em uma peneira com um tecido limpo para separar bem a parte sólida do soro do kefir. Deixe em cima de um recipiente que servirá de depósito para o soro que escorrerá (não o ponha fora, ele pode e deve ser consumido, por ter os mesmos probioticos e uma excelente dose de proteína de excelente qualidade). Após 48 horas ele já deverá ter uma consistência bem grossa. 


Coloque este creme no liquidificador com os demais temperos e bata. Pronto!

Você pode mudar os temperos da maneira que preferir, as possibilidade são infinitas! Fica bom com queijinho, torradinhas, pãezinhos, e até mesmo para acompanhar um almoço ou jantar! É delicioso, além de super saudável!

Espero que gostem da receita!

Beijocão!

24/10/2016

Outubro Rosa: Kefir e quimioterapia

| |

Primeiramente, perdoem o tempo sem atualizações. Dias complicados! Mas estamos aí hahaha! Estamos no outubro rosa, mês dedicado à divulgação de informações a respeito do câncer de mama. Acredito que a maioria das pessoas já saibam sobre a importância do auto exame e todos estes protocolos. A gente sabe, o pôr em prática é que são elas, né?

Então eu pensei no tanto de posts em blogs sobre o assunto e fiquei meio sem vontade de fazer mais do mesmo. No entanto, surgiu um tema que tive urgência em compartilhar com vocês, pois é algo sobre que eu já tinha informação, mas não tinha a experiência prática que tenho agora: o uso do kefir durante a quimioterapia.

Como alguns sabem, minha sogra está lutando contra o surgimento do segundo câncer de mama. Ela teve há cerca de 5 anos atrás e o câncer retornou, na mesma mama. É uma história complicada, visto que ela fez a mastectomia total da mama esquerda e, acreditem, o tumor não foi retirado nesta cirurgia. Não vou nem entrar nos méritos dos "culpados". Ela preferiu deixa essa história pra lá e no fim deu tudo certo. Ela partiu então para uma segunda cirurgia para, enfim, a retirada deste tumor. Quando estava recuperada da cirurgia, passou-se então para uma nova etapa do tratamento: as quimioterapias. E é aí que o kefir entra.

Se você não leu ainda o post que fiz sobre o kefir, veja AQUI.
E caso queira saber como adquirir e cuidar do seu, leia este post AQUI.

Um belo dia estava eu no Facebook quando vi uma moça anunciando a doação de kefir, e neste anúncio ela disse que dava preferência de dpação a pessoas em quimioterapia. Fiquei intrigada e decidi pesquisar sobre o assunto. Foi então que li diversos artigos que tratavam dos benefícios do kefir como aliado nestes momentos. Segundo estes, ele manteria a imunidade num nível bem melhor durante o tratamento quimioterápico. Todos sabemos que a quimioterapia é um tratamento necessário, mas muito agressivo, que destrói célular cancerígenas, mas infelizmente células boas também. O normal é a imunidade baixar a níveis preocupantes, o que favorece infecções e muitas vezes acaba levando os tratados a óbito. Um dos benefícios do kefir seria esse aumento da imunidade. Então as informações pareciam ok. Mas eu confesso que não acredito em alimentos milagrosos. Acho que algo só faz diferença dentro de um contexto. Mas então, vamos à comprovação prática que tive.

Conversei com a minha sogra e me disponibilizei a preparar o leite kefirado para ela (eu cuidaria dos grãos e da fermentação e enviaria apenas o produto já pronto). Junto disso, conversamos e ela aceitou reduzir significativamente o consumo de açúcar e carboidratos ruins, e priorizar o consumo de vegetais, gorduras de boa qualidade e boas fontes de proteína (ela não pode comer muitas frutas, pois é diabética). Claro que a alimentação não ficou um primor, há coisas das quais ela não abre mão e ponto, mas senti que deu uma melhorada. Mas o consumo do kefir é diário. Inclusive após as sessões, há dias em que ela se sente muito mal e só consegue consumir o kefir.

Entre uma sessão de quimioterapia e outra, são feitos exames para verificar a imunidade. Caso as taxas estejam muito baixas, é preciso melhorá-las primeiro, para só então proceder uma nova sessão de terapia. O que aconteceu neste exame (ela então havia feito a primeira sessão apenas) é que me deixou surpresa: a imunidade dela estava tão boa, que espantou o médico que quis saber o que ela vinha fazendo. E a explicação mais plausível era: o consumo diário do kefir, com uma melhora básica dos hábitos alimentares. 

Porque é importante essa melhora dos hábitos? Por exemplo, se você consumir o kefir, sua imunidade irá aumentar. Mas se, junto disso, você consumir muito açúcar, o efeito pode ser zero, pois o consumo do açúcar tem como uma das consequências exatamente esta queda da imunidade. 

Achei importante compartilhar com vocês esta informação, pois pode ser um grande aliado na sobrevida de pacientes com câncer. Sabemos que um organismo saudável é capaz de suportar melhor estes tratamentos, e dessa forma as chances de que a pessoa se recupere completamente são bem maiores. Atualmente os casos de câncer são tantos que chega a ser desanimador. Mas se tivermos bons aliados, poderemos ajudar estas pessoas em sua recuperação e, porque não, em sua cura.

Há várias maneiras de preparar o kefir, no próximo post ensinarei uma receita de cream cheese de kefir, que é ótima para acompanhar pãezinhos ou queijinhos!

Compartilhem esta informação. Fiz um post, indicado ali em cima, sobre como conseguir seu próprio kefir, como cuidar dele e tudo o mais. Vale a pena investir nele, e agora eu sei disso mais do que nunca!

Beijão!

06/10/2016

Kefir: como conseguir e cuidar do seu !

| |

Olá turma! Para quem me conhece não é segredo que o kefir é meu novo queridinho da vez. Versátil, saboroso e extremamente nutritivo e saudável. Na semana passada falei sobre o kefir aqui. O que é, quais são os seus benefícios, etc. 

Acesse o post sobre o kefir clicando aqui.

Ficou prometido que logo eu falaria sobre como conseguir kefir e como cuidar do kefir. Vou procurar ser bem detalhista para que fique tudo bem entendidinho, certo? Se ainda assim restarem dúvidas, perguntem nos comentários, ou por e-mail, que não hesitarei em responder!


Como conseguir kefir

Bom, primeiro ponto: a melhor maneira de se conseguir kefir é através de doações. A venda do kefir não é bem vista, pois há uma filosofia de solidariedade por trás do kefir. Ele é um alimento que se reproduz bastante, espontaneamente, e as pessoas doam para outras inclusive para se desfazer do excesso, pois ele é um alimento tão bom que  maioria das pessoas nem consegue imaginar colocá-lo fora. Como há uma rede bem grande de doadores, a venda acaba não sendo bem vista, passa a impressão de alguém estar se aproveitando. Eu não vejo problemas na venda, caso a pessoa tenha kefir, e esteja precisando de uma grana extra. Mas eu acho algo bem altruísta a doação que é feita pela imensa maioria das pessoas. É algo feito com carinho. Ajuda quem recebe, e quem doa também, para poder "escoar a produção". Claro que já há um comércio em cima do kefir, mas se eu puder te dar uma dica é: consiga o seu através de doação. E depois, doe também. É um alimento extremamente importante, e é tão bom ajudar pessoas!

Sobre conseguir kefir: eu acho essa a parte a mais difícil, pois apesar de algumas cidades terem vários doadores, outras não possuem nenhum. E há casos em que até há pessoas que possuem kefir na cidade, mas a gente não sabe. Foi o meu caso. Eu passei mais de um ano entrando em grupos no Facebook e nada de conseguir, pois a maioria dos grandes grupos tinha o seguinte problema: ou eram voltados apenas para a comercialização do "produto", ou era muito difícil conseguir um doador, pois abria-se um post pedindo e zero respostas. Então um belo dia perguntei, na minha própria timeline do Facebook, se alguém tinha kefir na minha cidade. Foi então que uma amiga me indicou o melhor grupo de doação de probióticos do Brasil. Sério! Não é publicidade nem nada, mas a eficiência do grupo é ímpar! O grupo chama-se "Doação de Probioticos Brasil", e a moderadora é a Daniela Pastana Cuevas. 

Para acessar o grupo clique aqui.

O processo lá é bem prático: você pede permissão para participar do grupo. Assim que a Daniela libera sua entrada, ela pede que você a adicione (já explico o motivo). Então, você deverá abrir um post no grupo dizendo seu nome, de que cidade e bairro você é e que tipo de probiotico você deseja. Às vezes ela mesma abre este tópico em seu nome, e você responde nos comentários. Ela tem um vasto cadastro de doadores do Brasil todo e de outros países também (não sei quais exatamente). Então ela faz a busca por um doador perto de você e indica o doador no post aberto. Feito isso, ela vai abrir uma mensagem privada entre você, a pessoa que ela indicou para doar o seu probiotico, e ela. Por isso ela pede para que você a adicione, ou ela não conseguiria abrir esta mensagem. Eu achei ÓTIMO este sistema, pois ela fica ali de mediadora da conversa de você, o que impede abusos no chat ou confusões (eu já soube de pessoas de outros grupos que se ofereciam como doadoras, e depois cobravam no privado). Então você e o doador combinam a entrega, dia, hora e tudo o mais. É bacana dar um feedback para ela algum tempo após você ter conseguido sua amostra. E se quiser ser doador, pode se cadastrar também, eu fiz isso. Caso não haja nenhum doador na sua cidade, ela indica alguém de uma cidade próxima para doação via Correios (é possível!), e você só arca com os custos do envio mesmo. É tudo bem prático e rápido. Em pouco mais de uma semana eu já estava com meu kefir em mãos. É importante lembrar que eles têm os mais variados tipos de kefir para doação lá: kombucha, caspian sea yogurt, kefir de água e, kefir de leite, etc. 



Como receber seu kefir

Bom, feito todo este processo, você receberá seu kefir em mãos. Eu acho muito bacana levar um mimo à pessoa que lhe deu a doação. Alguns pedem um ou dois litros de leite, a maioria não pede nada. Mas estamos recebendo um presente, é muito gentil pelo menos agradecer além do "muito obrigada". Não precisa ser algo caro. Eu levei alguns bons chocolates para minha doadora. Cada um dá aquilo que tem condições. Mas acho muito gentil levar sempre um mimo, ok? 

Continuando, é importante saber que o kefir não tem o poder de higienização, ou seja: se estiver contaminado com bactérias não vai eliminar as bactérias no processo de fermentação, por exemplo. Não é papel dele  fazer isso. Por isso é preciso cuidado ao receber sua doação. Geralmente recebemos a doação com os grãos de kefir e um pouco de leite. Ao receber o kefir, basta colocá-lo em uma peneira e lavá-lo com água filtrada ou fervida em abundância. Isso já elminina muitas coisas. Uma vez uma nutricionista fez um "experimento" com o kefir: infectou-o com coliformes fecais (não me perguntem como foi feita a infecção, rs), e depois de dias examinou-os em laboratório e viu que os coliformes seguiam no alimento. E é assim mesmo. Nunca, em nenhum lugar, foi dito que o kefir tinha a capacidade de eliminar bactérias ou contaminantes. Óbvio que não há como controlar a qualidade do kefir recebido. Mas também não há como controlar a qualidade do comercializado, já que são pessoas comuns que produzem. Mas em todos os materiais sobre kefir há a indicação de modos de manuseio que dificultam contaminações. Pode acontecer de receber contaminado? Pode. Por isso higienize bem o seu assim que recebê-lo.


Este é o vidro (uma jarra) que utilizo para fermentar meu kefir, com o tecido (tule) em cima. 

Como cuidar do kefir

Depois de receber e higienizar seu kefir, você vai precisar cuidar dele. Não é complicado, mas é essencial ter bastante higiene, afinal de contas é um produto para consumo. Ele deve ser sempre acondicionado em vidro. Você provavelmente vai recebê-lo em um pote plástico (vidro é caro!) ou a pessoa vai pedir para você levar um vidro para ela colocar seu kefir. Bom, higienize seus bichinhos, e os coloque num vidro grandinho. Acrescente cerca de 300ml de leite neste vidro (por isso grandinho). Cubra com um tecido fino (eu uso um tulezinho que comprei na loja de R$1,00), e prenda com elástico. Isso impedirá que bichinhos entrem no seu alimento. Não feche o vidro com tampa, pois a fermentação produz gases, que podem estourar o vidro. Coloque-o dentro de um armário e pronto. Só deixar ele lá. Dizem ser bom agitar ele de vez em quando para melhorar a fermentação. O quanto isso procede, não sei.

Fermentado seu kefir, agora você precisa separar os grãos do leite kefirado, que é como se chama este iogurte que se forma como resultado da fermentação. Para isso você deve usar preferencialmente uma peneira plástica, previamente higienizada (e se possível, utilizada somente para o manuseio do kefir, para evitar contaminações). Para mexer, use preferencialmente colheres de plástico ou aço inox. As de alumínio reagem com o kefir e podem matá-lo. Depois de coar todo o iogurte, coloque os grãos novamente no vidro (que já deve ter sido limpo enquanto você coava seu iogurte; para isso eu uso uma esponja só para estes vidros e não uso detergente de louça, apenas lavo bem com água), e coloque leite novamente para fermentar. Você não precisa lavar os grãos toda vez que troca o leite. O "iogurte" que fica preso aos grãos é chamado kefiran, e é uma "capa" que ajuda a fermentar mais facilmente da próxima vez, exigindo menos dos grãos, mantendo-os sempre saudáveis. Caso seu kefir fique ácido demais com o tempo (ele é naturalmente um pouco ácido), lave-o com leite mesmo, que é melhor para os grãos que água. A água é melhor para higienizar. 

Tempo de fermentação do kefir - O tempo de fermentação depende muito da temperatura que está em sua cidade e da proporção entre leite e grãos. Quanto mais grãos, mais rápido fermentará. Quando mais calor, mais rápido fermentará. Quanto mais frio, mais devagar. O normal é que ele vire "iogurte" em cerca de 24h. Basta olhar a aparência dele, e tirar quando você achar que está ao seu gosto. Algumas pessoas dizem que kefir que fermenta por 12h solta o intestino, e o que fermenta por 24h, prende. Estas informações são apenas boatos sem fundamento algum. O que acontece é que com 12h de fermentação não foi consumida toda a lactose ainda, então uma pessoa que tenha sensibilidade a ela pode ter diarreia. E sobre prender o intestino, só aconteceria se a pessoa tivesse alguma alergia aos demais componentes do leite (caseína, etc).

Uso do kefir por intolerantes à lactose - como o kefir se alimenta de lactose, com o passar das horas a concentração deste açúcar no leite vai diminuindo gradualmente. Isso significa que pessoas que possuem intolerência a lactose podem utilizá-lo também, mas após um tempo de fermentação maior. O tempo de fermentação vai depender do grau de intolerância da pessoa. Já li relatos em grupo de intolerantes que conseguiram consumir, sem resultados adversos, a partir de 48h de fermentação. O ideal é cada um testar o tempo que lhe faz bem. 

Bom, com o tempo irei postando algumas receitas que já testei com o kefir, são muitas gente! No momento estou testando um queijo de corte mesmo, está ficando ótimo! Se der bem certinho, postarei a receita aqui no blog, ok?

Beijocão!

05/10/2016

Lista de compras Lowcarb / Paleo #Download

| |

Imagem: Pixabay


Olá turma! Na semana passada disponibilizei para download um planner mensal bem bacana (sigo aceitando sugestões para o próximo!). Neste final de semana andei pensando em formas de organizar melhor minhas compras também, já que nesta crise não dá pra jogar dinheiro fora com desperdício, e isso estava acontecendo muito. Então decidi fazer uma lista com os principais alimentos "permitidos" na linha lowcarb/paleo de alimentação (alguns podem não gostar do "rótulo", mas ajuda demais na pesquisa!), que eu pudesse consultar. Então, decidi também dispobilizar aqui esta lista para download, pois sei que pode ajudar outras pessoas.

Não é nada rebuscado, é apenas uma listinha com quadrinhos que podem ser marcados. Dá para marcar os itens que precisam ser comprados ou os itens que temos em casa. Também pode ser uma forma bem visual de lembrar dos principais alimentos nesta linha. Dá para guardar a imagem abaixo no celular, e também disponibilizo os links para o download dos arquivos em PFD e DOC, prontos para imprimir. Lembro sempre daquela dica de sempre que possível baixar em PDF, pois em DOC algumas fontes podem desconfigurar se você não as tiver instaladas no seu computador. 
Caso queira copiar a imagem, clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e depois vá em "Abrir imagem em uma nova guia" para que ele fique no tamanho original e com uma qualidade melhor.
Bom, dá para ver que é uma lista simples, mas acho que é bem funcional. Segue abaixo os links para download de ambas as versões, sempre arquivadas no Dropbox!

Para baixar a versão em DOC, clique AQUI.
Para baixar a versão em PDF clique AQUI.


Espero que gostem, fiz com carinho! Beijão!