31/08/2014

Itokonnyaku - O macarrão que emagrece

| |

Comer macarrão e não engordar parece um sonho hein? Isso é possível e atende pelo nome de shirataki de konjac ou itokonnyaku, uma espécie de macarrão feito à base de um tubérculo da família do inhame chamado de konnyaku ou konjac. Quem o trouxe à tona, há um bom tempinho já, foi a chef do GNT Nigella Lawson (linda, querida, cozinheira de mão cheia, maravilhosa, sou fã!), que apareceu 10 quilos mais magra e "culpou" o shirataki por isso. Vejam uma imagem de "antes e depois", dela:

Imagem: Reprodução.


Claro que logo o estoque dele nas lojinhas orientais sumiu de uma hora para a outra. Agora, passado um bom tempo do "boom" do itokonnyaku, ele ainda é bastante procurado como opção dietética para reduzir as calorias sem abrir mão de uma massinha. E é sobre ele que decidi falar hoje, simbora!

Afinal de contas, o que é o skirataki de konjac? 

Também conhecido como itokonnyaku, este macarrão é feito à base de konjac, ou konnyaku, um tubérculo parente próximo do nosso conhecido inhame. Ele é composto por 97% de água e 3% de fibras de glucomanan, uma substância grudentinha extraída dessa batata de nome esquisito. O glucomanan é um tipo de fibra solúvel que, em contato com a água aumenta de volume. 

Ele emagrece mesmo?

O itokonnyaku auxilia em dietas com redução de calorias por oferecer apenas 10 calorias por porção. Como ele é composto basicamente por água e um pouquinho de fibra solúvel - que ainda por cima incha em contato com líquidos - ele faz uma economia de calorias enorme. Mas, logicamente, isso só funciona se não houver exagero nos acompanhamentos. Claro que, pensando pelo viés de que se fosse usado macarrão comum + acompanhamentos calóricos as calorias seriam ainda maiores, ele consegue trazer benefícios mesmo assim. No entanto, se o "conjunto da obra" for levinho, bingo! A cintura agradece.

Que outras vantagens à saúde o itokonnyaku traz?

A maior vantagem dele é a questão da saciedade. Como as fibras incham em contato com os líquidos do estômago, ele pode aumentas de 8 a 12 vezes de volume, o que gera saciedade antecipada, evitando o consumo exagerado de outros alimentos. Pesquisas do Departamento de nutrição da West China University of Medical Sciences ligam o consumo do konjac aos decréscimo dos níveis de colesterol ruim, prevenindo diversos problemas cardíacos como o infarto, entre outros. 

Há algum inconveniente no uso do shirataki de konjac?

O itokonnyaku não é pobre apenas em calorias, ele é pobre em nutrientes também. Por isso não deve servir como base de dieta alguma, mas como um complemento para quebrar a monotonia de cardápios restritivos. Se consumido regularmente ele também pode ter efeito laxativo o que, dependendo da pessoa, pode não ser interessante. Se consumido em excesso, ele prejudica a absorção de vitaminas como a A, D, E e K. Como tudo na vida, tudo o que é demais, não é legal. 

Ele é saboroso?

As opiniões variam bastante.  Já vi muitas pessoas dizendo adorarem o shirataki de konjac e outras dizendo ser horroroso. Na verdade ele não possui sabor algum. As queixas sobre ele se dão à sua consistência viscosa, que desagrada muita gente. Ele é meio grudentinho mesmo, então não agrada a todos os paladares. Por não ter sabor, é importante caprichar no molho que o acompanhará, pois ele é que definirá o sabor do prato.

Onde encontrar o shirataki de konjac? 

Normalmente ele é encontrado em lojas japonesas de artigos culinários, como as encontradas na Liberdade em São Paulo, ou em sites pela internet. Também pode ser encontrado em lojas de produtos naturais. O preço varia bastante, entre R$5,00 e R$20,00, por isso é sempre bom dar uma pesquisada antes. 

O shirataki de konjac pode ser utilizado na dieta Dukan?

Sim, por ser composto basicamente por água e fibras, ele é liberado desde a Fase Ataque, sem restrições de quantidade. 

Confesso que ando bem curiosa a respeito dele. Nunca provei e para mim é tipo caviar, "nunca vi, nem comi, eu só ouço falar", hehehehe... Mas conheço quem já tenha consumido e gostado bastante. Pretendo em breve comprar para experimentar, mas já me conformei que terei que comprar pela internet, pois por aqui já é um achado encontrar o bifum, - que só tenho encontrado recentemente - o shirataki pelo visto nem se cogita nessas paragens, rs. 

Alguém ai já provou? Se sim, compartilhe suas impressões nos comentários!

Beijão!

28/08/2014

Rotina de Beleza - Rosto / Atualizada

| |

Os posts da minha rotina de beleza estão saindo numa lentidão tão grande que temos sorte de eu ainda usar basicamente os mesmos produtos, rs. Essa série de posts foi pedido pela Bruna (que não tem mais blog, snif), e já fiz as fotos há algum tempo. No entanto, elas ainda são válidas! Fotografei o "basicão" do que uso para mostrar a vocês. Já falei da rotina de beleza com meu cabelo, que é oleoso, naturalmente liso e sem volume AQUI. Também já falei sobre a rotina de cuidados com o corpo, que tem pele normal, com joelhos e cotovelos tendendo ao ressecamento AQUI

Hoje é a vez de falar sobre minha rotina de cuidados com o rosto. Tenho a pele SUPER oleosa, com malditos poros dilatados e uma tendência horrorosa a ter cravos e espinhas. A maioria dos produtos que o pessoal indica acabam não dando certo em mim, porque a oleosidade realmente é um problema. No entanto, encontrei alguns bons produtos que ajudam bastante nesse quesito. Depois de várias tentativas, dinheiro posto fora e produtos sendo repassados para outras pessoas por não darem certo comigo, acabei criando uma rotina mais ou menos ideal que tem ajudado bastante com esta questão.

Mas antes dos produtos cosméticos em si, acho super importante falar para vocês acerca de hábitos de saúde que ajudaram, e muito, a amenizar o problema. Pequenas coisas que, quando inseri definitivamente na minha rotina, diminuíram a oleosidade da pele. Vou falar sobre eles também!

Hábitos de saúde que ajudam no controle da pele oleosa
  • Beber água suficiente. Fala-se em cerca de 30ml de água por quilo de peso corporal, para manter a hidratação da pele. Sigo religiosamente minha cota.
  • Diminuir o consumo de gordura. Gordura demais no organismo, transborda por algum lugar, certo? E um bom lugar são os poros, gerando oleosidade excessiva na pele.  Quando abandonei de vez as frituras e diminuí drasticamente o consumo das outras gorduras, a oleosidade da pele diminuiu consideravelmente. 
  •  Evitar o consumo excessivo de alimentos industrializados. Aditivos químicos, muito sódio e gordura ajudam a deixar a pele ruim, seja de que tipo for. Reduzi bastante e ainda pretendo reduzir mais!


Foram estes hábitos que senti que realmente fizeram a diferença na minha pele. Testei vários, mas destes senti a comprovação!

Agora, vamos aos produtos em si:


Da esquerda para a direita e de cima para baixo:

- Mousse de limpeza facial / Nivea - Melhor investimento da minha vida! Você aperta o bico dosador e sai uma espuminha muito suave, mas que limpa a pele fantasticamente. Além de limpar, você sente a pele fresquinha e sequinha logo após, suave e macia. Uso este sempre pela manhã, antes do tônico facial. Custa em torno de R$22,00 e dura MUITO, uso diariamente e um frasco dura em média 3 meses!
- Hidratante redutor de linhas de expressão Timewise pele normal / oleosa (versão sem filtro solar) / Mary Kay - o único hidratante com o qual minha pele se adaptou até hoje - e olha que já testei alguns importados top hein? É levinho, mas cumpre muito bem seu papel, sem deixar a pele melequenta. Com um pouquinho ele cobre o rosto todo e colo. Dura muito, o meu durou quase 6 meses! Custa em torno de R$65,00.
- Creme de limpeza 3 em 1 Timewise / Mary Kay - Mais um produto de limpeza top! Ele não é um creme, na verdade é um gel, com bolinhas azuis, que tem 3 funções: limpa, tonifica e esfolia levemente. Cumpre bem sua função, gosto muito dele. Costumo usá-lo à noite, após o banho, dispensando assim o tônico facial que uso só pela manhã mesmo. Também dura muito, praticamente a mesma coisa que o hidratante. Custa em torno de R$58,00.
- Deep Clean tônico 2 em 1 / Neutrogena - Melhor tônico para pele oleosa ever! Já testei vários, que deixavam a pele seca demais e logo após acontecia o famoso "efeito rebote": a pele acabava ficando ainda mais oleosa! Esse deixa a pele sequinha, suave, dá uma reduzida legal nos poros e ela demora muito a ficar oleosa novamente! Recomendo muito! Dura bastante, cerca de 2 meses de uso diário. Uso pela manhã, após lavar o rosto com a mousse de limpeza. Custa cerca de R$27,00.
- Sabonete líquido da cabeça aos pés / Johnson's - Esse foi recomendação da minha dermatologista. Tive uma alergia muito chata na pele há algum tempo, e ela me recomendou o uso de sabonete líquido para bebê no rosto, para não irritar ainda mais minha pele. Desde então, quando sinto a pele sensível, uso só ele! Fica a dica para quem tem pele sensível. Dura muito também e custa cerca de R$9,00
- Creme dermatológico manipulado - Este creme dermatológico também foi receitado pela minha dermatologista para minha alergia nos lábios. É um antialérgico, e tem ajudado bastante, tanto que já pude voltar a usar batom após quase um ano sem! Custou cerca de R$15,00.
- Protetor solar Filtrum Ultraseco FPS 30 / LIBBS - Como já falei, minha pele é oleosa. Já gastei os tubos procurando um protetor solar que não piorasse a situação. Nacionais, importados, nenhum dos que testei resolveu o problema, muito pelo contrário. Então eu acabava com a opção de não usar filtro e acabar com manchas na pele, ou usar e parecer uma sucursal ambulante de fábrica de óleo pra fritar coxinha. Então, tive a ideia genial de buscar dicas em sites de beleza masculinos, já que homens tem tendência à pele sebosinha como a minha e precisam de protetores mais potentes. Dito e feito! Pesquei a dica desse protetor e o fato é que não largo nunca mais! Ele é meio grossinho, um pouco chatinho de espalhar e a pele fica esbranquiçada no primeiro momento. Mas logo a cor da pele normaliza e ele deixa a pele sequinha, sequinha, e demora hoooooras para começar a brilhar novamente. Um sonho no tubinho. Pena só ter FPS 30. Hey LIBBS, libera um FPS 50 aí! Como todo protetor solar, não dura muito, porque não dá pra economizar. O preço não é dos melhores, mas vale o investimento. A embalagem de 60g custa cerca de R$55,00.
- Protetor solar Renew Solar Advance Ultra Matte FPS 50 / Avon - Bom, não posso chamá-lo de meu favorito. Mas entre os que não resolvem o problema da oleosidade, mas não o pioram ao menos, e tem FPS alto, esse é dos melhorzinhos. Mas nada de "ultra matte", ok? A pele vai ficando brilhosinha, não tem jeito e nem demora muito. Mas tem fator de proteção alto e há dias de verão em que obrigatório. Custa cerca de R$43,00 (mas compro quando está em promoção, sempre, fica a dica, rs). 
- Gel facial de limpeza profunda Clearskin / Avon - aloka da limpeza né gente? Mas quem tem pele oleosa como eu entende, rs... Não exagero na limpeza para não piorar a situação, mas intercalo este com o creme de limpeza da Mary Kay. Ele é muito bom, limpa legal, cumpre o que promete, é baratinho. Na verdade acabei doando ele para minha irmãzinha na última vez que ela veio, é limpeza demais para uma pele só, rs... Custa cerca de R$7,99.

Bom, são estes os produtos que uso. Se você tem pele oleosa, acho que aqui há dicas muito boas. Minha rotina é mais ou menos a seguinte:

MANHÃ:
  • Lavo o rosto com a mousse de limpeza da Nivea e água gelada sempre;
  • Passo o tônico facial da Neutrogena com um disco de algodão;
  • Uso um BB cream com proteção solar no inverno, e no verão passo protetor solar antes do bb cream.
DURANTE O DIA
  • Mantenho o rosto sequinho com lenços de papel antibrilho da Mary Kay, que uso ao meio dia, para retirar o excesso de oleosidade da pele. Apenas pressiono nas áreas brilhosas e ele absorve a oleosidade sem retirar muito a maquiagem (custa cerca de R$28,00 a caixinha com 75 lenços, dura pra caramba, porque uso 1 apenas para o rosto todo).
À NOITE
  • Lavo o rosto com o creme de limpeza Mary Kay;
  • Hidrato a pele com o hidratante Mary Kay;
  • Uso um creme para a área dos olhos que esqueci de fotografar, o Renew Clinical Eye Lift, que custa cerca de R$45,00 e sempre compro quando está em promo, rs... 

Se alguém aí tem a pele oleosa e tem alguma dica de produto bacana, deixe nos comentários, ou lá na fanpage do blog! Vou adorar dicas novas!

Beijão!

27/08/2014

Sugestão de cardápio para 7 dias - Dieta Dukan / Fase Ataque

| |

Mesmo não estando mais seguindo a Dieta Dukan, sei que várias pessoas a seguem, e vejo nos grupos uma grande procura por cardápios compatíveis com a dieta. Hoje montei um cardápio completo como sugestão para a Fase Ataque, com desjejum, almoço, jantar, dois lanches e a ceia para ninguém dormir com fome, hein? Vejam:

Vocês podem clicar na imagem, que abrirá em tamanho maior e copiá-la, ou baixar a versão para impressão, que salvei no 4Shared, AQUI. É uma sugestão de cardápio para 7 dias, que contém alimentos permitidos na Dukan, bem como a cota de farelos do dia. Não fiz de mais dias primeiro porque o máximo que a simulação do site costuma indicar é 7 dias de Ataque. Mais que isso é desnecessário. Mesmo para perdas superiores a 20kg (eu precisava perder uns 50kg e o site me indicou 5 dias de ataque, se não me engano). 

Abaixo, os links para várias das receitas do cardápio, do site Dieta e Receitas, que tem uma vasta coleção delas, separadas por fase.

É isso turma, beeeijo!

25/08/2014

A força do hábito - Insistindo para obter resultados

| |

Oi gente! Começamos aqui uma semana novinha em folha. Para muitos, é dia de recomeço. Do trabalho, da dieta, das atividades cotidianas. O final de semana vem como que um "porto seguro" pra aguentar o tranco da semana, não é? Eu confesso que há semanas em que sigo firme só pela sexta-feira, rs, quem nunca? 

Vocês já perceberam como no final de semana rompemos com os hábitos da semana inteirinha? Os horários para dormir mudam, para acordar, até horários de refeições e as próprias refeições mudam bastante.  É só comigo, ou com vocês também acontece o mesmo? Por aqui o final de semana é um período realmente à parte, rs. E quando chega o domingo, já começo a sofrer pela segunda-feira que nem chegou ainda. Oh vida! Já pararam pra pensar no quanto é difícil retornar na segunda-feira, o dia mundial da reclamação e do retorno à dieta? Isso acontece porque no final de semana quebramos os hábitos da semana, e retomá-los acaba se tornando bastante difícil. 

Mas, a pergunta principal de hoje é: como cria-se um hábito? Vejam só, as coisas mais fáceis de se fazer no dia a dia são aquelas às quais já estamos habituados, certo? Comer, dormir, tipo de alimentação, roupas que usamos, músicas que ouvimos, caminho que percorremos de um ponto a outro da cidade. Há hábitos que já ficam "no automático", de tão enraizados que estão em nós. Como seria bom se tivéssemos bons hábitos, não é mesmo? Como o de alimentar-se corretamente. Fazer atividade física. Beber água o suficiente, etc, etc... Hoje vamos tratar um pouco disso, para aplicar no dia a dia algumas dicas que ajudarão você a conquistar novos hábitos, que poderão te trazer resultados nas mais diferentes áreas da vida.

Como adquirir novos e bons hábitos?

Criar um novo hábito pode não ser tão simples. No entanto, com algumas dicas certeiras, é possível facilitar, e muito, este processo. Como tudo na vida, exige empenho e dedicação. Mas, priorizando pontos chave é possível encurtar o período de adaptação. Vamos lá!

  1.  Defina o seu objetivo. Delimite o que você quer, ponha sua meta no papel. Pense a respeito dela. Por exemplo: quero emagrecer. Imagine-se magro. Pense em você com o corpo que você deseja em diversas situações. Alimente estes pensamentos. 
  2. Parta do simples para o complexo. Crie pequenas metas que te levarão a um grande objetivo. Se o seu objetivo for emagrecer, trace pequenos objetivos que, um a um, te levarão até este grande propósito. Por exemplo: caminhar 30 minutos todos os dias. É um objetivo menor, mais simples, mas que te levará a emagrecer. Vá acrescentando estas pequenas sub-metas aos poucos. 
  3. Visualize! Depois de definir sua meta, imagine-se executando-a. Feche os olhos e procure mentalizar a realização do objetivo sob diversos ângulos, em várias circunstâncias. É como uma "previsão", que vai te preparar mentalmente para a ação em si. 
  4. Motive-se. Motivação = motivo + ação. Antes de mais nada, você precisa entender e aceitar o porque esse hábito é importante para você. Pense positivamente nele e no quanto ele te fará bem. Se seu hábito e referir a beber água em jejum todas as manhãs, enumere, mesmo que mentalmente, motivos que provem que este hábito te trará benefícios: purificar o corpo, preparar o estômago para receber o alimento, mais energia, etc. Quando colocamos a meta no patamar de benefício, ela se torna mais fácil de ser alcançada, pois passa a se tornar importante para você. 
  5. Lembre-se. Sua meta, no princípio, ainda não é um hábito consolidado. Por isso você precisará lembrar-se dela no começo. Use os recursos mais pertinentes para a situação, para ser lembrado disso. Vamos focar no objetivo enumerado acima: emagrecer. Você pode pôr bilhetinhos na despensa, na geladeira. Espalhar fotos de você magro, ou de pessoas que te inspirem em lugares que você olha com frequência. Uma pulseira diferente que te lembre disso todos os dias. E coisas do tipo. 
  6. Crie uma rotina. Pesquisas científicas apontam que o ser humano leva, em média, de 21 dias para criar um novo hábito. Durante esse tempo os lembretes devem te ajudar a incorporar este hábito na sua rotina. Quanto mais diariamente você realizar a meta, mais rapidamente ela se tornará um hábito. 
  7. Crie um "gatilho". O "gatilho" será algo que você fará sempre, imediatamente antes de realizar a ação. Ele meio que te prepara para a ação. Por exemplo: se você quer se habituar a caminhar, alongue suas pernas sempre antes. Se quer irritar-se menos, olhe para o teto por alguns segundos quando ficar irritado. Se quer deixar de fumar, estale os dedos toda vez que sentir vontade.
  8. Substitua um hábito ruim por um bom. Se você quer eliminar um mau hábito, certifique-se de que o está substituindo por algo que lhe dê prazer. Do contrário, você poderá se sentir mais frustrado ainda. Um exemplo: se você deseja parar de comer refrigerantes, substitua-os por sucos saborosos. 
  9. Insista! A criação do hábito, da rotina, não é fácil no início. A mente insiste no hábito anterior - o de não fazer o que se propôs - e pode tentar manter o desânimo a mil. Mas insista! Lembre-se de sua meta. Force a barra mesmo no começo. Este esforço inicial será recompensado em breve!
  10. Utilize a técnica do "mas". Terapeutas e psicólogos usualmente utilizam-se dessa técnica para moldar pensamentos negativos em positivos. Quando for assaltado por um pensamento negativo, ou de desistência, acrescente o "mas" à sua frase reclamatória mental e repense a situação pelo novo ângulo. Exemplo: "Eu não quero ir caminhar mas sei que me fará muito bem fazer isso."
  11. Recompense-se. Não são apenas os animais que aprendem pelo método da recompensa. O ser humano também tem esse seu lado bastante aflorado, digamos assim. Então, cada vez que você realizar a ação pretendida, faça algo que lhe dê prazer e o faça mentalizando isso como a recompensa. Por exemplo: após a caminhada diária, prepare um copo delicioso de suco, ou tome um banho relaxante. 
Vejam bem, eu já testei isso com algumas metas e senti que essas dicas surtiram efeito. Depois de habituados, conservar o hábito é só questão de evitar quebrar a nova rotina e isso é bem mais simples de se fazer. Por isso nutricionistas insistem tanto em que se siga as dietas à risca pelos primeiros meses: depois do novo hábito arraigado, fica muito mais fácil manter a dieta. 

Isso é tão importante e decisivo que pessoas que costumam dar pequenas escapadinhas logo no começo da dieta acabam por não conseguir jamais seguir à risca. Apenas umas poucas pessoas conseguem se manter nas pequenas escapadinhas eventuais e manter um padrão que permita o sucesso. digo por mim mesma: da primeira vez que fiz a Dukan, em poucos dias já tinha "escapulido" e logo estava fora da dieta. Já dessa última vez segui perfeitamente à risca e logo não via problema algum em manter a dieta mesmo em festas ou precisando preparar comidas normais e doces para o marido. 

Então, hábitos em mente, mãos à obra! E me conta, que hábito você gostaria de criar?


Beijão!


22/08/2014

Natue - Novo parceiro do blog!

| |

Olá queridos! Hoje quero apresentar a vocês o mais novo parceiro do blog: o site de vendas online Natue. Sou bastante criteriosa com relação à seleção de parcerias, tanto que demorei bastante a aceitar alguma proposta. Elas precisam ter a minha cara, e a do blog. Também preciso ter liberdade de sempre apresentar a minha opinião sincera e verdadeira a respeito do produto / serviço oferecido. Como encontrei os critérios que buscava, decidi fechar essa parceria. 

O Natue é um site de venda online de produtos multimarcas, com foco em saúde e qualidade de vida. O objetivo é oferecer produtos naturais e que auxiliam na conquista da saúde. Há uma infinidade de alimentos saudáveis, orgânicos, light, diet, bem como suplementos diversos e inclusive maquiagens e livros, todos seguindo a mesma linha: saúde. 

Confesso que quando visitei o site pela primeira vez fiquei encantada com a infinidade de opções e me apaixonei por várias coisinhas. Vocês sabem que adoro testar produtos com propostas saudáveis, que agreguem não apenas sabor, mas qualidade também. E no site da Natue encontrei muitos destes produtos, alguns inclusive já conhecidos meus (gente, tem produto Dukan lá, uhul!). 

Em breve falarei de alguns produtos que escolhi para vocês. As propostas são MARA, vamos ver como será a realidade. Mas confesso que estou bem empolgada, já que meu foco agora é saúde e para isso venho investindo em produtos e suplementos naturais já há algum tempo. 

O site conta com vasta cartela de produtos que vocês podem conferir AQUI, e também possui um blog repleto de dicas de saúde, que vocês podem conferir AQUI

Já conhecem o site? Aconselho uma espiadela, vale a pena!

Beijão!

21/08/2014

Farelo de Aveia - Tudo sobre esse grão nutritivo e seu uso na dieta Dukan (e em outras também)

| |

Quando se fala em farelo, a maioria das pessoas liga a expressão ao sentido de resto, sobra, lixo. No entanto, no que se refere a grãos, o farelo de aveia pode ser uma parte do grão extremamente benéfica à saúde e uma grande carta na manga em dietas diversas, e reeducação alimentar. Na dieta Dukan ele é item obrigatório! Mas pode e deve ser usado em dietas comuns e também como um coadjuvante na busca pela saúde e qualidade de vida. 

Mas afinal de contas, o que é o farelo de aveia?

O farelo de aveia é a camada externa do grão de aveia, que é retirada durante o refinamento do grão. Antes ele não era aproveitado, mas depois de ser estudado e suas propriedades nutritivas descobertas, passou a não ser mais descartado mas sim, utilizado na alimentação. 

Qual a diferença entre o farelo, e a farinha ou flocos de aveia?

A principal diferença entre eles está no processo de produção do cereal. Depois da colheita, é feito o processamento do grão, processo que facilita e direciona o consumo da aveia. Assim se dá origem ao farelo de aveia, à farinha de aveia e a aveia em flocos grossos ou finos. Veja as principais diferenças entre estes produtos:
  • Flocos de aveia - finos ou regulares, são ricos em carboidratos e açúcares de rápida absorção. São produzidos através da prensagem dos grãos integrais e mantém todos os açúcares/carboidratos e nutrientes. É feito pela prensagem do grão inteiro. Seu uso não é permitido na dieta Dukan por conter muito carboidrato.
  • Farinha de aveia - produzida a partir da parte mais interna do grão, a concentração de fibras neste produto é menor que a encontrada nos flocos e no farelo. É rica em açúcares/carboidrato e pobre em nutrientes. Isto a torna proibida na dieta Dukan.
  • Farelo de aveia - Por ser feito da parte mais externa do grão, é pobre em carboidratos e rico em proteínas e fibras solúveis que retardam a absorção da glicose e diminuem o colesterol. Por inchar no estômago, aumentando de volume em até 30 vezes, proporciona grande saciedade. É obtido principalmente da casca do grão. É item obrigatório na Dukan, pois proporciona uma porção pequena, mas suficiente, de carboidratos complexos, além de auxiliar no preparo de diversas receitas. 
Quais os benefícios do farelo de aveia?

O farelo de aveia possui inúmeros benefícios à saúde. Vamos citar alguns:
  • Pobre em carboidratos;
  • Rico em fibras solúveis, como as beta glucanas, um tipo especial e extremamente benéfico de fibra que, ao entrar em contato com água no intestino, forma uma espécie de gel, aumentando até em 30 vezes seu volume original;
  • Rico em proteínas;
  • Possui vitaminas E e K, B1, B2, B3, B6, ácido fólico, cálcio, magnésio, zinco, ferro, potássio e fósforo, bem como gorduras monoinsaturadas, que aumentam os níveis de colesterol HDL, o chamado "bom colesterol";
  • Proporciona saciedade;
  • Diminui a absorção de gorduras pelo intestino;
  • Regula o intestino;
  • Estimula as bactérias do intestino através das fibras que também auxiliam e fortalece o sistema imunológico;
  • Auxilia na prevenção do diabetes;
  • Reduz a absorção de colesterol ruim, o que auxilia a proteger o coração;
  • Contém triptofano, precursor da serotonina, responsável pelo bom humor e bem estar.
Como uso o farelo de aveia na Dieta Dukan?

O farelo de aveia é item obrigatório na Dieta Dukan. Mas precisa ser bem dosado, para não interferir na perda de peso. Cada fase tem uma quantidade estabelecida, que não deve ser ultrapassada. 
  • Fase Ataque - 1 e 1/2 colheres de sopa por dia;
  • Fase Cruzeiro - 2 colheres de sopa por dia;
  • Fase Consolidação - 2 e 1/2 colheres de sopa por dia;
  • Fase Estabilização - 3 colheres de sopa por dia.
O farelo de aveia possibilita que sejam feitas diversas receitas que facilitam a vida de quem faz a dieta, tornando-a mais variada e saborosa.

Como posso incorporar o farelo de aveia no meu dia a dia?

O farelo de aveia pode ser utilizado de diversas formas, e não apenas na dieta Dukan. Ele é um potente aliado da saúde! Algumas maneiras de utilizá-lo:
  • em receitas de pães, bolos, pizzas, tortas, panquecas;
  • em mingaus e cremes;
  • para engrossar molhos;
  • para empanar bifes e salgadinhos;
  • como farofa, salgada ou doce.
Há alguma restrição de uso do farelo de aveia?

Uma das propriedades do farelo de aveia é a absorção de gorduras no intestino. Seguindo essa lógica, ele também acaba diminuindo a absorção de alguns nutrientes, e até mesmo medicamentos. No entanto, há uma quantidade segura que não prejudica a absorção a ponto de que algum medicamento venha a ter sua eficácia prejudicada: 3 colheres de sopa ao dia. Até esta quantidade ele não causa problemas maiores, nem na eficácia de anticoncepcionais mais fracos, como é a preocupação de muitas meninas que utilizam o farelo. 

Ele também, se consumido em excesso pode causar flatulência ou intolerância, por isso o ideal é utilizar a quantidade segura estipulada acima. 

O farelo de aveia contém glúten, principalmente por ser processado juntamente com o trigo, então deve ser evitado por quem tem intolerância. 

Eu utilizo o farelo de aveia há mais de um ano e tenho sentido em mim mesma os benefícios dele! Jamais prejudicou a absorção de medicamentos, nem do anticoncepcional - eu usava um de baixa dosagem hormonal. Portanto, considero-o seguro, dentro dos padrões estipulados e AMO receitinhas feitas com ele!

Beijão!

20/08/2014

Dieta Dukan e eu - Uma pausa

| |

Olá! Hoje vim dar notícias a respeito do meu drama pessoal. Eu já havia comentado em outro post sobre uma consulta com outro ginecologista. Fui na nova consulta, e foi muito bom. Este médico foi um dos poucos com quem já tive contato que se mostrou realmente interessado em me ajudar de alguma forma. Já ando cansada de médicos que atendem rapidamente, ouvem os sintomas isoladamente, medicam e te dão tchauzinho. Este se mostrou despreocupado com o tempo da consulta - falamos por 30 a 40 minutos - e me fez muitas perguntas. Perguntas estas que a ginecologista anterior não fez antes de me dar um disgnóstico tão definitivo, tais como: quantos anos eu tinha quando comecei a menstruar; casos semelhantes na família; ciclos menstruais; medicamentos que uso ou usei recentemente; um pouco da minha via cotidiana, e uma infinidade de outras coisas. 
A conclusão que ele chegou é de que é muito cedo para concluir algo. Sim, meus hormônios indicam uma menopausa precoce. Mas estes são meus níveis hormonais HOJE. Ele me disse o que a minha ginecologista lá de Palmeira disse quando isso aconteceu pela primeira vez: pode ter N causas. Pode ser que meus hormônios apenas estejam malucos e isso volte ao normal. Como podem, obviamente, não voltar. 

O fato é que tudo foi mais animador, porque ele me deu esperança. Disse que, ao contrário do afirmado anteriormente, meu útero não é pequeno. E ele acha muito difícil eu ser portadora de hipogonadismo hipergonadotrófico pelo fato de sempre ter menstruado normalmente, sem pausas, sem atrasos, dos 11 aos 23, quando iniciei o uso de pílulas anticoncepcionais. Mas conversamos muito e ele traçou uma linha de ação. Vamos começar a investigar e eliminar possibilidades. 

Uma das possíveis causas é a dieta. Calma que eu já explico isso. Disse a ele que faço a Dukan e perguntei se ele achava que ela poderia ter causado essa bagunça. Ele elogiou a dieta, disse ser uma das melhores que ele conhece e que não acredita que a Dukan, especificamente, tenha causado essa bagunça hormonal. Mas que DIETAS em si, podem sempre alterar os hormônios, pois a perda de gordura, a redução de porções ou mesmo a retirada de alguns grupos alimentares do cardápio podem causar isso em algumas pessoas mais sensíveis. Esse PODE ser uma das causas dos hormônios malucos. E, como esta foi a maior mudança que aconteceu na minha vida nos últimos meses, decidiu começar por aí. Ele, então, me pediu para parar com a dieta. Quer que eu me alimente de todos os grupos alimentares, tomando o cuidado óbvio para evitar engordar novamente, pelos próximos 3 a 5 meses. E vamos refazendo os exames hormonais periodicamente para ir monitorando a situação. 

Foi uma decisão bastante difícil para mim. Uma porque estou completamente adaptada à dieta. Outra por que ajudo a moderar um grupo Dukan no Facebook, e sou tida como um exemplo para muita gente lá. Isso traz uma grande responsabilidade. Mas pensei, pensei, protelei, conversei com o marido e ontem, dei o aviso no grupo Dukan do Whatsapp, e do Facebook. 

O ponto é que eu ainda tenho MUITO peso para perder. Mas não posso ser irresponsável a ponto de brecar algo tão decisivo da minha vida só para dizer que segui até o fim uma dieta X. A Dukan foi muito importante para mim, e pretendo retomá-la num momento mais oportuno. A partir de amanhã começarei com a boa e velha Reeducação Alimentar, mas nos moldes da Fase de Consolidação da Dukan, com algumas brechas solicitadas pelo médico. Então, me impus algumas metas para melhoria da minha saúde como um todo:
  • Usar o máximo de alimentos orgânicos e naturais que puder;
  • Utilizar alimentos integrais, sempre;
  • Buscar opções mais saudáveis de lanches e snacks;
  • Manter a frequência da atividade física. 
São metas pequeninhas, mas quero ir incorporando um modo de vida mais saudável. Ando cogitando voltar a ser lacto-ovo-vegetariana, mas dessa vez estou estudando o que fazer para manter-me saudável e bem nutrida de proteínas. Enfim, uma nova etapa recomeça, e vamos ver no que vai dar isso!

Torçam por mim? 

Beijos!

P.S.: ando pensando em gravar uns vídeos, tipo vlog. O que vocês acham da ideia? Sobre o que gostariam que eu tratasse aqui? 

19/08/2014

Dieta Dukan - Como calcular a gordura dos alimentos

| |

Percentual de gordura dos alimentos. Todas as tabelas nutricionais possuem. Mas você sabe interpretar estes números? Você sabe a que exatamente estes percentuais se referem? É isso que veremos hoje. 

Muitas pessoas, na adoção de hábitos saudáveis, passaram a sempre dar uma espiadela na tabela nutricional dos alimentos que consome. No entanto, a maioria de nós não sabe interpretar corretamente as informações ali contidas. Hoje vou focar na questão do percentual de gordura. Você sabia que o percentual ali contido não se refere ao percentual de gordura do alimento, mas sim, do percentual que a quantidade de gordura do alimento representa em uma dieta de 2.000 calorias, em média? Vamos observar a tabela nutricional abaixo, que se refere a um hamburguer:


Nela vemos que uma porção de 145g desse produto contém 21g de gorduras totais. Isso representa, segundo a tabela nutricional, 38% de gordura. Abaixo, na tabela, temos a informação "% Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 kcal". Ou seja: 21g de gorduras representam 38% das gorduras em uma dieta de 2.000 kcal. Mas não fica claro qual o percentual de gordura que esses 21g representam neste produto. 

Dieta Dukan e gordura

A Dieta Dukan é uma dieta pobre em gorduras. Ao contrário do que se costuma propagar por aí, quem segue esta dieta reduz seus níveis de colesterol ruim e triglicérides. Muitas pessoas fazem diversas afirmativas sem ao menos conhecer a Dukan, tudo baseado no senso comum. Então, reafirmo: a Dieta Dukan é uma dieta pobre em gorduras. Os únicos queijos e laticínios liberados são os que contém 0% de gordura. Na Fase Ataque, apenas estes são permitidos. A partir da Fase Cruzeiro, alguns alimentos lights passam a ser tolerados. Mas, para que possam entrar na lista de tolerados, eles precisam obedecer a certos percentuais de gordura máximos. Vejamos alguns produtos que podem ser considerados tolerados
  • Queijos lights em geral (requeijão, cottage, creme de ricota light, etc) - para serem tolerados precisam ter no máximo 7% de gordura. 
  • Salsichas de frango ou peru light e hamburgueres industrializados - para serem tolerados precisam ter no máximo 10% de gordura. 
Mas aí fica a pergunta: como calculo então estes percentuais? É o que veremos agora.

Calculando o percentual de gordura dos alimentos

Há uma fórmula, uma regra de três bem básica, que permite que saibamos qual o percentual de gordura dos alimentos. Ela é simples, e logo acaba-se decorando. O livro "Boa Forma com Dukan", parceria entre o Dr. Pierre Dukan e a revista Boa Forma, trazem este cálculo bastante simplificado. Fiz uma montagem para simplificar ainda mais, usando as informações do queijo cottage da Tirolez. Vejam:



Visto pela ótica Dukan, este alimento é considerado um tolerado, e pode ser utilizado a partir da Fase Cruzeiro. Cada porção de 30g (3/5 da porção) equivale a um tolerado. Visto pela ótica de dietas em geral, ele é um excelente queijo, magrinho e que dá um sabor delicioso a diversas receitas, sem prejudicar a dieta e sem aumentar os índices de colesterol e afins.

Este mesmo cálculo pode ser aplicado a todos os produtos, para que se saiba sempre quanto de gordura se está consumindo. Aplicando este cálculo ao hambúrguer da primeira tabela nutricional, concluímos que ele contém, na verdade, cerca de 14% de gordura. 

Salve a imagem e consulte a fórmula sempre que precisar, e nunca mais fique em dúvida quanto aos percentuais de gordura dos alimentos!

Beijão!

18/08/2014

Dieta Dukan e Vitaminas

| |

A Dieta Dukan é cercada de mitos, assim como a maioria das dietas que restringem alguma classe de alimentos (no caso, açúcares e carboidratos simples). O maior deles é no que se refere à oferta de vitaminas e sais minerais. Muito se fala na hipovitaminose (consumo de vitaminas abaixo do ideal) que ela traz consigo e no quanto isso faz mal à saúde. Mas seria isso verdade? A resposta é NÃO. 

A Dukan, em sua Fase Cruzeiro (que é feita até que se alcance o peso desejado), fornece uma lista de legumes e verduras suficientemente completa no quesito vitaminas. Ou seja: manter-se nutrido e saudável depende muito mais da pessoa adepta da dieta que da lista de alimentos permitidos em si. É preciso variar ao máximo os alimentos utilizados, a fim de fornecer ao organismo nutrientes suficientes para que não aconteçam transtornos alimentares, nem baixas de vitaminas e minerais essenciais ao organismo. Com uma pesquisa rápida, fiz uma lista das vitaminas e principais sais minerais e de alimentos permitidos na Dukan, onde se podem encontrá-las. Vamos a ela!
  • Vitamina A - Leite, ovos, brócolis, couve. 
  • Vitaminas do complexo B: B1 - Levedo de cerveja, carne magra, ovos, fígado, queijos, couve, espinafre, pimentão. B2 - Levedo de cerveja, brócolis, espinafre, leite, carne bovina magra, ovos, verduras. B3 - Peixes, carne bovina, ovos, levedo de cerveja, fígado bovino, tomate, cenoura. B5 - Carne bovina, carne de frango, fígado, leite e derivados, levedura de cerveja. B6 - Levedo de cerveja, leite e ovos. B7 - Levedo de cerveja, carne bovina, fígado bovino, iogurte, queijos. B9 - Levedo de cerveja, fígado biovino, brócolis, espinafre, gema de ovo. B12 - Carne bovina, queijos, leites, ovos, mariscos, ostras, fígado de frango, salmão. 
  • Vitamina C - Pimentão, rúcula, alho, cebola, repolho, espinafre, tomate, agrião, alface.
  • Vitamina D - Atum enlatado em água, sardinha enlatadas em seu próprio suco, leite, iogurte, queijos, carne ou fígado de vitela, gema de ovo.
  • Vitamina E - Rúcula, couve, espinafre, peixes.
  • Vitamina K - Espinafre, brócolis, aspargos, repolho, cenoura, alface.
  • Colina - Carne bovina, couve, espinafre, alface, rúcula, reponho, cebola.
  • Potássio - Molho de tomate, peixes, iogurte, folhas verdes, abóbora.
  • Selênio - Ovos (gema e clara), queijos, frango, carne bovina.
  • Cálcio - Tofu, leite, brócolis, sardinha, espinafre, linhaça, farelo de aveia, chia.
  • Magnésio - Sementes de abóbora, tofu, acelga (cozida), espinafre (cozido), beterraba (cozida), iogurte, farelo de aveia (cozido).
  • Fósforo - Leite e derivados, carne bovina, peixes, alho, carne de siri, cogumelo.
  • Enxofre - Agrião, alho, abobrinha, brócolis, cebola, couve flor, couve folha, pepino, rabanete, pimentão, repolho.

Todos os alimentos listados são permitidos na Dukan, alguns em quantidade delimitada (chia, linhaça), mas a maioria pode ser consumido livremente. No caso de não ser possível variar suficientemente a alimentação, pode-se optar por polivitamínicos diversos. Mas polivitamínicos não são o ideal, pois se temos carência de algum nutriente, podemos não ter carência de outro e ser desnecessária a suplementação deste. Então a dica é caprichar no prato de salada e ser feliz e saudável!

Beijão!

17/08/2014

Auto estima - Baby steps rumo ao amor próprio

| |

Sim, hoje decidi ilustrar este post comigo mesma. Algumas "selfies" dos últimos 15 dias. Mas explico o motivo: estou REaprendendo a me amar. Aprendendo a gostar novamente do que vejo no espelho. Mas o caminho tem sido longo, muitas vezes difícil. 

A auto estima, em nós mulheres, é dos aspectos mais frágeis que carregamos na mala. Há dias em que roupa alguma parece cair bem, e nem toda a maquiagem importada do mundo dá conta do recado. Porque aquilo que vemos no espelho é influenciado por aquilo que vai dentro da nossa mente. Nosso humor - ou a falta dele -, nossas inseguranças, problemas pessoais, todos parecem interferir na imagem que vemos no espelho.

Muitas de vocês que acompanham o blog dividem comigo os mesmos problemas e inseguranças. Muitas vêm de sucessivas dietas infrutíferas, vêem o ponteiro da balança disparar - na direção contrária à pretendida - e acabam com a auto estima no chão. A vida, essa caixinha de surpresas, costuma nos judiar, e nós permitimos que isso aconteça na grande maioria das vezes.

Mas a questão é: como dar a volta por cima? Como reaver a auto estima perdida? Como olhar-se no espelho sem entristecer com o reflexo contido nele? 

Não vou listar aqui dicas que sites já nos fornecem diariamente. Digitando no Google você terá acesso a várias delas. Vou listar aqui coisas que eu mesma tenho feito nesse sentido e que têm surtido efeito de verdade. Dividirei com vocês minha experiência pessoal - incompleta do jeito que ela é, e em processo de construção. Mas antes, para quem é novo, um resumo da minha situação há pouco menos de um ano atrás:

Casei com 63kg. Em pouco mais de 3 anos praticamente dobrei de tamanho, indo parar nos 119kg. Diversos fatores me levaram a isso, mas não me deterei neles. Eu me movimentava como uma senhora. Andava vagarosamente, ofegante e com dores horríveis nos pés por conta do sobrepeso. Fora os problemas de saúde, minha auto estima estava no chão. Usava roupas feias, que me envelheciam, por serem as que serviam. Fiquei mais de um ano sem publicar fotos atualizadas nas redes sociais de tanta vergonha. Deixei de visitar amigos, de sair, tamanha a vergonha que sentia de mim mesma. Chorei inúmeras vezes, tive vontade de morrer, pensei em maneiras de fazer isso acontecer. Pedi a Deus que me tirasse a vida. E então decidi fazer algo a respeito. Foi nesse ponto que as coisas começaram a mudar.

As mudanças não aconteceram do dia para a noite. Por muitas vezes precisei me forçar a agir. Mas a insistência foi criando hábitos, e estes é que fizeram toda a diferença. Agora vamos a uma lista de baby steps (passos de bebê) que a longo prazo fizeram a diferença para mim, e podem fazer para você também:
  • Cuide da sua saúde. A saúde física e nutrição fazem toda a diferença. Um corpo saudável dá todo o suporte para que a mente também fique saudável. Você precisa emagrecer? Precisa ganhar peso? Quer mais curvas? Luta contra o diabetes, colesterol alto? Veja qual sua real necessidade e foque nela. Procure soluções e faça algo a respeito. Eu precisava emagrecer e baixar diversos índices que estavam nas alturas, então foquei nisso e hoje já se foram mais de 30kg. 
  • Mude hábitos aos poucos. A maioria das pessoas que tentam mudar tudo de uma vez só fracassa miseravelmente. É preferível mudar hábitos aos poucos e ir consolidando-os, acrescentando novas mudanças às já conseguidas, do que tentar fazer tudo de uma vez só e acabar mais tarde jogando tudo para o alto. Alguns hábitos que já consegui mudar: cortei refrigerantes, frituras, embutidos definitivamente, junto com meu marido. Passei a fazer atividade física regularmente, e a controlar mais o que vai à mesa. 
  • Permita-se momentos de descanso diários. Leia. Assista um bom filme. Vá ao cabeleireiro, à manicure. Ou apenas escute uma boa música de pernas para o ar. Procure se dar alguns minutos todos os dias, mesmo que seja pouco antes de dormir, para relaxar. Estes minutos serão importantes demais para sua mente. E uma mente fortalecida trabalha melhor e ajuda na questão da auto estima.
  • Cuide do seu cabelo. Já dizia algum poeta cujo nome perdeu-se na minha cabeça (risos), que o cabelo é a moldura do rosto. Escolha um bom corte, que valorize seu tipo de cabelo, seja ele qual for. Aceite seu cabelo como ele é. Não existe cabelo ruim, existe a sua aceitação em relação ao seu cabelo. A maioria de nós está descontente com ele. Quem tem cabelo liso gostaria de ondas. Quem tem cabelo crespo quer cabelo liso e segue o baile. Eu adoraria mais volume. Consigo melhorar bastante a questão com produtos e um bom corte. Mas ele é assim, e o aceitei como é. Invista em bons produtos. Veja bem, produto bom não é sinônimo de produto caro. A maioria dos cabelos saudáveis responde bem a marcas baratinhas como Seda, Pantene, Palmolive. Basta escolher a que melhor se adapta ao seu tipo de cabelo. Quanto mais química você usar no seu, mais caros serão os produtos que você precisará usar para "consertá-los".
  • Cuide da sua pele. Outro ponto importante. Se a sua pele não colabora, o reflexo no espelho também fica prejudicado. Muitos problemas de pele e mesmo cabelos (item anterior) são melhorados incrivelmente através de uma alimentação saudável. Depois vem a hidratação. Descubra seu tipo de pele e use os produtos corretos para esse tipo. 
  • Maquie-se! Você não precisa sair toda montada no batom da MAC e cílios postiços para ficar bonita. Nem precisa usar toneladas de produtos caros. Um BB Cream (que já hidrata e uniformiza a pele), rímel e batom já fazem toda a diferença. Mas comece devagar, se você não costuma usar nada. Comece com um batonzinho. Depois rímel. Depois vá acrescentando itens devagarinho. Mas não exagere! No dia a dia é preciso bom senso ou você pode passar a imagem errada. Vá com calma sempre. O básico sempre é o mais certeiro. Confesso que sempre fui muito descuidada com relação a isso. Ter a pele oleosa também dificulta o encontro de bons produtos. Mas melhorei muito. Hoje fechei uma semana inteirinha que não saio de casa sem pelo menos um BB Cream, rímel e batom. Só eu sei o quanto isso fez diferença na minha auto estima. E precisei de apenas 10 minutinhos extra diários para isso. 
Pequenas, mas preciosas dicas. Se formos pesquisar a fundo, há muitas outras. Mas hoje decidi listar as essenciais, mais fáceis de serem implementadas, e que fizeram a diferença na minha vida. Espero que você também se empolgue e venha nessa onda do "eu me amo, eu me amo, não posso mais viver sem mim." Uma linda semana para você!


Beijos!

13/08/2014

Dicas para emagrecer - 10 maneiras de perder peso e conseguir resultados

| |

Após uma pausa rápida para me enterrar no trabalho, cá estou novamente. Há semanas em que a coisa fica puxada! Bom, falando de emagrecimento. Há diversos tipos de dietas, da lua, da sopa, de Bervely Hills, Dukan, Atkins, dos Pontos, etc, etc. Cada um escolha a que mais lhe convém. Nem todas são totalmente benéficas, algumas inclusive podem ser bastante prejudiciais. Mas há dicas que servem para toda e qualquer dieta que pretenda te manter saudável e com o organismo em pleno funcionamento. Pequenas coisinhas que podem ser implementadas no dia a dia, aos poucos e trazer grandes resultados, ainda que não estejam atreladas e nenhuma dieta específica. Decidi compartilhar com vocês as dicas e a maneira como venho implementando elas - ou não - no meu dia a dia, ok?

1 - Monte um bom prato de salada antes de partir para o prato principal. Legumes e verduras dão saciedade, e preenchem o estômago, deixando menos espaço para o prato principal, que geralmente é mais calórico. Eu sigo quase sempre esta regra, nos dias de PL (proteínas + legumes) da Dukan e sinto que funciona muito, pois como bem menos do prato principal. 

2 - Consiga um acompanhante para sua dieta ou para a atividade física. Ter alguém que nos cobre ou nos motive nos dias em que estamos mais preguiçosos pode ser essencial. Essa pessoa pode até ser um amigo virtual, desde que um incentive o outro constantemente e você não tenha o hábito da "mentirinha branca" para enganar o amigo, rs. Meu marido é meu maior parceiro e incentivador, ainda mais com relação à atividade física. Um puxa o outro e quando um está com preguiça o outro chama pra luta!

3 - Tenha calma na hora de comer. Evite comer em pé ou em frente à televisão, pois frequentemente se perde a noção da quantidade do que se come. Preciso trabalhar isso na minha humilde pessoa. Ao meio-dia, como no trabalho e acabo comendo super rápido e, quando me dou por conta, estou fazendo isso em casa também. Hábito feio, preciso eliminar!

4 - Evite carboidratos simples e refinados. Aqui entram a farinha branca em todas as suas formas: pães, bolos, biscoitos. Açúcar também deve ser evitado ao máximo. Bom, neste ponto não tenho problema algum, já que faço a Dukan e nada disso é permitido na dieta, rs.

5 - Faça atividade física. Não importa o tipo, escolha alguma atividade física que lhe dê prazer. Mas, caso nenhuma lhe dê prazer, escolha alguma mesmo assim. Atividade física é quesito obrigatório não apenas para quem quer emagrecer, mas para quem quer ter saúde e viver bem. Nesse ponto estou melhorando, pois devido às lesões na coluna e joelhos havia parado de me exercitar, mas já retomei com caminhadas. Devagar e sempre!

6 - Durma bem e em quantidade suficiente. Diversos estudos já comprovaram os males que a falta de um sono adequado pode trazer à saúde. Dormir mal faz com que seus hormônios fiquem desregulados e você sentirá mais fome durante o dia. Já melhorei bastante, mas ainda durmo cerca de 6 horas por noite, quando sei que o ideal para mim são 8 horas de sono!

7 - Prefira alimentos frescos. Industrializados em geral vêm recheados de sódio e aditivos químicos que podem trazer riscos à saúde a longo prazo, tornando inclusive a perda de peso mais lenta no caso de dietas. Tenho evitado ao máximo alimentos industrializados. Dá trabalho preparar tudo fresco, mas inclusive a conta do supermercado está mandando um beijo - diminuiu bastante!

8 - Corte refrigerantes e bebidas alcoólicas. Refrigerantes contém açúcar em excesso. E os que não têm açúcar trazem a característica geral de todos os refrigerantes: excesso de aditivos químicos e nutrientes ZERO, que é o mesmo caso das bebidas alcoólicas. Meu marido e eu recentemente decidimos abolir totalmente o refrigerante de nossa dieta! Ponto pra gente!

9 - Faça pequenos lanches entre as refeições. Eles ajudam a manter o metabolismo funcionando mais rapidamente. Mas lembre-se pequenos lanches. Peco muito nisso. Me envolvo no trabalho e, quando vejo, foi-se a hora do lanche e já me envolvi com outra coisa e acabo só comendo nas refeições maiores. 

10 - Cuide do seu emocional. Diversos estudos comprovam que as emoções influenciam a maneira como nos relacionamos com a comida. Permita-se momentos de paz, reflexão e descanso. Não alimente pensamentos derrotistas. Das coisas que tenho trabalhado em mim: alimentar a esperança na resolução dos problemas e evitar pensar em coisas ruins. Ajuda bastante!

Aposto que você não viu nenhuma novidade aqui, certo? E é assim mesmo. O básico é sempre o mais eficaz. Mas precisa ser colocado em prática para que surta efeito!

Um lindo restinho de semana pessoal!


Beijão!

04/08/2014

De volta à rotina

| |

Minha cabeça está um pouquinho mais centrada. Então, decidi retomar meu foco - ou o que eu conseguir no momento - e voltar a controlar melhor a questão da dieta. Vejam bem, eu não saí um triz da Dukan nestes dias turbulentos, já se tornou algo automático para mim. Mas depois de um tempo, só a alimentação não dá conta da perda de peso. Parei totalmente com atividade física há pouco mais de um mês, tenho me descuidado com relação ao consumo de água e meus cházinhos de todo dia. Tenho comido no automático, sem pensar muito. O resultado, com toda essa loucura hormonal que está ocorrendo aqui foi 1kg a mais na balança. 

1kg não parece muito, não é mesmo? Mas quando usamos métricas, e vemos o impacto no corpo, esse mero quilogramazinho se mostra algo muito maior. O que percebi (e já irei mensurar numericamente) é que comigo aconteceu exatamente o que acontece com mulheres na menopausa - e não me conformo de estar entre elas,preliminarmente! - e todos sabemos: perdi massa muscular, que deu lugar à gordura. Como a gordura pesa menos que o músculo, o impacto na balança parece ser "pequeno". Mas quando se faz a comparação junto à fita métrica, meus amigos... a situação é horrorosa! Confesso que fiquei muito, muito triste com isso, pois me detive na balança e deixei passar por alto os centímetros a mais. 

Vou fazer a comparação das medidas e peso com as últimas que tirei, no final da Fase Beta do Focus T25 - e olha que ali eu estava pesando mais! - que é a tabela que tenho disponível. Vejam que triste:


Desanimador, não? Pra caramba. Tirei estas medidas para o Desafio de Agosto do grupo Café com Dukan (grupo do Facebook para adeptos da dieta Dukan, do qual participo e sou co-moderadora) ontem pela manhã. Confesso que o choque maior foi com relação à cintura! Isso significa gordura visceral, aquela mais perigosa. 

Bom, o desafio do grupo consiste em 30 dias sem cometer deslizes (as "jacadas" de que tanto falamos), e exercitar-se no mínimo 5 vezes na semana e depois, ao final do mês, tirar novamente medidas, pesar-se e comparar os resultados. Não há premiação, não teremos ranking ou vencedores, são desafios pessoais cujos resultados são compartilhados em grupo. Ontem mesmo instalei um aplicativo para monitorar a atividade física (se vocês quiserem, em outro post falo sobre ele) e caminhei 5,45km. Hoje fiz mais 6,37km. 


Por gentileza, esse olhar de peixe morto. 

Bom gente, voltei à ativa no quesito atividade física. Confesso que depois de conhecer treinos HIIT, a caminhada me parece enfadonha, demorada, e com poucos resultados. Mas é o que posso fazer no momento. Ficar parada já deu pra ver que não rola. Então é isso. Veremos os resultados deste mês. 

Beijão!


P.S.: amanhã tenho consulta com outro ginecologista, torçam por mim!!!! #pray